A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CARLOS CHAGAS SUA VIDA – SEU LEGADO MOACIR SOPRANI GRUPO DE HISTÓRIA OUTUBRO 2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CARLOS CHAGAS SUA VIDA – SEU LEGADO MOACIR SOPRANI GRUPO DE HISTÓRIA OUTUBRO 2008."— Transcrição da apresentação:

1 CARLOS CHAGAS SUA VIDA – SEU LEGADO MOACIR SOPRANI GRUPO DE HISTÓRIA OUTUBRO 2008

2

3 CARLOS CHAGAS CARLOS RIBEIRO JUSTINIANO CHAGAS CARLOS RIBEIRO JUSTINIANO CHAGAS 09 DE JULHO DE DE JULHO DE 1879 FAZENDA BOM RETIRO – OLIVEIRA – MG FAZENDA BOM RETIRO – OLIVEIRA – MG JOSÉ JUSTINIANO CHAGAS JOSÉ JUSTINIANO CHAGAS MARIANA CÂNDIDA RIBEIRO DE CASTRO CHAGAS MARIANA CÂNDIDA RIBEIRO DE CASTRO CHAGAS ORIGEM PORTUGUESA – FAMÍLIA VEIO PARA O BRASIL INÍCIO SÉCULO XVII ORIGEM PORTUGUESA – FAMÍLIA VEIO PARA O BRASIL INÍCIO SÉCULO XVII ÓRFÃO DE PAI AOS 4 ANOS – INFÂNCIA NA FAZENDA - MÃE ADMINISTRAVA CULTIVO DE CAFÉ ÓRFÃO DE PAI AOS 4 ANOS – INFÂNCIA NA FAZENDA - MÃE ADMINISTRAVA CULTIVO DE CAFÉ CONVIVEU COM TIOS – 2 ADVOGADOS E UM MÉDICO CONVIVEU COM TIOS – 2 ADVOGADOS E UM MÉDICO

4

5 Fazenda Bom Retiro, localizada próximo a Oliveira (Minas Gerais), onde nasceu Carlos Chagas. Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz.

6

7 CARLOS CHAGAS ALFABETIZADO AOS 8 ANOS – COLÉGIO SÃO LUIS – ITU ALFABETIZADO AOS 8 ANOS – COLÉGIO SÃO LUIS – ITU MAIO 88 – FUGIU – NOTÍCIAS DE PROBLEMAS NA FAZENDA COM ESCRAVOS MAIO 88 – FUGIU – NOTÍCIAS DE PROBLEMAS NA FAZENDA COM ESCRAVOS EXPULSO EXPULSO ESCOLA SÃO FRANCISCO – S. JOÃO DEL REY ESCOLA SÃO FRANCISCO – S. JOÃO DEL REY 1895 – ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO – ENGENHARIA 1895 – ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO – ENGENHARIA BOÊMIO – REPROVADO – VOLTOU A OLIVEIRA BOÊMIO – REPROVADO – VOLTOU A OLIVEIRA RIO DE JANEIRO – ABRIL 1897 – FACULDADE MEDICINA RIO DE JANEIRO – ABRIL 1897 – FACULDADE MEDICINA

8 CARLOS CHAGAS 1897 – – 1903 MIGUEL COUTO – MEDICINA EXPERIMENTAL MIGUEL COUTO – MEDICINA EXPERIMENTAL FRANCISCO FAJARDO – PIONEIRO DA MICROBIOLOGIA – PARTICULARMENTE NO ESTUDO DA MALÁRIA FRANCISCO FAJARDO – PIONEIRO DA MICROBIOLOGIA – PARTICULARMENTE NO ESTUDO DA MALÁRIA TESE DE DOUTORAMENTO – MANGUINHOS – 1902 ESTUDOS HEMATOLÓGICOS DO IMPALUDISMO TESE DE DOUTORAMENTO – MANGUINHOS – 1902 ESTUDOS HEMATOLÓGICOS DO IMPALUDISMO RECUSOU CONVITE DE OSVALDO CRUZ RECUSOU CONVITE DE OSVALDO CRUZ MÉDICO GERAL DE SAÚDE PÚBLICA – TRABALHOU NO H. JURUJUBA – NITERÓI – PESTE MÉDICO GERAL DE SAÚDE PÚBLICA – TRABALHOU NO H. JURUJUBA – NITERÓI – PESTE CONSULTÓRIO MÉDICO CONSULTÓRIO MÉDICO

9 DIPLOMA de Doutor em Medicina, concedido pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 26 de abril de Rio de Janeiro, 1904.

