A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O que é Geologia ? A Geologia é a ciência da Terra, de seu arcabouço, da sua composição, de seus processos internos e externos e de sua evolução. O campo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O que é Geologia ? A Geologia é a ciência da Terra, de seu arcabouço, da sua composição, de seus processos internos e externos e de sua evolução. O campo."— Transcrição da apresentação:

1 O que é Geologia ? A Geologia é a ciência da Terra, de seu arcabouço, da sua composição, de seus processos internos e externos e de sua evolução. O campo de atividade da Geologia é, por conseguinte, a porção da terra constituída de rochas que, por sua vez, são as fontes de informações. Entretanto, a formação das rochas de um conjunto de fatores físicos, químicos, donde os interesses se entrecruzarem repetidamente.

2 Conceitos Ciência cujo objetivo é o conjunto da origem da formação e das sucessivas transformações do globo terrestre e da evolução do seu mundo orgânico. (Dicionário) É a ciência da terra, de seu arcabouço, de sua composição, de seus problemas internos e externos e de sua evolução. (Popp) Como ciência procura decifrar a história geral da terra, desde o momento em que se formaram as rochas até o presente. (Victor Lienz e Sérgio E. do Amaral )

3 Objeto É objeto da Geologia Geral o estudo dos agentes de formação e transformação das rochas, da composição e disposição das rochas na crosta terrestre.

4 A formação da Terra Quando se formou, a terra era constituída por um material pastoso devido às altas temperaturas

5 Pouco a pouco a terra começou a esfriar e sua superfície endurecia lentamente, formando blocos de rochas muito finos. Isso durou alguns bilhões de anos.

6 Durante esse processo, muitas vezes essa camada endurecida - a Crosta terrestre - rompia-se pela pressão do material quente, derretido e em constante movimento,existente nas regiões mais interiores do planeta. Então gases e vapore, inclusive vapor de água, eram liberados para o exterior. A água estava presente desde o princípio. Os gases e os vapores elevavam-se a grandes alturas, formando imensas nuvens que envolviam e escureciam o planeta. Assim deve ter sido a Atmosfera primitiva. Por muito tempo a superfície do planeta era tão quente que, quando uma gota de água caía, se transformava imediatamente em vapor. Porém essa "chuva" ajudou a baixar o calor das rochas e apressou o seu resfriamento.

7 Chegou um momento em que as gotas de água que caíam das nuvens não mais retornavam sob a de vapor, mas permaneciam na forma de água no estado líquido. Assim começou o acúmulo de água nas depressões da crosta, que iriam forma os mares e o oceanos. Essa hidrosfera primitiva possivelmente tinha uma constituição diferente da atual, o que deve ter possibilitado o aparecimento da vida em nosso planeta. A partir do momento em que surgiram os organismos vivos - há mais ou menos 3 milhões de anos -, as condições da Terra começaram a sofrer modificações contínuas até adquirir o aspecto e a composição atual.

8 Forma, tamanho, peso e densidade da terra. A terra é um esferóide achatado nos pólos e dilatados no equador. Considerando que um circuito tem 360 graus, e cada grau ao longo de seu meridiano equivale a uma distância de 111 Km, conclui-se que a circunferência da terra é de 360 vezes 111 Km, ou seja, aproximadamente Km. A Terra tem um diâmetro de aproximadamente Km, seu volume corresponde a aproximadamente 1,08 bilhões de Km3, com área equivalente a 150 milhões de Km2. A massa ou peso é calculada mediante a lei da gravitação de Newton. Com um par de escalas sensíveis e a balança de Eátvos, os físicos podem comparar a atração da terra com a de uma bola de chumbo ou de quartzo de peso equivalente conhecido. O peso da terra por este método é de aproximadamente 5,6 xextilhões ( ou 5,6 x toneladas). A densidade é determinada dividindo-se o peso (massa) pelo volume. Assim chegamos a uma densidade de 5,52, ou seja, 5,5 vezes mais pesada que a água. Se as rochas da superfície tem uma densidade média entre 2,7 e 3,0, o interior da terra deve ser bem mais denso.

9 Os componentes da Terra Atualmente o interior da terra ainda permanece quente e apresenta-se estratificado, isto é, em camadas.O Núcleo, o Manto e a Crosta terrestre são as camadas internas da terra.

10 Núcleo O núcleo, com cerca de Km de raio é formado por rochas e por uma liga metálica constituída principalmente de ferro e níquel a uma temperatura por volta de 3500º C. Sua consistência é líquida, mas supõe-se que mais no interior exista um núcleo sólido.

