A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O SISTEMA ECONÔMICO Disciplina : Introdução a Economia (2) Formas de Organização: Livre Iniciativa- Planificação Central e Sistemas Mistos. Fluxos fundamentais:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O SISTEMA ECONÔMICO Disciplina : Introdução a Economia (2) Formas de Organização: Livre Iniciativa- Planificação Central e Sistemas Mistos. Fluxos fundamentais:"— Transcrição da apresentação:

1 O SISTEMA ECONÔMICO Disciplina : Introdução a Economia (2) Formas de Organização: Livre Iniciativa- Planificação Central e Sistemas Mistos. Fluxos fundamentais: real e monetário. Setores de produção: primário, secundário e terciário. Marco Antonio Sandoval de Vasconcellos Fundamentos de Economia. São Paulo: Saraiva. SP Professor Ms Regis Ximenes

2 Sistema Econômico Sistema econômico é o conjunto de relações técnicas, básicas e institucionais que caracterizam a organização econômica de uma sociedade. Elementos do sistema econômico 1) Estoque de recursos produtivos. 2) Complexo de unidades de produção. 3) Conjunto de instituições (jurídicas, políticas, sociais e econômicas)

3 Sistemas Econômicos Capitalismo – Características a) Propriedade privada dos fatores de produção, dos bens de consumo e do dinheiro; b) Controle do funcionamento da economia é realizado pelo sistema de preços; c) O lucro é o grande impulsionador para a ação dos agentes econômicos; d) Importância da competição entre as empresas e entre os proprietários dos recursos; e) O papel do governo é limitado. A participação do governo é dada pela relação entre gasto público (G) e PIB (Y).

4 Socialismo – Características. a)Também conhecida como economia centralizada ou planificada; b) As questões econômicas fundamentais são resolvidas por um órgão central de planejamento; c) Predomínio da propriedade pública dos fatores de produção.

5 Sistema Econômico e as Trocas Troca significa que os indivíduos permutam bens entre si. a) Escambo: trocas realizadas sem dinheiro. Problemas enfrentados: 1) Tempo. 2) Indivisibilidade de alguns bens. 3) Coincidência de necessidades. b) Dinheiro: é todo o meio de pagamento aceito que pode ser permutado por bens e serviços, além de ser utilizado para saldar dívidas. Tanto nos sistemas capitalistas como socialistas.

6 Livre Iniciativa Economia de livre mercado, Economia de mercado ou Sistema de livre iniciativa existe quando os agentes econômicos agem de forma livre, sem a intervenção dos governos. É, portanto, um mercado idealizado, onde todas as ações econômicas e ações individuais respeitam a transferência de dinheiro. Bens e serviços são "voluntárias" - o cumprimento de contratos voluntários é, contudo, obrigatório. A propriedade privada é protegida pela lei e ninguém pode ser forçado a trabalhar para terceiros.

7 Economia planificada Economia planificada, também chamada de "economia centralizada" ou "economia centralmente planejada", é um sistema econômico na qual a produção é previa e racionalmente planejada por especialistas, na qual os meios de produção são propriedade do estado e a atividade econômica é controlada por uma autoridade central que estabelece metas de produção e distribui as matérias primas e as unidades de produção. Como não há mercado em uma economia planificada, não é possível conhecer o preço, e, portanto, não é possível conhecer a demanda, tornando a economia planificada teoricamente impossível.

8 Em uma economia planificada o Planejamento é feito de forma que não haja escassez ou abundância de determinado produto, portanto os preços raramente são modificados. Sua forma mais conhecida é o tipo de economia que foi adotada, durante cerca de 70 anos, pelo regime comunista na União Soviética, bem como pela China. Os socialistas defendem a planificação da economia, em maior ou menor grau. Hoje em dia muito poucos economistas, mesmo socialistas, ainda defendem uma economia totalmente centralizada e planificada, como foi a soviética.

