A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

República Federativa do República Federativa do BRASIL BRASIL Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "República Federativa do República Federativa do BRASIL BRASIL Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior."— Transcrição da apresentação:

1 República Federativa do República Federativa do BRASIL BRASIL Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

2 Dinâmica do Fórum de Carnes Fórum de Competitividade Macrobjetivos de desenvolvimento do país Diagnóstico Consensualizado Plano de Ações e Metas Compromissos Aumento da competitividade das cadeias produtivas Governo Empresários Trabalhadores Instituições de Pesquisa e Ensino Instituições de Pesquisa e Ensino Congresso Nacional Congresso Nacional

3 Campanha Um Novo Olhar Sobre a Carne Suína Protocolo de cooperação para o Desenvolvimento do Mercado de Carne Suína no Brasil Protocolo de cooperação para o Desenvolvimento do Mercado de Carne Suína no Brasil Supermercados ( Pão de Açúcar, Extra e Compre Bem) – 450 lojas Supermercados ( Pão de Açúcar, Extra e Compre Bem) – 450 lojas Aumento de 50% a 210% nos seis supermercados ( São Paulo, Distrito Federal e Mato Grosso) Aumento de 50% a 210% nos seis supermercados ( São Paulo, Distrito Federal e Mato Grosso) Próximas etapas: Minas Gerais e Rio Grande do Sul Próximas etapas: Minas Gerais e Rio Grande do Sul

4 Setor suinícola - SC Possui o melhor nível de produtividade do País, tanto no campo como na indústria, e estão fixados no estado os cinco maiores conglomerados agroindustriais; Possui o melhor nível de produtividade do País, tanto no campo como na indústria, e estão fixados no estado os cinco maiores conglomerados agroindustriais; 60% dos abates e 70% dos negócios suinícolas do país; 60% dos abates e 70% dos negócios suinícolas do país; Dos abates totais de suínos de Santa Catarina, 82% originam-se nos Sistemas Integrados; Dos abates totais de suínos de Santa Catarina, 82% originam-se nos Sistemas Integrados; Dos abates inspecionados, 90% dos suínos têm a mesma origem, ou seja, os integrados; Dos abates inspecionados, 90% dos suínos têm a mesma origem, ou seja, os integrados;

5 Setor suinícola - SC No PIB estadual, a suinocultura é a segunda principal atividade, participando com 19% do total, empregando diretamente em torno de 65 mil e, indiretamente, mais de 140 mil pessoas em todo Estado; No PIB estadual, a suinocultura é a segunda principal atividade, participando com 19% do total, empregando diretamente em torno de 65 mil e, indiretamente, mais de 140 mil pessoas em todo Estado; Santa Catarina é livre de Febre Aftosa desde 1993; Santa Catarina é livre de Febre Aftosa desde 1993; O Estado é zona Livre da Peste Suína Clássica desde 1990, com reconhecimento nacional como Área Livre Sem Vacinação desde 27 de abril de O Estado é zona Livre da Peste Suína Clássica desde 1990, com reconhecimento nacional como Área Livre Sem Vacinação desde 27 de abril de 2000.

6 Mercados Dinâmicos para Exportações de Suínos - por linha tarifária

7 Relatório de Produtos - Parâmetros Gerais Código SH6: Carcaças e meias-carcaças de suíno, frescas ou refrigeradasTriênio: PaísDinamismoPrioridade AlemanhaDinâmicoLongo Prazo ÁustriaDinâmicoLongo Prazo BélgicaDinâmico- CroáciaDinâmicoLongo Prazo EslovêniaDinâmicoLongo Prazo Estados UnidosDinâmico- GuatemalaDinâmico- IrlandaDinâmico- JapãoDinâmico- LetôniaDinâmicoLongo Prazo LituâniaDinâmicoLongo Prazo LuxemburgoDinâmico- PolôniaDinâmico- Reino UnidoDinâmico- República EslovacaDinâmicoLongo Prazo República TchecaDinâmicoLongo Prazo RomêniaDinâmicoLongo Prazo União EuropéiaDinâmicoLongo Prazo Fonte: Radar Comercial

