A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Florestas Públicas e a Contribuição na Geração de Energia Renovável - 6º Congresso Internacional de Bioenergia - Curitiba, Agosto de 2011 Marcus Vinicius.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Florestas Públicas e a Contribuição na Geração de Energia Renovável - 6º Congresso Internacional de Bioenergia - Curitiba, Agosto de 2011 Marcus Vinicius."— Transcrição da apresentação:

1 Florestas Públicas e a Contribuição na Geração de Energia Renovável - 6º Congresso Internacional de Bioenergia - Curitiba, Agosto de 2011 Marcus Vinicius da Silva Alves, Ph.D. Diretor do Serviço Florestal Brasileiro

2 1. Energia & Desenvolvimento MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE A energia atua como um fator promotor ou restritivo do desenvolvimento. A disponibilidade de energia estabelece a relação de poder entre as nações.

3 1. Energia & Desenvolvimento MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE O consumo mundial de energia per capita é da ordem de 1,83 tep/ano. Região/PaísTep/ano OCDE4,56 América Latina1,24 África0,67 Ásia*0,65 Índia0,54 Brasil1,29 China1,60 Rússia4,84 EUA7,50 Catar18,83 Eritréia0,14 OECD/IEA, 2010

4 1. Energia & Desenvolvimento MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE BP Statistical Review of World Energy 2011

5 1. Energia & Desenvolvimento MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE BP Statistical Review of World Energy 2011

6 1. Energia & Desenvolvimento MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Desenvolvimento com base em economias de baixo carbono. Políticas voltadas para a mitigação e adaptação aos efeitos da mudança do clima. Fontes energéticas renováveis (Green Energy), bioenergia e biomassa e assumem papel cada vez mais importante no mundo.

7 1. Energia & Desenvolvimento MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE 25% do consumo de energia da Finlândia, 20% da Suécia, 11% da Áustria, 10% da Dinamarca, 6% da Noruega têm origem na biomassa. 80% de madeira O consumo mundial é baseado em: 80% de madeira, 13% de lixo e materiais secundários, 4,5% de bio-gás, 1,5% bio-combustível e 1% de palha.

8 2. Madeira, o combustível mais antigo... MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE A madeira é o combustível mais antigo da humanidade. As formas convencionais de energia ainda são inacessíveis para a grande maioria da população mundial. Em muitos países, a madeira ainda é o principal energético. Em geral, as florestas não são manejadas para suprir demandas energéticas.

9 2. Madeira, o combustível mais antigo... MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Desde 2005, a produção mundial de madeira permanece estável, na ordem de 3,5 bilhões de m 3 /ano. 0,29 O consumo global per capita é de 0,52 m 3 de madeira/ano. Desse total, 0,29 m 3 é para lenha.

10 2. Madeira, o combustível mais antigo... MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Mais de 55% da produção florestal mundial é usada para o suprimento de energia A energia da madeira é responsável por cerca de 7% do total da energia consumida no mundo Lenha e carvão vegetal são ingredientes chaves para a segurança alimentar em várias nações Normalmente utilizada de forma não sustentável, ineficiente e pouco saudável

11 3. Recursos florestais no mundo MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE O crescimento populacional, que permitirá alcançar mais de 9 bilhões de pessoas em 2050, acrescerá, em média, 100 milhões de m 3 de madeira a demanda anual global. Como a redução do consumo é incompatível com o crescimento econômico, deve-se buscar aumentar a capacidade de oferta de produtos florestais. A tendência mundial é de aumento da demanda de produtos florestais para celulose e papel, madeira sólida e seus derivados e energia.

12 3. Recursos florestais no mundo MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE A cobertura florestal mundial é de cerca de 40 milhões de km 2 (4,033 bilhões de ha). A área florestal per capita é de 0,60 ha. As florestas abrigam cerca de 300 milhões de pessoas em todo o mundo (povos das florestas). Mais de 1,6 bilhão de pessoas dependem diretamente das florestas para sobreviver.

13 3. Recursos florestais no mundo MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Distribuição das florestas no mundo FAO

14 3. Recursos florestais no mundo MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Cobertura florestal no mundo País Área (10 6 ha)Percentual Rússia80920,1 Brasil52013,0 Canadá3107,7 EUA3047,5 China2075,1 Congo1543,8 Austrália 1493,7 Indonésia 942,3 Sudão 701,7 Índia 681,7 Outros134833,4 Total ,0

15 3. Recursos florestais no mundo MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE 93% de florestas naturais e 7% de plantadas. As espécies de Pinus respondem por 20%, enquanto as de Eucalyptus por 10%. Destacam-se, também, as florestas plantadas de seringueira (5%), acácia (4%) e teca (4%). 65% do suprimento mundial de madeira baseia-se em florestas naturais e os 35% restantes em plantadas.

16 3. Recursos florestais no mundo MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Florestas plantadas no mundo País Área (1000 ha)Percentual China ,2 EUA ,6 Rússia ,4 Japão ,9 Índia ,9 Canadá ,4 Polônia ,4 Brasil ,8 Sudão ,3 Finlândia ,2 Outros ,9 Total ,0

17 3. Recursos florestais no mundo MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Plantio anual de novas florestas PaísÁrea (1000 ha) China1.932 EUA 805 Canadá 385 Índia 251 Rússia 199 México 178 Brasil 156 Vietnam 134 Turquia 91 Finlândia 82

18 4. As florestas brasileiras MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE O Brasil detém a maior extensão de floresta tropical () e abriga a maior biodiversidade do planeta. A área total de florestas é de 5,2 milhões de km 2 (13%). As florestas ocupam mais de 60% da área total do país. A área de floresta per capita no Brasil é de 2,7 ha. As florestas plantadas no Brasil somam cerca de 7 milhões de ha.

