A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PASSAGEM DA VIDA CORPORAL À ESPIRITUAL PENALIDADES E RECOMPENSAS FUTURAS (Céu, Inferno e Purgatório) ANJOS E DEMÔNIOS CÓDIGO PENAL DA VIDA FUTURA EXEMPLOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PASSAGEM DA VIDA CORPORAL À ESPIRITUAL PENALIDADES E RECOMPENSAS FUTURAS (Céu, Inferno e Purgatório) ANJOS E DEMÔNIOS CÓDIGO PENAL DA VIDA FUTURA EXEMPLOS."— Transcrição da apresentação:

1 PASSAGEM DA VIDA CORPORAL À ESPIRITUAL PENALIDADES E RECOMPENSAS FUTURAS (Céu, Inferno e Purgatório) ANJOS E DEMÔNIOS CÓDIGO PENAL DA VIDA FUTURA EXEMPLOS (SITUAÇÃO DA ALMA) 1/AGOSTO/1865

2 PESQUISA NOS ESTADOS UNIDOS (FONTE: REVISTA TIME) PERGUNTA: Você acredita no Paraíso, onde as pessoas têm vida eterna ao lado de Deus ? Quantos disseram SIM ? 1. 5 % % % % Esta constatação surpreendente ainda indica que 61% 61% esperam alcançar o Paraíso depois da morte. ATUALIDADES1

3 PESQUISA NO BRASIL (FONTE: INSTITUTO VOX POPULI) Pergunta : Paraíso Você acredita no Paraíso, onde as pessoas têm vida eterna ao lado de Deus ? Comparados aos americanos, qual foi o resultados dos brasileiros ? 1. Igual 2. Maior 3. Menor 4. Impossível comparar Os brasileiros não são tão crédulos em relação ao Céu. No entanto, ele continua vivo na fé da maioria. Acredi- tam, ainda, que ele fica mesmo acima de nós e está povoado de anjos. Seu caminho até lá, porém, é mais 32% longo. Apenas 32% dos brasileiros têm a esperança 61%. de alcançar o paraíso logo após a morte, contra 61%. ATUALIDADES2 80%69%

4 PESQUISA NOS ESTADOS UNIDOS (FONTE: REVISTA TIME) Pergunta: Você acredita no Inferno, onde as pessoas têm punição eterna depois da morte ? Quantos disseram SIM ? % % % % 1% Apenas 1% acredita que irá para o inferno após a morte. ATUALIDADES3

5 Comparados aos americanos, qual foi o resultados dos brasileiros ? 1. Igual 2. Maior 3. Menor 4. Impossível comparar PESQUISA NO BRASIL (FONTE: INSTITUTO VOX POPULI) Pergunta : Você acredita no Inferno, onde as pessoas têm punição eterna depois da morte ? Sobre o inferno a divergência é ainda mais gritante. Essa diferença tem explicações. Enquanto o além dos ameri- canos foi moldado sobre a rocha áspera do puritanismo protestante, o dos brasileiros tem um pedestal romano. ATUALIDADES4 63%44%

6 FELICIDADE COMPLETA NA TERRA, AINDA NÃO VIDA DE PROVA OU EXPIAÇÃO SÓ QUANDO A HUMANIDADE ESTIVER TRANSFORMADA PRATICANDO A LEI DE DEUS CONSCIENTE DE SEU DESTINO FUTURO FELICIDADE RELATIVA O HOMEM É QUASE SEMPRE O OBREIRO DA SUA PRÓPRIA INFELICIDADE

7 PARA ONDE VAMOS? QUE SEREMOS? EXISTIREMOS OU NÃO? ESTAREMOS MELHOR OU PIOR? SER OU NÃO SER, TAL A ALTERNATIVA O que nos espera depois da morte ? 1. O nada 2. O céu ou o inferno eternos 3. A vida 4. A dúvida DEPOIS DA MORTE A Doutrina Espírita transforma completamente a perspectiva do futuro. A vida futura deixa de ser uma hipótese para ser realidade. Ela é a continuação da vida terrena. (Allan Kardec - CI-1ª-II,10) 5

8 TRÊS ALTERNATIVAS PARA O HOMEM: 1.MATERIALISMO.... O NADA 2.PANTEÍSMO ABSORÇÃO PELO TODO UNIVERSAL 3.RELIGIÕES INDIVIDUALIDADE DA ALMA De acordo com a Doutrina Espírita, após a morte, a felicidade ou infelicidade da alma será decidida : 1. Pela fé 2. Pela fatalidade 3. Pelos bons espíritos 4. Pela religião EM RELAÇÃO AO PORVIR6

9 (Allan Kardec - CI-1ª-I,10) E se a lógica nos conduz à individualidade da alma, também nos aponta esta outra conseqüência: A sorte de cada alma deve depender das suas qualidades pessoais, pois seria irracional admitir que a alma atrasada do selvagem, como a do homem perverso, estivesse no nível da do sábio, do homem de bem.