8 Relatório de Produtos - Parâmetros Gerais Código SH6: Pernas, pás e pedaços de suíno, não desossados, frescos ou refrigeradosTriênio: PaísDinamismoPrioridade ArgentinaDinâmico- ÁustriaDinâmicoLongo Prazo BélgicaDinâmico- CanadáDinâmico- CingapuraDinâmico- CroáciaDinâmicoLongo Prazo DinamarcaDinâmico- EslovêniaDinâmicoLongo Prazo EstôniaDinâmico- GréciaDinâmicoLongo Prazo HungriaDinâmico- ÍndiaDinâmico- IrlandaDinâmicoLongo Prazo LetôniaDinâmico- LituâniaDinâmico- MéxicoDinâmicoLongo Prazo NoruegaDinâmico- Nova ZelândiaDinâmico- PolôniaDinâmicoLongo Prazo PortugalDinâmicoLongo Prazo República EslovacaDinâmicoLongo Prazo República TchecaDinâmico- RússiaDinâmico- SuéciaDinâmico- União EuropéiaDinâmicoLongo Prazo Fonte: Radar Comercial

9 Relatório de Produtos - Parâmetros Gerais Código SH6: Outras carnes de suíno, frescas ou refrigeradasTriênio: PaísDinamismoPrioridade África do SulDinâmico- ArgéliaDinâmico- ArgentinaDinâmico- ÁustriaDinâmicoLongo Prazo CanadáDinâmicoLongo Prazo ChipreDinâmico- CingapuraDinâmico- CoréiaDinâmico- CroáciaDinâmicoLongo Prazo DinamarcaDinâmicoLongo Prazo EslovêniaDinâmicoLongo Prazo EspanhaDinâmico- EstôniaDinâmicoLongo Prazo GréciaDinâmicoLongo Prazo GuatemalaDinâmico- HungriaDinâmicoLongo Prazo IndonésiaDinâmico- IrlandaDinâmicoLongo Prazo ItáliaDinâmicoLongo Prazo LetôniaDinâmicoLongo Prazo LituâniaDinâmicoLongo Prazo LuxemburgoDinâmicoLongo Prazo MalásiaDinâmico- MéxicoDinâmicoLongo Prazo NoruegaDinâmico- PolôniaDinâmicoLongo Prazo PortugalDinâmicoLongo Prazo Fonte: Radar Comercial

10 Reino UnidoDinâmicoLongo Prazo República EslovacaDinâmicoLongo Prazo República TchecaDinâmicoLongo Prazo RússiaDinâmico- União EuropéiaDinâmicoLongo Prazo Relatório de Produtos - Parâmetros Gerais Código SH6: Outras carnes de suíno, frescas ou refrigeradasTriênio: PaísDinamismoPrioridade Continuação Fonte: Radar Comercial

11 Relatório de Produtos - Parâmetros Gerais Código SH6: Carcaças e meias-carcaças de suíno, congeladasTriênio: PaísDinamismoPrioridade AlemanhaDinâmico- ÁustriaDinâmico- DinamarcaDinâmico- EspanhaDinâmico- FrançaDinâmico- GréciaDinâmico- Hong KongDinâmico- HungriaDinâmico- IrlandaDinâmico- ItáliaDinâmico- LituâniaDinâmico- MalásiaDinâmico- MéxicoDinâmico- Países BaixosDinâmico- PolôniaDinâmico- PortugalDinâmico- Reino UnidoDinâmico- República EslovacaDinâmico- SuíçaDinâmico- União EuropéiaDinâmico- Fonte: Radar Comercial

