A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Estudo do Valor Nutritivo das Plantas Nativas para Alimentação de Suínos Landim de Changalane (Maputo Província) e na Província de Inhambane Apresentadora:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Estudo do Valor Nutritivo das Plantas Nativas para Alimentação de Suínos Landim de Changalane (Maputo Província) e na Província de Inhambane Apresentadora:"— Transcrição da apresentação:

1 Estudo do Valor Nutritivo das Plantas Nativas para Alimentação de Suínos Landim de Changalane (Maputo Província) e na Província de Inhambane Apresentadora: Angélica João Saiete, Investigadora Principal da Faculdade de Veterinária. Maputo, 20 de Novembro de 2014 Seminário nacional de divulgação dos projectos financiados pelo FNI.

2 1.0 Introdução  Há 4000 anos antes da nossa era a suinicultura era praticada por chineses e mais tarde por asiáticos, egípcios gauleses e germanos. Suíno landim O suíno landim por ser animal omnívoro consome grande diversidade de alimentos entre os quais as diversas espécies de plantas nativas forrageiras, produtos agrários, restos de alimento humano, pois possui capacidade de transformar as variadas fontes de alimentação em proteína animal de boa qualidade.  A facilidade de se adapta as condições rústica torna o mais preferido pelos criadores familiares Os Suínos constituem fonte de rendimento para famílias desfavorecidas, factor importante de estabilidade social nomeio rural (Razquin e Olimpia, 2007).

3 1.0 Introdução Pocilga construída com material local contendo suínos Suíno amarado numa árvore

4 1.0 Introdução  Alimentação Constitui uma grande limitante no aumento da produção e produtividade  As plantas nativas forrageiras ( alternativas alimentares)  O conhecimento nas zonas rurais nao e “ Igual”  A falta de conhecimento coloca em risco de intinção.

5 Papel da instituição que aloja o projecto A Faculdade de Veterinária desenvolve actividades de investigação definindo-as como suporte fundamental para educativa e como fonte de alimentação do seu sistema de extensão. Gestão financeira e administrativa do projecto Espaços, equipamentos e outros meios que o laboratório de nutrição disponibiliza Transporte

6 Constrangimentos Atraso devido desembolso de fundos O não cumprimento dos prazos da entrega de material reagentes adquirido nas empresas nacionais. Transporte

7 Proposta de soluções  Propõe se a criação de um sector a nível do MCT em coordenação com o FNI, com objectivo de facilitar a aquisição de equipamento, materiais e reagentes do laboratório e outros bens importantes a investigação, na África do sul ou noutros países.  Sugere se ainda que o FNI adquira alguns automóveis destinados a investigação.

8 Objectivos Geral Identificar das diferentes as plantas nativas forrageiras para alimentação de suínos e determinar o valor nutritivo Específicos Identificar as plantas nativas e outras variedades de alimentos nas comunidades rurais nas épocas durante estacões do ano seco e chuvosa. Descrever a utilidade de cada planta. Colher amostras e enviar ao laboratório para análises Criar um banco de dados sobre as plantas nativas usadas na alimentação de suínos.

9 Metodologia  Local da colheita das amostras:  Maputo Distrito de Namaacha, Localidades de Changalane, Goba e Distrito de Manhiça Bobole  Inhambane Distrito de Inharrime,localidades de Chacane, Nhapandiane, Dongane e Nhanombe;  Distrito de Murrombene, localidades de Sitila e Cambine,  Distrito de Massinga; Distrito de Mapinhame;  Distrito de Mabote, localidades de Benzane/Chibiquelo e Tissolo

10 Metodologia  Inquéritos  370 criadores (épocas chuvosa e na época seca). Critério de selecção dos entrevistados: aleatória Vantagem do método usado Amostras de planta Colhidas 80 amostras de 32 espécies de plantas identificadas que posteriormente foram enviadas no laboratório para determinação do valor nutritivo.

11 Resultados preliminares  Características das comunidades: Nas comunidades, os criadores são membros das famílias de baixa renda, que sobrevivem com base na agricultura familiar.  Distribuição de tarefas na óptica do género é observada.  Constrangimento na produção do suíno:  Dois factores importantes concorrem para a fraca produção:  A cultura de confeccionar os alimentos para os suínos  Poucas plantas nativas forrageiras são conhecidas

12 Resultados preliminares Nesta tabela estão alistadas 32 espécies forrageiras identificadas Nome LocalNome CientifcoFamilia TsekeAmaranthus spinosusAmaranthaceae SitotowaneBidens pilosaAsteraceae KhomphaneCommelina bengalensisCommelinaceae Makalavath acucumis spamaranthaceae Matapamanihot esculentaEuphorbiaceae MugutaBoerhavia erectoPoaceae Nytanginaceae XihundzePanicum maximumPoaceae celosia antelmiticaamaranthaceae NdokotaAchyranthes asparasamaranthaceae BangalaCleome gynandracapparaceae Guschecorlhorus olitoriustiliasseae NhanganaDolichos trilobafabaceae NdandaGlinus lotoidesAizoaceae Chimboamb oaneGlinus oppositifoliusAizoaceae Kwassakwas saHibiscus surantensisMalvaceae Nome LocalNome CientifcoFamilia ChidhedhelaneIpomoea plebeiaconvolvulaceae Mufana wa dlelaipomoea prestigridesconvolvulaceae Justicia bentanicaNyctaginaceae Moringamoringa ovalifoliamoringaceae TsotsongoriNidorella residifoliaAsteraceae Mudakumbaoxigonum delagoensisPolygonaceae TsetsetaneParthenium hyterophorusAsteraceae NsundiSonchus olaraceuscommelinaceae Sanlastrychinos spinosaLoganiaceae ChissilandaneTalium crispatulatumportulacaceae NilambuaitsaTephrosia purpuriafabaceae HlevehleveTrianthema portulacastrumaizoaceae KonzeTridax procumbensAsteraceae MbavaneUrochloa mossabicensisPoaceae Shipenete Gambacamwa 32

13

14 Utilidade dos resultados Capacitar os criadores em termos de conhecimento sobre as novas espécies de forrageiras identificadas noutras regiões e disponíveis nas comunidades a baixo custo. Disseminar o conhecimento para outras regiões do pais Seleccionar as plantas nativas forrageiras com base na sua composição nutricional e comparar com a tabela das necessidades nutricionais dos suínos Criar um banco de valor nutritivo das espécies nativas forrageiras, instrumento útil para as comunidades Formar e informar os criadores sobre a importância de aumentar produção e a produtividades dos animais, para obtenção da renda e e sobretudo o consumo de carne na família

15 4.3. Sustentabilidade do projecto Continuar com as actividades de investigação transmitido conhecimento as comunidades rurais Testar o suplemento nutritivo baseado em subprodutos agricolas com as plantas de baixo valor nutritivo Produzir artigo científico

16 4.4 Desafios continuar com a investigação de modo a abranger outras regiões do país Testar suplementos nutritivos baseados em subprodutos agrícola, com as plantas de com baixo valor nutricional. Criar banco de dados do valor nutricional das plantas forrageiras, instrumento importante de produção para as comunidades Com apoio dos extensionistas e promotores e os líderes comunitários, disseminar os resultados do em todas as regiões moçambicanas. Realizar estudos sobre a intoxicação plantas forrageiras.

17 MUITO OBRIGADO!


Carregar ppt "Estudo do Valor Nutritivo das Plantas Nativas para Alimentação de Suínos Landim de Changalane (Maputo Província) e na Província de Inhambane Apresentadora:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google