A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ANÁLISE DE BALANÇOS O QUE É ? ESTUDO DA SITUAÇÃO PATRIMONIAL DE UMA ENTIDADE, ATRAVÉS DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS. EM QUE CONSISTE ? NA EXTRAÇÃO DE DADOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ANÁLISE DE BALANÇOS O QUE É ? ESTUDO DA SITUAÇÃO PATRIMONIAL DE UMA ENTIDADE, ATRAVÉS DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS. EM QUE CONSISTE ? NA EXTRAÇÃO DE DADOS."— Transcrição da apresentação:

1 ANÁLISE DE BALANÇOS O QUE É ? ESTUDO DA SITUAÇÃO PATRIMONIAL DE UMA ENTIDADE, ATRAVÉS DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS. EM QUE CONSISTE ? NA EXTRAÇÃO DE DADOS ESTATÍSTICOS PARA ANÁLISE, PARA OBTER INFORMAÇÕES SOBRE A SITUAÇÃO FINANCEIRA E ECONÔMICA DA ENTIDADE ANALISADA.

2 FINALIDADE DA ANÁLISE: Estudar o desempenho econômico- financeiro da empresa, identificando os fatores determinantes da situação atual, para tomada de decisões e orientação de seu comportamento futuro. IMPORTÂNCIA PARA OS USUÁRIOS: Administradores  avaliação de desempenho Investidores  rentabilidade do capital investido Bancos  medir o endividamento p/liberar créditos Fornecedores  capacidade de pagamento *liquidez

3 ETAPAS DO PROCESSO DE ANÁLISE 1ª) EXAME E PADRONIZAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES 2ª) COLETA DE DADOS 3ª) CÁLCULOS DOS INDICADORES: QUOCIENTES, ÍNDICES 4ª) INTERPRETAÇÃO DE QUOCIENTES 5ª) ANÁLISE VERTICAL E HORIZONTAL 6ª) COMPARAÇÃO COM PADRÕES 7ª) ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ANÁLISE

4 PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DE CONTABILIDADE: Criados pela Resolução CFC 750, de  APÊNDICE: RESOLUÇÃO CFC nº 774 – 16/12/94 COM ALTERAÇÕES POSTERIORES.  REPRESENTAM A ESSÊNCIA DAS DOUTRINAS E TEORIAS RELATIVAS À CIÊNCIA CONTÁBIL.  CONSTITUEM A VIGA-MESTRA DA CIÊNCIA SOCIAL E VALEM PARA OS PATRIMÔNIO DE TODAS AS ENTIDADES (PESSOAS JURÍDICAS).

5 1 PRINCÍPIO DA ENTIDADE  AFIRMA A AUTONOMIA PATRIMONIAL DA ENTIDADE  O PATRIMÔNIO DE UMA SOCIEDADE NÃO PODE SER CONFUNDIDO COM O PATRIMÔNIO DE SEUS SÓCIOS.  UMA VEZ CONSTITUÍDA A ENTIDADE (PJ), NÃO SE DEVEM MISTURAR OS RECURSOS DA EMPRESA COM OS RECURSOS DOS SÓCIOS E VICE-VERSA.  CONTINUIDADE: “ALGO EM ANDAMENTO”.  AS PESSOAS JURÍDICAS CONSTITUÍDAS ESTARÃO SEMPRE EM ATIVIDADE (EM MARCHA).  CLÁUSULA DO CONTRATO / ESTATUTO SOCIAL: “A ENTIDADE EXISTIRÁ POR TEMPO INDETERMINADO”. 2 PRINCÍPIO DA CONTINUIDADE

6 3 PRINCÍPIO DA OPORTUNIDADE  REFERE-SE SIMULTANEAMENTE À TEMPESTIVIDADE E À INTEGRIDADE DO REGISTRO DO PATRIMÔNIO E DAS SUAS MUTAÇÕES.  TEMPESTIVIDADE  REGISTRO NO MOMENTO EM QUE OCORREU A OPERAÇÃO (DE IMEDIATO E COM A EXTENSÃO CORRETA).  INTEGRIDADE  REGISTRO BASEADO EM DOCUMENTAÇÃO FIDEDIGNA (ÍNTEGRA, IDÔNEA).