12 Relatório de Produtos - Parâmetros Gerais Código SH6: Pernas, pás e pedaços de suínos, não desossados, congeladosTriênio: PaísDinamismoPrioridade África do SulDinâmico- ArgentinaDinâmico- BélgicaDinâmico- CanadáDinâmico- CingapuraDinâmico- ColômbiaDinâmico- CoréiaDinâmico- DinamarcaDinâmico- EquadorDinâmicoCurto Prazo EslovêniaDinâmico- EstôniaDinâmico- Hong KongDinâmico- HungriaDinâmico- LituâniaDinâmico- MalásiaDinâmico- MaltaDinâmico- Nova ZelândiaDinâmicoCurto Prazo Países BaixosDinâmico- PanamáDinâmicoCurto Prazo PolôniaDinâmico- PortugalDinâmico- Reino UnidoDinâmico- República EslovacaDinâmico- República TchecaDinâmico- Fonte: Radar Comercial

13 RomêniaDinâmicoCurto Prazo SuéciaDinâmico- UcrâniaDinâmico- Relatório de Produtos - Parâmetros Gerais Código SH6: Pernas, pás e pedaços de suínos, não desossados, congeladosTriênio: PaísDinamismoPrioridade Continuação Fonte: Radar Comercial

14 Relatório de Produtos - Parâmetros Gerais Código SH6: Outras carnes de suíno, congeladasTriênio: PaísDinamismoPrioridade África do SulDinâmicoCurto Prazo ArgéliaDinâmico- AustráliaDinâmicoCurto Prazo ÁustriaDinâmicoCurto Prazo CanadáDinâmicoCurto Prazo ChileDinâmico- ChipreDinâmicoCurto Prazo CingapuraDinâmicoCurto Prazo CoréiaDinâmicoCurto Prazo CroáciaDinâmicoCurto Prazo DinamarcaDinâmicoCurto Prazo EquadorDinâmico- FinlândiaDinâmico- FrançaDinâmicoCurto Prazo GréciaDinâmicoCurto Prazo HungriaDinâmicoCurto Prazo IrlandaDinâmicoCurto Prazo LetôniaDinâmicoCurto Prazo LituâniaDinâmicoCurto Prazo MalásiaDinâmico- MaltaDinâmicoCurto Prazo NicaráguaDinâmico- Nova ZelândiaDinâmicoCurto Prazo Países BaixosDinâmico- Fonte: Radar Comercial

15 PeruDinâmico- República EslovacaDinâmicoCurto Prazo RomêniaDinâmicoCurto Prazo ServiaDinâmicoCurto Prazo UcrâniaDinâmico- Relatório de Produtos - Parâmetros Gerais Código SH6: Outras carnes de suíno, congeladasTriênio: DinamismoPrioridade Continuação Fonte: Radar Comercial

16

17 Linhas de financiamento do BNDES que podem atender a Suinocultura Programa Especial de Financiamento Agrícola Programa Especial de Financiamento Agrícola Programa Especial de Financiamento Agrícola Programa Especial de Financiamento Agrícola Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar - PRONAF Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar - PRONAF Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar - PRONAF Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar - PRONAF Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais - MODERAGRO Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais - MODERAGRO Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais - MODERAGRO Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais - MODERAGRO Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária - PRODECOOP Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária - PRODECOOP Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária - PRODECOOP Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária - PRODECOOP

18 Linhas de financiamento do BNDES que podem atender a Suinocultura Programa de Desenvolvimento do Agronegócio - PRODEAGRO Programa de Desenvolvimento do Agronegócio - PRODEAGRO Programa de Desenvolvimento do Agronegócio - PRODEAGRO Programa de Desenvolvimento do Agronegócio - PRODEAGRO Programa de Incentivo ao Investimento no Agronegócio - INVESTIAGRO Programa de Incentivo ao Investimento no Agronegócio - INVESTIAGRO Programa de Incentivo ao Investimento no Agronegócio - INVESTIAGRO Programa de Incentivo ao Investimento no Agronegócio - INVESTIAGRO Linhas de financiamento do BNDES para apoio a projetos ambientais Linhas de financiamento do BNDES para apoio a projetos ambientais

