A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Resíduos Sólidos Iana Alexandra

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Resíduos Sólidos Iana Alexandra"— Transcrição da apresentação:

1 Resíduos Sólidos Iana Alexandra

2 Resíduos Sólidos: Etapas de um Sistema de Limpeza Urbana Geração de resíduos Acondicionamento dos resíduos Coleta dos resíduos Transporte dos resíduos Transferência (Transbordo) Tratamento dos resíduos Disposição final

3 Resíduos Sólidos: Acondicionamento dos resíduos Evitar acidentes Evitar a proliferação de vetores Minimizar o impacto visual e olfativo Reduzir a heterogeneidade dos resíduos Facilitar a realização da etapa de coleta

4 Resíduos Sólidos: Acondicionamento dos resíduos É responsabilidade do cidadão o acondicionamento adequado e a colocação do lixo para a coleta no dia, local e hora indicados pelo órgão responsável.

5 Resíduos Sólidos: Etapas de um Sistema de Limpeza Urbana Geração de resíduos Acondicionamento dos resíduos Coleta dos resíduos Transporte dos resíduos Transferência (Transbordo) Tratamento dos resíduos Disposição final

6 Resíduos Sólidos: Coleta dos resíduos Coletar o lixo: Recolher o lixo acondicionado por quem o produz para encaminhá-lo, mediante transporte adequado, a uma possível estação de transferência, a um eventual tratamento e a disposição final

7 Resíduos Sólidos: Coleta dos resíduos A coleta de RSU deve ser efetuada de forma regular O intervalo de tempo entre a geração de RSU e a coleta não deve ser superior a uma semana O dimensionamento da frota de veículos de coleta de RSU e seu itinerário é um problema de logística

8 Resíduos Sólidos: Etapas de um Sistema de Limpeza Urbana Geração de resíduos Acondicionamento dos resíduos Coleta dos resíduos Transporte dos resíduos Transferência (Transbordo) Tratamento dos resíduos Disposição final

9 Resíduos Sólidos: Transporte dos resíduos Caminhão do tipo Baú (4,0m 3 a 12,0m 3 )

10 Resíduos Sólidos: Transporte dos resíduos Coletores compactadores (6,0m 3 a 19,0m 3 )

11 Resíduos Sólidos: Etapas de um Sistema de Limpeza Urbana Geração de resíduos Acondicionamento dos resíduos Coleta dos resíduos Transporte dos resíduos Transferência (Transbordo) Tratamento dos resíduos Disposição final

12 Resíduos Sólidos: Transbordo Evita o atraso nos roteiros de coleta Diminuição do tempo improdutivo da guarnição de trabalhadores ociosos Diminuição do custo de transporte Aumento da produtividade dos caminhões de coleta

13 Resíduos Sólidos: Transbordo Operações de Transbordo

14 Resíduos Sólidos: Transbordo Operações de Transbordo

15 Resíduos Sólidos: Transbordo Operações de Transbordo

16 Resíduos Sólidos: Etapas de um Sistema de Limpeza Urbana Geração de resíduos Acondicionamento dos resíduos Coleta dos resíduos Transporte dos resíduos Transferência (Transbordo) Tratamento dos resíduos Disposição final

17 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Define-se tratamento como uma série de procedimentos destinados a reduzir a quantidade ou o potencial poluidor dos resíduos sólidos, seja impedindo o descarte de lixo em ambiente ou local inadequado, seja transformando-o em material inerte ou biologicamente estável

18 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Reciclagem e compostagem Incineração

19 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Compostagem:definição Define-se compostagem como o processo natural de decomposição biológica de materiais orgânicos, de origem animal e vegetal, pela ação de microrganismos. Para que ele ocorra, não é necessário a adição de qualquer componente físico ou químico à massa do lixo

20 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos

21 Compostagem:desvantangens Alto custo de investimento Viável se houver demanda do composto gerado Limitado por sua capacidade operacional Necessidade de encaminhamento dos rejeitos para aterro sanitário ou incineradores

