A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONSTRUINDO REDES DE ATENÇÃO AO CÂNCER INFANTOJUVENIL I Fórum de Oncologia Pediátrica do Rio de Janeiro Maria Auxiliadora Gomes – Superintendência de Hospitais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONSTRUINDO REDES DE ATENÇÃO AO CÂNCER INFANTOJUVENIL I Fórum de Oncologia Pediátrica do Rio de Janeiro Maria Auxiliadora Gomes – Superintendência de Hospitais."— Transcrição da apresentação:

1 CONSTRUINDO REDES DE ATENÇÃO AO CÂNCER INFANTOJUVENIL I Fórum de Oncologia Pediátrica do Rio de Janeiro Maria Auxiliadora Gomes – Superintendência de Hospitais Pediátricos e Maternidades, SUBHUE / SMSDC-RJ

2 Unidos pela Cura Missão Garantir que crianças e adolescentes com suspeita de câncer cheguem precocemente aos centros de diagnóstico e de tratamento que integram o SUS no Estado do Rio de Janeiro.

3 2005 Lançamento da Iniciativa Unidos pela Cura 2006 Planejamento Diagnóstico da rede 2007 Implementação do Plano de Ação Início da capacitação dos pediatras (Educação) 2008 Sistema Informatizado Unidos pela Cura SIS-UPC (Fluxo/ Informação) Linha do tempo 2003: Início grupo de trabalho (hospitais, gestores públicos e sociedade civil). Estudos, reflexão, articulação – 2010 Institucionalização - Plano Municipal de Saúde 2010/ Assinatura do Termo de Compromisso pelo Ministro da Saúde, gestores estadual e municipal, e 15 instituições

4 Detecção Precoce Por que? O câncer já é a primeira causa de mortalidade na faixa etária entre 5 e 19 anos e a terceira entre 1 e 4 anos (excluindo causas externas) no município do Rio de Janeiro. Com diagnóstico precoce e tratamento adequado os índices de cura podem atingir entre 70 e 80% dos casos de câncer pediátrico.

5 Cidade do Rio de Janeiro AP 5.3 AP 5.2 AP 4 AP 3.3 AP 3.1 AP 1 AP 2.1 AP 5.1 AP 2.2 AP 3.2 População total: População 0-19 anos:

6 Detecção Precoce Como? Garantindo a identificação casos suspeitos Inclusão do cancer infanto juvenil na abordagem da atenção básica Estratégias de disseminação Pediatras e Médicos SF (UPC) Equipe SF (UPC chega ao PSF / IRM) Estratégias de disseminação para gerentes regionais e locais

7 Detecção Precoce Como? Estabelecendo fluxo claro e efetivo de referência para investigação diagnóstica Definição de centros capazes de realizar procedimentos diagnósticos  Polos de Investigação

8 Unidos pela Cura Como funciona? Cartaz de referência Cartão de encaminhamento Sistema informatizado de controle do fluxo operacional Três eixos de trabalho interdependentes: Educação Fluxo Informação

9 Principais resultados – Out/ Crianças encaminhadas com Cartão de Acolhimento Unidos pela Cura 299 Crianças com registro de acolhimento feito pelos pólos de investigação diagnóstica 148 Crianças com suspeita confirmada de câncer 689 Profissionais de saúde capacitados para suspeição precoce do câncer infantojuvenil  Fortalecimento da rede especializada – projetos de humanização em 4 hospitais públicos: Aquário Carioca e Hospedaria Juvenil.

10 Linha do tempo  Termo de Compromisso (Nov/2010): propósito de consolidar o Unidos pela Cura como a política de promoção do diagnóstico precoce do câncer infanto juvenil do Estado do Rio de Janeiro.  Plano Municipal de Saúde do Rio de Janeiro : Unidos pela Cura, política de diagnóstico precoce da cidade do Rio de Janeiro

11 Termo de Compromisso Unidos pela Cura Signatários do Termo de Compromisso:  Ministério da Saúde SESDEC-RJ SMSDC-RJ INCA COSEMS-RJ Departamento de Gestão Hospitalar-RJ FIOCRUZ  IPPMG / UFRJ | Hospital Federal da Lagoa | HEMORIO Hospital Federal dos Servidores do Estado | Hospital Universitário Pedro Ernesto  Sociedade de Pediatria do Rio de Janeiro (SOPERJ) | Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE)  Instituto Ronald Mc Donald | Imagem Solidária|Instituto Desiderata

12 Termo de Compromisso - Prevê representantes das instituições corresponsáveis no Comitê Estratégico - instância deliberativa e fórum de formulação, monitoramento e avaliação do Unidos pela Cura. - Valida a elaboração de um Plano de Trabalho 2011/2012  princípios do SUS atenção integral à saúde da criança metas e compromissos das instituições corresponsáveis.

13 Principais desafios Cidade do Rio de Janeiro Capacitação de toda a atenção básica Capacitação dos serviços de pronto atendimento e emergências Estado do Rio de Janeiro Expansão das estratégias de sensibilização e capacitação Definição do fluxo de referência para os casos suspeitos Centros de Oncologia Pediátrica no Rio de Janeiro Definição da rede de atendimento Garantia de capacidade técnica e operacional para tratamento Resultados

14 Obrigada!


Carregar ppt "CONSTRUINDO REDES DE ATENÇÃO AO CÂNCER INFANTOJUVENIL I Fórum de Oncologia Pediátrica do Rio de Janeiro Maria Auxiliadora Gomes – Superintendência de Hospitais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google