10 CARLOS CHAGAS PERÍODO DO GOVERNO PRUDENTE DE MORAIS – – CIVIL – ÉPOCA DA REVOLTA DE CANUDOS PERÍODO DO GOVERNO PRUDENTE DE MORAIS – – CIVIL – ÉPOCA DA REVOLTA DE CANUDOS CAMPOS SALES ESTABILIZAÇÃO – MODERNIZAÇÃO REPUBLICANA CAMPOS SALES ESTABILIZAÇÃO – MODERNIZAÇÃO REPUBLICANA CRIAÇÃO DA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS – NOVOS ESCRITORES – NOVOS TEMPOS CRIAÇÃO DA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS – NOVOS ESCRITORES – NOVOS TEMPOS BEM ESTAR MORAL E MATERIAL DA SOCIEDADE – FREQUENTES EPIDEMIAS - CONDIÇÕES SANITÁRIAS PRECÁRIAS BEM ESTAR MORAL E MATERIAL DA SOCIEDADE – FREQUENTES EPIDEMIAS - CONDIÇÕES SANITÁRIAS PRECÁRIAS DIFUSÃO DA MICROBIOLOGIA – CONCEPÇÕES DE PASTEUR E KOCH – PESQUISA CIENTÍFICA. DIFUSÃO DA MICROBIOLOGIA – CONCEPÇÕES DE PASTEUR E KOCH – PESQUISA CIENTÍFICA.

11 CARLOS CHAGAS JULHO 1904 – CASOU-SE – ÍRIS LOBO JULHO 1904 – CASOU-SE – ÍRIS LOBO 1905 – EVANDRO CHAGAS 1905 – EVANDRO CHAGAS CARLOS CHAGAS FILHO CARLOS CHAGAS FILHO

12 Íris Lobo Chagas e seus dois filhos, Carlos Chagas Filho e Evandro Chagas. Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz.

13 CARLOS CHAGAS 1905 – EPIDEMIA DE MALÁRIA – TRABALHADORES DA CONSTRUÇÃO HIDRELÉTRICA DE ITATINGA 1905 – EPIDEMIA DE MALÁRIA – TRABALHADORES DA CONSTRUÇÃO HIDRELÉTRICA DE ITATINGA OSVALDO CRUZ – INCUMBIU CARLOS CHAGAS DE COORDENAR AS AÇÕES OSVALDO CRUZ – INCUMBIU CARLOS CHAGAS DE COORDENAR AS AÇÕES PRIMEIRA CAMPANHA ANTIPALÚDICA NO BRASIL PRIMEIRA CAMPANHA ANTIPALÚDICA NO BRASIL FEV/1907 – AÇÃO SEMELHANTE EM XERÉM - BAIXADA FLUMINENSE FEV/1907 – AÇÃO SEMELHANTE EM XERÉM - BAIXADA FLUMINENSE JUNHO 1907 – NORTE DE MG – REGIÃO RIO DAS VELHAS – ESTRADA DE FERRO CENTRAL DE BRASIL JUNHO 1907 – NORTE DE MG – REGIÃO RIO DAS VELHAS – ESTRADA DE FERRO CENTRAL DE BRASIL

14 CARLOS CHAGAS LASSANCE – LABORATÓRIO VAGÃO DE TREM LASSANCE – LABORATÓRIO VAGÃO DE TREM COMBATE AO VETOR NA SUA FORMA ALADA – DOMICILIAR – FUMIGAÇÃO – REALIZADA NA CAPITAL FEDERAL DESDE RECONHECIDA APENAS EM 1925 – I CONGRESSO MUNDIAL DE MALARIOLOGIA – ITALIA. COMBATE AO VETOR NA SUA FORMA ALADA – DOMICILIAR – FUMIGAÇÃO – REALIZADA NA CAPITAL FEDERAL DESDE RECONHECIDA APENAS EM 1925 – I CONGRESSO MUNDIAL DE MALARIOLOGIA – ITALIA. INTERESSE PELA ENTOMOLOGIA E PROTOZOOLOGIA INTERESSE PELA ENTOMOLOGIA E PROTOZOOLOGIA

15 Carlos Chagas e Belisário Penna noprédio da Estrada de Ferro Central do Brasil. Lassance, [1908]. Penna é oprimeiro da direita para a esquerda, seguido de Chagas. Departamento de Arquivoe Documentação da Casa de Oswaldo Cruz.