11 Manto O manto é uma grossa camada rochosa, com cerca de Km de espessura, que envolve o núcleo e que compões a maior parte da massa terrestre. É formado principalmente por silício e magnésio. Sua consistência é pastosa e está em constante movimentação. A lava que sai dos vulcões é constituída pelo magma (rochas derretidas) proveniente do manto.

12 Crosta terrestre A crosta terrestre fica acima do manto. É constituída principalmente por silício e alumínio. As extensas porções de água - a hidrosfera - isolam regiões mais elevadas da crosta, formando os continentes.

13 Composição da Terra As melhores informações cobre o interior da terra são fruto de estudos da propagação das ondas sísmicas originadas pelos terremotos. Um terremoto transmite energia através da terra na forma de ondas que são sentidas como tremores mesmo a uma distância considerável da origem. As vibrações da crosta são medidas com sismógrafos. Em um terremoto são produzidos três tipos de ondas sísmicas :

14 A ) Ondas primárias ( P ) - Ondas longitudinais, de pequena amplitude, semelhantes às ondas sonoras. Quando estas ondas passam de uma camada de menor densidade para outra de maior densidade, a sua velocidade aumenta. Em camada líquida sua velocidade diminui e a onda sofre refração e reflexão. Esse fenômeno resulta numa região sobre a terra que não são recebidas estas ondas ( zona de sombra ) ; tal fato foi um dos determinantes da descoberta de que o núcleo da terra está em estado de fusão. As ondas ( P ) viajam em velocidade que variam entre 5,5 e 13,8 Km/s. B ) Ondas secundárias ( S ) - Ondas transversais, de modo que cada partícula vibra transversalmente à propagação da onda. As ondas ( S ) não se propagam através de líquidos. Sua velocidade varia de 3,2 a 7,3 Km/s. C ) Ondas longas ou de superfície ( L ) - Oscilações ou ondas de grande comprimento, as quais se propagam na crosta terrestre somente quando as ondas ( P ) e ( S ) a atingem. São ondas lentas, com velocidade entre 4 e 4,4 Km/s.

15 As velocidades mostram pronunciadas mudanças a certas profundidades no interior da terra. As principais estão a profundidades de : A) 10 a 15 Km, Crosta; B) 30 a 40 Km, Descontinuidade de Mohorovicic; C) Km, Descontinuidade de Dahm.

16 Os minerais Mineral - É o elemento ou composto químico resultante de processos inorgânicos, de composição química geralmente definida e encontrado naturalmente na crosta terrestre. Em geral os minerais são sólidos, com exceção da água e do mercúrio que se apresentam no estado líquido, em condições normais de pressão e temperatura.

17 Propriedades físicas dos minerais Estrutura Os minerais em sua maioria ocorrem no estado cristalino, onde os átomos ou agrupamentos de átomos dispostos regularmente, segundo sistemas fixos e constantes, ou seja, conservando-se invariável as distâncias entre átomos que se repetem, numa linha, assim como as distâncias entre as fileiras de átomos ou entre os planos formados pelas fileiras e complanares para quase todos os minerais, se conseguiu determinar sua rede cristalina própria.

18 Formas dos cristais Dependendo das distâncias entre os átomos ou grupos de átomos nas três direções do espaço, e dos ângulos que estas direções fazem entre si, os cristais são subdivido em sete sistema cristalinos: Cúbico - Tetragonal - Trigonal - Hexagonal - Rômbico - Monoclínico - Triclínico

19 Clivagem Propriedade que tem uma substância cristalina em dividir-se em planos paralelos. Ela se dá graças à estrutura íntima do respectivo mineral. Os planos de clivagem são sempre paralelos a uma face possível do cristal. Pode ocorrer uma clivagem segundo uma ou mais direções.

20 Dureza É a resistência que um mineral oferece à penetração de uma ponta aguda que tentará risca o mineral. Esta ponta aguda poderá ou não risca o mineral. Para a comparação da dureza dos diferentes minerais usa-se uma escala relativa, segundo Mohs, na qual os intervalos não obedecem à proporcionalidade dos minerais, que simplesmente ordenam os minerais.

21 Informações úteis a determinação da dureza A unha humana risca minerais de durezas 1 e 2; Aço comum e vidro riscam até 5; Minerais de 6 e 7 riscam o vidro; Minerais 8 a 10 cortam o vidro. Minerais da mesma dureza riscam-se mutuamente, mas de forma fraca.

