A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Avanço automático Com som Prezado leitor Neste estudo em forma de slide, ainda que de maneira bem simplificada, estaremos abordando sobre o Templo que.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Avanço automático Com som Prezado leitor Neste estudo em forma de slide, ainda que de maneira bem simplificada, estaremos abordando sobre o Templo que."— Transcrição da apresentação:

1

2 Avanço automático Com som

3 Prezado leitor Neste estudo em forma de slide, ainda que de maneira bem simplificada, estaremos abordando sobre o Templo que o rei Salomão construiu para Deus em Jerusalém. Veremos o que aconteceu com ele ao longo dos séculos. Porque Deus preferiu que Salomão o construísse e não o rei Davi? Sendo ele a casa de Deus, porque Deus permitiu que ele fosse destruído por várias vezes? Acompanhe-me neste estudo e juntos veremos todos estes porquês. José Carlos Rogero

4 As datas exibidas neste documentário são datas aproximadas. Não avance este slide manualmente para que o som possa ser condizente com as imagens. Atenção

5 Antes porém de abordarmos sobre o templo que Salomão construiu em Jerusalém, precisamos abordar sobre a Tenda da congregação, pois apesar de ser uma tenda, ela foi o primeiro santuário em que Deus habitou. Se a ignorarmos nosso estudo ficaria incompleto. Tenda da congregação: Réplica fiel em materiais e tamanho montada no deserto

6 Antes de Salomão construir o templo em Jerusalém, Deus habitava entre o seu povo numa tenda como esta, chamada de “Tenda da congregação” ou “Tabernáculo”.

7 O próprio Deus passou a Moisés o tamanho, como oferecer os sacrifícios, como transporta-la e os cuidados que deveriam ter para que não morressem.

8 Então o povo Hebreu, liderado por Moisés sob a orientação de Deus, viveram por quarenta anos no deserto, montando, desmontando e transportando a Tenda da congregação.

9 A principal finalidade da Tenda era abrigar a Arca da aliança, o mais importante utensílio de ouro, pois entre os querubins a glória de Deus se fazia presente continuamente entre o povo.

10 O povo Hebreu então chegaram em Canaã, transportando a tenda. Atravessaram o rio Jordão e com a ajuda do Senhor dominaram a terra e a possuíram conforme a promessa do Senhor feita a Abraão no passado. R I O J O R D Ã O

11 Após Israel conquistar e se instalar na terra de Canaã, Josué mandou que a tenda da congregação fosse montada definitivamente na cidade de Silo, que ficava nas terras da tribo de Benjamim: “Toda a congregação dos filhos de Israel, depois que conquistou a terra, ajuntou-se em Silo, e ali armou a tenda da congregação” (Josué 18:1) Silo

12 Segundo fontes do Talmude, a tenda descansou em Silo por 369 anos. (Zevachim 118B) A tenda deixou Silo quando Eli o Sumo Sacerdote morreu. Em algum momento durante a sua longa estadia em Silo, a tenda móvel parece ter sido incluída dentro de um complexo ou substituída por uma estrutura permanente com "portas" (1 Samuel 3:15), um precursor do Templo. Silo R I O J O R D Ã O

13 Conforme o capitulo 6 de 2 Samuel, Davi, o rei de Israel, em torno de 1050 anos antes de Cristo transportou a arca de Silo para Jerusalém. Jerusalém Silo R I O J O R D Ã O

14 Assim a tenda da congregação foi montada em Jerusalém, porém Davi não se conformava em morar num palácio enquanto que a arca de seu Deus morava dentro de uma tenda. Disse ele ao profeta Natã: Jerusalém Silo “Olha, eu moro em casa de cedro, e a arca de Deus dentro de uma tenda!” (2 Samuel 7:2) R I O J O R D Ã O

15 O Rei Davi, da tribo de Judá, desejava construir uma casa para Deus, onde a Arca da Aliança ficasse definitivamente guardada, ao invés de permanecer na tenda provisória, existente desde os dias de Moisés. Porém, este desejo foi-lhe negado por Deus em virtude dele ter derramado muito sangue em guerras. Porém Deus diz que Salomão seu filho edificaria o templo para Ele. Jerusalém Silo R I O J O R D Ã O

