A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Profº André Maia INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO SUPERIOR (IES) 1ª SÉRIE DE ENFERMAGEM 2012.2 – NOITE Aula - 02.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Profº André Maia INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO SUPERIOR (IES) 1ª SÉRIE DE ENFERMAGEM 2012.2 – NOITE Aula - 02."— Transcrição da apresentação:

1 Profº André Maia INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO SUPERIOR (IES) 1ª SÉRIE DE ENFERMAGEM – NOITE Aula - 02

2 Profº André Maia Normas Institucionais REGIME ACADÊMICO A FG adota o Regime de Seriado Semestral, em que as disciplinas dos cursos de graduação são ofertadas por semestre letivo, cabendo ao aluno cursar todas as disciplinas regulares previstas para a sua série de vínculo; igualmente as avaliações da aprendizagem e da freqüência também realizadas dentro do período do semestre

3 Profº André Maia O aluno deve renovar sua matrícula a cada semestre letivo, na forma e nas datas definidas pela Faculdade; A renovação de matrícula é o ato formal e indispensável para se considerar o aluno regularmente matriculado e para a manutenção de seu vínculo com a Faculdade; A não renovação da matrícula suspende o vínculo do aluno com a Faculdade. Normas Institucionais

4 Profº André Maia A matrícula é o ato formal de vinculação do aluno à Faculdade e ao Curso. E, como a FG adota o regime seriado semestral, a renovação da matrícula é feita por semestre. Matrícula

5 Profº André Maia Matrícula Inicial na Série A matrícula inicial ocorre: -Por ingresso do aluno através de processo seletivo promovido pela própria Faculdade; -Por transferência de aluno proveniente de outra Instituição de Ensino Superior; -Por ingresso de portadores de diploma de graduação.

6 Profº André Maia O aluno deve comprovar: - A conclusão do curso de ensino médio ou equivalente; - A classificação satisfatória no respectivo processo seletivo e - A apresentação da documentação exigida para a matrícula.

7 Profº André Maia Retorno ao Curso O aluno que houver interrompido seu curso, por trancamento de matrícula ou abandono, pode retornar à Faculdade, existindo vaga, devendo, obrigatoriamente, adequar-se ao projeto pedagógico e, consequentemente, à estrutura curricular em vigor e às demais exigências acadêmicas e administrativas. Autorizado o retorno, o aluno deve procurar o Diretor do Curso para iniciar o processo de renovação da matrícula, com a definição de sua situação acadêmica.

8 Profº André Maia Aluno com FIES Brasil O aluno inscrito no FIES e/ou PROUNI deve verificar se o cadastro já foi efetuado e fazer a renovação da matrícula seguindo os procedimentos rotineiros. FIES  é um produto do Instituto Educar que oferece uma nova oportunidade de acesso ao Ensino Superior, auxiliando estudantes de todo o Brasil no processo de contratação do FIES (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior)

9 Profº André Maia Aluno com Bolsa O aluno beneficiado com bolsa deve, a cada semestre letivo, no período de renovação de matrícula, procurar o Setor responsável para se certificar de que a bolsa está cadastrada, mantida ou não renovada e se orientar sobre qual providência a ser tomada. OBS: O aluno sempre deverá ficar atento aos comunicados emitidos pela Faculdade e principalmente cumprir os prazos estabelecidos.

10 Profº André Maia Aluno concluinte O aluno que já cumpriu todas as séries regulares, embora lhe faltando cursar disciplinas para concluir o curso, deve procurar o seu respectivo Diretor do curso para iniciar o processo de renovação da matrícula, com a definição de sua situação acadêmica, mantendo-se o seu vínculo à última série do curso.

11 Profº André Maia Aprovado(a) ou Reprovado(a) Aluno com disciplina de série regular em situação de aproveitada, aprovada ou reprovada, deve fazer matrícula na série, verificando a proporcionalidade na parcela financeira. Quanto à disciplina reprovada, deverá ser cursada em regime de dependência, no mesmo semestre letivo ou posteriormente.

12 Profº André Maia Oferta especial Aluno com disciplinas pendentes das séries anteriores poderá cursá-las em regime de adaptação ou de dependência nas turmas de oferta especial programadas para o mês de julho e para o primeiro e segundo semestres conforme aprovação de projeto pela Direção do Curso e Direção Acadêmica.

13 Profº André Maia AJUSTE DE MATRÍCULA No prazo estabelecido no Calendário Acadêmico e no Edital de Matrícula, pode o aluno promover ajustes na sua matrícula, solicitando mudança de turma e inclusão ou cancelamento de matrícula em disciplina extra (adaptação e dependência) com oferta em turma regular.

14 Profº André Maia Diferenças da FG O EXAME DE PROFICIÊNCIA é um sistema especial de avaliação das potencialidades, conhecimentos e experiência profissional anteriores do aluno, que lhe possibilita avançar nos estudos, mediante comprovada demonstração do domínio do conteúdo e das habilidades e competências requeridas por disciplina ou grupo de disciplinas do currículo do seu curso.

15 Profº André Maia Para requerer Exame de Proficiência Estar devidamente matriculado na disciplina; Não ter sido reprovado na disciplina solicitada; Não ter sido reprovado anteriormente em Exame de Proficiência para a mesma disciplina ou disciplina equivalente; Estar em dia com suas obrigações na Faculdade; Atender às exigências estabelecidas no Edital de Exame de Proficiência divulgado No período estabelecido no Calendário Acadêmico.

16 Profº André Maia APROVEITAMENTO DE ESTUDOS Trata-se do processo em que o aluno aproveita e incorpora ao seu histórico escolar, disciplinas cursadas anteriormente, com aprovação, em nível superior. O aluno interessado deve preencher requerimento na Central de Atendimento.

17 Profº André Maia ATIVIDADES COMPLEMENTARES Entende-se como Atividades Complementares, na FG, o conjunto de atividades de atualização e complementação de formação profissional que abordem temas correlatos à área de conhecimento de cada curso de graduação. As atividades complementares estão devidamente regulamentadas pelo Conselho Acadêmico (CONAC)

18 Profº André Maia ENADE Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE), instituído pela Lei de 14 de abril de 2004, como parte integrante do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), tem o objetivo de acompanhar o processo de aprendizagem dos alunos de Graduação em relação aos conteúdos programáticos previstos nas Diretrizes Curriculares dos Cursos.

19 Profº André Maia Aluno irregular O Enade é componente curricular obrigatório dos cursos de graduação e sua regularidade é condição prévia a conclusão de curso e consequentemente expedição do diploma. Dessa forma, o estudante ingressante ou concluinte que for convocado a participar do Exame e não comparecer a prova, torna-se irregular junto ao Ministério de Educação.


Carregar ppt "Profº André Maia INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO SUPERIOR (IES) 1ª SÉRIE DE ENFERMAGEM 2012.2 – NOITE Aula - 02."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google