A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Santos / SP Teoria da Contabilidade Prof. Ronaldo Valente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Santos / SP Teoria da Contabilidade Prof. Ronaldo Valente."— Transcrição da apresentação:

1 Santos / SP Teoria da Contabilidade Prof. Ronaldo Valente

2 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 4. Contabilidade como Ciência Social 5. Princípios, postulados e convenções contábeis

3 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 4. Contabilidade como Ciência Social

4 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade Analisamos que o patrimônio, que é o objeto da contabilidade, envolve um conjunto de pessoas dentro de uma sociedade e que através de fatores permutativos e modificativos, internos e externos, acabam resultando variações e estas variações do patrimônio afetam de alguma forma o meio em que está inserido. Além disso, a evolução da contabilidade está diretamente relacionada com o desenvolvimento histórico social, pois está relacionado com as mudanças da civilização, nos meios de produção e distribuição da riqueza, mudanças estas que foram acompanhadas pela evolução das formas de conhecer os fenômenos a ela relacionados. Então podemos dizer que é uma ciência social e esta ciência cuida da área de finanças de empresas e instituições por meio de registros, informando sobre a gestão do patrimônio e dando subsídios para tomada de decisão acerca das diretrizes e dos rumos desejados.

5 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade Contabilidade é uma Ciência Social aplicada que tem como objetivo evidenciar as mudanças financeiras e econômicas que ocorrem na sociedade. O Contador é aquele que pode mensurar o patrimônio de uma empresa ou da Sociedade e estabelecer diagnósticos que são fundamentais para os investidores.

6 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 5. Princípios, postulados e convenções contábeis

7 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade O que são os Postulados? Os postulados são proposições ou observações de certa realidade não sujeita a verificação e constituem a lei maior da Contabilidade, pois definem o ambiente econômico, social e político no qual esta deve atuar, o seu objeto de estudo e a sua existência no tempo.

8 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade - Mas o que os Postulados representam na Contabilidade? Os postulados representam a base sobre a qual se desenvolve todo o raciocínio contábil (o ambiente e as condições em que a contabilidade deve atuar). São comumente chamados de "Pilares da Contabilidade", por serem a base de toda a teoria contábil. Estes postulados são classificados da seguinte maneira: 1.Postulados Normativos 2.Postulados Descritivos 3.Postulados Ambientais

9 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 1)Postulados Normativos – Definem que a contabilidade deveria fazer ou como deveria fazer. É necessário antes de tudo uma justificativa, uma explicação. 2)Postulados Descritivos – Descrevem e explicam por que e como a informação contábil deve ser apresentada aos usuários. 3)Postulados Ambientais – Definem o ambiente onde a contabilidade deve operar, ou seja, evidenciam o ambiente econômico, social e político onde se desenvolve a contabilidade. Esta questão do ambiente é exemplificada da seguinte maneira: qualquer empresa para que ela atinja seus objetivos são necessários dois pressupostos básicos: A Existência e a Continuidade. Para tanto, estes Postulados subdividem-se em: I.Postulado da Entidade II.Postulado da Continuidade

10 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade I. Postulado da Entidade Considera que as transações da atividade econômica seja mantida separada dos sócios que a compõem. Pode ser analisado de acordo com os seguintes enfoques: a.Jurídico b.Econômico c.Organizacional d.Social

11 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade a.Jurídico – A contabilidade deve efetuar separadamente os registros dos sócios da empresa; b.Econômico – Mostra que as entidades possuem um patrimônio, nos aspectos qualitativo e quantitativo; c.Organizacional – As entidades são consideradas grupo de pessoas ou pessoas exercendo um controle sobre as receitas e despesas. Neste enfoque procura mostrar a forma como está organizada a entidade e como deve demonstrar seu resultado; d.Social – A entidade deve mostrar em seus relatórios a contribuição em termos de benefícios a sociedade. Não só mostrar o seu resultado, mas sim evidenciar a sua contribuição para a sociedade, essa contribuição deverá ser mostrada em percentuais.

12 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade II. Postulado da Continuidade Observa a entidade como algo em continuidade, cuja principal finalidade é gerir e utilizar ativos não para serem vendidos, mas para servirem à entidade no esforço de produzir receita.