7 4 PRINCÍPIO DO REGISTRO PELO VALOR ORIGINAL  OS COMPONENTES PATRIMONIAIS SERÃO REGISTRADOS PELOS VALORES ORIGINAIS DAS TRANSAÇÕES.  OS VALORES ESTARÃO EXPRESSOS NA UNI -DADE MONETÁRIA DO PAÍS *BRASIL: REAL  OS BENS QUANDO ADQUIRIDOS, SERÃO CONTABILIZADOS PELO CUSTO HISTÓRICO CONSTANTE NOS DOCUMENTOS DE ENTRADA.

8 5 PRINCÍPIO DA ATUALIZAÇÃO MONETÁRIA VISA AJUSTAR O VALOR ORIGINAL NUMA CERTA DATA, TRADUZINDO A VARIAÇÃO DO PODER AQUI -SITIVO DA MOEDA OCORRIDA NUM PERÍODO.  O AJUSTE ERA FEITO PELA APLICAÇÃO DE UM DETERMINADO INDEXADOR *VARIAÇÃO PELO IGP  REVOGADO PELA LEI Nº 9.249/95, A PARTIR DO ANO-BASE PELA RESOLUÇÃO CFC Nº 900 (2001), SUA APLICAÇÃO SERÁ COMPULSÓ- -RIA SOMENTE SE A INFLAÇÃO ACUMULADA NO TRIÊNIO FOR DE 100% OU MAIS.

9 6 PRINCÍPIO DA COMPETÊNCIA  AS RECEITAS E AS DESPESAS DEVEM SER REGISTRADAS DENTRO DO PERÍODO EM QUE TIVER OCORRIDO O FATO GERADOR.  CONSIDERAM-SE REALIZADAS AS RECEITAS NAS TRANSAÇÕES COM TERCEIROS, INDEPENDENTEMENTE DA DATA DOS SEUS RECEBIMENTOS.  CONSIDERAM-SE INCORRIDAS AS DESPESAS NO MOMENTO DO SEU CONSUMO, INDEPENDENTEMENTE DO PAGAMENTO.

10 7 PRINCÍPIO DA PRUDÊNCIA 7 PRINCÍPIO DA PRUDÊNCIA  NA DEFINIÇÃO DOS VALORES RELATIVOS ÀS VARIAÇÕES PATRIMONIAIS, DEVEM SER FEITAS ESTIMATIVAS QUE ENVOLVEM INCERTEZAS DE GRAU VARIÁVEL.  LIGADO AO CONSERVADORISMO (ANTIGA CONVENÇÃO): ANTECIPAR POSSÍVEIS PREJUÍZOS E NUNCA ANTECIPAR PROVÁVEIS LUCROS.  APLICAÇÃO  NA AVALIAÇÃO DE ESTOQUE, SERÁ O VALOR DE MERCADO, SE FOR INFERIOR* AO VALOR DE COMPRA. *CONTA RETIFICADORA: PROVISÃO PARA AJUSTE A VALOR DE MERCADO

11 NORMAS CONTÁBEIS: Técnicas  NBC T-1: Características da Informação Contábil  NBC T-2: Escrituração Contábil *eletrônica, digital  NBC T-3: Estrutura das Demonstrações Contábeis  NBC T-6: Divulgação das Demonstrações Contábeis  NBC T-8: Demonstrações Contábeis Consolidadas  NBC T-9: Fusão, Incorporação, Cisão, Transformação  NBC T-10: Aspectos contábeis em entidades diversas  NBC T-11: Normas de Auditoria Independente  NBC T-15: Informações de natureza social e ambiental  NBC T-19: Aspectos Contábeis Específicos

12  LEI : Em vigor desde 2002, trouxe alterações no mercado de capitais, com informações contábeis para as sociedades de capital aberto que negociam na Bolsa, para facilitar aos investidores estrangeiros e tornar mais atrativo o mercado acionário no Brasil.  LEIS ( ) e ( ): BENEFÍCIOS  as alterações na lei (1976), permitiram o alinhamento das demonstrações contábeis às normas contábeis internacionais; aumento do fluxo de investimentos internos e externos para o capital produtivo; transparência das atividades empresariais; eliminação de barreiras regulatórias que impediam a inserção total das sociedades de capital aberto no processo de convergência contábil internacional. LEGISLAÇÃO SOCIETÁRIA


Carregar ppt "ANÁLISE DE BALANÇOS O QUE É ? ESTUDO DA SITUAÇÃO PATRIMONIAL DE UMA ENTIDADE, ATRAVÉS DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS. EM QUE CONSISTE ? NA EXTRAÇÃO DE DADOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google