A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Resíduos Sólidos Iana Alexandra

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Resíduos Sólidos Iana Alexandra"— Transcrição da apresentação:

1 Resíduos Sólidos Iana Alexandra

2 Resíduos Urbanos: Definição Restos das atividades humanas, considerados pelos geradores como inúteis, indesejáveis ou descartáveis, podendo-se apresentar no estado sólido, semi-sólido ou líquido, desde que não seja passível de tratamento convencional

3 Geração de resíduos HomemMeio Ambiente Resíduos

4 Geração de resíduos Inerente à atividade humana Inerente à atividade humana Inesgotável Inesgotável Não programável Não programável Complexa Complexa Poluidora Poluidora

5 Risco Ambiental e Sanitário Poluição das águas Poluição do solo Poluição do ar (Gases, odor, material particulado) Problemas econômicos Problemas sanitários

6 Reutilização e reciclagem Aproveitamento do próprio resíduo, sem que tenha que sofrer uma transformação industrial Reutilização

7 Reutilização e reciclagem Recuperação de resíduos mediante uma série de operações que permitam que materiais processados e descartados como resíduos sejam aproveitados como matéria prima no processo que os gerou ou em outros RECICLAGEM

8 Resíduos Sólidos Classificãção quanto aos riscos Classe I (Perigosos): Classe I (Perigosos): apresentam riscos à saúde pública quando manuseados de forma inadequada (em função de suas características intrínsecas de inflamabilidade, corrosividade, reatividade, toxicidade ou patogenicidade) Classe II (Não Inertes): Classe II (Não Inertes): podem apresentar características de combustibilidade, biodegradabilidade ou solubilidade com possibilidade de acarretar riscos à saúde ou ao meio ambiente Classe III (Inertes): Classe III (Inertes): não oferecem riscos à saude e ao meio ambiente.

9 Resíduos Sólidos Classificãção quanto à natureza Lixo doméstico ou residencial Lixo comercial Lixo público Lixo domiciliar especial (Entulho de obras, pilhas e baterias, lâmpadas fluorescentes, pneus, etc...) Lixo de fontes especiais (Lixo industrial, lixo radioativo, lixo de portos, aeroportos e terminais ferroviários, lixo agrícola e resíduos de serviços de saúde)

10 Resíduos Sólidos: Limpeza Urbana no Brasil Iniciado oficialmente em 25 de novembro de 1880 na cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro Decreto 3024 aprovando o contrato de limpeza e irrigação da cidade, executado por Aleixo Gary e, mais tarde, por Luciano Francisco Gary

11 Resíduos Sólidos: Etapas de um Sistema de Limpeza Urbana Geração de resíduos Acondicionamento dos resíduos Coleta dos resíduos Transporte dos resíduos Transferência (Transbordo) Tratamento dos resíduos Disposição final

12 Resíduos Sólidos: Etapas de um Sistema de Limpeza Urbana Geração de resíduos Acondicionamento dos resíduos Coleta dos resíduos Transporte dos resíduos Transferência (Transbordo) Tratamento dos resíduos Disposição final

13 Resíduos Sólidos: Geração de resíduos Características Físicas Características Químicas Características Biológicas

14 Resíduos Sólidos: Geração de resíduos Características Físicas: Geração per-capita Composição gravimétrica Peso específico aparente Teor de umidade Compressividade

15 Resíduos Sólidos: Geração de resíduos Características Físicas: Geração per-capita

16 Resíduos Sólidos: Geração de resíduos Características Físicas: Geração per-capita

17 Resíduos Sólidos: Geração de resíduos Características Físicas: Composição gravimétrica

18 Resíduos Sólidos: Geração de resíduos Características Físicas: Composição gravimétrica no Brasil

19 Resíduos Sólidos: Geração de resíduos Características Físicas: Composição gravimétrica no Mundo


Carregar ppt "Resíduos Sólidos Iana Alexandra"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google