13 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade o Princípios Básicos da Contabilidade Os princípios originaram-se da necessidade do estabelecimento de um conjunto de conceitos, princípios e procedimentos que não somente fossem utilizados como elementos disciplinadores do comportamento do profissional no exercício da Contabilidade, seja para a escrituração dos fatos e transações, seja na elaboração de demonstrativos, mas que permitissem aos demais usuários fixar padrões de comparabilidade e credibilidade, em função do conhecimento dos critérios adotados na elaboração dessas demonstrações.

14 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade Além de delimitar e qualificar o campo de atuação da Contabilidade, os princípios servem de suporte aos postulados. E através da evolução da técnica contábil em função de novos fatos sócio-econômicos, modificações na legislação, novos pontos de vista, ou outros fatores, um princípio que hoje é aceito, poderá ser modificado, para atender às inovações ocorridas na vida empresarial. Os princípios básicos, essenciais ao exercício da Contabilidade são: 1)princípio do custo como base de valor 2)princípio da realização da receita e confrontação da despesa 3)princípio do denominador comum monetário 4)princípio da competência.

15 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 1)Princípio do Custo como Base de Valor Sua aplicação é importante para a Contabilidade na medida em que ele descarta a possibilidade do uso de valores subjetivos para o registro dos bens, estabelecendo que seja utilizado o valor que a entidade sacrificou no momento de sua aquisição.

16 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 2) Princípio da Realização da Receita e Confrontação da Despesa Determina o momento em que a receita deve ser considerada como realizada para compor o resultado do exercício social. Da mesma forma, determina que a despesa que foi necessária à obtenção daquela receita seja igualmente confrontada na apuração do resultado. De acordo com a teoria contábil do lucro, as receitas são consideradas realizadas no momento da entrega do bem ou do serviço para o cliente e neste momento, todas as despesas que foram necessárias à realização daquelas receitas devem ser computadas na apuração do resultado. Assim, ao relacionar as despesas com as receitas, o resultado estará sendo apurado e poderá refletir o mais próximo possível a realidade da entidade.

17 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 3) Princípio do Denominador Comum Monetário Estabelece que a Contabilidade seja processada em uma única moeda, oferecendo maior consistência aos registros e maior confiabilidade às informações constantes nos relatórios contábeis. Considerando que as entidades realizam transações com base em outras moedas, esse princípio torna-se muito importante por estabelecer que as transações sejam convertidas em moeda nacional no momento do registro contábil, evitando a impossibilidade de se comparar os diversos fenômenos patrimoniais e de reuni-los em um só balanço demonstrativo, pois não se podem somar ou comparar coisas heterogêneas.

18 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 4) Princípio da Competência Estabelece que as receitas e as despesas devem ser atribuídas aos períodos de sua ocorrência, independentemente de recebimento e pagamento.

19 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade o Convenções Contábeis As convenções são mais objetivas e têm a função de indicar a conduta adequada que deve ser observada no exercício profissional da contabilidade. São elas: 1)convenção da objetividade 2)convenção da materialidade 3)convenção da consistência 4)convenção do conservadorismo

20 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 1) Convenção da Objetividade: O profissional deve procurar sempre exercer a Contabilidade de forma objetiva, não se deixando levar por sentimentos ou expectativas de administradores ou qualquer pessoa que venha a influenciar no seu trabalho e os registros devem estar baseados, sempre que possível, em documentos que comprovem a ocorrência do fato administrativo.

21 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 2) Convenção da Materialidade: A informação contábil deve ser relevante, justa e adequada e o profissional deve considerar a relação custo x benefício da informação que será gerada, evitando perda de recursos e de tempo da entidade.

22 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 3) Convenção da Consistência: Os relatórios devem ser elaborados com a forma e o conteúdo das informações consistentes, para facilitar sua interpretação e análise pelos diversos usuários. Quando houver necessidade de adoção de outro critério ou método de avaliação, o profissional deve informar a modificação e apresentar os reflexos que a mudança poderá causar se não for observada pelo usuário.

23 Universidade Santa Cecília – Santos / SP Teoria da Contabilidade 4) Convenção do Conservadorismo: Estabelece que o profissional da Contabilidade deve manter uma conduta mais conservadora em relação aos resultados que serão apresentados, evitando que projeções distorcidas sejam feitas pelos usuários. Assim, é preferível ter expectativa de prejuízo e a entidade apresentar resultados positivos, ou seja, se houver duas opções igualmente válidas deve-se optar sempre por aquela que acusa um menor valor para os ativos e para as receitas e o maior valor para os passivos e para as despesas.


Carregar ppt "Santos / SP Teoria da Contabilidade Prof. Ronaldo Valente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google