A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO ISA MARIA FREIRE Doutora em Ciência da Informação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO ISA MARIA FREIRE Doutora em Ciência da Informação."— Transcrição da apresentação:

1 OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO ISA MARIA FREIRE Doutora em Ciência da Informação Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação Convênio MCT/IBICT – UFF Pesquisadora convidada no Projeto Integrado de Pesquisa A CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO NO BRASIL: HISTORIOGRAFIA DE UMA ÁREA DO CONHECIMENTO CONTEMPORÂNEA NO CENÁRIO NACIONAL, coordenado pela Professora-Doutora Lena Vânia Ribeiro Pinheiro (IBICT) UFRN, outubro de 2004

2 Roteiro 1.A relevância da informação científica na sociedade moderna 1.1. A imprensa, os periódicos e o papel dos profissionais da informação 2.A informação como campo científico 3.A informação na historiografia da Ciência no Brasil 3.1. Marcos do desenvolvimento da Ciência no Brasil 3.2. A Ciência da Informação no Brasil 4.Os caminhos da Ciência da Informação

3 1.A relevância da informação científica na sociedade moderna A partir do séc. XV, a ciência, baseada no método de experimentação e na matemática, estabelece um novo paradigma social e tecnológico. Este paradigma irá modificar as teorias e leis científicas existentes, fundadas principalmente na herança grega, mas trará mudanças na produção econômica e na expressão cultural. HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

4 Nesse contexto, a ciência desenvolve sua própria forma de expressão e canais de comunicação: são criadas as primeiras associações científicas. Royal Society of London e Académie des Sciences de Paris, no século XVII Academia de Berlim, Academia de Estocolmo, Academia de San Petersburgo, no século XVIII National Academy of Sciences (EUA), no século XIX

5 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 1.1. A imprensa, os periódicos e o papel dos profissionais da informação Inicia-se a produção dos primeiros periódicos voltados para as comunidades científicas. Até então, a comunicação entre cientistas era feita através de cartas, lidas durantes as reuniões das associações científicas. A invenção da imprensa possibilitou uma comunicação da informação com menores custos e, principalmente, que os resultados do trabalho dos cientistas fossem reproduzidos da maneira mais fiel possível ao original.

6 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO A criação dos periódicos científicos (jornais e revistas) revolucionou a comunicação do conhecimento científico e foi fundamental para que a ciência desse vários saltos qualitativos e quantitativos, do século XVI ao século XIX. Nesse processo histórico, os profissionais da informação vão estar sempre próximos dos cientistas, seja na organização e armanezagem das informações produzidas seja em sua comunicação.

7 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 2. A informação como campo científico Quase no final do século XIX, Paulo Otlet e Henri La Fontaine criam o Instituto Internacional de Bibliografia, na Bélgica, onde brota a idéia de bibliografia como registro, memória do conhecimento científico, desvinculada dos organismos, como arquivos e bibliotecas, e de acervos. Desde então, as bibliografias especializadas têm se constituído em fontes de informação relevantes para a ciência e os cientistas, em todas as áreas do conhecimento.

8 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Nas décadas de 1900 a 1940, o Instituto Internacional de Bibliografia foi o locus de debates entre documentalistas e bibliotecários, que culminaram com a mudança de sua denominação para Federação Internacional de Documentação (FID), entidade que mantém a mesma liderança, em muitas atividades de informação atuais.

9 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Eventos Significativos do período inicial da Ciência da Informação Conferência de Informação Científica da Royal Society, em Londres Conferência do International Union on Pure and Applied Chemistry (documentação em Química Pura e Aplicada), em Londres Conferência Internacional de Informação Científica, organizada pela Academia Nacional de Ciências dos EUA, em Washington Conferências do Georgia Institute of Technology.

10 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Na década de 60, a UNESCO e o ICSU (Conselho Internacional de Associações Científicas), discutiram na 14ª (1966) e 15ª (1968) Sessões Plenárias das Conferências Gerais as bases do Sistema Mundial da Informação Científica e Tecnológica – UNISIST, entendendo que a informação científica compreende a herança do conhecimento científico do homem, que é um bem comum de toda a humanidade.

