A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Debater a Proposta de Reforma do Ensino Secundário Faculdade Ciências da Universidade Porto 11 Jan. 2003.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Debater a Proposta de Reforma do Ensino Secundário Faculdade Ciências da Universidade Porto 11 Jan. 2003."— Transcrição da apresentação:

1 Debater a Proposta de Reforma do Ensino Secundário Faculdade Ciências da Universidade Porto 11 Jan. 2003

2 Pareceres recebidos Sugestões de alteração para discussão Pontos de convergência Aspectos mais referidos/dúvidas

3 Foram-nos enviados pareceres por cerca de 75 Escolas do Ensino Básico e Secundário de todo o pais. Muitos professores/sócios da SPF enviaram a sua opinião. Pareceres recebidos Muitas preocupações!

4 Alunos Opção do curso a seguir no 9º ano - demasiado cedo para decidir! Aspectos negativos mais referidos

5 Matriz curricular do Curso Geral de Ciências Disciplinas de FQ e BG opcionais Impossibilidade de seleccionar no 12º ano simultaneamente Física e Química, ou Química e Biologia.

6 Poderão existir no mesmo horário alunos de 10º e 11º ano em FQ – entidade turma?! Possibilidade de um aluno frequentar no 12º ano FQ e Física B ou Química, quais os programas? Sem FQ o aluno pode inscrever-se em Física B? Aspectos referidos/dúvidas Matriz curricular do Curso Geral de Ciências

7 No 3º ciclo pretende-se interdisciplinaridade entre as CN e a FQ no Secundário uma da disciplina limita os conteúdos a leccionar da outra. Numa situação limite - Um aluno pode freqüentar um curso de Ciências tendo apenas Matemática como única disciplina das Ciências exactas?! Aspectos negativos mais referidos

8 Cursos Tecnológicos Desaparecimento dos cursos tecnológico de mecânica, química (controlo de qualidade) e turismo - áreas do presente e do futuro. Curso tecnológico de química é importante: domínio ambiental e da formação de técnicos de laboratórios industriais e escolares. Aspectos negativos mais referidos

9 Cursos Tecnológicos Curso tecnológico de ordenamento do território e ambiente sem química! Cursos tecnológicos de electrónca, construção civil e informática sem Física (ajustada) no 12º ano. Aspectos negativos mais referidos

10 Ingresso Ensino Superior Indefinição da ligação entre os curricula do Ensino Secundário e as condições de acesso ao Ensino Superior. Transferem-se para o Ensino superior competências e objectivos até aqui inerentes ao ensino secundário. As Instituições de Ensino Superior vão começar a dar formação de base (uma espécie de pré-universitário) porque o Ensino Secundário limitou os alunos? Preocupações

11 Avaliação Preocupações Exames - Os alunos podem realizar um exame de uma disciplina bienal da componente geral ou especifica (11º ou 12º)! Podem não realizar exame a FQ, BG....Não realizam a Física, Química ou Biologia 12ºano! Porquê exame de Filosofia no 11º ano do Curso Geral?

12 Sobrevalorização das T.I.C. Introdução das T.I.C. nas outras disciplinas, nomeadamente, nos laboratórios de Ciências. Eliminar as T.I.C. do Secundário, fazer esta formação no Básico. As T.I.C. deverão ter tratamento transversal, e ser obrigatórias na área – projecto. Passar T.I.C. de 4,5h para 3h (no 10ºano). T.I.C. Aspectos referidos

13 As aplicações informáticas podem ser adaptadas aos conteúdos de FQ. A grande maioria dos nossos alunos possui já conhecimentos significativos da utilização desgarrada (sem aplicação nas disciplinas) destas tecnologias. Sugere-se que sejam criadas actividades obrigatórias de utilização das T.I.C. integradas nos programas de todas as disciplinas. Tecnologias Informação e Comunicação Sugestões

14 Carga horária excessiva atribuída no 12º ano, poderia ser distribuída pelos 3 anos. No 12º ano os alunos preocupam-se mais com as classificações do que com o desenvolvimento de projectos investigativos. Passar para o 10º e 11ºano. Substituir área – projecto por uma disciplina de carácter experimental. Área - Projecto Sugestões

15 Disciplinas/programas Hiato entre 9º ano e 11º ano no ensino da FQ, dificuldade na inter-relação de conceitos! A carga horária de FQ é manifestamente reduzida para incluir componente laboratorial obrigatória. Exagero da carga horária da Fil., E.F. e T.I.C. em detrimento de FQ, BG ou GD. Ensino experimental das Ciências, uma vez que a enfatiza-se esse tipo de ensino deveria propor-se uma carga horária para a sua consecução. Preocupações

16 Disciplinas/Programas Mais horas para a formação especifica, FQ e BG obrigatórias no 10º e 11º ano, para além da Matemática. Sugere-se a redução da carga horária da componente geral (T.I.C. + língua estrangeira: 3h + 1,5h) Sugestões Físico – Química Biologia - Geologia

17 Componente de Formação Disciplinas Carga horária Semanal 10º11º12º GeralLíngua Portuguesa Língua Estrangeira I ou II a) Filosofia Educação Física TIC aplicada à Área de Projecto g) 3 1,5 3 1, Sub - total13,5 9 EspecíficaMatemática A 1 disciplina bienal b) 1 disciplina bienal c) 1 disciplina anual d) 4,5 Sub - total13,5 Formação Pessoal e Social Educação Moral e Religiosa e)(1,5) 27 22,5 b) O aluno escolhe uma disciplina entre : Física e Química A Biologia e Geologia c) O aluno escolhe uma disciplina entre: Física e Química A Biologia e Geologia Geometria Descritiva Aplicações Informáticas f) Desenho B f) Economia A f) d) O aluno escolhe uma disciplina entre: Biologia Física B Química Geologia f) Ciência Política f) Literaturas de Língua Portuguesa f) e) Disciplina de frequência facultativa f) Oferta dependente da disponibilidade da escola. g) Esta disciplina incluíria a parceria de docentes de Informática e de uma área relacionada com a formação específica (Técnicas Laboratoriais de Química, Física, Biologia, etc.). Escola Secundária D. Manuel Martins Plano curricular alternativo para o Curso de Ciências e Tecnologias

18 Física e Química A Biologia e Geologia Geometria Descritiva A Biologia Física Química Geologia f) Ciência Política f) Literaturas e Língua Portuguesa f) Componentes de formação DisciplinasCarga horária semanal 10º11º12º GeralLíngua Portuguesa Língua Estrangeira I ou II a) Filosofia Educação Física Sub-total12 6 Específica 2 disciplinas bienais 4,5 2 disciplinas anuais 4,5 Sub-total13,5 Área de projecto d)333 Formação Pessoal e Social Educação Moral e Religiosa(1,5) Total28,5 (30) 28,5 (30) 22,5 (24) Escola secundária Francisco Rodrigues Lobo Plano curricular alternativo para o Curso de Ciências e Tecnologias

19 Agradecemos a vossa atenção !


Carregar ppt "Debater a Proposta de Reforma do Ensino Secundário Faculdade Ciências da Universidade Porto 11 Jan. 2003."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google