A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS MIGRAÇÕES- São os movimentos de pessoas de uma região para outra MIGRAÇÕES- São os movimentos de pessoas de uma região para outra.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS MIGRAÇÕES- São os movimentos de pessoas de uma região para outra MIGRAÇÕES- São os movimentos de pessoas de uma região para outra."— Transcrição da apresentação:

1 MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS MIGRAÇÕES- São os movimentos de pessoas de uma região para outra MIGRAÇÕES- São os movimentos de pessoas de uma região para outra São internas e externas. EMIGRAÇÃO- a saída da população de um lugar; EMIGRAÇÃO- a saída da população de um lugar; IMIGRAÇÃO- a entrada ou chegada de estrangeiros num lugar. IMIGRAÇÃO- a entrada ou chegada de estrangeiros num lugar.

2 Tipos de migrações Espontânea Espontânea Forçada Forçada Clandestina Clandestina Circular Circular

3 Causas da migrações Econômicas Econômicas Políticas Políticas Naturais Naturais Religiosas Religiosas Étnicas Étnicas

4 Movimentos atuais Globalização e a expansão da internet e dos meios de comunicação facilitam o intercambio cultural e o acesso a realidades distantes; Globalização e a expansão da internet e dos meios de comunicação facilitam o intercambio cultural e o acesso a realidades distantes; Aumento expressivo dos migrantes internacionais: Aumento expressivo dos migrantes internacionais: a- continentais e transoceânicos a- continentais e transoceânicos Nos países mais desenvolvidos uma em cada 10 pessoas é nascida em outro lugar. Nos países mais desenvolvidos uma em cada 10 pessoas é nascida em outro lugar.

5 Migrações no Brasil Historicamente observamos muitos movimentos migratórios no Brasil,muitos deles vinculados a ciclos econômicos. Historicamente observamos muitos movimentos migratórios no Brasil,muitos deles vinculados a ciclos econômicos. Séculos XVI e XVII – deslocamento de pessoas do litoral para o interior do Nordeste acompanhando a expansão da pecuária (através do Vale do São Francisco); Séculos XVI e XVII – deslocamento de pessoas do litoral para o interior do Nordeste acompanhando a expansão da pecuária (através do Vale do São Francisco); Século XVIII – deslocamento de paulistas e nordestinos para Minas Gerais,Goiás e Mato Grosso atraídos pela descoberta de ouro e pedras preciosas; Século XVIII – deslocamento de paulistas e nordestinos para Minas Gerais,Goiás e Mato Grosso atraídos pela descoberta de ouro e pedras preciosas; – deslocamento de nordestinos para a Amazônia (especialmente para o Acre, durante o ciclo da borracha; – deslocamento de nordestinos para a Amazônia (especialmente para o Acre, durante o ciclo da borracha; final do século XIX- início do século XX – nordestinos para São Paulo, atraídos pela cafeicultura; final do século XIX- início do século XX – nordestinos para São Paulo, atraídos pela cafeicultura; década de 1940 – nordestinos para oeste paulista e norte do Paraná, atraídos pela expansão da cultura do algodão; década de 1940 – nordestinos para oeste paulista e norte do Paraná, atraídos pela expansão da cultura do algodão; década de 1950 – nordestinos para Goiás, atraídos pela oferta de empregos na construção civil durante a construção de Brasília; década de 1950 – nordestinos para Goiás, atraídos pela oferta de empregos na construção civil durante a construção de Brasília; décadas de 1960/70 – nordestinos para a Amazônia, devido aos projetos de colonização agrícola e de mineração, além da abertura de rodovias como a Transamazônica. décadas de 1960/70 – nordestinos para a Amazônia, devido aos projetos de colonização agrícola e de mineração, além da abertura de rodovias como a Transamazônica. Observamos que historicamente a principal região de emigração no Brasil tem sido o Nordeste. Isso não se deve exclusivamente às secas, mesmo porque devemos lembrar que não é só o sertanejo que deixa sua região. A falta de empregos, de infra-estrutura, a concentração de terras e o baixo padrão de vida são os fatores principais para a saída dos nordestinos de sua região. A seca é um agravante para aqueles que moram nas áreas afetadas por esse fenômeno climático. Observamos que historicamente a principal região de emigração no Brasil tem sido o Nordeste. Isso não se deve exclusivamente às secas, mesmo porque devemos lembrar que não é só o sertanejo que deixa sua região. A falta de empregos, de infra-estrutura, a concentração de terras e o baixo padrão de vida são os fatores principais para a saída dos nordestinos de sua região. A seca é um agravante para aqueles que moram nas áreas afetadas por esse fenômeno climático.

6

7 Conseqüências da imigração em países desenvolvidos Negativas: Negativas: Aumento do desemprego Aumento do desemprego Habitação Habitação Crimes Crimes Racismo, xenofobia e discriminação Racismo, xenofobia e discriminação Positivos: Positivos: Aumento da natalidades Aumento da natalidades Rejuvenescimento da população Rejuvenescimento da população Aumento da mão de obra. Aumento da mão de obra.

8 Outro movimentos internos Êxodo rural Êxodo rural Transumância: Transumância: Inter-regionais, Inter-regionais, Intra-regionais. Intra-regionais.

9 Imigração no Brasil A imigração no Brasil estabeleceu grandes fatores na cultura, na demografia, na economia e na educação. Esse processo se dividiu em cinco partes: - Imigração milenar: os índios povoaram o continente americano. - Imigração colonial: ela foi formada por escravos africanos e portugueses. - Imigração de povoamento: no ano de 1824, ela foi iniciada pelos alemães e em 1875 pelos italianos. - Imigração como mão-de-obra: ela foi vantajosa para as fazendas de café no estado de São Paulo. Ela tinha o predomínio dos italianos, portugueses, espanhóis e japoneses. - A última imigração: a demografia foi menor. Ela teve inicio em O povo indígena chegou ao Brasil á 12 mil anos atrás. No ano de 1500, logo após o descobrimento do Brasil, os europeus ocuparam o território nacional. A imigração no Brasil estabeleceu grandes fatores na cultura, na demografia, na economia e na educação. Esse processo se dividiu em cinco partes: - Imigração milenar: os índios povoaram o continente americano. - Imigração colonial: ela foi formada por escravos africanos e portugueses. - Imigração de povoamento: no ano de 1824, ela foi iniciada pelos alemães e em 1875 pelos italianos. - Imigração como mão-de-obra: ela foi vantajosa para as fazendas de café no estado de São Paulo. Ela tinha o predomínio dos italianos, portugueses, espanhóis e japoneses. - A última imigração: a demografia foi menor. Ela teve inicio em O povo indígena chegou ao Brasil á 12 mil anos atrás. No ano de 1500, logo após o descobrimento do Brasil, os europeus ocuparam o território nacional. demografia

10 Principais imigrantes e contribuições PORTUGUESES – foram beneficiados pela lei da cota-1934 PORTUGUESES – foram beneficiados pela lei da cota-1934 ITALIANOS ITALIANOS ALEMÃES ALEMÃES JAPONESES JAPONESES ESPANHOIS ESPANHOIS


Carregar ppt "MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS MIGRAÇÕES- São os movimentos de pessoas de uma região para outra MIGRAÇÕES- São os movimentos de pessoas de uma região para outra."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google