A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Uma Rede de Tecnologia e Qualidade ISQ Redes de sensores em infra-estruturas críticas CIRA-Critical Infraestrutures and Risk Assessement CMU – Encontro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Uma Rede de Tecnologia e Qualidade ISQ Redes de sensores em infra-estruturas críticas CIRA-Critical Infraestrutures and Risk Assessement CMU – Encontro."— Transcrição da apresentação:

1 Uma Rede de Tecnologia e Qualidade ISQ Redes de sensores em infra-estruturas críticas CIRA-Critical Infraestrutures and Risk Assessement CMU – Encontro Laboratórios Associados Julho 2008 Manuel Cruz instituto de soldadura e qualidade

2 CIRA-Critical Infraestrutures and Risk Assessement Este programa científico a cinco anos ( ) integra as capacidades de: Carnegie Mellon University (CMU) ISR-Lisboa e Inesc-ID afiliado do Instituto Superior Técnico CISTER afiliado do Instituto Superior de Engenharia do Porto Grupo ISQ

3 Critical Infrastruc. & Risk Assess. Information and Communication Tech. Educational Actions (dual degrees) Prof Masters PhDs Research Actions Information Processing & Network. Basic Sciences Techn. Manag. & Public Policies FOCUS AREAS Fonte, apresentação CMU Portugal

4 Critical Infrastructures & Risk Assessment F.A. Research Initiatives ISR,INESC,CISTER,ISQ Wireless Sensor Networks Decision, estimation and actuation in sensor networks: Networked Image/video proc WSN, embedded dist sys, RTS Education PhD Program Elec Comp Eng Networked sensors, communication and decision systems Gas distribution Water supply network Electricity Safety-Security critical transportation sys TESTBEDs Most Sensed Campus Fonte, apresentação CMU Portugal Security RAMS

5 Objectivo do CIRA O Risco associado às infra-estruturas Críticas. Avaliação e monitorização

6 Infra-estruturas Críticas (definição IRGC) São uma rede de sistemas independentes feitos em larga escala pelo homem (compostos por estruturas sólidas e delicadas), que funcionam sinergicamente de modo a produzir uma corrente contínua de serviços essenciais, para o desenvolvimento económico e bem-estar social; São desenhados de forma a satisfazer necessidades sociais específicas, mas também para impulsionar uma mudança social para um nível mais complexo; Estão a sujeitas a múltiplas ameaças (técnicas-humanas, físicas, naturais, contextuais); São altamente dinâmicas e complexas, são inter-dependentes; As falhas podem desencadear efeitos em cadeia (blackouts), mesmo as falhas no serviço normal custam aos países industrializados uma percentagem de GDP. Fonte: IRGC

7 Infra-estruturas Críticas Fonte: IRGC

8 Infra-estruturas críticas alvo do CIRA Transporte; Rede viária e ferroviária - pontes; Gás; Refinarias, petroquímicas e químicas. Água e tratamento das águas residuais; Rede eléctrica Sistemas de informação e comunicação....

9 CIRA - Gestão do Risco Objectivos Permitir o desenvolvimento do conhecimento através do I&D relacionado com a Gestão do Risco; Acelerar a transferência da tecnologia e conhecimento para os centros tecnológicos, prestadores de serviços e os próprios end users; Fornecer respostas efectivas às necessidades dos gestores das infra- estruturas criticas

10 Administração Pública Gestores da Infraestruturas criticas Sociedade Utilização Empresas especializada s Serviços Parcerias Serviços Universidades e Institutos Programas Phd Programas MSc Especialização Pesquisa e Desenvolvimento Centros Tecnológicos e/ou Interface Transferência de Know-how Tecnologia / Metodologias Necessidades Conhecimento Tecnologia Serviços Visão - Cadeia da Gestão do Risco

11 Funções do ISQ (no consórcio CIRA) –Identificação das áreas de desenvolvimento, através de estudos e do contacto directo com os Gestores das Infra- estruturas Críticas; –Promoção e participação em projectos de investigação pretendendo satisfazer as necessidades identificadas; –Acelerar a transferência da tecnologia; –Desenvolvimento do conhecimento interno em Gestão do Risco. –Desenvolvimento de soluções através da colaboração sinérgica entre as partes. –Novos produtos e serviços, criação de valor.

12 Sinergias – Projectos em preparação Sistemas Transportes (ML) –Interpretação de vídeo – eventos relativos à segurança de pessoas. –Infra-estrutura monitorização de túneis. Pontes –Sonar para monitorização pilares e sapatas; –Monitorização estrutural. Gasodutos –Corrosão e gestão de integridade do sistema Universi- dades Spin Offs Infra estruturas criticas ISQ

13 Sensorização / Monitorização Objectivos –Segurança –Operacionalidade –Manutenção Exemplos –Interpretação video –Controlo de fugas – fluidos –Correntes induzidas – corrosão –Sonar – estruturas submersas –Ensaios Não destrutivos – Etc. Fonte, BlueEdge

14 Obrigado


Carregar ppt "Uma Rede de Tecnologia e Qualidade ISQ Redes de sensores em infra-estruturas críticas CIRA-Critical Infraestrutures and Risk Assessement CMU – Encontro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google