A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA: A EXPERIÊNCIA DO POGRAMA DE VOCAÇÃO CIENTÍFICA (PROVOC) NA FIOCRUZ Laboratório de Iniciação Científica na Educação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA: A EXPERIÊNCIA DO POGRAMA DE VOCAÇÃO CIENTÍFICA (PROVOC) NA FIOCRUZ Laboratório de Iniciação Científica na Educação."— Transcrição da apresentação:

1 INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA: A EXPERIÊNCIA DO POGRAMA DE VOCAÇÃO CIENTÍFICA (PROVOC) NA FIOCRUZ Laboratório de Iniciação Científica na Educação Cristina Araripe Ferreira Coordenadora

2 A curiosidade como inquietação indagadora, como inclinação ao desvelamento de algo, como pergunta verbalizada ou não, como procura de esclarecimento, como sinal de atenção que sugere alerta faz parte integrante do fenômeno vital. Não haveria criatividade sem a curiosidade que nos move e que nos põe pacientemente impacientes diante do mundo que não fizemos, acrescentando a ele algo que fazemos (FREIRE, Paulo, Pedagogia da autonomia, 29a. edição, São Paulo, Paz e Terra, 1996, p. 32).A curiosidade como inquietação indagadora, como inclinação ao desvelamento de algo, como pergunta verbalizada ou não, como procura de esclarecimento, como sinal de atenção que sugere alerta faz parte integrante do fenômeno vital. Não haveria criatividade sem a curiosidade que nos move e que nos põe pacientemente impacientes diante do mundo que não fizemos, acrescentando a ele algo que fazemos (FREIRE, Paulo, Pedagogia da autonomia, 29a. edição, São Paulo, Paz e Terra, 1996, p. 32).

3 Um histórico, em poucas palavras: O PROVOC na Fiocruz/Ministério da Saúde 21 anos de iniciação científica para alunos do ensino médio

4

5 Breve cronologia Agosto de 1986, o Politécnico da Saúde organiza a primeira turma de alunos do PROVOC em Manguinhos; 9 pesquisadores-orientadores, 5 co-orientadores e 14 alunos do Colégio de Aplicação da UERJ dão início às atividades em 7 departamentos do IOC (Biologia, Entomologia, Fisiologia e Farmacologia, Malacologia, Micologia, Patologia e Protozoologia); Agosto de 1986, o Politécnico da Saúde organiza a primeira turma de alunos do PROVOC em Manguinhos; 9 pesquisadores-orientadores, 5 co-orientadores e 14 alunos do Colégio de Aplicação da UERJ dão início às atividades em 7 departamentos do IOC (Biologia, Entomologia, Fisiologia e Farmacologia, Malacologia, Micologia, Patologia e Protozoologia); em 1987, outras escolas começam a participar do Programa, ; em 1987, outras escolas começam a participar do Programa, ; em 1996, um novo marco é estabelecido, o Projeto de Ampliação e Descentralização do PROVOC, com apoio da Fundação Vitae, permite a criação do Programa nos centros regionais da Fiocruz em Belo Horizonte (CPqRR), Recife (CPqAM) e Salvador (CPqGM); em 1996, um novo marco é estabelecido, o Projeto de Ampliação e Descentralização do PROVOC, com apoio da Fundação Vitae, permite a criação do Programa nos centros regionais da Fiocruz em Belo Horizonte (CPqRR), Recife (CPqAM) e Salvador (CPqGM); convênios são assinados, na área de Física no Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), em Química no Centro de Pesquisas (CENPES) da Petrobras e em Informática na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio); convênios são assinados, na área de Física no Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), em Química no Centro de Pesquisas (CENPES) da Petrobras e em Informática na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio); em 2008, o PROVOC atinge um total de 17 instituições de ensino, incluindo alunos egressos do Centro de Ações Solidárias da Maré (CEASM), da Redes da Maré e das escolas públicas do entorno da Fiocruz- RJ que participam do DLIS-Manguinhos (Programa de Desenvolvimento Local, Integrado e Sustentável) e do Somar/Bio-Manguinhos (produção de imunobiológicos); em 2008, o PROVOC atinge um total de 17 instituições de ensino, incluindo alunos egressos do Centro de Ações Solidárias da Maré (CEASM), da Redes da Maré e das escolas públicas do entorno da Fiocruz- RJ que participam do DLIS-Manguinhos (Programa de Desenvolvimento Local, Integrado e Sustentável) e do Somar/Bio-Manguinhos (produção de imunobiológicos); em 2004, com a criação do Laboratório de Iniciação Científica na Educação Básica, consolida-se a pesquisa na área da educação em ciências na EPSJV, o que permite, entre outras importantes conquistas, o fortalecimento de uma linha de pesquisa em educação não-formal, articulada aos estudos sobre juventudes, profissões e carreiras de C&T. em 2004, com a criação do Laboratório de Iniciação Científica na Educação Básica, consolida-se a pesquisa na área da educação em ciências na EPSJV, o que permite, entre outras importantes conquistas, o fortalecimento de uma linha de pesquisa em educação não-formal, articulada aos estudos sobre juventudes, profissões e carreiras de C&T.