16 Antes de Davi morrer, ele comprou o campo de Araúna, que se localizava no monte Moriá. Ajuntou também grande quantidade de ouro, prata e ferro para que seu filho Salomão construísse o templo do Senhor quando ele lhe sucederia no trono. Jerusalém Silo R I O J O R D Ã O

17 Após a morte de Davi, Salomão seu filho tornou-se rei em seu lugar, e no quarto ano de seu mandato ele começou a construção do templo em Jerusalém, seguindo o plano arquitetônico transmitido por Deus a Davi, seu pai. Jerusalém Silo R I O J O R D Ã O

18 Jerusalém Salomão fez então um acordo com Hirão, rei do Líbano. Israel lhe forneceria trigo, cevada, azeite e vinho, e em troca Hirão lhe mandaria do Líbano toda a madeira de cedro e cipreste necessária para a construção do templo. As madeiras eram cortadas e montadas em jangadas e transportadas através do mar até à praia Da praia eram carregadas por terra até Jerusalém.

19 Para realizar todo este trabalho, Salomão convocou: As madeiras eram cortadas e montadas em jangadas e transportadas através do mar até à praia Da praia eram carregadas por terra até Jerusalém. * homens de Israel, enviando-os ao Líbano em equipes de a cada mês. * homens dentre os habitantes do país que não eram israelitas, para trabalharem como carregadores. * homens como cortadores de pedras nas montanhas. * Como responsáveis pelo serviço, Salomão nomeou 550 homens e, ao que parece, como ajudantes. (1º Reis capitulo 5)

20 Jerusalém As madeiras eram cortadas e montadas em jangadas e transportadas através do mar até à praia Da praia eram carregadas por terra até Jerusalém. “Mandou o rei que trouxessem grandes blocos de pedra escolhida e lavrada, para fundarem o templo. Lavraram-nas os edificadores de Salomão e os de Hirão, e os gebalitas preparavam as madeiras e as pedras para edificar o templo” (1° Reis 5:17-18) Salomão demorou sete anos para edifica-lo. Após a construção do magnífico templo, a Arca da Aliança foi cuidadosamente colocada no Santo dos Santos, a sala mais reservada do edifício.

21 Jerusalém “Esta construção do Templo em Jerusalém, se deu em torno do ano 1000 antes de Cristo. Mas o que aconteceu com o templo de Salomão nos anos que se seguiram? 1000 a.C Linha do tempo O templo é construído

22 Ao longo dos séculos seguintes Israel foi atacado por nações inimigas por várias vezes, especialmente Jerusalém, pois naquela época os reis saiam para a guerra, sendo isso um costume na época. Porém o templo foi mantido intacto a.C O templo é construído Linha do tempo

23 Jerusalém Porém, no ano 605 a.C., (época de Daniel), devido Israel ter abandonado o Senhor e adorar outros deuses, o Senhor os entregou nas mãos do rei Nabucodonosor da Babilônia. Ele veio com seu exército, cercou Jerusalém, e após dois anos de cerco, ele invadiu a cidade, saqueou os tesouros do templo, destruindo o templo e a cidade a fogo, e levou os israelitas para a Babilônia como prisioneiros a.C 605 a.C Nabucodonosor ataca Jerusalém Os judeus são levados cativos O templo é construído O templo é destruído Linha do tempo

24 Jerusalém Setenta anos depois da destruição, a Persa domina a Babilônia, e o rei Ciro liberta os israelitas para que eles voltem à Jerusalém e reconstrua a cidade e o templo. Liderados por Esdras e Neemias, apoiados pelo judeu Zorobabel e pelos profetas Zacarias e Ageu, começaram a edificar o altar do Deus de Israel, para oferecerem sobre ele holocaustos, como está escrito na lei de Moisés, o homem de Deus. Os judeus são repatriados 1000 a.C605 a.C 535 a.C Linha do tempo O templo é construído O templo é destruído O templo é reconstruído