16 CARLOS CHAGAS 1908 – IDENTIFICOU O Trypanossoma minasense – EXAMINANDO SANGUE DE SAGUI – IDENTIFICOU O Trypanossoma minasense – EXAMINANDO SANGUE DE SAGUI. CONHECIA-SE À ÉPOCA A TRIPANOSSOMÍASE AFRICANA – DOENÇA DO SONO CONHECIA-SE À ÉPOCA A TRIPANOSSOMÍASE AFRICANA – DOENÇA DO SONO APRESENTADO AO BARBEIRO PELO SEU CHEFE DE ENGENHEIROS APRESENTADO AO BARBEIRO PELO SEU CHEFE DE ENGENHEIROS ABUNDANTE NAS CASAS DE PAU A PIQUE ABUNDANTE NAS CASAS DE PAU A PIQUE EXAMINOU ALGUNS INSETOS E ENCONTROU FORMAS FLAGELADAS DE UM PROTOZOÁRIO EXAMINOU ALGUNS INSETOS E ENCONTROU FORMAS FLAGELADAS DE UM PROTOZOÁRIO

17

18

19

20 - Oral (ingestão de fezes frescas de Triatomineos infectados ou Triatomineos macerados)

21 CARLOS CHAGAS ENVIOU ALGUNS INSETOS A OSVALDO CRUZ ENVIOU ALGUNS INSETOS A OSVALDO CRUZ UM MÊS APÓS – OSVALDO CRUZ COMUNICOU O ACHADO DE FORMAS DE TRIPANOSSOMA NO SANGUE DOS SAGUIS UM MÊS APÓS – OSVALDO CRUZ COMUNICOU O ACHADO DE FORMAS DE TRIPANOSSOMA NO SANGUE DOS SAGUIS CONSTATOU NÃO TRATAR-SE DO T. MINASENSE – BATIZOU-O DE T.cruzi CONSTATOU NÃO TRATAR-SE DO T. MINASENSE – BATIZOU-O DE T.cruzi REDIGIU NOTA ANUNCIANDO A DESCOBERTA E DEZEMBRO DE 1908 – PUBLICADA NO INÍCIO DE 1909 – REVISTA DE DOENÇAS TROPICAIS DE HAMBURGO. REDIGIU NOTA ANUNCIANDO A DESCOBERTA E DEZEMBRO DE 1908 – PUBLICADA NO INÍCIO DE 1909 – REVISTA DE DOENÇAS TROPICAIS DE HAMBURGO.

22

23

24 Estampade Castro Silva retratando estágios doTrypanosoma cruzi

25

26

27

28

29 CARLOS CHAGAS ESTUDOS SOBRE O CICLO EVOLUTIVO ESTUDOS SOBRE O CICLO EVOLUTIVO CONSEGUIRA INFECTAR OUTROS ANIMAIS E CULTIVO EM AGAR-SANGUE CONSEGUIRA INFECTAR OUTROS ANIMAIS E CULTIVO EM AGAR-SANGUE VOLTOU A LASSANCE – BUSCAR O HOSPEDEIRO INTERMEDIÁRIO E POSSÍVEL DOENÇA HUMANA – CONSIDERANDO SUA EXPERIÊNCIA COM A MALÁRIA. VOLTOU A LASSANCE – BUSCAR O HOSPEDEIRO INTERMEDIÁRIO E POSSÍVEL DOENÇA HUMANA – CONSIDERANDO SUA EXPERIÊNCIA COM A MALÁRIA. ENCONTROU T. Cruzi NO SANGUE DE UM GATO ENCONTROU T. Cruzi NO SANGUE DE UM GATO 14 DE ABRIL DE 1909 – CRIANÇA FEBRIL 14 DE ABRIL DE 1909 – CRIANÇA FEBRIL NOTA PRÉVIA REVISTA BRASIL MÉDICO FEZ O ANÚNCIO DA DESCOBERTA. NOTA PRÉVIA REVISTA BRASIL MÉDICO FEZ O ANÚNCIO DA DESCOBERTA.