22 Como vimos, há aproximadamente 4,5 bilhões de anos, a Terra era formada por um material pastoso (derretido) devido às altas temperaturas. Aos poucos a superfície do planeta esfriou e os componentes desse material tornaram-se sólidos, originando as rochas que formaram a Crosta Terrestre. As Rochas, juntamente com os fósseis, são os elementos que o geólogo usa para decifrar os fenômenos geológicos atuais e do passado. Define- se rocha como um agregado natural formado por um ou mais minerais ( inclusive vidro vulcânico e matéria orgânica ). Rochas

23 Hoje, logo abaixo da superfície, encontramos rochas inteiras ( compactas ), formando imensas camadas. As grandes "pedras" que se vê na superfície da Terra, às vezes verdadeiras montanhas, não passa de prolongamentos de rochas existentes no subsolo. As Rochas são divididas em três grupos: Rochas Magmáticas ou Ígneas Rochas Sedimentares Rochas Metamórficas

24 Rochas Magmáticas A massa incandescente que existe no interior dos vulcões e que eles lançam para fora chama-se Magma. As rocha magmáticas ou ígneas são aquelas formadas pela solidificação do magma. Delas se derivam por processos variados as rochas Sedimentares e Metamórficas.

25

26 Esses processos podem ter ocorridos de duas maneiras: O magma foi se resfriando lentamente no interior de terra e transformando-se em rocha, a chamada rocha intrusiva. Por exemplo o granito. Às vezes os vulcões lançam o magma para fora da Terra em forma de lava. Ao solidificar-se, a lava transforma-se em rocha, chamada então de rocha extrusiva.

27 Por exemplo Basalto e Pedra-pomes. As rochas magmáticas têm as seguintes características: São muito duras; Apresentam-se em forma de grandes blocos Não contêm fósseis ( resto de animais e vegetais) Conheça algumas rochas magmáticas O Granito É uma rocha magmática que apresenta uma resistência muito grande ao fracionamento e dificilmente se altera, por essa razão, é largamente empregado na pavimentação de ruas e na construção de casa e edifícios.

28 Granito O granito é formado por três minerais: Quartzo, Feldspato e Mica.

29 Quartzo O quartzo é encontrado em abundância na crosta terrestre. Pode aparecer sob a forma de grânulos nas rochas ou em forma de cristais, a variedade com que se apresenta na natureza é muito grande. Veja alguns casos:

30 Cristal de rocha - Incolor e transparente, é bastante usado na fabricação de lentes.

31 Ametista Mineral de cor roxa.

32 Calcedônia - Geralmente branca, mas pode também ser encontrada nas cores a azul,marrom ou preta.

33 Ágata Apresentam cores variadas.

34 Micas A mica apresenta-se sob a forma de lâminas brilhantes. Veja alguns tipos de mica: Moscovita ou Malacacheta - De cor branca, transparente e elástica, é usada em lugar do vidro, como isolante de eletricidade e de calor. Por exemplo, uma resistência de ferro elétrico.

35 Mica

36 Feldspato Este mineral pode apresentar-se nas cores, rosa, amarela e verde. Sob a ação da água transforma-se em argila.

37 O Basalto É uma rocha magmática de cor preta, largamente empregada na pavimentação de calçadas

38 O Basalto A transformação do basalto deu origem a um tipo de solo chamado Terra roxa. Largamente encontrado no Estado de São Paulo e no Paraná, este solo é excelente para a plantação de café. É uma rocha magmática de cor preta, largamente empregada na pavimentação de calçadas Como o granito, o basalto também é formado por quartzo, feldspato e mica. Só que no basalto não conseguimos distinguir esses três minerais, pois o resfriamento desse tipo de rocha foi relativamente rápido.

39 A Pedra-pomes É uma rocha magmática muito leve possui poros (espaços vazios) como se fosse uma esponja, tem essa estrutura em conseqüência do rápido resfriamento de uma lava rica em gases. A pedra-pomes é usada para polir objetos e limpar ou amaciar a pele

40 Intemperismo O intemperismo constitui o conjunto de processos operantes na superfície terrestre que ocasionam a decomposição dos minerais das rochas, graças à ação de agentes atmosféricos e biológicos.

41 Intemperismo Variação da temperatura - Os corpos sofrem variações no volume devido temperatura. Agentes físico-biologico - A pressão do crescimento das raízes vegetais pode provocar a desagregação de uma rocha (fenômeno facilmente visível nas calcadas arborizadas de nossas ruas), desde que esta possua fendas por onde penetrem as raízes, e desde que a resistência oferecida pela rocha seja muito grande.

42


Carregar ppt "O que é Geologia ? A Geologia é a ciência da Terra, de seu arcabouço, da sua composição, de seus processos internos e externos e de sua evolução. O campo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google