A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Temperatura. Fontes de energia: solar e endógena. A energia solar é emitida sob a forma de ondas: -Comprimento de ondas é variável e a energia é diretamente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Temperatura. Fontes de energia: solar e endógena. A energia solar é emitida sob a forma de ondas: -Comprimento de ondas é variável e a energia é diretamente."— Transcrição da apresentação:

1 Temperatura

2

3 Fontes de energia: solar e endógena. A energia solar é emitida sob a forma de ondas: -Comprimento de ondas é variável e a energia é diretamente proporcional à temperatura e freqüência; - Quanto mais elevada é temperatura do corpo, mais curto é o comprimento de onda correspondente à energia máxima;

4 - Estratificação vertical da temperatura nos oceanos: a)Há uma camada superficial que absorve a insolação, tornando-se mais quente (espessura inferior a 100 metros); b)É sucedida por uma camada de descontinuidade térmica gradual (entre 100 a 1000m); c)Queda lenta da temperatura (a partir de 1000m); A quantidade de energia recebida pelo oceano varia com a profundidade, latitude e tempo.

5 Temperatura

6 O estudo da distribuição da temperatura deve compreender: 1) Distribuição vertical ( profundidade ); 2) Distribuição horizontal. Lat. NorteAtlânticoÍndicoPacifico Lat. Sul Temperaturas médias superficiais

7 - Em latitudes iguais as temperaturas são menores no hemisfério Sul; As temperaturas decrescem com a latitude: Até 30ºS: - O Índico é o mais quente; - O Atlântico é o mais frio ( devido a corrente fria da Antártica penetrar no Atlântico); Até 30ºN: - O Pacífico é o mais quente; -O Atlântico é o mais frio; Acima de 30ºS: - O Pacífico é mais quente; -O Índico é mais frio; Acima de 30ºN: - O Atlântico é mais quente; - O Pacífico é mais frio;

8 -De modo geral as porções oeste dos oceanos são mais quentes que a leste, devido à distribuição das correntes marítimas frias e quentes. 3) Oscilação temporária das temperaturas: a) oscilações diárias: ocorrem principalmente na zona intertropical, atingindo amplitudes de 6 C º - 10Cº b) oscilações sazonais: as maiores são nas latitudes médias.

9 Gelo nos Oceanos Gelo marinho: divide-se em gelo contínuo pack ice e massa de gelo que dificulta a navegação devido ao acúmulo gerado pelos ventos. O oceano Glacial Ártico está sempre coberto de gelo. A corrente do Atlântico Norte não está coberto de gelo até a parte setentrional da Noruega. Na Antártica, não ultrapassa 60º Latitude;

10 Icebergs são compostos pelo gelo dos vales glaciais ou camadas de gelo das costas que penetram pelo mar. Sua composição é de água doce sendo menos denso que a água do mar como conseqüência uma parte flutua ( 1/10 ) atingindo uma espessura aproximada de 600 m. No hemisfério Norte são transportadas através das correntes da Groenlândia e do Labrador atingindo até a Província da Terra Nova. Na Antártica são grandes prolongamentos flutuantes em forma de placa e por isso possuem uma forma tabular e dezenas de quilômetros.

11 Ilhas de gelo

12 Salinidade -Teoria da formação dos sais;

13

14 Salinidade Fatores que influem no teor de salinidade: a)acréscimo: evaporação e congelamento: zonas subtropicais; b) decréscimo: precipitação, contribuição fluvial e degelo: latitudes polares, equatoriais; c) áreas com variações mais acentuadas de salinidade durante o ano ocorrem em regiões tropicais (chuva e seca), latitudes médias (altas e baixas temperaturas) e altas latitudes (gelo e degelo). A salinidade diminui com a profundidade

15 Salinidade

16

17 Luminosidade A seleção dos comprimentos de ondas interfere na cor da água. Um ângulo de incidência maior eu 60º, aumenta a reflexão dos raios solares. A absorção da luz na água do mar é seletiva e depende do comprimento de onda da radiação: - Infravermelho- é absorvida rapidamente no primeiro metro de água. -Dentro do espectro da luz, a absorção é máxima para o vermelho e mínimo para o verde -azul.

18

19 Densidade das águas oceânicas Densidade: é a característica que define determinada massa de água ( densidade absoluta de um corpo = massa de sua unidade de volume). É expressa por uma razão entre o peso e o volume ocupado por uma porção de água = g/cm3

20 Depende principalmente da temperatura e salinidade e também da pressão: -quanto mais frias forem as água oceânicas, mais densas elas serão, a uma determinada salinidade; -quanto mais salgadas, mais densas serão a uma dada temperatura; - a densidade do mar é diretamente proporcional à sua temperatura,

21 - a água é muito pouco compressível, mas as grandes pressões reinantes nas camadas profundas do oceano comprimem a água ali existente e aumentam sua densidade. Distribuição superficial e em profundidade: -a densidade diminui, de modo geral, dos pólos para o equador; - a densidade aumenta com a profundidade;

22

23 Pressão É a força que atua por unidade de superfície. No mar a pressão que atua sobre uma superfície situada a uma determinada profundidade é dada: - pelo peso da coluna de água que está por cima; - pressão atmosférica que atua sobre a superfície do mar. Para cada 10m de profundidade a pressão aumenta em 1kg/cm 2 ou um atm.


Carregar ppt "Temperatura. Fontes de energia: solar e endógena. A energia solar é emitida sob a forma de ondas: -Comprimento de ondas é variável e a energia é diretamente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google