A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Região Metropolitana de Campinas. Cidades atendidas pelas Bacias Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Região Metropolitana de Campinas. Cidades atendidas pelas Bacias Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ)"— Transcrição da apresentação:

1 Região Metropolitana de Campinas

2 Cidades atendidas pelas Bacias Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ)

3 Consumo L/hab/dia por cidade da RMC

4 Vinhedo como exemplo Cidade atendida pela sub-bacia Atibaia, parte da Bacia Piracicaba, e pela Bacia Capivari. Dentre elas, a de maior vazão é a sub-bacia Atibaia.

5 Bacia Capivari – Responde por cerca de 60% do abastecimento de Vinhedo; – Atende 16 cidades; – Vazão correspondente a 1/3 da vazão da sub-bacia Atibaia: Vazão média = 11,41 m3/s Demanda média total = 7,47 m3/s. Volume excedente de água = 3,94 m3/s

6 Sub-bacia Atibaia Síntese das vazões e demandas por sub-bacias da Bacia Piracicaba

7 Sub-bacia Atibaia – Segunda maior fonte de água para Vinhedo; – Atende 22 municípios; – Maior vazão dentre as bacias que atendem Vinhedo; – Disponibilidade fora do período de estiagem: Demanda total = 20,2 m3/s Vazão média plurianual = 35 m3/s Volume excedente de água = 14,80 m3/s – Falta de água no período de estiagem: Demanda total = 20,2 m3/s Vazão de estiagem = 15,2 m3/s Demanda não suprida = 5 m3/s

8 Conclusão da situação em Vinhedo Volume excedente de água Bacia Capivari - 3,94 m3/s + Volume excedente de água na sub-bacia Atibaia - 9,8 m3/s = Volume passível de reserva de 13,74 m3/s Volume excedente suficiente para atender 84 dias de demanda, na hipótese de prolongamento do período de estiagem ou diminuição abrupta da vazão das bacias, considerando: – população de Vinhedo em 2000; – que as bacias atendem exclusivamente Vinhedo; – consumo e vazão constantes.

9 Conclusão da situação em Vinhedo Tendo em vista que a população atual de Vinhedo é de aproximadamente habitantes, o volume excedente passa a ser suficiente para apenas 70 dias, na hipótese de prolongamento do período de estiagem ou diminuição abrupta da vazão das bacias. No entanto, ainda temos que considerar que: – a população de Vinhedo cresce anualmente à taxa média de 3,56%, segundo a Fundação SEADE; – as bacias atendem outras 30 cidades; – o consumo urbano cresce à taxa média de 1,9 m3/s/ano; – a vazão das bacias é sempre decrescente.

10 Demanda  A situação é crítica não apenas em Vinhedo, mas em toda a Região Metropolitana de Campinas (RMC);  O alto índice de demanda da região vem sendo satisfeito, prioritariamente, por meio de obras para reserva de água. No entanto, se não combatermos urgentemente o desperdício, em breve não teremos mais água para armazenarmos nesses reservatórios, que custam milhares de reais aos cofres públicos. As ações de planejamento, racionalização e diminuição de perdas devem ser enfatizadas em detrimento das obras;  O consumo urbano na RMC representa 42% do consumo total regional. Logo, é importante reduzir o consumo de água, em especial, nas residências, a fim de garantirmos nosso próprio conforto no futuro próximo.

11 Mauro Guilherme Jardim Arce, Secretário de Energia, Recursos Hídricos e Saneamento do Estado de SP, sobre a última outorga do Sistema Cantareira, disse: “Praticando a nova diretriz da gestão de recursos hídricos, ou seja, alterando drasticamente a cultura da abundância, mediante uma competente gestão da demanda. Para isso é necessário dar prioridade ao uso eficiente da água, combater perdas e desperdícios, investir em tecnologias para o uso racional e reuso das águas, manter campanhas para alteração dos hábitos da população no sentido de diminuir o consumo ‘per capita’ e investir em novas obras somente o mínimo absolutamente necessário.” (grifos nossos)

12 Tratando o desperdício  200 l/dia é o consumo médio ideal de água por habitante segundo as Nações Unidas;  algumas cidades brasileiras já atendem a esse padrão (Indaiatuba, Camanducaia-MG). Se abolirmos o desperdício de água no nosso dia a dia, facilmente atingiremos a meta indicada pelas Nações Unidas: Demanda diária total de Vinhedo – l/dia = 0,16 m3/s Demanda diária ideal para Vinhedo – l/dia = 0,11 m3/s Diminuição da demanda = %

13 Economia de 46,78 % ao dia 492,94 litros926,17 litros Com equipamentos economizadores Sem equipamentos economizadores Quadro comparativo do consumo diário em residência com 4 pessoas Se, além de abolir o desperdício, investirmos em equipamentos economizadores de água de baixo custo e fácil instalação, é possível alcançar índice de economia diário superior a 46%, sem perdermos nenhum conforto!

14 Projeto “Me Poupe” O objetivo desse Projeto é preservar os recursos hídricos da Região Metropolitana de Campinas por intermédio do seu aproveitamento racional. A primeira fase do Projeto “Me Poupe” consiste em orientar os moradores e funcionários dos residenciais a usarem racionalmente a água, evitando o desperdício. Posteriormente, serão implementadas outras medidas visando à preservação dos recursos hídricos.

15 Conscientização O meio mais eficiente para atingirmos nosso objetivo É imprescindível e urgente nos conscientizarmos da situação que estamos vivendo e dos meios ao nosso alcance para mudarmos esse quadro. Segue nossa proposta

16 Ações 1. produzir material elucidativo do problema do uso irracional da água e didático quanto às atitudes singelas que contribuem para a redução significativa do consumo para distribuição aos moradores dos residenciais; 1. firmar parcerias para aquisição de equipamentos economizadores de água por melhores preços; 1. realizar palestras para os moradores e, em especial, para os funcionários das residências e dos residenciais, expondo os meios para erradicação do desperdício; 1. organizar apresentação teatral expondo técnicas para melhor aproveitamento da água; 1.selecionar e contratar profissionais especializados para elaborar laudos de verificação do sistema hidráulico das residências abrangidas pelo Projeto e das áreas comuns dos residenciais aderentes; 1.elaborar cronograma de atividades para os profissionais contratados conforme item 6, informar aos associados as datas das visitas e supervisionar o cumprimento do cronograma pré-estabelecido; 1.incentivar os moradores dos residenciais a, em se detectando desperdício de água, realizar os reparos necessários e/ou trocar equipamentos hidráulicos tradicionais por economizadores, adquirindo-os dos fornecedores parceiros; 1.selecionar e contratar empresas aptas a instalar equipamentos para reutilização da água das chuvas e das torneiras e apresentar os orçamentos aos interessados.

17 Como implementar essas ações? Efeitos rápidos e duradouros são nossa meta. As medidas redutoras de consumo só mudarão a situação crítica em que estamos se forem adotadas por várias pessoas conjuntamente. Por isso, buscamos mobilizar todos os residenciais da Região Metropolitana de Campinas.

18 Fale conosco Para saber mais sobre o Projeto “Me Poupe” Entre em contato conosco:


Carregar ppt "Região Metropolitana de Campinas. Cidades atendidas pelas Bacias Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google