19 4. As florestas brasileiras Florestas naturais Outros usos USO DO SOLO MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE

20 4. As florestas brasileiras Florestas Plantadas 7 milhões ha (Eucalyptus and Pinus) 1,4% da cobertura florestal 85% da produção para uso industrial Taxa de crescimento atinge 50 m 3 /ha/year MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE

21 4. As florestas brasileiras MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Florestas Plantadas no Brasil (2010) EspécieÁrea (ha) Percentual Eucalipto ,18 Pinus ,19 Acácia ,83 Seringueira ,29 Paricá ,23 Teca ,94 Araucária ,16 Populus ,06 Outras ,13 TOTAL ,00 Abraf, 2011

22 4. As florestas brasileiras Florestas Públicas Brasileiras 286,3 milhões ha MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE

23 4. As florestas brasileiras MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Grande cobertura florestal e pouca participação na economia Menos de 5% (<22 Mha) das florestas brasileiras estão destinadas à produção florestal. Florestas Públicas Não Destinadas totalizam 64 Mha (35 Mha federais). A economia de base florestal na Amazônia é fortemente dependente da oferta de matéria-prima com origem em florestas públicas.

24 5. Florestas & Desenvolvimento MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Na última década, as florestas reassumiram um papel de destaque no mundo em razão das mudanças do clima. No Brasil, importantes iniciativas de fiscalização produziram avanços significativos na redução (75%) do desmatamento. O crescimento e a estabilidade econômica produziram condições gerais favoráveis a investimentos na área florestal. O desafio atual é estabelecer e assegurar a manutenção de cadeias de valor de base florestal, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social regional, lastreado em medidas estruturantes.

25 5. Florestas & Desenvolvimento MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE O Setor Florestal pode contribuir direta e indiretamente para o crescimento da economia nas taxas atuais e superiores: aumentando a participação no comércio nacional (PAC, compras governamentais) e internacional de bens e serviços florestais; ofertando insumos essenciais para garantir uma transição mais rápida para uma economia de baixo carbono (green economy). Para tanto, o Brasil precisará até 2020: dobrar a produção de madeira serrada; ampliar a área de florestas plantadas em 8 Mha (incluindo nativas); implementar um ambicioso programa de valorização de resíduos, especialmente para uso energético.

26 5. Florestas & Desenvolvimento MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Há oportunidades para o Brasil capturar novos mercados internacionais em função: das barreiras tarifárias (taxação direta a importação de matéria-prima florestal) e não tarifárias (certificação florestal e medidas de combate a exploração ilegal) impostas pelos países consumidores de madeira; das restrições a exportações de toras e a redução de áreas disponíveis para a produção de madeiras tropicais verificada nos países produtores, especialmente do sudeste asiático e da África.

27 6. O manejo florestal valoriza as florestas, reduz a pobreza e os custos com o controle das emissões de Carbono MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE A ampliação em larga escala do manejo florestal sustentável se apresenta como a única alternativa econômica atrativa e viável ao business as usual, capaz de até 2020: gerar diretamente empregos e renda; evitar emissões de carbono em 1,5 Gton C; afetar a curva de custos de redução das emissões (redução dos gastos com monitoramento e fiscalização); aumentar o custo de oportunidade do desmatamento em razão da valorização do ativo florestal.

28 7. Oferta de madeira tropical em 2020 MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Para assegurar a oferta de 21 milhões de m 3 de madeira em tora em 2020, para suprir as demandas de produtos madeireiros, faz-se indispensável a disponibilização de 36 milhões de hectares de florestas tropicais. ParâmetrosCenário Demanda média anual de madeira (m3/ano) Produtividade (m3/ha)18 Área anual p/ atingir demanda (ha/ano) Área total necessária em 30 anos (ha)

29 8. Oferta de biomassa florestal MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE A produção de madeira tropical em tora resultará em uma oferta anual de biomassa florestal da ordem de: Resíduo Produção de 14 Mm 3 /ano Produção de 21 Mm 3 /ano Material lenhoso residual proveniente da exploração florestal Mm Mm 3 Material residual da industrialização da madeira Mm Mm 3 Total20 – 52 Mm 3 30 – 78 Mm 3

30 9. Mas ainda é preciso... MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Investimentos em infra-estrutura de transporte e de energia. Participação de novos atores no setor madeireiro da Amazônia - mercado financeiro, fundos de investimentos e gestores de ativos financeiros e florestais precisam se aproximar das concessões florestais para considerarem essa uma opção de investimento. Instrumentos econômicos e financeiros específicos para alavancar essa nova modalidade de atividade produtiva sustentável.

31 9. Mas ainda é preciso... MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Resgatar a importância do papel da biomassa florestal no contexto energético nacional. Ter visão estratégica e planos de gestão para o uso da biomassa florestal. Desvincular a produção de lenha e carvão vegetal das práticas de uso alternativo do solo. Manejar florestas naturais para suprir demandas energéticas. Plantar florestas para fins energéticos.

32 9. Mas ainda é preciso... MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Melhorar o nível tecnológico de produção de carvão. Melhorar os sistemas de conversão da lenha em energia térmica. Conhecer a tipologia, os atributos e o potencial de utilização da matéria-prima florestal. Desenvolver tecnologias para processamento e compactação de resíduos de diferentes espécies/grupos de espécies tropicais.

33 MUITO OBRIGADO! MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE


Carregar ppt "Florestas Públicas e a Contribuição na Geração de Energia Renovável - 6º Congresso Internacional de Bioenergia - Curitiba, Agosto de 2011 Marcus Vinicius."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google