A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PósARQ - UFSC Análise de La Rotonda de Andrea Palladio, segundo a obra de Pause e Clark – Arquitectura: temas de composición. IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PósARQ - UFSC Análise de La Rotonda de Andrea Palladio, segundo a obra de Pause e Clark – Arquitectura: temas de composición. IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM."— Transcrição da apresentação:

1 PósARQ - UFSC Análise de La Rotonda de Andrea Palladio, segundo a obra de Pause e Clark – Arquitectura: temas de composición. IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM Apresentação: Juliana Demartini Professora: Sônia Afonso Data: 18/05/2004

2 O Autor da Obra Andrea di Pietro della Gondola nasceu em Pádua, Itália, em Aos trinta anos, Andrea conhece um nobre escritor vicentino, Giangiorgio Trissino, que reconhece seu talento e patrocina seus estudos. Trissino, que o adotou como Palladio, apresenta-o a Vitrúvio, induzindo-o aos princípios da arquitetura clássica e à outras disciplinas do Renascimento. Logo após a primeira viagem a Roma, onde voltou várias vezes para aprofundar seus estudos, Palladio tornou-se, certamente por recomendação de Trissino, o principal arquiteto da nobreza de Vicenza. Em 1570, depois de anos de preparação, ele publica seu maior trabalho, que lhe assegura o lugar na história da arquitetura: I Quattro Libri dellArchitettura, no qual expõe seus princípios arquitetônicos e desenhos. Palladio morreu em agosto de 1580, na cidade que adotou como sua – Vicenza – no momento em que havia apenas começado uma de suas maiores obras, o Teatro Olímpico. IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC

3 A linguagem arquitetônica de Palladio A obra de Palladio mostra-se ligada a um sistema projetual que faz uso de uma doutrina de formas e proporções, formando um sistema arquitetônico cuja estrutura e ornamento, forma e função estão perfeitamente integradas. Sua arquitetura obedecia a um sistema rigoroso de fórmulas matemáticas, que regiam, desde o tamanho dos cômodos e suas aberturas, até a composição da fachada. IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC Figura 01- Vila BadoerFigura 02 - Vila Godi

4 A Obra La Rotonda ( ) não foi concebida como residência familiar, mas como residência de repouso. Corresponde rigorosamente às teorias fundamentais de Palladio: simetria absoluta na disposição, desde os quatro pórticos iguais que constituem eixos com o mesmo motivo decorativo, até a sóbria linearidade. A planta é composta pelas mais simples e, portanto, as mais belas figuras geométricas – o quadrado, o círculo e o retângulo. Do centro do salão redondo entende-se o que Palladio queria dizer com as qualidades divinas que atribuía ao círculo: unidade e uniformidade. A identidade das categorias estéticas e teológicas, que era uma peculiaridade da concepção renascentista de arquitetura, só poderia ser alcançada se o cliente estivesse preparado – e no caso da Rotonda estava – para aceitar os objetivos e ideais do arquiteto. É por isso que a Rotonda tornou-se o exemplo de arquitetura ideal. (Palladio) IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC Figura 03 - La Rotonda

5 La Rotonda IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC Figura 04 Vila Rotonda: Planta Baixa, Corte e Fachada Figura 05 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Implantação

6 Análise segundo Pause e Clark IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC A Estrutura Tem a função de definir o espaço, criar unidades e articular a circulação, sugerindo a movimentação e a composição dos módulos. Figura 07 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Planta Baixa Figura 06 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Estrutura

7 Análise segundo Pause e Clark IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC Iluminação Natural Sua importância está relacionada com a quantidade, qualidade e cores, que influenciam a percepção da massa e do volume. Massa Valoriza as idéias relacionadas ao desenho arquitetônico, não se limitando à silhueta – é a imagem perceptiva do edifício em sua integridade. Figura 09 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Massa Figura 08 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Iluminação Natural

8 IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC Análise segundo Pause e Clark Planta x Fachada x Corte Representam as configurações horizontais e verticais do edifício, definindo os espaços e volumes e classificando as funções de cada ambiente. Figura 11 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Fachada Figura 10 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Planta

9 IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC Análise segundo Pause e Clark Circulação x Espaço-uso Representam os componentes dinâmico e estático, respectivamente – juntos formam a essência do edifício. Figura 12 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Circulação x Espaço-uso

10 IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC Análise segundo Pause e Clark Unidade x Conjunto Nesta relação, as unidades estão contidas no conjunto – elas são componentes estruturais agrupados. Neste caso, esta relação está configurada pela agregação de unidades para formar um conjunto. Figura 13 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Unidade x Conjunto

