A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Educação para a Saúde Cancro Formação Cívica e Área de Projecto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Educação para a Saúde Cancro Formação Cívica e Área de Projecto."— Transcrição da apresentação:

1 Educação para a Saúde Cancro Formação Cívica e Área de Projecto

2 Introdução O nosso grupo vai falar de três tipos de cancro, o cancro da próstata, o cancro da bexiga e o cancro da mama. Esperamos que gostem do trabalho, porque nos aplicamos muito a fazê-lo.

3 Cancro da Próstata

4 O que é o Cancro da Próstata O cancro da próstata é um cancro onde se dá o crescimento anormal das glândulas da próstata de um homem. O cancro da próstata é uma das causas mais comuns de morte com cancro em homens americanos.

5 Sintomas Problemas urinários. Incapacidade de urinar, ou dificuldade em iniciar ou parar o fluxo de urina. Necessidade frequente de urinar, principalmente à noite. Fluxo de urina fraco. Dor ou ardor durante a micção. Dificuldade em ter uma erecção. Sangue na urina ou no sémen. Dor frequente na zona inferior das costas, nas ancas ou na zona superior das coxas.

6 Sintomas

7 Sinais de Alerta Idade: Esta doença é rara em homens com menos de 45 anos. História Familiar: o risco de um homem ter cancro da próstata, é mais elevado se o seu pai ou irmão tiveram a doença. Raça: o cancro da próstata é mais comum nos homens de raça negra. Dieta: Os homens que fazem dietas ricas em gordura tem mais probabilidades do que os outros.

8 Formas de Prevenção Fazer, no mínimo, 30 minutos diários de actividade física; Ter uma alimentação rica em fibras, frutas e vegetais; Reduzir a quantidade de gordura na alimentação, Manter o peso na medida certa; Diminuir o consumo de álcool; Não fumar

9 Métodos de Tratamento Cirurgia A cirurgia é um tratamento comum, nos estados iniciais do cancro da próstata. É um tipo de terapêutica local. O médico pode remover toda a próstata ou apenas uma parte. Existem cinco cirurgias: Prostatectomia supra-púbica radical: o médico remove completamente a próstata. Prostatectomia perineal radical: o médico remove completamente a próstata, através de uma incisão efectuada entre o escroto e o ânus.

10 Métodos de Tratamentos Cirurgia Ressecção trans-uretral da próstata (RTUP): o médico remove parte da próstata, com um instrumento que é inserido através da uretra. Prostatectomia laparoscópica e criocirurgia: estes tipos de cirurgia para o cancro da próstata, encontram-se em estudo em alguns centros médicos. Linfadenectomia pélvica: o médico remove os gânglios linfáticos da pélvis.

11 Métodos de Tratamento Radioterapia Na radioterapia, são utilizados raios de elevada energia para matar as células cancerígenas; é um tipo de terapêutica local. Existem dois tipos de Radioterapia: Radiação externa: a radiação provém de uma máquina. Para este tratamento, a maioria das pessoas vai ao hospital ou clínica. Radiação interna (radiação por implante ou braquiterapia): a radiação provém de material radioactivo contido em sementes, agulhas ou finos tubos de plástico, e que são colocados directamente no local do tumor ou perto.

12 Métodos de Tratamento Hormonoterapia A terapêutica hormonal impede que as células cancerígenas "tenham acesso" às hormonas naturais do nosso organismo, das quais necessitam para se desenvolverem. Existem quatro tipos de Hormonoterapia: Orquidectomia: nesta operação, removem-se os testículos, que são a principal fonte da hormona masculina testosterona.

13 Métodos de Tratamento Hormonoterapia Agonistas da hormona de libertação da hormona luteinizante (LH-RH): estes fármacos podem impedir os testículos de produzir testosterona. Anti-androgénios: estes fármacos podem bloquear a acção dos androgénios. Outros fármacos anti-cancerígenos: fármacos que possam impedir que as glândulas adrenais produzam testosterona.