6 Jornada PIBIC e PROVOC no IPqRR/Fiocruz (Belo Horizonte- MG) em junho de 2004

7 21 anos de experiência do Provoc/Fiocruz O PROVOC é hoje um modelo educacional consolidado, na FIOCRUZ e nas instituições parceiras (CBPF, Cenpes/Petrobras, Puc-Rio, UFMG, UFPE), tendo recebido, ao todo, mais de 1700 jovens (alunos do ensino médio), para fazerem iniciação científica; O PROVOC é hoje um modelo educacional consolidado, na FIOCRUZ e nas instituições parceiras (CBPF, Cenpes/Petrobras, Puc-Rio, UFMG, UFPE), tendo recebido, ao todo, mais de 1700 jovens (alunos do ensino médio), para fazerem iniciação científica; o Programa surge para incentivar esses jovens a seguirem carreiras científicas, porém, com o tempo amplia sua finalidade, sendo atualmente um projeto voltado para a inovação educacional no campo da educação científica; o Programa surge para incentivar esses jovens a seguirem carreiras científicas, porém, com o tempo amplia sua finalidade, sendo atualmente um projeto voltado para a inovação educacional no campo da educação científica; a exemplo do Programa Integrado de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) do CNPq, o PROVOC se afirma como modelo de iniciação científica a partir da integração de jovens em atividades e/ou projetos de pesquisa, sempre sob a orientação acadêmica de um pesquisador ou tecnologista. a exemplo do Programa Integrado de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) do CNPq, o PROVOC se afirma como modelo de iniciação científica a partir da integração de jovens em atividades e/ou projetos de pesquisa, sempre sob a orientação acadêmica de um pesquisador ou tecnologista.

8 Jornadas do PROVOC no CENPES/Petrobras

9 Orientação acadêmica: desafios para os pesquisadores nos moldes da orientação acadêmica, o PROVOC se inspira, inicialmente, na idéia grega que percorre até hoje a nossa cultura - ensino centrado na figura do mestre - e, conseqüentemente, na relação entre mestre e aprendiz (Mentor é um personagem da Odisséia, de Homero, séc. VIII a.C., que é amigo e conselheiro de Ulisses, e preceptor de seu filho Telêmaco). nos moldes da orientação acadêmica, o PROVOC se inspira, inicialmente, na idéia grega que percorre até hoje a nossa cultura - ensino centrado na figura do mestre - e, conseqüentemente, na relação entre mestre e aprendiz (Mentor é um personagem da Odisséia, de Homero, séc. VIII a.C., que é amigo e conselheiro de Ulisses, e preceptor de seu filho Telêmaco). Novas perspectivas para os alunos: o modelo da orientação acadêmica não é facilmente compreendido no nível médio de ensino, os próprios pesquisadores tendem a confundi-lo com aulas. Porém, na dinâmica de pesquisa os alunos começam a perceber que o Provoc não é uma IC curricular. o modelo da orientação acadêmica não é facilmente compreendido no nível médio de ensino, os próprios pesquisadores tendem a confundi-lo com aulas. Porém, na dinâmica de pesquisa os alunos começam a perceber que o Provoc não é uma IC curricular.

