A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Movimento Retilíneo Site: www.aveiros.com.br. Cinemática Escalar Unidimensional Conceitos de Movimento: Conceitos de Movimento: “Quando a posição do objeto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Movimento Retilíneo Site: www.aveiros.com.br. Cinemática Escalar Unidimensional Conceitos de Movimento: Conceitos de Movimento: “Quando a posição do objeto."— Transcrição da apresentação:

1 Movimento Retilíneo Site:

2 Cinemática Escalar Unidimensional Conceitos de Movimento: Conceitos de Movimento: “Quando a posição do objeto varia em relação a um referencial cm o decorrer do tempo”.  Referencial:  Referencial: Aquilo que tomamos como referência para analisar um movimento. Partícula:  Partícula: Objeto sem dimensões. Chamamos de partícula o objeto que tem dimensões desprezíveis quando comparada ao quanto percorre. Trajetória:  Trajetória: Linha descrita pelo móvel ao se deslocar. * Movimento retilíneo e Movimento curvilíneo. Movimento Uniforme:  Movimento Uniforme: Ocorre quando a velocidade do objeto que se move é constante. espaço, tempo, velocidade e aceleração. Nesta etapa iniciaremos a Cinemática, cujo método de descrição de movimentos emprega, basicamente, as seguintes grandezas: espaço, tempo, velocidade e aceleração.

3 Cinemática Escalar Unidimensional Deslocamento Escalar (ΔS): É a grandeza física que indica, entre dois instantes, a diferença entre a posição inicial (S o ) e a posição final (S), mais conhecido como Variação do Espaço do móvel (ΔS). Velocidade Escalar Média Velocidade Escalar Média (v m ): É a razão entre a variação do espaço (ΔS) percorrido e a variação do tempo (Δt) gasto na trajetória. Para transformar km/h para m/s, dividimos por 3,6; para o inverso, multiplicamos por 3,6.

4 Cinemática Escalar Unidimensional Aceleração escalar média Aceleração escalar média (a m ): é a razão entre a variação de velocidade escalar instantânea (ΔV) e a correspondente variação do intervalo de tempo (Δt). No Sistema Internacional (SI), a unidade para a aceleração escalar média é m/s 2. Outras unidades podem ser utilizadas, tais como cm/s 2 e km/h 2. Classificação da Aceleração

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15 Classificação dos Movimentos. velocidade constante e não nula Movimento Uniforme (MU) – Conhecido por apresentar como característica principal, a velocidade constante e não nula, isto é, o espaço percorrido permanece igual para intervalos de tempo iguais. Principais Características: Velocidade constante e não nula. A partícula percorre distâncias iguais em intervalos de tempo iguais. Aceleração nula. aceleração constantevariação da velocidade permanece igual Movimento Uniforme Variado (MUV) – Conhecido por apresentar como característica principal, a aceleração constante, isto é, a variação da velocidade permanece igual para intervalos de tempos iguais. Principais Características: A aceleração é constante e não nula. A partícula sofre variações de velocidade iguais em intervalos de tempo iguais.

16 Classificação dos Movimentos. Movimento Uniforme (MU) Equação: Gráficos do MRU: Movimento progressivo Movimento progressivo - Chegamos a esta conclusão a partir de:  As posições da partícula crescem com o "passar" do tempo.  A velocidade é positiva.

17 Classificação dos Movimentos. Movimento Uniforme (MU) Gráficos do MRU: Movimento retrógrado Movimento retrógrado - Chegamos a esta conclusão a partir de:  As posições da partícula decrescem com o "passar" do tempo.  A velocidade é negativa.

18 Queda livre e Lançamento Vertical ”Todos os corpos soltos num mesmo local, livres da resistência do ar, caem com uma mesma aceleração, quaisquer que sejam suas massas. Essa aceleração é denominada gravidade (g)”.

19 Classificação dos Movimentos. Equações:  Função da Velocidade ( V x t )  Função dos espaços ( S x t )  Função de Torricelli  Função da velocidade média. MOVIMENTO RETILINEO UNIFORMEMENTE VARIADO (MRUV)

20 Classificação dos Movimentos. Gráficos do MRUV: Movimento progressivo acelerado Movimento progressivo acelerado.  As posições da partícula crescem com o "passar" do tempo, isto é, a velocidade é positiva.  A aceleração e a velocidade têm mesmo sinal. Posição em função do tempo ( S x t ) é uma parábola (função do segundo grau), cuja inclinação fornece a velocidade da partícula. Velocidade em função do tempo ( V x t ) é uma reta inclinada (função do primeiro grau). A inclinação desta reta dá a aceleração que é constante. A área a baixo da reta é numericamente igual a distância percorrida. Aceleração constante e não nula ( a x t ) é uma reta horizontal. A área abaixo da reta é numericamente igual à variação de velocidade.

21 Classificação dos Movimentos. Gráficos do MRUV: Orientação da trajetória com aceleração negativa, ou seja, o movimento é progressivo retardado.  As posições da partícula crescem com o "passar" do tempo, isto é, a velocidade é positiva.  A aceleração e a velocidade têm sinais contrários.

22 Classificação dos Movimentos. Gráficos do MRUV: Orientação da trajetória (velocidade negativa) com aceleração negativa, isto é, o movimento é retrógrado acelerado. As posições da partícula decrescem com o "passar" do tempo, isto é, a velocidade é negativa. A aceleração e a velocidade têm mesmo sinal.

23 Classificação dos Movimentos. Gráficos do MRUV: Orientação da trajetória (velocidade negativa) com aceleração positiva, isto é, o movimento é retrógrado retardado.  As posições da partícula decrescem com o "passar" do tempo, isto é, a velocidade é negativa.  A aceleração e a velocidade têm sinais contrários.

24 Classificação dos Movimentos. Movimento Uniforme (MU)

25 Classificação dos Movimentos. Movimento Uniforme (MVU)


Carregar ppt "Movimento Retilíneo Site: www.aveiros.com.br. Cinemática Escalar Unidimensional Conceitos de Movimento: Conceitos de Movimento: “Quando a posição do objeto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google