30 CARLOS CHAGAS BERENICE – MENINA DE 2 ANOS – PRIMEIRO CASO DESCRITO DA NOVA DOENÇA BERENICE – MENINA DE 2 ANOS – PRIMEIRO CASO DESCRITO DA NOVA DOENÇA 22 DE ABRIL – PUBLICAÇÃO - BRASIL MÉDICO 22 DE ABRIL – PUBLICAÇÃO - BRASIL MÉDICO ANÚNCIO NA ACADEMIA NACIONAL DE MEDICINA POR OSVALDO CRUZ – LEU TRABALHO ESCRITO POR CARLOS CHAGAS ANÚNCIO NA ACADEMIA NACIONAL DE MEDICINA POR OSVALDO CRUZ – LEU TRABALHO ESCRITO POR CARLOS CHAGAS DESTAQUE NA IMPRENSA – GLÓRIAS DE MANGUINHOS DESTAQUE NA IMPRENSA – GLÓRIAS DE MANGUINHOS IMPORTÂNCIA NO MUNDO CIENTÍFICO IMPORTÂNCIA NO MUNDO CIENTÍFICO

31 Carlos Chagas atendendo a menina Rita. Lassance, início da década de 1910

32 Fig. 4 – Sinal de Romaña em uma menina procedente de área endêmica no Brasil. Fonte: Rey (2001).

33 Hospital em Lassance. Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz.

34 Carlos Chagas e pacientes no Hospital do Instituto Oswaldo Cruz. Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz

35 CARLOS CHAGAS MARÇO DE 1910 – CONCURSO PARA CHEFE DE SERVIÇO EM MANGUINHOS MARÇO DE 1910 – CONCURSO PARA CHEFE DE SERVIÇO EM MANGUINHOS OUTUBRO DE 1910 – ACADEMIA NACIONAL DE MEDICINA – TITULAR SEM VAGA DISPONÍVEL OUTUBRO DE 1910 – ACADEMIA NACIONAL DE MEDICINA – TITULAR SEM VAGA DISPONÍVEL 1911 – EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE HIGIENE E DEMOGRAFIA – DRESDEN – ALEMANHA – DESTAQUE PARA A DESCOBERTA 1911 – EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE HIGIENE E DEMOGRAFIA – DRESDEN – ALEMANHA – DESTAQUE PARA A DESCOBERTA 1912 – PRÊMIO SCHAUDINN – 4/4 ANOS – MELHOR TRABALHO EM PROTOZOOLOGIA 1912 – PRÊMIO SCHAUDINN – 4/4 ANOS – MELHOR TRABALHO EM PROTOZOOLOGIA 1923 – CENTENÁRIO PASTEUR – PRÊMIO HOUR- CONCOURS 1923 – CENTENÁRIO PASTEUR – PRÊMIO HOUR- CONCOURS

36 CARLOS Chagas proferindo sua segunda conferência sobre a tripanossomíase americana na Academia Nacional de Medicina, na sessão de 7 de agosto de Rio de Janeiro, 7 ago

37 DIPLOMA de membro titular da Academia Nacional de Medicina, conferido a Carlos Chagas em 26 de outubro de Rio de Janeiro, 26 out

38 Sala do pavilhão brasileiro na Exposição Internacional de Higiene e Demografia, realizada em junho de 1911 em Dresden, Alemanha. Dresden, junho de 1911.

39 Diploma do Prêmio Schaudinn, conferido a Carlos Chagas pelo Instituto de Moléstias Tropicais de Hamburgo, Alemanha. Hamburgo, 22 jun. 1912

40 CARLOS CHAGAS 1925 – PRÊMIO KUMMEL – MEDALHA DE OURO – UNIVERSIDADE DE HAMBURGO – EPIDEMIA DE GRIPE 1925 – PRÊMIO KUMMEL – MEDALHA DE OURO – UNIVERSIDADE DE HAMBURGO – EPIDEMIA DE GRIPE 1921 – ARTIUM MAGISTRUM, HONORIS CAUSA – HARVARD – 1º A RECEBÊ-LA 1921 – ARTIUM MAGISTRUM, HONORIS CAUSA – HARVARD – 1º A RECEBÊ-LA VÁRIOS TÍTULOS – 1920, 1923, 1924, 1925, 1926, 1929, VÁRIOS TÍTULOS – 1920, 1923, 1924, 1925, 1926, 1929, MEMBRO DE INÚMERAS ASSOCIAÇÕES CIENTÍFICAS – CHICAGO, NY, LONDRES, PARIS, BUENOS AIRES, ALEMANHA. MEMBRO DE INÚMERAS ASSOCIAÇÕES CIENTÍFICAS – CHICAGO, NY, LONDRES, PARIS, BUENOS AIRES, ALEMANHA.