10 Compromissos e desafios do PROVOC: o Programacompromisso, indiscutível e inadiável, com a sociedade brasileira que reivindica a melhoria da qualidade da educação no país, em especial, da área da educação de jovens; o Programa tem um compromisso, indiscutível e inadiável, com a sociedade brasileira que reivindica a melhoria da qualidade da educação no país, em especial, da área da educação de jovens; o PROVOC tem como desafio maior o fortalecimento dos princípios filosóficos, éticos e políticos da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) que prevê a universalização do Ensino Médio no Brasil; o PROVOC tem como desafio maior o fortalecimento dos princípios filosóficos, éticos e políticos da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) que prevê a universalização do Ensino Médio no Brasil; Políticas públicas: atualmente, o Programa, mais do que incentivar jovens a seguirem carreiras científicas, busca contribuir para uma efetiva discussão sobre a crise que se instalou no sistema educacional brasileiro, sobretudo, no que se refere à falta de perspectivas profissionais no campo da C&T; Políticas públicas: atualmente, o Programa, mais do que incentivar jovens a seguirem carreiras científicas, busca contribuir para uma efetiva discussão sobre a crise que se instalou no sistema educacional brasileiro, sobretudo, no que se refere à falta de perspectivas profissionais no campo da C&T; rompendo com as dicotomias entre teoria e prática, ciência básica e ciência aplicada, pensamento concreto e pensamento abstrato, trabalho intelectual e trabalho manual, entre outras,o PROVOC reafirma a importância de uma formação científica de jovens voltada para a compreensão dos conceitos básicos da C&T e das práticas científicas instituintes. rompendo com as dicotomias entre teoria e prática, ciência básica e ciência aplicada, pensamento concreto e pensamento abstrato, trabalho intelectual e trabalho manual, entre outras, o PROVOC reafirma a importância de uma formação científica de jovens voltada para a compreensão dos conceitos básicos da C&T e das práticas científicas instituintes.

11 Elementos estruturantes do PROVOC: missão institucional da Fiocruz, em particular, EPSJV; missão institucional da Fiocruz, em particular, EPSJV; despertar o interessee dar- lhes o prazer de aprender ciência fazendo ciência despertar o interesse dos jovens pela ciência e tecnologia, e dar- lhes o prazer de aprender ciência fazendo ciência; preparar os jovens para as escolhas profissionais do século XXI; preparar os jovens para as escolhas profissionais do século XXI; o tema trajetórias de trabalho dos jovens, no âmbito dos fóruns de discussão sobre a reforma do ensino médio; o tema trajetórias de trabalho dos jovens, no âmbito dos fóruns de discussão sobre a reforma do ensino médio; parcerias externas: convênios com escolas e instituições de pesquisa, Projeto O Jovem e a Ciência no Futuro (FeSBE e CApUFRJ), participação em atividades de educação não-formal, entre outras. parcerias externas: convênios com escolas e instituições de pesquisa, Projeto O Jovem e a Ciência no Futuro (FeSBE e CApUFRJ), participação em atividades de educação não-formal, entre outras.

12 Projeto O Jovem e a Ciência no Futuro (Provoc/Fiocruz, CAp UFRJ e FeSBE)

13 Provoc em números:

14

15

16

17 Juventude e Escola: trajetórias Relatório Ipea, abril de 2008 (alguns dados) Defasagem escolar: Entre 15 e 17 anos – 34% de alunos retidos no Ensino Fundamental Entre 18 a 24 anos – 12,7 % de alunos frenqüentam o Ensino Superior Proporção de jovens fora da escola é crescente: Entre 15 a 17 anos – 17% fora da escola Entre 18 a 24 anos – 66% fora da escola Oportunidade de emprego retira o jovem da escola: 42,2 % Gravidez: 21,1% Jovens que dizem querer voltar para a escola: 69,5%

18 Políticas Públicas: IC e Juventude Ensino Médio passa ocupar um lugar importante na política educacional do governo Lula Políticas voltadas para a juventude começam a ser discutidas, algumas iniciativas dão lugar a programas governamentais.

19 PROBLEMATIZAÇÃO Ao ensino médio, em sua maior complexidade, atribui-se o desafio de cumprir múltiplas finalidades: educar para a vida, educar para o mundo do trabalho e assegurar conhecimentos para a continuidade dos estudos (IPEA, 2008, p. 22). O persistente retorno dos jovens à escola deve ser visto como uma oportunidade de se repensar o sistema educacional de forma a assegurar um aprendizado que tanto estimule quanto assegure a trajetória de sucesso escolar. (Idem, p. 17) a universalização do acesso em um sistema educacional que não foi estruturado para lidar com a diversidade dos alunos gerou uma escola que acaba transformando desigualdades sociais em desigualdades de resultados escolares (Ibdem, p. 17) O atraso no percurso escolar também é responsável pela procura do ensino noturno, contexto em que a escola cumpre o papel de espaço de sociabilidade e de troca de experiências entre os jovens que a freqüentam. Assim, especialistas afirmam que, em muitos casos, o trabalho vem como conseqüência da freqüência à escola noturna (Ibdem, p. 19).