19 Linhas de financiamento do BNDES que podem atender a Suinocultura Programa Especial de Financiamento Agrícola Programa Especial de Financiamento Agrícola Programa Especial de Financiamento Agrícola Programa Especial de Financiamento Agrícola Taxa de juros : 12,35% ao ano, incluída a remuneração da instituição financeira credenciada de 2,95% ao ano. Taxa de juros : 12,35% ao ano, incluída a remuneração da instituição financeira credenciada de 2,95% ao ano.instituição financeira credenciadainstituição financeira credenciada Prazo total : Até 60 meses, incluindo o prazo de carência de até 12 meses. Prazo total : Até 60 meses, incluindo o prazo de carência de até 12 meses.

20 Linhas de financiamento do BNDES que podem atender a Suinocultura Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar - PRONAF Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar - PRONAF Taxa de Juros (incluída a remuneração da instituição financeira credenciada) Grupos "C" e "D": 3,0% ao ano; Grupo "E: 7,25% ao ano nas operações das Linhas Convencional e PRONAF Mulher; 3,0% ao ano nas operações da Linha PRONAF Agroindústria. Taxa de Juros (incluída a remuneração da instituição financeira credenciada) Grupos "C" e "D": 3,0% ao ano; Grupo "E: 7,25% ao ano nas operações das Linhas Convencional e PRONAF Mulher; 3,0% ao ano nas operações da Linha PRONAF Agroindústria. Prazo: Até 10 (dez) anos, para aquisição de tratores e implementos agrícolas novos, quando a atividade assistida requerer esse prazo e o projeto técnico comprovar a sua necessidade; e Até 8 (oito) anos, nos demais casos. Prazo: Até 10 (dez) anos, para aquisição de tratores e implementos agrícolas novos, quando a atividade assistida requerer esse prazo e o projeto técnico comprovar a sua necessidade; e Até 8 (oito) anos, nos demais casos.

21 Linhas de financiamento do BNDES que podem atender a Suinocultura Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar - PRONAF Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar - PRONAF Taxa de Juros (incluída a remuneração da instituição financeira credenciada) Grupos "C" e "D": 3,0% ao ano; Grupo "E: 7,25% ao ano nas operações das Linhas Convencional e PRONAF Mulher; 3,0% ao ano nas operações da Linha PRONAF Agroindústria. Taxa de Juros (incluída a remuneração da instituição financeira credenciada) Grupos "C" e "D": 3,0% ao ano; Grupo "E: 7,25% ao ano nas operações das Linhas Convencional e PRONAF Mulher; 3,0% ao ano nas operações da Linha PRONAF Agroindústria. Prazo: Até 10 (dez) anos, para aquisição de tratores e implementos agrícolas novos, quando a atividade assistida requerer esse prazo e o projeto técnico comprovar a sua necessidade; e Até 8 (oito) anos, nos demais casos. Prazo: Até 10 (dez) anos, para aquisição de tratores e implementos agrícolas novos, quando a atividade assistida requerer esse prazo e o projeto técnico comprovar a sua necessidade; e Até 8 (oito) anos, nos demais casos.

22 Linhas de financiamento do BNDES que podem atender a Suinocultura Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais - MODERAGRO Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais - MODERAGRO Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais - MODERAGRO Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais - MODERAGRO Taxa de Juros: 8,75% ao ano, incluído a remuneração da instituição financeira credenciada de 3% ao ano. Taxa de Juros: 8,75% ao ano, incluído a remuneração da instituição financeira credenciada de 3% ao ano. Prazo Total: até 60 meses, incluída a carência de até 24 meses. Prazo Total: até 60 meses, incluída a carência de até 24 meses.

23 Linhas de financiamento do BNDES que podem atender a Suinocultura Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária – PRODECOOP Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária – PRODECOOP Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária – PRODECOOP Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária – PRODECOOP Taxa de Juros: 8,75% ao ano, incluída a remuneração da instituição financeira credenciada de 3% ao ano. Taxa de Juros: 8,75% ao ano, incluída a remuneração da instituição financeira credenciada de 3% ao ano. Prazo Total: Até 144 meses, incluída a carência até 36 meses. Prazo Total: Até 144 meses, incluída a carência até 36 meses.