10 CRENÇA INTUITIVA E MAIS GENE- RALIZADA DO QUE A DO NADA O temor da morte exerce alguma influência sobre a Alma ? 1. Só prejudica 2. Pode ser útil 3. É desnecessário 4. Em nada influi IMORTALIDADE DA ALMA TEMOR DA MORTE7

11 Este temor é um efeito da sabedoria da Pro- vidência e uma conseqüência do instinto de conservação, comum a todos os viventes. Ele é necessário enquanto não se está sufi- cientemente esclarecido sobre as condições da vida futura, como contrapeso à tendência que, sem esse freio, nos levaria a deixar prematuramente a vida e a negligenciar o trabalho terreno. (Allan Kardec - CI-1ª-II,2)

12 IDÉIAS DO CÉU OS ANTIGOS7 CÉUS SUPERPOSTOS MUÇULMANOS9 CÉUS PTOLOMEU (ASTRÔNOMO)11 CÉUS TEOLOGIA CRISTÃ3 CÉUS Onde está o céu ? 1. Nos confins do universo 2. No espaço acima da Terra 3. No mundo espiritual 4. Em outros planetas Das qualidades do indivíduo depende-lhe a felicidade, e não do estado material do meio em que se encontra, podendo a felicidade, portanto, existir em qualquer parte. Nenhum lugar lhe é circunscrito e assinalado no Universo. (AK-CI-1ª-III, 15) O CÉU8

13 De acordo com a Doutrina Espírita, inferno é: 1. Um estado dalma 2. Um lugar determinado 3. Uma ilusão 4. Uma alucinação O INFERNO9 Pode-se assim dizer que trazemos em nós mesmos o nosso inferno e o nosso paraíso. (Allan Kardec LE – 1017)

14 Existe o inferno como um local de muito sofrimento, fogo, escuridão, lamentos, desespero ? 1. Só na imaginação 2. Só na Religião 3. Nas leis de Deus 4. Não existe Os espíritos de uma mesma ordem se reúnem por simpatia. - (LE –1012) O INFERNO10... Os gênios da impiedade lhes traçam diretrizes, enfileirado-as em comunidades extensas. (...) Organizam, assim, verdadeiras cidades, em que se refugiam falanges compactas de almas que fogem, envergonhadas de si mesmas... André Luiz – LI-II

15 ... O inferno, como região de sofrimento, é perfeitamente cabível, representando um estabelecimento justo de filtragem do Espírito, a caminho da vida superior. Todos os lugares infernais surgem, vivem e desaparecem com a aprovação do Senhor... (André Luiz – AR- I,18)

16 À frente, numa distância de dezenas de quilômetros, sucediam-se furnas e abismos, qual imensa cratera de vulcão vivo, alimentado pela dor humana, porque, lá dentro, turbilhões de vozes explodiam, ininterruptos, parecendo estranha mistura de lamentos de homens e animais. Amontoam-se aqui, como se fossem lenhos secos, milhares de criaturas que abusaram de sagrados dons da vida. (...) Não estamos contemplando senão a superfície de trevosos cárceres a se confundirem com os precipícios subcrostais. (André Luiz – LI-VI)

17 O que é o purgatório, segundo o Espiritismo ? 1. Um lugar 2. Uma ilusão 3. Realidade 4. Uma ficção O PURGATÓRIO11 O Espiritismo não nega, pois, antes confirma, a penalidade futura. O que ele destrói é o inferno localizado com suas fornalhas e penas irremissíveis. Não nega, outrossim, o purgatório, pois prova que nele nos achamos. (...) O purgatório, sim, é a realidade. (Allan Kardec – CI-1ª-V,8)

18 O purgatório é uma alegoria, devendo-se entender como tal, não um lugar determinado, porém, o estado dos espíritos imperfeitos que se acham em expiação. Allan Kardec – LE-1013 Quase sempre, na Terra é que fazeis o vosso purgatório. Allan Kardec – CI-1ª-V,8

