A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

“A Geografia serve antes de mais nada, para fazer guerra.” Yves Lacoste.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "“A Geografia serve antes de mais nada, para fazer guerra.” Yves Lacoste."— Transcrição da apresentação:

1

2 “A Geografia serve antes de mais nada, para fazer guerra.” Yves Lacoste

3 Geografia humana A geografia humana, se ocupa do estudo das relações do homem com a terra. Assim, o geógrafo poderá estudar os movimentos migratórios, crescimento populacional, o planejamento e ordenamento do espaço, analisar indicadores demográficos como taxa de natalidade, expectativa de vida e outros estudos como os que são realizados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) quando realizam os “censos”.

4 Alguns conceitos importantes: Sociedade: Conjunto de indivíduos de ambos os sexos e de todas as idades, associados e com padrões culturais comuns; Nação ou povo: Conjunto de pessoas com traços culturais comuns; Território: espaço delimitado por fronteiras; Estado: espaço delimitado por fronteiras com um poder constituído; Estado nação: espaço delimitado por fronteiras, com um poder constituído e um povo que apresentam os mesmos traços culturais;

5 1. Migração: São deslocamentos populacionais que marcam a história da humanidade. Os principais fatores causadores desse movimento ao longo da história são: invasões, conquistas, êxodos, mudanças sazonais ( um evento que ocorre sempre em uma determinada época do ano), fome, superpopulação de determinadas regiões, globalização, violação dos direitos, desemprego, desorganização das economias tradicionais, as perseguições políticas, a discriminação, a xenofobia, desastres naturais, entre outros.

6 Imigração: movimento de entrada de pessoas ou grupos humanos, em um determinado país, com o intuito de permanecer definitivamente ou por um longo período. Emigração: movimento de saída de pessoas ou grupos humanos de determinado país, em caráter definitivo ou por longo tempo.

7 Principais fluxos migratórios

8 Principais destinos dos imigrantes brasileiros

9 Europa: uma área antes repulsiva e atualmente atrativa

10 2.Xenofobia O termo é de origem grega e se forma a partir das palavras “xénos” (estrangeiro) e “phóbos” (medo). O preconceito gerado pela xenofobia é algo controverso. Geralmente se manifesta através de ações discriminatórias e ódio por indivíduos estrangeiros. Há intolerância e aversão por aqueles que vêm de outros países ou diferentes culturas, desencadeando diversas reações entre os xenófobos. Nem todas as formas de discriminação contra minorias étnicas, diferentes culturas, subculturas ou crenças podem ser consideradas xenofobia. Em muitos casos são atitudes associadas a conflitos ideológicos, choque de culturas ou mesmo motivações políticas. Vídeo para discussão: ( https://www.youtube.com/watch?v=TWBZGYmyjiI ) https://www.youtube.com/watch?v=TWBZGYmyjiI

11 Atividade no caderno (tempo 5 minutos): O problema da xenofobia ocorre mais intensamente em alguns países desenvolvidos, sobretudo nos que recebem um grande contingente de imigrantes provenientes dos países pobres. Explique o que é xenofobia e suas causas no continente europeu.

12 Racismo Representa um conjunto de opiniões cuja função principal é valorizar diferenças biológicas entre seres humanos, que acreditam ser superiores a outros de acordo com sua matriz étnica. Ao longo da história, existiram vários casos de racismo. Um exemplo marcante foi cometido por Hitler na 2ª GM:em nome da superioridade ariana, perseguiu e dizimou grupos de judeus, ciganos e de outros povos.

13 Campo de concentração da Segunda Guerra Mundial

14 O regime do Apartheid Na segunda metade do século XX, submetia a maioria negra à vontade dos brancos. Este deve ser considerado um exemplo marcante de segregação étnica. Esse longo período durou entre à (Sugestão de filmes: Mandela luta pela liberdade; Invictus). Vídeo para discussão: ( https://www.youtube.com/watch?v=-sPIY4BsCXM ) https://www.youtube.com/watch?v=-sPIY4BsCXM

15 Outras formas chocantes de segregação persistiram e ainda persistem no planeta: No sul dos EUA (Ku Klux Klan); na Bósnia e Kosovo na antiga Iugoslávia, onde diversos muçulmanos foram mortos pelos sérvios; a intolerância no Oriente Médio entre judeus e palestinos se arrasta pela história com episódios mais violentos após a partilha da Palestina, em 1.948; entre outros casos.

16

17 3. Sonho e pesadelo na “terra da oportunidade” EUA: foi a principal área atrativa do continente americano entre e Os europeus representaram o maior grupo de imigrantes nesse período para as terras estadunidenses. Após a 2ªGM, nas décadas de e o padrão de vida dos europeus voltou a melhorar e isso diminuiu a imigração européia para os EUA.

18 Porém a situação política e econômica dos países latinos, especialmente sul- americanos, impulsionaram a emigração dos povos desses países para os EUA. (https://www.youtube.com/watch?v=62j78OC1q5M)https://www.youtube.com/watch?v=62j78OC1q5M Na fronteira entre o México e os EUA diversas pessoas arriscam a vida e dinheiro tentando cruzar a fronteira ilegalmente para os EUA. (https://www.youtube.com/watch?v=60zIPSefh34)https://www.youtube.com/watch?v=60zIPSefh34 Geralmente, os trabalhadores não qualificados profissionalmente fazem os serviços que os estadunidenses se recusam a fazer.

19 Durante a Guerra Fria, especificamente na década de 1.980, os EUA aceitou receber refugiados cubanos em seu território, numa explícita campanha contra o governo de Fidel Castro, que era apoiado pelos soviéticos. Esses cubanos seriam considerados exilados e recebiam residência definitiva nos EUA. Após o fim da URSS, a situação econômica em Cuba tornou-se caótica e por isso diversas pessoas e até famílias inteiras tentavam chegar nos EUA.

20 Desde 2.000, a guarda costeira estadunidense tem sido orientada a recolher os refugiados cubanos, alimentá-los, medicá-los e, posteriormente, devolvê-los a Cuba ou enviá- los ao Haiti (quando haitianos).

21 Após os atentados de 11 de setembro (praticado pelo grupo terrorista Al Qaeda), a vida dos muçulmanos que por algum motivo moram nos EUA, passaram a ser vistos pela sociedade estadunidense como inimigo ou ameaça em potencial. Em diversas cidades dos EUA, instituições islâmicas eram atacadas, enfim, ser muçulmano era considerado um crime. Muitas foram as manifestações de intolerância e xenofobia a que foram submetidos os muçulmanos que viviam nos EUA.

22 A sociedade estadunidense discrimina os cidadãos latino-americanos, que não são aceitos pela maioria de origem anglo-saxônica. Apelidados pouco carinhosamente de cucarachas (porque, segundo os estadunidenses, “reproduzem-se tão rapidamente quanto as baratas”), não conquistam a simpatia dos “brancos”.


Carregar ppt "“A Geografia serve antes de mais nada, para fazer guerra.” Yves Lacoste."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google