A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Escola Estadual Professora Joelina de Almeida Xavier. 2ª Fase do Ensino Médio – EJA – Noturno – 2011 Professor Regente: Francisco Vidal Professor STE:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Escola Estadual Professora Joelina de Almeida Xavier. 2ª Fase do Ensino Médio – EJA – Noturno – 2011 Professor Regente: Francisco Vidal Professor STE:"— Transcrição da apresentação:

1 Escola Estadual Professora Joelina de Almeida Xavier. 2ª Fase do Ensino Médio – EJA – Noturno – 2011 Professor Regente: Francisco Vidal Professor STE: Luis Antonio M. Bittar. Projetos: Conecta Escola e Consciência Negra Matemática Alunos: Laura, Karine, Diego, Rosa e Sorrayla

2 Etnias no Brasil Projeto Consciência Negra

3 A população negra brasileira, devido à miscigenação de negros procedentes de várias regiões africanas com características genéticas e culturais peculiares e, posteriormente, pela miscigenação entre negros e brancos ocorridas no país, apresenta uma especificidade genética que a distingue do resto do mundo.

4 A imigração no Brasil deixou fortes marcas na demografia, cultura e economia do país. Em linhas gerais, considera-se que as pessoas que entraram no Brasil até 1822, ano da independência, foram colonizadores. A partir de então, as que entraram na nação independente foram imigrantes.

5 Os movimentos imigratórios no Brasil podem ser divididos em seis etapas: Ocupação inicial feita por povos nômades de origem asiática que povoaram o Continente Americano entre 10 e 12 mil anos, conhecidos como índios; Colonização, entre 1500 e 1822, feita praticamente só por portugueses e escravos provenientes da África sub-saariana;portuguesesescravosÁfrica sub-saariana Imigração de povoamento no Sul do Brasil, iniciada, em 1824, por imigrantes alemães e que continuou, depois de 1875, com imigrantes italianos; Imigração como fonte de mão-de-obra para as fazendas de café na região de São Paulo, entre o final do século XIX e início do século XX, com um largo predomínio de italianos, portugueses, espanhóis e japoneses; Imigração para os centros urbanos em crescimento com italianos, portugueses, espanhóis, japoneses e sírio-libaneses, além de várias outras nacionalidades; Imigração mais recente, reduzida e de pouco impacto demográfico, iniciada na década de 1970

6 Porão de um navio negreiro

7 Distribuição percentual, por cor ou raça (%) no Brasil e regiões População BrancaPopulação pretaPopulação pardaPopulação amarela ou indígena Brasil48,26,944,20,7 Região Centro-Oeste41,76,750,60,9 Região Norte23,64,771,20,4 Região Nordeste28,88,162,70,3 Região Sul78,53,617,30,7 Região

8 Distribuição percentual, por cor ou raça (%) no Brasil e regiões – 2009

9 No Brasil, oficialmente, os termos preto, negro ou afro-brasileiro designam racialmente e de acordo com a cor as pessoas que se definem como pertencentes a esse grupo. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística usa o nome preto como nome oficial para essa cor/raça, sendo ela uma das cinco definições oficiais usadas pelo povo brasileiro para se definir, junto com branco, pardo, amarelo e indígena. De acordo com o IBGE, os brasileiros que se definiam como pertencentes a esse grupo em 2009 somavam pessoas, 6,9% da população. pretonegroafrobrasileirobrancopardoamareloindígenapretonegroafrobrasileirobrancopardoamareloindígena

10 Origens O tráfico negreiros classificava os escravos utilizando vários termos como Nagôs, Jejes, Mina, Angolas, Congos e Fulas, os quais se referem mais propriamente à região de origem do que a nações ou culturas. Cada um destes termos inclui, portanto, diferentes etnias. Outra fonte de confusão é que muitas vezes os escravos eram classificados pelo tráfico negreiro de acordo com a língua que falavam ou entendiam como, por exemplo, Nagôs (que entendiam Iorubá) e Haúças (que entendiam a língua haúça, língua comercial espalhada por toda África Central, antigamente chamada de sudanês). NagôsJejesMinaAngolasCongosFulasNagôs Iorubálíngua haúça Os africanos mandados para o Brasil são divididos grosso modo em dois grandes grupos: os Bantu e os oeste-africanosBantu

11

12 Bibliografia - imagenswww.google.com.br


Carregar ppt "Escola Estadual Professora Joelina de Almeida Xavier. 2ª Fase do Ensino Médio – EJA – Noturno – 2011 Professor Regente: Francisco Vidal Professor STE:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google