19 É A REALIDADE... (CI-1ª-V,9) Como o espírito se liberta do purgatório ? 1. Pela reencarnação 2. Pela expiação 3. Pela oração 4. Pelo despojo das imperfeições O PURGATÓRIO12 É, pois, nas sucessivas encarnações que a alma se despoja das suas imperfeições, que se purga, até que esteja bastante pura para deixar os mundos de expiação como a Terra... Allan Kardec – CI-1ª-V,4

20 ANJOS ALMAS DOS HOMENS EM ESTADO DE PERFEIÇÃO Os anjos são, pois, as almas dos homens chegados ao grau de perfeição que a criatura comporta ( CI, 1a. Parte, cap. VIII, 13 )

21 Segundo o Espiritismo, os demônios são espíritos imperfeitos, suscetíveis de regeneração. ( CI, 1a. Parte, cap. IX, 21 ) DEMÔNIOS ALMAS DOS HOMENS EM ESTADO DE IGNORÂNCIA E DE DESEJO DO MAL

22 Lei Geral: Toda falta terá punição; e terá recompensa todo ato meritório. (CI-1ª-VII-12º) No mundo espiritual, qual é o pior sofrimento ? 1. O remorso 2. O arrependimento 3. Dores físicas e morais 4. Pensar que sofrerá eternamente PENAS ETERNAS13 Não há descrição possível das torturas morais (...) Indubitavelmente, porém, a mais horrível consiste em pensarem que estão condenados sem remissão. (LE-973)

23 (CI-2ª-VI – EXEMPLOS) JACQUES LATOUR... Não sabeis o que sofro... É horrível! A guilhotina!... Que vale a guilhotina comparada a este sofrimento de agora? Nada! – É um instante. Este fogo que me devora, sim, é pior, porque é uma morte contínua, sem tréguas nem repouso... sem-fim!... E as minhas vítimas, ali estão ao redor, a mostrar-me os ferimentos, a perseguir-me com seus olhares...

24 O bem e o mal que fazemos decorrem das qualidades que possuímos - (CI-1ª-VII-12º) Como a justiça de Deus considera os nossos pensamentos e ações? 1. Rigorosamente 2. Brandamente 3. Indiferentemente 4. Tolerantemente CÓDIGO PENAL DA VIDA FUTURA14 Sendo infinita a justiça de Deus, o bem e o mal são rigorosamente considerados, não havendo uma só ação, um só pensamento mau que não tenha conseqüências fatais, como não há uma única ação meritória, um só bom movimento da alma que se perca, mesmo para os mais perversos, por isso que constituem tais ações um começo de progresso. (CI-1ª-VII-8º)

25 O ARREPENDIMENTO (CI-1ª-VII-9º) Toda falta cometida é uma dívida contraída. O que provoca o arrependimento sincero ? 1. Apaga a falta 2. Suaviza a falta 3. Apaga o sofrimento 4. Suaviza o sofrimento CÓDIGO PENAL DA VIDA FUTURA15 O arrependimento, conquanto seja o primeiro passo para a regeneração, não basta por si só; são precisas a expiação e a reparação. O arrependimento suaviza os traços da expiação, abrindo pela esperança o caminho da reabilitação; Só a reparação, contudo, pode anular o efeito des- truindo-lhe a causa. (CI-1ª-VII-16º)

26 1. Todos os espíritos partem do mesmo ponto: simplicidade e ignorância. 2. Não há penas eternas; Deus não repudia nenhum de seus filhos; Não há espírito incapaz de progredir; Não há espírito votado à eterna inferioridade CÓDIGO PENAL DA VIDA FUTURA 3. O bem e o mal são rigorosamente considerados (A cada um segundo suas obras) 4. A alma traz consigo o próprio prêmio ou castigo, onde quer que se encontre.

27 5.O céu ou o inferno estão por toda a parte, onde existam almas felizes ou sofredoras. 6. A duração e a natureza das penas dependem: -da gravidade da falta; -do conhecimento do autor; -das circunstâncias; -da permanência no mal ou -do arrependimento, seguido da expiação e da reparação. CÓDIGO PENAL DA VIDA FUTURA

28 8. Ninguém sofre por erros alheios (a menos que tenha dado causa ou impelido alguém ao erro). CÓDIGO PENAL DA VIDA FUTURA 7. Só o arrependimento não basta para apagar a falta. É preciso: - expiar (cumprir a pena) e - reparar o mal (indenizar o credor)


Carregar ppt "PASSAGEM DA VIDA CORPORAL À ESPIRITUAL PENALIDADES E RECOMPENSAS FUTURAS (Céu, Inferno e Purgatório) ANJOS E DEMÔNIOS CÓDIGO PENAL DA VIDA FUTURA EXEMPLOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google