A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público 2. Processos de tratamento Objetivos do Tratamento de Água. Identificação de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público 2. Processos de tratamento Objetivos do Tratamento de Água. Identificação de."— Transcrição da apresentação:

1 Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público 2. Processos de tratamento Objetivos do Tratamento de Água. Identificação de riscos. Processos gerais de tratamento. Tecnologias de Tratamento.

2 Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público 2. Processos de tratamento Objetivos do Tratamento de Água para Consumo Humano Deve ser segura do ponto de vista de saúde do consumidor (potável – Portaria Ms n. 518/2004); Livre de organismos patogênicos e outras formas biológicas prejudiciais à saúde humana; Não conter compostos químicos em concentrações que possam resultar em danos fisiológicos, agudos ou crônicos.

3 Saneamento Básico I Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público 2. Processos de tratamento Objetivos do Tratamento de Água para Consumo Humano Sua aparência estética e organoléptica deve impedir a busca por fontes menos seguras: Sabor e odor não objetáveis; Ausência de cor e partículas em suspensão. Prevenir a cárie dentária;

4 Saneamento Básico I Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público 2. Processos de tratamento Objetivos do Tratamento de Água para Consumo Humano O custo de produção deve possibilitar a distribuição da água à toda a população (função social); As características da água devem garantir a integridade das estruturas utilizadas para armazenagem, transporte e distribuição (corrosão e incrustação); Deve enquadrar-se dentro do conceito de múltiplas barreiras e boas práticas; Não oferecer risco a saúde.

5 Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público 2. Processos de tratamento CARACTERÍSTICAS DE UM BOM SERVIÇO DE ÁGUA: Qualidade A água deve estar livre de microorganismos patogênicos que causam problemas à saúde. Deve atender às exigências das normas aprovadas pelas autoridades sanitárias de cada país. Quantidade O sistema de abastecimento deve ser capaz de distribuir volumes suficientes de água para satisfazer às demandas da população.

6 Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público 2. Processos de tratamento CARACTERÍSTICAS DE UM BOM SERVIÇO DE ÁGUA: Cobertura A água deve estar disponível para a população já que é um elemento vital para a saúde Continuidade Deve existir um serviço contínuo, sem interrupções, que assegure água as 24 horas do dia durante todos os dias da semana.

7 Saneamento Básico I Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público 2. Processos de tratamento CARACTERÍSTICAS DE UM BOM SERVIÇO DE ÁGUA: Custo A água deve ter um custo razoável que permita à população ter este serviço e que este custo cubra os gastos operacionais e de manutenção. Controle operacional A operação e manutenção preventiva e corretiva do sistema de abastecimento deve ser controlada para assegurar seu bom funcionamento.

8 Água Bruta Físicas; Químicas; Bacteriológicas; Radiológicas. Água potável Portaria 518/2004 Físicas; Químicas; Bacteriológicas; Radiológicas. Estudos em laboratório Instalação Piloto Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público RiscosCustos Tecnologia

9 Água potável -aquela que pode ser consumida sem risco à saúde e sem causar rejeição ao consumo. Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público Água potável água para consumo humano cujos parâmetros microbiológicos, físicos, químicos e radioativos atendam ao padrão de potabilidade e que não ofereça risco à saúde (Portaria MS n. 518/2004)

10 Na visão da OMS, o recurso e as ferramentas de avaliação e gerenciamento de riscos, aplicadas de forma abrangente e integradas, desde a captação até o consumo, constitui a forma mais efetiva de garantir a segurança da qualidade da água para consumo humano (WHO, 2004) MÚLTIPLAS BARREIRAS Sistemas de Tratamento de Águas para Abastecimento

11 Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público O padrão de potabilidade brasileiro é composto por: padrão microbiológico; padrão de turbidez para a água pós-filtração ou pré- desinfecção; padrão para substâncias químicas que representam risco à saúde (inorgânicas, orgânicas, agrotóxicos, desinfetantes e produtos secundários da desinfecção); padrão de radioatividade; padrão de aceitação para consumo humano.

12 Projeto dos Sistemas de Água Considerações Gerais sobre Projetos de Tratamento de Água. a.Escolha do manancial; b.Análise da água e inspeção sanitária; c.Investigações de laboratório; d.Instalação piloto. Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

13 Projeto dos Sistemas de Água Usualmente a elaboração de um projeto de engenharia de um sistema de abastecimento de água é feito nas seguintes fases: a. Estudo preliminar ou de concepção: no qual é feito a concepção do sistema; (pré-dimensionamento e definição de concepção do sistema) b. Projeto técnico: dimensionamento e detalhamento do sistema e elaboração dos desenhos básicos; c. Projetos executivo: projetos complementares como arquitetura, estrutura, eletricidade, etc. Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

14 Projeto dos Sistemas de Água Alcance das Instalações e programação: a.Programação para execução por etapas, visando reduzir os investimentos iniciais; b.Possibilidade de executar ampliações ainda não programadas. Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