14 Efeitos Secundários Cirurgia Cansaço Desconforto Dores Incontinência urinária Incontinência fecal Impotência

15 Radioterapia Cansaço Diarreia Micção frequente e desconfortável Pele vermelha, seca e sensível Perda de cabelo e/ou pêlos da zona tratada Incontinência

16 Hormonoterapia Impotência Afrontamentos Perda de desejo sexual Fragilidade óssea Náuseas Diarreia Crescimento ou sensibilidade mamária Dor no abdómen Olhos com um tom amarelado Urina escura

17 Cancro da Bexiga

18 O que é o Cancro da Bexiga O cancro da bexiga ocorre quando as células de qualquer uma das suas camadas começam a crescer sem qualquer controle. Afecta o homem cerca de 3 a 4 vezes mais que a mulher. Idade média de diagnóstico é à volta dos 68 anos

19 Sintomas Os sintomas mais frequentes no cancro da bexiga são: Sangue na urina (com uma cor entre o avermelhado e o vermelho intenso) Dor durante a micção Micções muito frequentes Dor nas costas ou fundo do abdómen Sensação frequente e urgente de micção

20 Sinais de alerta Idade - A probabilidade do cancro da bexiga aumenta com a idade. Tabagismo - Os fumadores de cigarros têm uma probabilidade 2 a 3 vezes superior de desenvolver cancro da bexiga do que os não fumadores. Profissão - Alguns profissionais estão em maior risco de desenvolver cancro da bexiga devido à presença de carcinogénios no local de trabalho.

21 Sinais de alerta Infecções - Estar infectado com determinados parasitas aumenta o risco de cancro da bexiga. Raça - Os indivíduos da raça caucasiana têm uma probabilidade de 2 vezes superior à da raça afro-americana e hispânica. Sexo - Os homens têm uma probabilidade duas a três vezes superior de desenvolver cancro da bexiga do que as mulheres. Antecedentes familiares - As pessoas com familiares que tiveram cancro da bexiga têm maior probabilidade de desenvolver a doença.

22 Formas de prevenção Não fumar Beber com abundância líquidos e não esvaziar a bexiga com frequência Ter uma alimentação rica em frutos e vegetais Evitar a exposição ocupacional de agentes agressivos, de algumas substâncias químicas

23 Métodos de tratamento Cirurgia A cirurgia é um tratamento comum no cancro da bexiga. O tipo de cirurgia depende muito do estado e do grau do tumor. Existem vários tipos de tratamento: Ressecção transuretral (RTU): o médico pode tratar cancros da bexiga em estado precoce (superficiais) através da Ressecção trans-uretral (RTU).

24 Métodos de tratamento Cirurgia Cistectomia radical: nos cancros da bexiga invasivos, o tipo de cirurgia mais comum é a cistectomia radical. Cistectomia segmentar: nalguns casos, pode apenas ser removida parte da bexiga, através de um procedimento designado por cistectomia segmentar.

25 Métodos de Tratamento Radioterapia A radioterapia (terapia por radiação) utiliza raios de alta energia para matar as células cancerígenas. À semelhança da cirurgia, a radioterapia é uma terapia local que apenas afecta as células cancerígenas na área tratada. Radiação externa: a radiação é aplicada com um aparelho de grande dimensão que dirige a radiação para a área do tumor. Radiação interna: é colocado um pequeno recipiente contendo uma substância radioactiva na bexiga através da uretra e da realização de uma incisão no abdómen.

26 Métodos de Tratamento Quimioterapia Quimioterapia intravesical: em doentes com cancro da bexiga superficial, o médico pode recorrer à quimioterapia intravesical, depois de remover o cancro por RTU. Quimioterapia intravenosa: se o cancro tiver invadido profundamente a bexiga ou se estiver disseminado para os gânglios linfáticos ou outros órgãos, o médico pode administrar fármacos através de uma veia. Também existe outra maneira de tratamento: o doente pode apenas receber quimioterapia ou uma combinação com cirurgia, radioterapia ou ambas.