25 Jerusalém Conforme narra o livro de Neemias, os judeus tiveram grandes dificuldades na reconstrução tanto do templo como da cidade. Foram muitas as oposições contra a reconstrução, de maneira que, a obra ficou parada por mais ou menos dez anos. É importante ressaltar que, nesta destruição do templo pelos babilônicos, a arca da aliança desapareceu para sempre, ou seja, ela não se encontrou mais presente no templo. Até hoje ninguém sabe o seu paradeiro a.C605 a.C535 a.C Linha do tempo O templo é construído O templo é destruídoO templo é reconstruído

26 Jerusalém Os séculos foram se passando, e o templo por várias vezes foi atacado pelos exércitos inimigos, como também as intempéries o assolaram, tendo assim que passar por várias reformas. 200 anos a.C., o Templo foi profanado por Antíoco IV Epifânio, que mandou sacrificar uma porca sobre o altar. Este incidente deu origem à revolta dos Macabeus. 535 a.C O templo é reconstruído O templo é profanado 200 a.C

27 Jerusalém No ano 37 a.C, Herodes se tornou rei da Judéia. Desejoso em obter o favor dos judeus, Herodes propôs em fazer uma grande reforma no templo, pois além de encontrar-se deteriorado pelo tempo, também se tornara pequeno para a população na época. Esta oferta foi aceita, e a obra foi iniciada no décimo nono ano de seu mandato, ou seja, no ano 18 a.C., sendo realizado um grande trabalho e despesa, sendo ampliado numa escala de 1 para 3. Tal edificação ficou conhecido na história como “O segundo templo” ou “O templo de Herodes”. 535 a.C O templo é reconstruídoO templo é profanado 200 a.C Herodes começa a ampliação do templo 18 a.C.

28 Jerusalém 535 a.C O templo é reconstruídoO templo é profanado 200 a.C Herodes começa a ampliação do templo 18 a.C.

29 Jerusalém Herodes começa a ampliação do templo 18 a.C. A parte principal do prédio foi concluída em dez anos, mas a parte exterior como os outros grandes edifícios anexos e muros foram trabalhados durante todo o período de vida de Jesus na terra, sendo concluído por completo somente em 65 d.C. O nascimento de Jesus O templo é concluído 65 d.C. 0

30 Jerusalém Herodes começa a ampliação do templo 18 a.C. O nascimento de Jesus O templo é concluído 65 d.C. 0

31 Jerusalém O templo é concluído 65 d.C. Ainda inacabado, o templo e os edifícios já estavam magnificamente belos. O templo, três vezes maior que o templo original, deixava muitos judeus fascinados, a ponto de apresentarem tal edificação a Jesus. Está escrito: “Saindo Jesus do templo, disse-lhe um dos seus discípulos: Mestre, olha! Que pedras, que edifícios! Respondeu-lhe Jesus: Vês este grandes edifícios? Não ficará pedra sobre pedra, que não seja derrubada” (Marcos 13:1-2)

32 Jerusalém O templo é concluído 65 d.C. No ano 66 d.C., a população judaica se revoltou contra o domínio Romano. Quatro anos depois, em 70 d.C., as legiões romanas de Tito reconquistou o domínio e posteriormente destruiu grande parte de Jerusalém e o templo que acabara de ser reconstruído. Revolta dos judeus contra o domínio de Roma 66 d.C 70 d.C O templo é destruído Assim se cumpriu o que Jesus havia predito alguns anos atrás: Respondeu-lhe Jesus: Vês este grandes edifícios? Não ficará pedra sobre pedra, que não seja derrubada” (Marcos 13:2)

33 Jerusalém O templo é concluído 65 d.C. Revolta dos judeus contra o domínio de Roma 66 d.C 70 d.C O templo é destruído Aos olhos de Roma, o domínio aos judeus foi um grande feito de Tito e seu exército, tanto que, em sua homenagem, foi levantado em Roma um arco, conhecido como “O arco de Tito”, cujos desenhos em sua parede retratam o exército carregando o candelabro do templo. A r c o d e T i t o Soldados carregando o candelabro

34 Jerusalém O templo é concluído 65 d.C. Revolta dos judeus contra o domínio de Roma 66 d.C 70 d.C O templo é destruído A r c o d e T i t o Soldados carregando o candelabro

35 Jerusalém O templo é concluído 65 d.C. Revolta dos judeus contra o domínio de Roma 66 d.C 70 d.C O templo é destruído Hoje o que resta do segundo templo, é apenas uma parte de seu muro, conhecido como “O muro das lamentações”. O muro das lamentações Os séculos estão passando... Judeus orando junto ao muro das lamentações. Pelo tamanho do muro podemos concluir que o novo templo edificado por Herodes era realmente grande!