11 IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC Análise segundo Pause e Clark Repetitivo x Singular Para analisar esta relação é necessário considerar certos conceitos como tamanho, orientação, situação, configuração, cores, materiais e textura. La Rotonda tem sua configuração composta por elementos repetitivos que circulam o singular. Figura 14 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Repetitivo x Singular

12 IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC Análise segundo Pause e Clark Simetria e Equilíbrio A simetria é um gênero de equilíbrio, que, por sua vez, é o estado de estabilidade conceitual. O eixo de simetria desta obra está na zona principal de circulação. Figura 15 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Simetria Figura 16 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Equilíbrio

13 IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC Análise segundo Pause e Clark Geometria Sua origem vem da aplicação de formas geométricas simples, de variadas modalidades e sistemas de proporção, e ainda de formas complexas oriundas de manipulações das formas geométricas simples. Nesta obra de Andrea Palladio, se pode notar a combinação de quadrados com um círculo central. É possível encontrar ainda em La Rotonda, os nove quadrados – forma geométrica clássica que relaciona 3 x 3 grupos de quadrados que vão constituir um maior. Figura 17 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Geometria

14 IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC Análise segundo Pause e Clark Adição e Subtração Surgem da agregação ou segregação de formas para compor/criar elementos arquitetônicos. Em La Rotonda, está presente a adição - as partes são adicionadas à unidade central. Figura 18 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Adição

15 IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC Análise segundo Pause e Clark Hierarquia Analisa a relação das propriedades dos espaços em escala de importância, explícitas nos edifícios. O Partido Percebe-se em La Rotonda um clássico exemplo de circulação central, onde se evidencia a organização dos outros espaços em relação ao centro. Figura 20 – PAUSE & CLARK (1997) Vila Rotonda: Planta Baixa

16 IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC Conclusão A obra de Andrea Palladio nasce da análise exaustiva dos conceitos de Vitrúvio e dos edifícios remanescentes da antiguidade clássica romana, quando os princípios matemáticos de proporções regiam nas construções. Através de Arquitectura: temas de composición, Pause e Clark auxiliam a compreensão da linguagem arquitetônica, assim como as suas idéias e métodos utilizados, neste estudo, por Palladio.

17 IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC Anexo Na praia com Palladio Quatro fachadas iguais, como a La Rotonda de Palladio, formam um jogo de simetria e equilíbrio mostrado nos detalhes dessa edificação de despojada em Ilhabela (SP), em que se destaca a harmonia do conjunto. A planta é formada basicamente por um grande quadrado central, rodeado por oito quadrados menores, seguindo a análise de Pause e Clark na fórmula dos nove quadrados. A citação à célebre Rotonda, do arquiteto renascentista italiano Andrea Palladio, pode ser notada nas quatro fachadas iguais e na área central com pé-direito duplo, o centro de convergência e circulação, coroado por um lanternim cercado de telas para assegurar ventilação permanente. O autor dessa releitura de La Rotonda é o arquiteto Davison Becato. Figura 21 – PROJETODESIGN Edição 249 Novembro 2000

18 IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM PósARQ - UFSC BIBLIOGRAFIA PAUSE, C. & CLARK, R. H. Arquitectura: temas de composición. Editora Gili, 2ª edição, México, Lista de Figuras: Figura 01 - Vila Badoer. Disponível em: Acesso: 16/05/2004.http://www.archimedia.it/palladio/badoera_eng.html Figura 02 - Vila Godi. Acesso em: 16/05/2004.http://www.boglewood.com/palladio/analysis Figura 03 - La Rotonda. Disponível em: Acesso: 16/05/2004.http://ucsnews.ucs.br/ccet/deme/emsoares/inipes/palladio Figura 04 - Vila Rotonda – Planta, Corte e Fachada. Disponível em: deme/emsoares/inipes/palladio. Acesso: 16/05/2004. *As Figuras 05 a 20 foram retiradas da Obra citada nesta Bibliografia. Figura 21 – Projeto Design. Disponível em: Acesso: 16/05/2004.http://www.arcoweb.com.br/arquitetura/arquitetura123.asp


Carregar ppt "PósARQ - UFSC Análise de La Rotonda de Andrea Palladio, segundo a obra de Pause e Clark – Arquitectura: temas de composición. IDÉIA, MÉTODO E LINGUAGEM."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google