27 Imunoterapia Terapia biológica que utiliza as capacidades naturais do organismo para combater o cancro. A terapia biológica é utilizada mais frequentemente depois de RTU e em caso de cancro superficial da bexiga, ajuda a prevenir recidivas do cancro.

28 Efeitos Secundários Cirurgia Sangue na urina Dificuldade ou dor na micção Micção frequente Função sexual diminui Possível remoção do útero e dos ovários Possível impotência nos homens

29 Radioterapia Cansaço frequente Tom de bronzeado Perda de cabelo ou pelos Pele avermelhada, seca e sensível Provocação de náuseas, vómitos, diarreia ou desconforto urinário diminuição do número de glóbulos brancos Afectação na sexualidade tanto no homem como na mulher

30 Quimioterapia Irritação e algum desconforto ou hemorragia Susceptibilidade a infecções, equimoses ou hemorragias Perda de cabelo Perda de apetite, náuseas, vómitos ou feridas na boca Possíveis lesões a nível renal Possível formigueiro nos dedos, zumbidos no ouvido Perda de audição

31 Imunoterapia Irritação na bexiga Necessidade urgente e frequente de urinar Dores durante a micção Possível cansaço Sangue na urina Náuseas Febre baixa Arrepios

32 Cancro da Mama

33 O que é o Cancro da Mama O cancro da mama é um tumor maligno que se desenvolve nas células do tecido mamário. É muito mais frequente nas mulheres, mas pode atingir também os homens. O cancro da mama apresenta-se, muitas vezes, como uma massa dura e irregular que, quando palpada, se diferencia do resto da mama pela sua consistência.

34 Sintomas Qualquer alteração na mama ou no mamilo, quer no aspecto quer na palpação; Qualquer nódulo ou espessamento na mama, perto da mama ou na zona da axila; Sensibilidade no mamilo; Alteração do tamanho ou forma da mama; Retracção do mamilo (mamilo virado para dentro da mama); Pele da mama, aréola ou mamilo com aspecto escamoso, vermelho ou inchado; pode apresentar saliências ou reentrâncias, de modo a parecer "casca de laranja". Secreção ou perda de líquido pelo mamilo.

35 Sintomas

36 Sinais de Alerta A detecção de um nódulo (caroço) à palpação. O aumento progressivo e assimétrico de uma das mamas. Alterações cutâneas (depressão, espessamento ou endurecimento da pele) localizadas. Retracção de um dos mamilos. Corrimento (branco amarelado ou sanguinolento) mamilar.

37 Conclusão Na nossa opinião achamos que fizemos um bom trabalho e esperamos que tenham gostado muito.

38 Bibliografia saude.pt/Downloads_HSA/IPOP/Comunica%C3%A7%C3% A3o%20e%20Imagem/Folheto%20Bexiga.pdf saude.pt/Downloads_HSA/IPOP/Comunica%C3%A7%C3% A3o%20e%20Imagem/Folheto%20Bexiga.pdf saude.pt/Downloads_HSA/IPOP/Comunica%C3%A7%C3% A3o%20e%20Imagem/Folheto%20Bexiga.pdf saude.pt/Downloads_HSA/IPOP/Comunica%C3%A7%C3% A3o%20e%20Imagem/Folheto%20Bexiga.pdf tematicos/infocancro/index.cfm/tipos/cancro-da- bexiga/cbex-sintomas/ tematicos/infocancro/index.cfm/tipos/cancro-da- bexiga/cbex-sinais-de-alerta/

39 tematicos/infocancro/index.cfm/tipos/cancro-da-bexiga/cbex- metodos-de-tratamento/ saude.pt/Downloads_HSA/IPOP/Comunica%C3%A7%C3% A3o%20e%20Imagem/Folheto%20Bexiga.pdf tematicos/infocancro/index.cfm/tipos/cancro-da- bexiga/cbex-efeitos-secundarios/

40 Joel Santos nº 8 Luís Afonso nº 11 8º B


Carregar ppt "Educação para a Saúde Cancro Formação Cívica e Área de Projecto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google