11 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Em 1966, foi publicado o primeiro volume da série Annual Review of Information Science and Technology - ARIST, sob os auspícios da National Science Foundation. Em 1968, a Federação Internacional de Documentação (FID) e o Instituto de Informação (VINITI) da então URSS lançam a coletânea Pesquisa teórica em ciência da informação.

12 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO A década de 60 marca também, nos EUA, a visão de informação como componente do processo de desenvolvimento econômico e social e a sua inclusão nas políticas públicas. E é nessa perspectiva que a Ciência da Informação chega ao Brasil, em 1970, no escopo das atividades do Instituto Brasileiro de Bibliografia e Documentação (IBBD), criado em 1954 pelo Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq).

13 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 3. A informação na historiografia da Ciência no Brasil A condição de colônia não permitia nenhum tipo de atividade intelectual no Brasil. Eram proibidas a criação de universidades e de qualquer tipo de imprensa. Desde a proclamação da República até o início dos anos 50, as atividades da ciência no Brasil são pontuais, não se observando o delineamento de políticas públicas.

14 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 3.1. Marcos da ciência no Brasil (século XIX) Colégio Médico-Cirúrgico da Bahia Escola Médico-Cirúrgica do Rio de Janeiro Jardim Botânico Biblioteca Pública (atual Biblioteca Nacional) Museu Nacional Imperial Observatório Astronômico do Rio de Janeiro Instituto Bacteriológico de São Paulo Soroterápico Municipal (atual Fundação Oswaldo Cruz)

15 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Século XX 1916 – Academia Brasileira de Ciências (ABC) 1920 – Universidade Federal do Rio de Janeiro 1924 – Associação Brasileira de Educação(ABE) 1924 – Instituto de Tecnologia (atual Instituto Nacional de Tecnologia) 1934 – Universidade de São Paulo (USP) 1948 – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) 1949 – Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) 1951 – Conselho Nacional de Pesquisas (CNPq)

16 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 3.2. A Ciência da Informação no Brasil A história desse campo científico no Brasil tem sido marcado pelo papel do Estado, que foi o indutor de sua implementação, sem que se possa, entretanto, desconsiderar o importante trabalho empreendido por alguns atores individuais que influenciaram o delineamento da proposta e o arcabouço teórico que lhe deu a conformação atual.

17 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Marcos importantes: A criação do CNPq, que marca a entrada do Brasil, juntamente com outros países, na fase das políticas científicas que são implementadas nos paises desenvolvidos. –O Conselho Nacional de Pesquisa tem como objetivo, promover o desenvolvimento da investigação científica e tecnológica em todos os domínios do conhecimento. A criação do IBBD (Intituto Brasileiro de Bibliografia e Documentação), com o apoio da UNESCO, dedicado à informação científica.

18 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO O IBBD adotou uma política de formação de recursos humanos para todo o país, e recebeu também alunos de vários países da América Latina. Em 1955, foi criado o Curso de Documentação Científica (CDC), em nível de Especialização, com o propósito de disseminar conhecimentos sobre os processos de geração, tratamento, recuperação e disseminação da informação científica e tecnológica.

19 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Em 1963, no IV Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação, que teve como tema central A Biblioteca como Fator de Progresso, foi feita pela primeira vez referência à Ciência da Informação, quando foram discutidos temas como informação científica e informação em empresas e indústrias.

20 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Em 1966, sob os auspícios da USAID e do CNPq, um grupo de trabalho composto por técnicos e pesquisadores brasileiros e norte-americanos recomendava em seu relatório:... o reconhecimento, aproveitamento e emprego da informação, ao invés da pura e simples catalogação e acumulação; reorganizar o IBBD [para orientar e coordenar] uma rede brasileira de informação e documentação [com] flexibilidade [...] para [...] operar de acordo com padrões de uma documentação agressiva, suprindo a informação necessária às organizações técnico-científicas, em base prioritária; [e] modernizar e expandir o preparo de bibliotecários e especialistas em documentação, reformulando os programas de ensino vigentes....