36 Jerusalém O templo é concluído 65 d.C. Revolta dos judeus contra o domínio de Roma 66 d.C 70 d.C SERÁ QUE O TEMPLO SERÁ RECONSTRUÍDO NOVAMENTE PELA TERCEIRA VEZ? Hoje em Israel, a reconstrução do Terceiro Templo é uma das questões mais controvertidas. Há um grupo que diz não ser necessária a reconstrução do Templo, enquanto há outra que tem lutado arduamente a fim de prepararem os móveis, utensílios e homens santos (cohanin - sacerdotes) a fim de que, quando o Terceiro templo for reconstruído, os utensílios estejam todos preparados a fim de serem colocados em seus devidos lugares como no primeiro e segundo Templos. O muro das lamentações Os séculos estão passando...

37 Jerusalém O templo é concluído 65 d.C. Revolta dos judeus contra o domínio de Roma 66 d.C 70 d.C Para alguns o projeto de reconstrução do Terceiro Templo não passa de uma grande utopia. Na opinião destes, existe em Israel um grupo de judeus que querem à todo o custo colocar novamente o Templo sobre o Monte Sião, local onde atualmente está construída a Mesquita da Cúpula Dourada! E é justamente em função da Mesquita estar ali que este grupo de pessoas julga "impossível" a reconstrução do Terceiro Templo (pelo menos naquele lugar específico!). O muro das lamentações Os séculos estão passando...

38 Jerusalém O templo é concluído 65 d.C. Revolta dos judeus contra o domínio de Roma 66 d.C 70 d.C MAS O QUE DIZ A BIBLIA SAGRADA A ESTE RESPEITO? Ela nos diz que o Templo será sim reconstruído novamente, e até nos diz que o anti-cristo sentará nele como se fosse o próprio Deus. Para isso, o terceiro templo já tem alguns objetos e utensílios prontos para o culto ao Eterno. O Candelabro já está pronto. Ele foi feito em ouro puro, com valor estimado em U$ ,00. Assim como as vestes do Sumo Sacerdote, dos outros sacerdotes, a pia, diversos utensílios, as trombetas de prata, instrumentos musicais, entre outras coisas. O muro das lamentações Os séculos estão passando...

39 Jerusalém O templo é concluído 65 d.C. Revolta dos judeus contra o domínio de Roma 66 d.C 70 d.C ISRAEL: O PONTEIRO DO RELÓGIO MUNDIAL DE DEUS Quer ver como tudo já está pronto para os acontecimentos dos dias finais? Olhe para Israel! Israel é o ponteiro do relógio mundial de Deus! Israel demonstra a todas as nações que o seu Deus em breve voltará! O templo será reconstruído e então se iniciará uma nova era, onde a paz existirá apenas na lembrança daqueles que não participarem do arrebatamento por não terem dado crédito à salvação. O muro das lamentações Os séculos estão passando...

40 Jerusalém O templo é concluído 65 d.C. Revolta dos judeus contra o domínio de Roma 66 d.C 70 d.C Resumidamente, esta é a história do Templo de Jerusalém, começando desde a época da “Tenda Sagrada”, montada por Moisés no deserto, até nos dias de hoje. O muro das lamentações Os séculos estão passando...

41 Caso queira receber slides bíblicos em seu , escreva para: Áudio: Songs from Israel Fontes: * Bíblia Sagrada * Wikipédia, a enciclopédia livre


Carregar ppt "Avanço automático Com som Prezado leitor Neste estudo em forma de slide, ainda que de maneira bem simplificada, estaremos abordando sobre o Templo que."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google