A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Treinamentos A questão do lixo. Tema : O lixo nosso de cada dia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Treinamentos A questão do lixo. Tema : O lixo nosso de cada dia."— Transcrição da apresentação:

1 Treinamentos A questão do lixo

2 Tema : O lixo nosso de cada dia.

3 A palavra lixo é derivada do termo em latim lix que significa "cinzas", de uma época em que a maior parte dos resíduos era formada por cinzas e restos de lenha carbonizada dos fogões. Origem da palavra Lixo

4 Mas afinal, o que é lixo? - lixo é aquilo que ninguém quer.

5 Isso é lixo ?

6 O que você considera como lixo ??

7 Isso é exagero ?!

8 É preciso descartar tudo ?

9 Na verdade, quando jogamos algo fora, estamos transferindo o problema para outro lugar.

10 1- Porto Alegre / RS 2 - Cidade do Rock (195 ton. de lixo )

11 1-China 2-Itália 3-Caribe 4-Egito

12 Produzimos muito lixo ? -Ex: população de 200 mil hab. - resíduos por hab. = 800 g/dia (292 Kg por ano/hab.) - população= 160 toneladas/dia (em 1 ano= t)

13 Exportação de lixo.

14 Rio mais poluído do mundo – Indonésia

15 Rio mais poluído do mundo

16 Tipos de lixo: -Lixo domiciliar : formado pelos resíduos sólidos de atividades residenciais. Contém muita quantidade de matéria orgânica, plástico, lata, vidro, etc. -Lixo comercial : formado pelos resíduos sólidos das áreas comerciais. Composto por matéria orgânica, papéis, plástico de vários grupos, etc.

17 -Lixo público: formado por resíduos sólidos produto de limpeza pública (areia, papéis, folhagem, poda de árvores), etc. - Lixo especial :formado por resíduos geralmente industriais. Merece tratamento, manipulação e transporte especial. Ex. pilhas, baterias, embalagens de agrotóxicos, embalagens de combustíveis, de remédios ou venenos, etc.

18 -Lixo de serviço de saúde : tem origem nos serviços hospitalares, ambulatoriais, farmácias, resultados de curativos, aplicação de medicamentos, que em contato com o meio ambiente ou misturado ao lixo doméstico, poderão ser patogênicos ou vetores de doenças. Devem ser destinados à incineração.

19 Lixo Espacial

20 Será que já estamos sendo tratados como lixo ?!

21 Relacionamentos, tratamentos.....

22 Somos movidos por aparências ?

23 Será possível não produzir lixo ? Não há como não produzir lixo, mas podemos diminuir essa produção. Como? - Reduzindo o desperdício, reutilizando sempre que possível e separando os materiais recicláveis para a coleta seletiva.

24 Os Rs : - Repensar - Reduzir - Reutilizar - Reciclar - Re,Re,Re obs: Re = de novo ( novas atitudes)

25 Reciclagem: São considerados recicláveis aqueles resíduos que constituem interesse de transformação, que têm mercado ou operação que viabiliza sua transformação industrial.

26 Lixão: O lixão tem área de disposição final de resíduos sólidos sem nenhuma preparação anterior do solo. Não tem nenhum sistema de tratamento de efluentes líquidos (chorume).

27 Aterro Sanitário? Aterro Sanitário de resíduos sólidos urbanos, consiste na técnica de disposição de resíduos sólidos no solo, sem causar danos ou riscos à saúde pública e à segurança, minimizando os impactos ambientais.

28 A disposição adequada dos resíduos sólidos urbanos é o aterro sanitário, que antes de iniciar a disposição do lixo teve o terreno preparado previamente com o nivelamento de terra e com o selamento da base com argila e mantas de PVC, extremamente resistente. Desta forma, com essa impermeabilização do solo, o lençol freático não será contaminado pelo chorume. Este é coletado através de drenos

29 -Manta impermeável:

30 -Trator compactando:

31 -Lagoa de chorume:

32 -Aterro : vantagens Aterro Sanitário: são construídos com procedimentos de segurança, diminuindo o contato das pessoas com o lixo.Possuem sistemas de drenagem e tratamento de resíduos. O lixo é lançado ao solo, coberto com terra e comprimido.

33 -Aterro : desvantagens - a área que está sendo feito o descarte. - o escoamento de líquidos formados. - liberação de gases. - espalhamento de resíduos leves pela ação do vento.

34 Pilhas e baterias : Algumas baterias e pilhas têm em suas composições, metais pesados altamente tóxicos, como o chumbo. Podem contaminar o solo e as águas, causando males aos homens e ao ambiente. Deve-se procurar postos de coleta para descartar esse material.

35 Cartuchos: Sempre que possível buscar empresas que prestam o serviço de recarga. Caso não houver a possibilidade de recarga o mesmo deve ser separado como lixo seco, com o objetivo de reciclar o plástico.

36 Eletrônicos: -tentar revender. -assistências técnicas aceitam aparelhos danificados para o aproveitamento de peças; -entidades assistenciais aceitam doações de produtos que possam ser consertados. Obs: O importante é NÃO COLOCAR JUNTO AO LIXO COMUM. Caso você não consiga descartá-lo, guarde-o.

37 Lâmpadas Fluorescentes: Possuem mercúrio, que é prejudicial à saúde e ao ambiente. Por isso, deve-se evitar quebrá-las. Se o município não tiver uma coleta especial para esse tipo de material, o mesmo deve ser embalado em jornal ou em caixa de papelão para que o mercúrio não atinja o lençol freático.

38 Isopor : O isopor leva em média 500 anos para se decompor em ambiente natural. No Brasil, o isopor representa um problema ambiental, que decorre da falta de sua coleta seletiva, por que ela não tem sido economicamente viável. Não é um material tóxico, mas ocupa muito espaço nos aterros sanitários.

39 Pneus: Desde 1999, as indústrias de pneus brasileiras têm que dar um destino correto para os pneus usados, graças à uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente. Desde então, as empresas são obrigadas a correr atrás para tentar conseguir aproveitar e sistematizar a coleta de pneus.

40 Mensagem Final : Deixe sua mensagem...


Carregar ppt "Treinamentos A questão do lixo. Tema : O lixo nosso de cada dia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google