22 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Compostagem:vantangens Possibilidade de reciclagem de materiais triados Produção de composto orgânico auxiliar da fertilização química e biológica do solo Fácil manutenção e operação do que quando comparado com a técnica de incineração

23 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Compostagem:Classificação De acordo com o consumo de Oxigênio: Compostagem Anaeróbia Compostagem Aeróbia

24 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Compostagem:Classificação De acordo com a Temperatura: Mesofílica Termofílica

25 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Compostagem:Classificação De acordo com o grau de Complexidade: Aeração Natural Aeração Acelerada

26 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Compostagem: Fatores que influenciam o processo Microbiologia Umidade (40% a 60%) Oxigenação Temperatura Relação C:N pH Tamanho de partícula

27 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Compostagem:

28 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Compostagem:

29 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Compostagem:

30 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Compostagem:

31 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Incineração É um processo de queima, na presença de excesso de oxigênio, no qual os materiais à base de carbono são decompostos, desprendendo calor e gerando um resíduo de cinzas

32 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Incineração:Vantagens Redução significativa de volume dos resíduos Requer áreas relativamente pequenas Pode receber grande variedade de resíduos Possibilidade de localização próxima de áreas urbanas, se devidamente controlada, diminuindo os custos de transporte

33 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Incineração:Vantagens A sua operação não é dependente de condições meteorológicas Não há contato direto dos operários com o lixo Forma correta do ponto de vista sanitário para eliminar resíduos de serviços de saúde

34 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Incineração:Desvantagens Altíssimo custo de investimento e operação Requer mão de obra especializada para operação e manutenção Requer rígido controle das normas de segurança Pode produzir poluentes atmosféricos prejudiciais à saúde

35 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Incineração

36 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Incineração

37 Resíduos Sólidos: Etapas de um Sistema de Limpeza Urbana Geração de resíduos Acondicionamento dos resíduos Coleta dos resíduos Transporte dos resíduos Transferência (Transbordo) Tratamento dos resíduos Disposição final Disposição final

38 Resíduos Sólidos: Disposição Final Lixões Aterros controlados Aterros sanitários

39 Resíduos Sólidos: Disposição Final Confinamento em camadas cobertas com material inerte, geralmente solo, segundos normas operacionais específicas, de modo a evitar danos ou riscos à saúde pública e a segurança, minimizando os impactos ambientais

40 Resíduos Sólidos: Disposição Final

41 Aterros Sanitários - vantagens Custo de investimento muito menor que o requerido por outras formas de tratamento de resíduos Baixo custo de operação Método de disposição final completo Simplicidade operacional Flexibilidade operacional

42 Resíduos Sólidos: Tratamento dos resíduos Disposição Final: Aterros Sanitários - desvantagens Não trata os resíduos, consistindo em uma forma de armazenamento no solo Requer áreas significativas A sua operação depende de condições climáticas Apresenta risco de contaminação do solo e da água subterrânea

43 Aterros Sanitários Resíduos Sólidos: Disposição Final

44 Aterros Sanitários Resíduos Sólidos: Disposição Final

45 Aterros Sanitários Resíduos Sólidos: Disposição Final

46 Aterros Sanitários Resíduos Sólidos: Disposição Final

47 Aterros Sanitários Resíduos Sólidos: Disposição Final

48 Aterros Sanitários Resíduos Sólidos: Disposição Final

49 Aterros Sanitários Resíduos Sólidos: Disposição Final

50 Aterros Sanitários Resíduos Sólidos: Disposição Final

51 Aterros Sanitários

52 Resíduos Sólidos: Disposição Final

53 Aterros Sanitários Resíduos Sólidos: Disposição Final

54 Aterros Sanitários Resíduos Sólidos: Disposição Final


Carregar ppt "Resíduos Sólidos Iana Alexandra"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google