41 CARLOS CHAGAS ÚNICO IDENTIFICAÇÃO DO VETOR – AGENTE CAUSAL E POSTERIORMENTE A DOENÇA ASSOCIADA IDENTIFICAÇÃO DO VETOR – AGENTE CAUSAL E POSTERIORMENTE A DOENÇA ASSOCIADA DESCOBERTA INTEGRAL PELO MESMO PESQUISADOR EM CURTO INTERVALO DE TEMPO. DESCOBERTA INTEGRAL PELO MESMO PESQUISADOR EM CURTO INTERVALO DE TEMPO. 10 MESES 10 MESES SQUISTOSSOMA – 1851, CICLO E ESPÉCIE – 1915 SQUISTOSSOMA – 1851, CICLO E ESPÉCIE – 1915 CALAZAR – 1900, ALGUNS ANOS PARA CLASSIFICÁ-LO E O VETOR APENAS 26 ANOS APÓS CALAZAR – 1900, ALGUNS ANOS PARA CLASSIFICÁ-LO E O VETOR APENAS 26 ANOS APÓS MALÁRIA – 1880, VETOR MALÁRIA – 1880, VETOR

42 CARLOS Chagas, Pacheco Leão e João Pedroso, junto à tripulação, em embarcação utilizada na expedição científica à Amazônia. s.l., À BEIRA do Rio Negro, em São Gabriel da Cachoeira, Carlos Chagas (ao centro), junto a outros participantes da expedição à Amazônia. São Gabriel da Cachoeira, fev

43 CARLOS CHAGAS 14 DE FEVEREIRO DE 1917 – NOMEADO DIRETOR DO INSTITUTO OSVALDO CRUZ 14 DE FEVEREIRO DE 1917 – NOMEADO DIRETOR DO INSTITUTO OSVALDO CRUZ MOVIMENTO SANITARISTA MOVIMENTO SANITARISTA AMPLIAÇÃO DA ESTRUTURA AMPLIAÇÃO DA ESTRUTURA INTERCÂMBIO COM CIENTISTAS INTERCÂMBIO COM CIENTISTAS 1918 – INAUGURAÇÃO DO HOSPITAL DE MANGUINHOS – H. EVANDRO CHAGAS E ATUAL INSTITUTO DE PESQUISAS EVANDRO CHAGAS 1918 – INAUGURAÇÃO DO HOSPITAL DE MANGUINHOS – H. EVANDRO CHAGAS E ATUAL INSTITUTO DE PESQUISAS EVANDRO CHAGAS AMPLIOU O PROGRAMA DE CURSOS DE APLICAÇÃO DE MANGUINHOS AMPLIOU O PROGRAMA DE CURSOS DE APLICAÇÃO DE MANGUINHOS 1º TITULAR DA CADEIRA DE MEDICINA TROPICAL – FMRJ º TITULAR DA CADEIRA DE MEDICINA TROPICAL – FMRJ

44 Instituto Oswaldo Cruz. Cartão com dedicatória de Carlos Chagas. Rio de Janeiro, Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz.

45 RECEPÇÃO ao Rei Alberto da Bélgica no Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, 27 set

46

47 Carlos Chagas no dia de sua posse como professor catedrático de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 23 maio Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de OswaldoCruz/Fiocruz.

48 CARLOS Chagas em seu discurso de posse na cadeira de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 23 maio 1925.

49 VISTA do salão nobre da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, durante a solenidade de posse de Carlos Chagas como professor catedrático de Medicina Tropical. Rio de Janeiro, 23 maio 1925.

50 CARLOS Chagas examinando doente de malária durante aula no Pavilhão de Doenças Tropicais da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, localizado no Hospital São Francisco de Assis. Rio de Janeiro, [19--].