15 Projeto dos Sistemas de Água Localização das Estações de Tratamento: a. Facilidade de acesso e transporte a. Disponibilidade de energia elétrica; b. Facilidades para o afastamento de águas de lavagem; c. Disponibilidade de terreno em área suficiente para ampliações futuras; d. Cota topográfica favorável para adução e distribuição; e. Condições topográficas e geológicas satisfatórias; f. Custo razoável do terreno. Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

16 Projeto dos Sistemas de Água Considerações práticas sobre projetos de Estações de Tratamento de Água 1. Eliminar o tratamento sempre que houver possibilidade; 2. Procurar evitar a coagulação química; 3. Procurar projetar a instalação com simplicidade, evitando-se a sofisticação e operações desnecessárias. Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

17 Projeto dos Sistemas de Água Considerações práticas sobre projetos de Estações de Tratamento de Água Portanto, água potabilizável é aquela que, em função de suas características in natura, pode ser dotada de condições de potabilidade por meio de processos de tratamento viáveis do ponto de vista sanitário, técnico-econômico-ambiental. Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

18 Projeto dos Sistemas de Água Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público A estrutura a ser utilizada e as operações e processos dependem do tipo de manancial: Manancial de água subterrânea: Baixa turbidez; Presença de gases (CO 2 ; CH 4 ; e H 2 S); Substancias orgânicas e íons dissolvidos (Fe 2+ e Mn 2+ )

19 Projeto dos Sistemas de Água Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público A estrutura a ser utilizada e as operações e processos dependem do tipo de manancial: Manancial superficial (rios, lagos e represas): Maior concentração de sólidos em suspensão; Baixa concentração de gases dissolvidos; Água salobra ou salina: Elevada concentração de sais dissolvidos.

20 Projeto dos Sistemas de Água Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

21 Filtração rápida

22 Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público Parâmetros de qualidade da água bruta sugeridos para as técnicas de filtração lenta

23 Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público FONTE: Adaptado de Di Bernardo et al.(2003); Cepis (1992) 1 Limites mais elevados podem ser praticados com a adoção de pré-desinfecção; 2 Na faixa sugerida, as taxas mais elevadas são aplicáveis somente quando é utilizado o meio granular de dupla camada e testes piloto revelarem que a qualidade da água não fica comprometida

24 Sistemas de Tratamento de Águas para Abastecimento Fonte: Kawamura, 2000

25 Projeto dos Sistemas de Água Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

26 Projeto dos Sistemas de Água Eta Alto da Boa Vista - SABESP Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

27 Projeto dos Sistemas de Água Eta Rio Grande - SABESP Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

28 Projeto dos Sistemas de Água Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

29 Projeto dos Sistemas de Água Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

30 Projeto dos Sistemas de Água Exemplo de aerador de cascata e parâmetros dimensionais (Richter e Azevedo Netto, 1991) Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

31 Projeto dos Sistemas de Tratamento de Água Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

32

33 Projeto dos Sistemas de Água Sistemas Avançados de Tratamento de Água Técnicas de tratamento utilizadas para remoção de contaminantes que não são removidos no Tratamento Convencional. Carvão ativado : remoção de compostos organicos, metais e alguns gases; Separação por membranas: remoção de substancias na forma coloidal ou dissolvida na água; Troca iônica: remoção de íons específicos que se encontram dissolvidos na água; Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

34 Projeto dos Sistemas de Água Sistemas Avançados de Tratamento de Água Técnicas de tratamento utilizadas para remoção de contaminantes que não são removidos no Tratamento Convencional. Osmose Reversa: íons Oxidação Química; Combinação de Processos. Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

35 Projeto dos Sistemas de Água Sistemas Avançados de Tratamento de Água Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

36 Projeto dos Sistemas de Água Sistemas Avançados de Tratamento de Água Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

37 Projeto dos Sistemas de Água Sistemas Avançados de Tratamento de Água Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

38 Sistemas Simplificados de Tratamento de Água Filtração em múltiplas etapas; Filtração lenta; Filtração em margem; Desinfecção por radiação solar. Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

39 Projeto dos Sistemas de Tratamento de Água Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público Abastecimento de água- distrito por tipo de tratamento – (IBGE, 2002)

40 Projeto dos Sistemas de Tratamento de Água Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público Filtração em margem

41 Parâmetros fundamentais para estudos e dimensionamentos de unidades de tratamento de água no processo convencional: Vazão; Taxa de aplicação superficial; Velocidade de sedimentação (partícula); Velocidade longitudinal de escoamento; Tempo de detenção teórico. Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público

42 Estudar: Hidráulica Aplicada as Estações de Tratamento de Água Marcos Rocha Viana Capítulos Cap. 2 - A água para abastecimento público Cap.3 - Qualidade da Água Cap. 4 – Formas clássicas de tratamento de água; Cap.5 – Química para tratamento de água Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público


Carregar ppt "Saneamento Básico Noções de Tratamento de Água para Abastecimento Público 2. Processos de tratamento Objetivos do Tratamento de Água. Identificação de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google