A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BULLYING: A VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS DE ENSINO FUNDAMENTAL NO MUNICÍPIO DE IVINHEMA-MS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BULLYING: A VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS DE ENSINO FUNDAMENTAL NO MUNICÍPIO DE IVINHEMA-MS."— Transcrição da apresentação:

1 BULLYING: A VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS DE ENSINO FUNDAMENTAL NO MUNICÍPIO DE IVINHEMA-MS

2 Bullying : compreende todas as formas de atitudes agressivas, intencionais e repetidas, que ocorrem sem motivação evidente, adotada por um ou mais estudantes contra outro(s). Quando um aluno usa do poder ou da força para intimidar ou perseguir os outros na escola. Vitimização, Maltrato entre pares, violência Moral. Definição de bullying

3 Bullying x Violência Escolar DIFERENÇAS: Violência Escolar ou comum: provocadas por motivos eventuais, acontecem e acabam. Drogas, furtos, brigas (não repetitivas), e outros. Bullying: Intimidar, gestos hostis, ameaças, apelidos, humilhações, xingamentos, difamação, aterrorizar, isolar, zoar, ofender, agressões físicas (repetitivas),e outros.

4 SMAR- Síndrome de Maus-tratos Repetitivos É uma doença psicossocial Sintomas:irritabilidade,agressividade, impulsividade, intolerância, explosão emocionais, ar de superioridade, déficit de concentração e de aprendizagem. Pensamentos de vingança e suicídio.

5 Envolvimento com Bullying Vitima típica: São alunos que só sofre bullying. É pouco sociável, aspecto físico frágil, timidez, submissão, baixa auto-estima, insegurança, ansioso, e aspectos depressivos, dificuldade de aprendizado. Sofre repetidamente agressões de outros. Alvos de bullying

6 São alunos que ora sofrem, ora praticam bullying; É imperativa, inquieta, dispersiva, ofensora, imatura, e irritantes; Causa a indisciplina na sala de aula. VÍTIMAS PROVOCADORA

7 São alunos que só praticam bullying; Caráter duvidoso, perverso, poder de liderança, desempenho escolar deficitário; se envolve em delitos, roubos,vandalismo e outros. Normalmente de famílias desestruturada. Vítima Agressora

8 São alunos que não sofrem, nem praticam bullying, mas testemunham; Pode ser a próxima vítima ou agressor (bully). Testemunhas de bullying

9 OBJETIVOS Verificar se existe bullying e qual é a proporção no ensino fundamental de 6ª a 9ª ano nas escolas do município de Ivinhema-ms; GERAL

10 ESPECÍFICOS: Diagnosticar as causas e naturezas do bullying; Identificar modos de prevenção desses problemas; Verificar a freqüência de bullying, tipos de agressões, incidência, agressores, vítimas e testemunhas; Promover a uma conscientização sobre o problema, minimizando assim o mesmo; Estimular os estudantes a fazerem pesquisas sobre o tema nas escolas.

11 MÉTODOS Pesquisa bibliográficas; Visita às escolas regularmente; Observações; Confecção de informativos; Palestras e debates; Aplicação de questionários.

12 RESULTADO E DISCUSSÃO Docentes

13 Discentes Questão 01

14 Docentes Discentes Questão 03Questão 04 X

15 DocentesDiscentes Questão 11 Questão 03

16 DOCENTES Questão 09Questão 02

17 Questão 05 Questão 06 DOCENTES

18 Questão 10 Questão 03 DISCENTES

19 Questão 10-b Questão 10 DOCENTES

20 Questão 05 Questão 06 DISCENTES

21 Questão 07 Questão 08 DOCENTES

22 Questão 08 Questão 09 DISCENTES

23 Questão 11 Questão 10. b DOCENTES DISCENTES

24 Questão 12 DOCENTES

25 CONSIDERAÇÕES FINAIS Inglaterra, 37 % do alunos admitem ter sofrido bullying; No Brasil, RJ, (ABRAPIA), 40,5% dos alunos estão envolvido com bullying; Em Ivinhema-MS, 65% dos alunos disseram que são vitimas de bullying;

26 EscolasDocentesPaisDiscentes Debates Medidas disciplinare s Projetos Acatar sugestões Trabalhar em sala de aulas o bullying Não admitir o bullying Abertura para conversas Participar da vida escolar Não ser omisso Diálogos com filhos Comportam ento adequado Respeito ao próximo Participar das atividades desenvolvida SUGESTÕES

27 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ABROMOVAY, M. Escolas inovadoras: experiências bem-sucedidas em escolas públicas. Brasília: UNESCO, Ministério da Educação, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA MULTIPROFISSIONAL DE PROTEÇÃO À INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA (ABRAPIA). Programa de redução do comportamento agressivo entre estudantes. Disponível em: Acesso em: 09 set BALLONE. G. J - Maldade da Infância e Adolescência: Bullying - in. PsiqWeb, 2005, Internet, disponível em revisto e acessado em 2007.www.psiqweb.med.br BITENCOURT, E. MS tem um dos maiores índices de violência na escola. 2001, Internet, disponível em Acessado em 20/10/2006.www.campograndenews.com.br CAVALCANTE, M. Como lidar com brincadeiras que machucam a alma. Revista Escola. São Paulo: Abril, v. 178, n. 19, p , dez CONSTANTINI, A. Bullying, como combatê-lo : prevenir e enfrentar a violência entre jovens. SP: Itália Nova editora, CURY, A. J. Pais brilhantes, professores fascinantes. RJ: Sextante, 2003.

28 FANTE, C. A. Z. Fenômeno Bullying: como prevenir a violência nas escolas e educar para a paz. 2. ed.rev. Campinas, SP: Verus editora, LISBOA, C. S. M.. Comportamento agressivo, vitimização e relações de amizade de crianças em idade escolar: fatores de risco e proteção. Tese de Doutorado não publicada.Curso de Pós- Graduação em Psicologia do Desenvolvimento, Universidade Federal do Rio Grande do Sul Porto Alegre, RS. NETO, L.A. A. Bullying: comportamento agressivo entre estudantes. J. Pediatra. (Rio de Janeiro), nov. 2005, vol.81, no.5, supl, p.s164-s172. ISSN THEOPHILO, R. Um tipo de violência pouca conhecida o bullying. 2003, Internet, disponível em Acessado 15/07/ Acessado 15/07/2007 TIBA, I. Quem ama, educa! SP: Gente, ZAGURY, T. Os Direitos dos Pais. Record: 206 p. 2006

29 BIBLIOGRAFIAS CONSULTADAS CAVALCANTE, M. Como lidar com brincadeiras que machucam a alma. Revista Escola. São Paulo: Abril, v. 178, n. 19, p , dez FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 25ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, LANZIOTTI, R, M; A Importância da Parceria Entre a Escola e a Família no Ensino Fundamental. Disponível em Acessado em 05/04/ Acessado em 05/04/2007 MARUYAMA, L. Terror na Escola. Revista Smack. São Paulo, v. 17, n. 2, p , ago

30


Carregar ppt "BULLYING: A VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS DE ENSINO FUNDAMENTAL NO MUNICÍPIO DE IVINHEMA-MS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google