20 Provoc- Dlis/Manguinhos Em 2003, 15 alunos de escolas públicas estaduais, moradores das comunidades do Complexo de Manguinhos, iniciam o Provoc no âmbito do Projeto de Desenvolvimento Local, Integrado e Sustentável, coordenado pela Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp). Em 2003, 15 alunos de escolas públicas estaduais, moradores das comunidades do Complexo de Manguinhos, iniciam o Provoc no âmbito do Projeto de Desenvolvimento Local, Integrado e Sustentável, coordenado pela Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp). A participação dos alunos em um projeto de pesquisa interdisciplinar é discutida com a equipe técnico-científica do Laboratório Territorial de Manguinhos que assume a orientação acadêmica do grupo, em moldes diferentes daqueles praticados no ensino superior (graduação e pós-graduação). A participação dos alunos em um projeto de pesquisa interdisciplinar é discutida com a equipe técnico-científica do Laboratório Territorial de Manguinhos que assume a orientação acadêmica do grupo, em moldes diferentes daqueles praticados no ensino superior (graduação e pós-graduação).

21 Provoc-Dlis/Manguinhos Aos poucos, a Coord. do Provoc observa que seria necessário qualificar melhor a nossa equipe para acompanhar pedagogicamente o trabalho em desenvolvimento. Logo tornou-se evidente que os pesquisadores-orientadores não estavam preparados para enfrentar as dificuldades que esses alunos possuem, uma coisa é fazer palestra, participar de debates e dar cursos para os jovens das comunidades do entorno, outra coisa é a incorporação desses jovens nas equipes e/ou laboratórios envolvidos nas pesquisas. Aos poucos, a Coord. do Provoc observa que seria necessário qualificar melhor a nossa equipe para acompanhar pedagogicamente o trabalho em desenvolvimento. Logo tornou-se evidente que os pesquisadores-orientadores não estavam preparados para enfrentar as dificuldades que esses alunos possuem, uma coisa é fazer palestra, participar de debates e dar cursos para os jovens das comunidades do entorno, outra coisa é a incorporação desses jovens nas equipes e/ou laboratórios envolvidos nas pesquisas. Os alunos têm interesse e estão estimulados, mas, falta apoio familiar, a escolarização é insuficiente e inadequada, praticamente não há condições de competirmos com as falsas idéias sobre profissionalização e mercado de trabalho para jovens no Brasil (tempo x educação). Os alunos têm interesse e estão estimulados, mas, falta apoio familiar, a escolarização é insuficiente e inadequada, praticamente não há condições de competirmos com as falsas idéias sobre profissionalização e mercado de trabalho para jovens no Brasil (tempo x educação).

22 Fiocruz – Manguinhos - Rio/RJ Provoc-Dlis

23

24

25 Provoc em Bio- Manguinhos/Fiocruz Responsabilidade social e ambiental: entre suas metas, contribuir para a formação e profissionalização de jovens de famílias de baixa renda (lógica da empresa pública). 2008: ampliação da experiência institucional, alunos de EM, moradores de Manguinhos, passam a integrar as equipes de áreas tecnológicas onde há espaço para a formação científica em imunobiologia.

26 Programa de Vocação Científica (Provoc) Coordenação Geral/Fiocruz Cristina Araripe Ferreira Secretaria Executiva Maria Emília S. Boueri Rossigneux Equipe técnico-pedagógica Etapa da Iniciação Telma de Mello Frutuoso Etapa do Avançado Cristiane Nogueira Braga Temas transversais de pesquisa Ana Teresa Filipecki Bianca Antunes Cortes Ignez Siqueira Inêz Sodré Isabela Cabral Felix de Sousa Marcia de Oliveira Teixeira Páulea Zaquini M. Lima

27 OBRIGADA


Carregar ppt "INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA: A EXPERIÊNCIA DO POGRAMA DE VOCAÇÃO CIENTÍFICA (PROVOC) NA FIOCRUZ Laboratório de Iniciação Científica na Educação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google