21 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Em 1968, o Seminário de Informática (no sentido de Ciência da Informação) promovido pelo IBBD é considerado o marco fundador da Ciência da Informação no Brasil (Freitas, 2001). Inicia-se, então, no IBBD o processo de criação do mestrado em Ciência da Informação, com o convite a vários professores, nos Estados Unidos e Inglaterra. O curso, com mandato da Universidade Federal do Rio de Janeiro, inicia em 1970.

22 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO A principal conseqüência da implementação do curso foi uma mudança radical na visão da biblioteconomia no país com a introdução de uma nova lógica na atuação dos profissionais da área. Um periódico científico foi criado, a revista Ciência da Informação (circulando ininterruptamente desde 1972).

23 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Em meados da década de 70, no II PBDCT (1975/1979), a informação científica e tecnológica foi incluída entre as atividades de apoio ao desenvolvimento científico e tecnológico, e estava considerada como... elemento básico de apoio para a formulação de políticas e estratégia do governo (Pinheiro, 1997). Em 1976, o IBBD é substituído pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT).

24 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO O fim da reserva de mercado na área de informática possibilitou a disseminação do microcomputador em nível das instituições e mesmo domiciliar. O acesso a bancos de dados e à Internet causaram uma verdadeira revolução no acesso à comunicação e informação que passaram a ser disponíveis em tempo real. A pós-graduação do IBICT inicia, então, pesquisas sobre as redes de comunicação da informação, o que é incorporado ao curso de mestrado e ao recém criado doutorado.

25 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Na área de Ciência e Tecnologia, foi editado o III PBDCT, que atribui ao IBICT o papel de órgão central com condições institucionais e materiais para desempenhar funções de coordenação descentralizada das atividades de informação em ciência e tecnologia no País (Freitas, 2001).

26 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Cursos e programas de pós-graduação em Ciência da Informação no Brasil, por cronologia de implantação MestradoDoutorado 1. Universidade Federal do Rio de Janeiro/IBICT Universidade de São Paulo Universidade Federal de Minas Gerais Universidade Federal da Paraíba Pontifícia Universidade de Campinas (SP) Universidade de Brasília Universidade Estadual de São Paulo Universidade Federal da Bahia Fonte: PINHEIRO, L.V.R. Infra-estrutura da pesquisa em Ciência da Informação no Brasil. IBICT, s.d.

27 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO Peíódicos científicos na área de Ciência da Informação, no Brasil 1. Ciência da InformaçãoIBICT Revista da Escola da Biblioteconomia da UFMG (Atualmente Perspectivas em Ciência da Informação)UFMG Revista de Biblioteconomia de BrasíliaUnB Revista de Biblioteconomia & ComunicaçãoUFRGS Informação e SociedadeUFPB TransinformaçãoPUCCAMP DataGramaZeroIASI 1999

28 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO É na pós-graduação do IBICT que se destacam os trabalhos de Dantas, quando coloca que... em última instância, é o receptor quem determina dialeticamente, a qualidade do processo informacional, pois é ele quem orienta a ação, em função das escolhas que faz na informação que recebe.,

29 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO de Araújo, quando afirma que... os construtos teóricos dos sistemas de informação precisam voltar-se para o Caos e rever-se à luz dessa nova teoria, buscando uma inserção mais adequada para suas próprias teorias, leis, quase-lei, modelos conceitos, etc.,

30 HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO e de Barreto, quando afirma quea informação sintoniza o homem, todos publicados em 1994, que vêm dar um novo enfoque à questão da informação, traduzindo-se como uma visão social dentro do campo científico da Ciência da Informação (cf. Freire, 2001).


Carregar ppt "OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO HISTORIOGRAFIA DA CIÊNCIA NO BRASIL OS CAMINHOS DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO ISA MARIA FREIRE Doutora em Ciência da Informação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google