51 CARLOS CHAGAS DIVERSIFICOU A ÁREA DE PRODUÇÃO DE MEDICAMENTOS DIVERSIFICOU A ÁREA DE PRODUÇÃO DE MEDICAMENTOS VACINAS – CARBÚNCULO VACINAS – CARBÚNCULO PRODUÇÃO DE QUININA, TÁRTARO EMÉTICO PRODUÇÃO DE QUININA, TÁRTARO EMÉTICO CONTROLE DE QUALIDADE DOS IMUNOBIOLÓGICOS PRODUZIDOS CONTROLE DE QUALIDADE DOS IMUNOBIOLÓGICOS PRODUZIDOS INCORPORAÇÃO DO INSTITUTO VACINOGÊNICO MUNICIPAL – VACINA ANTIVARIÓLICA INCORPORAÇÃO DO INSTITUTO VACINOGÊNICO MUNICIPAL – VACINA ANTIVARIÓLICA

52 DOCUMENTO de nomeação de Carlos Chagas para a direção do Instituto Oswaldo Cruz, pelo Presidente da República, Venceslau Brás. Rio de Janeiro, 14 fev

53 CARLOS CHAGAS 1918 – COMBATE À GRIPE ESPANHOLA – COORDENOU A ASSISTÊNCIA – ACLAMADO COMO HERÓI 1918 – COMBATE À GRIPE ESPANHOLA – COORDENOU A ASSISTÊNCIA – ACLAMADO COMO HERÓI DIRETOR EM 1919 – DNSP DIRETOR EM 1919 – DNSP MODERNIZOU A LEGISLAÇÃO SANITÁRIA – CÓDIGO SANITÁRIO MODERNIZOU A LEGISLAÇÃO SANITÁRIA – CÓDIGO SANITÁRIO EXTENDEU AÇÕES DE SAÚDE PÚBLICA AO INTERIOR DO PAÍS – ENDEMIAS RURAIS EXTENDEU AÇÕES DE SAÚDE PÚBLICA AO INTERIOR DO PAÍS – ENDEMIAS RURAIS FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS – SAÚDE PÚBLICA – CURSO ESPECIAL DE HIGIENE E SAÚDE PÚBLICA FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS – SAÚDE PÚBLICA – CURSO ESPECIAL DE HIGIENE E SAÚDE PÚBLICA

54 POSSE de Carlos Chagas na Diretoria Geral de Saúde Pública, realizada em 4 de outubro de Rio de Janeiro, 4 out

55 Charge de Carlos Chagas. Publicado em D. Quixote. Rio de Janeiro, 29 out. 1919, p.1. Lê-se: "Tu que tens virtudes magas /Do Oswaldo as lições propagas /E a sua perda nos pagas /Acaba com tantas pragas /Carlos Chagas, Carlos Chagas!" Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz.

56 Charge que representa Carlos Chagas defendendo a cidade contra a entrada de doenças por ocasião do carnaval. Rio de Janeiro, Publicada em Careta, Rio de Janeiro, 7 fev. 1920, p.1. Na legenda, lê-se: O porteiro implacavel. Foi vedada a entrada dos primeiros mascarados. Departamento de Arquivo e Documentação da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz.

57

58

59 CARLOS CHAGAS CRÍTICAS – DÉCADA DE 20 CRÍTICAS – DÉCADA DE 20 CONCORRÊNCIA DE OUTROS CENTROS CONCORRÊNCIA DE OUTROS CENTROS INSUFICIÊNCIA DE DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS – DESGASTE DE INFRAESTRUTURA INSUFICIÊNCIA DE DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS – DESGASTE DE INFRAESTRUTURA REDUÇÃO SALÁRIOS REDUÇÃO SALÁRIOS PERDA DE PESQUISADORES PERDA DE PESQUISADORES 1930 – 34 – EFEITOS DAS TRANSFORMAÇÕES – CRIAÇÃO DO MIN. ED. E SAÚDE – 34 – EFEITOS DAS TRANSFORMAÇÕES – CRIAÇÃO DO MIN. ED. E SAÚDE

60 CARLOS CHAGAS FUNDAÇÃO ROCKEFELLER – NACIONALISMO FUNDAÇÃO ROCKEFELLER – NACIONALISMO 1926 – SURTO DE VARÍOLA E RISCO DE EPIDEMIA DE FEBRE AMARELA 1926 – SURTO DE VARÍOLA E RISCO DE EPIDEMIA DE FEBRE AMARELA 1926 – DEIXOU O DNSP 1926 – DEIXOU O DNSP TENSÕES POLÍTICAS DA DÉCADA DE 20 – REVOLUÇÃO. TENSÕES POLÍTICAS DA DÉCADA DE 20 – REVOLUÇÃO.

