A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Encontro com a Ciência em Portugal, promovido pelos Laboratórios Associados. Lisboa 03-07-20081 Sessão:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Encontro com a Ciência em Portugal, promovido pelos Laboratórios Associados. Lisboa 03-07-20081 Sessão:"— Transcrição da apresentação:

1 Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Encontro com a Ciência em Portugal, promovido pelos Laboratórios Associados. Lisboa Sessão: TGV – Comboios de Alta Velocidade ERTMS – Tecnologias de Controlo-Comando e Sinalização a bordo RAVE – Eng. Victor Soares Lopes

2 Lisboa Conhecimento Novas Tecnologias

3 Lisboa Exemplo, Tecnologias ao nosso serviço no dia-a-dia em trabalho e lazer: Telefone móvel - GSM, com PDA - agenda electrónica, correio electrónico e serviço SMS; e sistema de navegação GPS; possibilidade de reproduzir centenas de musicas gravadas com codificação MP3; comunicação de dados 3G para acesso à Internet em banda larga, mas também pode comunicar em Bluetooth ou em Wireless Lan Wi-Fi.

4 Lisboa O Transporte Ferroviário também se modernizou para poder responder aos novos desafios e poder concorrer com os outros meios de transporte oferecendo uma alternativa eficiente, económica e de menor impacte ambiental. Também neste sector se tem assistido ao desenvolvimento do conhecimento que conduz a novas tecnologias valorizando os atributos intrínsecos do Caminho de Ferro. Com o estabelecimento da Comunidade Europeia as diversas Redes Ferroviárias passaram a poder estar interligadas de forma mais efectiva, constituindo um sistema de transporte de grande extensão e de grande importância para a economia europeia.

5 Lisboa Porém, a diversidade dos sistemas técnicos em serviço e das regras operacionais de exploração em uso, constituía um verdadeiro obstáculo à interligação e à interoperabilidade dos comboios circulando entre Estados Membros. Para garantir a necessária interoperabilidade da Rede Ferroviária Europeia a Comissão Europeia promoveu a publicação de um conjunto de Directivas e especificações técnicas regulando o Caminho de Ferro Europeu. Esta legislação preconiza, entre outras disposições, a harmonização dos subsistemas ferroviários essenciais, que se pretendem mais eficientes e de maior capacidade no âmbito de um mercado mais alargado, de forma a conduzir a uma redução de custos de investimento e de exploração.

6 Lisboa Rede Europeia Interoperavel prioritária ETCS-Net

7 Lisboa A Normalização Europeia de Interoperabilidade para o sistema ferroviário de alta velocidade desenvolve-se de acordo com a seguinte estrutura: Directiva 96/48/EC – Alta Velocidade Especificações Técnicas de Interoperabilidade para os Subsistemas: Controlo-Comando e Sinalização Exploração e Gestão de Tráfego Material Circulante Infra-estrutura Energia Manutenção Segurança nos Túneis Acessibilidades de Pessoas de M.R. Normas CEN, CENELEC, ETSINormalização Técnica

8 Lisboa O subsistema europeu de Controlo-Comando e Sinalização instalado a bordo dos comboios e na infra-estrutura de via, tem por finalidade transmitir ao maquinista do comboio as indicações geradas pelos sistemas de sinalização que regulam e asseguram a circulação de comboios em segurança. Estas indicações apresentadas a bordo, em rigorosa correspondência com os aspectos gerados pela sinalização ferroviária instalada na via e nos postos de comando, permitem a pratica de altas velocidades dos comboios ultrapassando o valor da velocidade limite para além do qual não seria possível o reconhecimento eficaz dos aspectos apresentados pelos sinais colocados na via.

9 Lisboa A tecnologia de controlo-comando e sinalização desenvolvida pelas Redes Ferroviárias Europeias em conjunto com a Industria Europeia representada na UNISIG, designa-se por: ERTMS - European Railway Traffic Management System O ERTMS é constituído pelo: ETCS - European Train Control System – que promove a afixação das indicações a bordo e o controlo automático da velocidade do comboio; e pelo, GSM–R - Global System for Mobile Communications – Railway, radio- solo-comboio digital utilizado em fonia e na transmissão de dados.

10 Lisboa ETCS de Nível 1 EVC – European Vital Computer Antena Balise LEU – Lineside Electronic Unit DMI-Driver Machine Interface Detecção de V.O.

11 Lisboa ETCS de Nível 2 EVC – European Vital Computer Antena Balisa DMI-Driver Machine Interface GSM - R RBC - Radio Block Center Detecção de V.O.

12 Lisboa Aspecto do painel LCD do DMI

13 Lisboa

14 Lisboa Instalação ERTMS a bordo

15 Lisboa Muito obrigado pela vossa atenção Victor Soares Lopes


Carregar ppt "Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Encontro com a Ciência em Portugal, promovido pelos Laboratórios Associados. Lisboa 03-07-20081 Sessão:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google