9 Diferentemente do que ocorre na economia planificada ou economia do estado, onde a produção econômica é dirigida pelo Estado, na Economia de mercado a maior parte da produção econômica é gerada pela iniciativa privada; indústria, comércio prestação de serviços são controlados por cidadãos particulares. Ou seja, são empresas do setor privado que detêm a maior parcela dos meios de produção. O Estado tem o papel de regulamentação e fiscalização da economia e atender setores prioritários como: energia, segurança, educação, saúde entre outros.

10 Pode-se então afirmar que nos países, denominados de capitalistas, domina uma economia de mercado, no seu oposto temos os países socialistas onde predomina uma economia primariamente estatal. Entre estes dois domínios opostos, encontramos ainda os denominados sistemas econômicos mistos, cuja finalidade centra-se na harmonização, em diversos âmbitos, o domínio do sector privado (livre iniciativa) e o setor público (empresas estatais).

11 Fluxos Fundamentais : Real e Monetário Fluxo Real: envolve bens, serviços e fatores. O fluxo (real) de bens (finais) de consumo e serviços das empresas para os consumidores; Fluxo Monetário: pagamento pelos bens, serviços e fatores envolvidos. O fluxo (monetário) de moeda dos consumidores para as empresas.

12 As famílias, as empresas, o mercado de bens de consumo e serviços e o mercado de recursos ou fatores de produção compõem uma economia de livre empresa e formam o centro em torno do qual se desenvolve a economia. Os preços dos bens e serviços interligam os dois fluxos, ou seja, o mercado de produtos para bens e serviços estabelece preços que regulam a quantidade e qualidade de bens produzidos e consumidos.

13 No fluxo monetário as empresas pagam às famílias pelo uso dos recursos por meio de salários (do trabalho), dividendos, juros e lucros (do capital) e aluguel (da terra e de imóveis). Economia de mercado de livre concorrência entre produtores e consumidores estabelecem os preços dos produtos.

14 Setores de Produção A economia de um país pode ser dividida em setores (primário, secundário e terciário) de acordo com os produtos produzidos, modos de produção e recursos utilizados. Estes setores econômicos podem mostrar o grau de desenvolvimento econômico de um país ou região.

15 Setor Primário O setor primário está relacionado a produção através da exploração de recursos da natureza. Podemos citar como exemplos de atividades econômicas do setor primário: agricultura, mineração, pesca, pecuária, extrativismo, vegetal e caça. É o setor primário que fornece a matéria-prima para a indústria de transformação. Este setor da economia é muito vulnerável, pois depende muito dos fenômenos da natureza como, por exemplo, do clima.

16 A produção e exportação de matérias-primas não geram muita riqueza para os países com economias baseadas neste setor econômico, pois estes produtos não possuem valor agregado como ocorre, por exemplo, com os produtos industrializados.

17 Setor Secundário É o setor da economia que transforma as matérias-primas (produzidas pelo setor primário) em produtos industrializados (roupas, máquinas, automóveis, alimentos industrializados, eletrônicos, casas, etc). Como há conhecimentos tecnológicos agregados aos produtos do setor secundário, o lucro obtido na comercialização é significativo.

18 Países com bom grau de desenvolvimento possuem uma significativa base econômica concentrada no setor secundário. A exportação destes produtos também gera riquezas para as indústrias destes países.

19 Setor Terciário É o setor econômico relacionado aos serviços. Os serviços são produtos não meterias em que pessoas ou empresas prestam a terceiros para satisfazer determinadas necessidades. Como atividades econômicas deste setor econômicos, podemos citar: comércio, educação, saúde, telecomunicações, serviços de informática, seguros, transporte, serviços de limpeza, serviços de alimentação, turismo, serviços bancários e administrativos, transportes, etc.

20 Este setor é marcante nos países de alto grau de desenvolvimento econômico. Quanto mais rica é uma região, maior é a presença de atividades do setor terciário. Com o processo de globalização, iniciado no século XX, o terciário foi o setor da economia que mais se desenvolveu no mundo. FIM DESSE MÓDULO.


Carregar ppt "O SISTEMA ECONÔMICO Disciplina : Introdução a Economia (2) Formas de Organização: Livre Iniciativa- Planificação Central e Sistemas Mistos. Fluxos fundamentais:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google