61 CARLOS CHAGAS BERENICE PRIMEIRA PACIENTE A SER DIAGNOSTICADA PRIMEIRA PACIENTE A SER DIAGNOSTICADA REEXAMINADA EM 1961 – ENCONTRADO O PARASITA EM SEU SANGUE – XENODIAGNÓSTICO REEXAMINADA EM 1961 – ENCONTRADO O PARASITA EM SEU SANGUE – XENODIAGNÓSTICO ACOMPANHADA AO LONGO DE 20 ANOS – FALECEU EM 1981 ACOMPANHADA AO LONGO DE 20 ANOS – FALECEU EM 1981 CAUSA DA MORTE NÃO RELACIONADA À DOENÇA CAUSA DA MORTE NÃO RELACIONADA À DOENÇA REVISÃO COMPLETA DE SEU CASO SERÁ PUBLICADA EM LIVRO COMEMORATIVO DO CENTENÁRIO DA DESCOBERTA. REVISÃO COMPLETA DE SEU CASO SERÁ PUBLICADA EM LIVRO COMEMORATIVO DO CENTENÁRIO DA DESCOBERTA.

62 CARLOS CHAGAS CONTROVÉRSIA 1919 – HENRIQUE ARAGÃO – QUESTIONOU MANIFESTAÇÃO TIREOIDEANA DA DOENÇA, ATRIBUIU A DESCOBERTA A OSVALDO CRUZ 1919 – HENRIQUE ARAGÃO – QUESTIONOU MANIFESTAÇÃO TIREOIDEANA DA DOENÇA, ATRIBUIU A DESCOBERTA A OSVALDO CRUZ HENRIQUE FIGUEIREDO DE VASCONCELOS – REAFIRMOU E QUESTIONOU OS NÚMEROS E EXTENSÃO DA DOENÇA HENRIQUE FIGUEIREDO DE VASCONCELOS – REAFIRMOU E QUESTIONOU OS NÚMEROS E EXTENSÃO DA DOENÇA 1922 – MÁXIMA INTENSIDADE – AFRANIO PEIXOTO – INVENÇÃO DA DOENÇA 1922 – MÁXIMA INTENSIDADE – AFRANIO PEIXOTO – INVENÇÃO DA DOENÇA COMISSÃO PARA AVALIAR A DOENÇA – CONFIRMOU UM ANO APÓS. COMISSÃO PARA AVALIAR A DOENÇA – CONFIRMOU UM ANO APÓS. ESQUECIMENTO DA DOENÇA ESQUECIMENTO DA DOENÇA

63 CARLOS Chagas proferindo conferência na sessão da Academia Nacional de Medicina em que se encerrou o debate sobre a tripanossomíase americana. Rio de Janeiro, 6 dez Publicada em Revista da Semana, Rio de Janeiro, 15 dez. 1923, p.21. No detalhe, a mesa da sessão, presidida por Miguel Couto.

64 CARLOS CHAGAS NOBEL INDICADO EM 1913 E 1921 INDICADO EM 1913 E – NÃO HOUVE GANHADOR 1921 – NÃO HOUVE GANHADOR PORQUÊ CARLOS CHAGAS NÃO RECEBEU O NOBEL? PORQUÊ CARLOS CHAGAS NÃO RECEBEU O NOBEL? ACREDITA-SE QUE A CAMPANHA DE1920 A 23 INFLUENCIOU NA INDICAÇÃO. ACREDITA-SE QUE A CAMPANHA DE1920 A 23 INFLUENCIOU NA INDICAÇÃO. O BRASIL NÃO TEM UM PRÊMIO NOBEL POR PROBLEMAS POLÍTICOS/INVEJA. O BRASIL NÃO TEM UM PRÊMIO NOBEL POR PROBLEMAS POLÍTICOS/INVEJA. HÁ RELATO DE DUAS OUTRAS INDICAÇÕES. HÁ RELATO DE DUAS OUTRAS INDICAÇÕES.

65


Carregar ppt "CARLOS CHAGAS SUA VIDA – SEU LEGADO MOACIR SOPRANI GRUPO DE HISTÓRIA OUTUBRO 2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google