24 Linhas de financiamento do BNDES que podem atender a Suinocultura Programa de Desenvolvimento do Agronegócio - PRODEAGRO Programa de Desenvolvimento do Agronegócio - PRODEAGRO Programa de Desenvolvimento do Agronegócio - PRODEAGRO Programa de Desenvolvimento do Agronegócio - PRODEAGRO Taxa de Juros: 8,75% ao ano, incluída a remuneração da instituição financeira credenciada de 3% ao ano. Taxa de Juros: 8,75% ao ano, incluída a remuneração da instituição financeira credenciada de 3% ao ano. Prazo: Para financiamentos destinados a avicultura e suinocultura: até 96 meses; Para os demais financiamentos : até 60 meses. Prazo: Para financiamentos destinados a avicultura e suinocultura: até 96 meses; Para os demais financiamentos : até 60 meses.

25 Linhas de financiamento do BNDES que podem atender a Suinocultura Programa de Incentivo ao Investimento no Agronegócio - INVESTIAGRO Programa de Incentivo ao Investimento no Agronegócio - INVESTIAGRO Programa de Incentivo ao Investimento no Agronegócio - INVESTIAGRO Programa de Incentivo ao Investimento no Agronegócio - INVESTIAGRO Taxa de Juros: Custo Financeiro + Remuneração do BNDES + Remuneração da Instituição Financeira Credenciada (não incidindo a Taxa de Intermediação Financeira). Taxa de Juros: Custo Financeiro + Remuneração do BNDES + Remuneração da Instituição Financeira Credenciada (não incidindo a Taxa de Intermediação Financeira). Prazos: Até 6 meses, incluído até 5 meses de carência. Prazos: Até 6 meses, incluído até 5 meses de carência.

26 Linhas de financiamento do BNDES que podem atender a Suinocultura Linhas de financiamento do BNDES para apoio a projetos ambientais Linhas de financiamento do BNDES para apoio a projetos ambientais De forma a melhor adequar os instrumentos de apoio financeiro do BNDES, uma das prioridades é a Linha de Meio Ambiente, que oferece condições especiais para projetos ambientais. Há projetos que se enquadram em categorias que são objeto de regras específicas da Linha de Meio Ambiente, como é o caso de eficiência energética, assim como há projetos gerais que podem ser caracterizados como ambientais. De forma a melhor adequar os instrumentos de apoio financeiro do BNDES, uma das prioridades é a Linha de Meio Ambiente, que oferece condições especiais para projetos ambientais. Há projetos que se enquadram em categorias que são objeto de regras específicas da Linha de Meio Ambiente, como é o caso de eficiência energética, assim como há projetos gerais que podem ser caracterizados como ambientais.

27 DESAFIOS- apontados pelo Fórum Adequação da indústria doméstica aos padrões internacionais; Adequação da indústria doméstica aos padrões internacionais; Articulação entre os elos da Cadeia produtiva; Articulação entre os elos da Cadeia produtiva; Capacitação e gestão Capacitação e gestão Visão de marcado –(promoção comercial) Visão de marcado –(promoção comercial) Crédito; Crédito; Infra-estrutura; Infra-estrutura; Defesa sanitária; Defesa sanitária; Burocracia; Burocracia; Diminuição da carga tributária; Diminuição da carga tributária; Quebra de Barreiras tarifárias e técnicas; Quebra de Barreiras tarifárias e técnicas; Agregação de valor; Agregação de valor; Marketing interno e externo; Marketing interno e externo; Formalização. Formalização

28 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR Aneli Dacás Franzmann Diretora do Departamento das Industrias Intensivas em Mão-de-Obra e Recursos Naturais


Carregar ppt "República Federativa do República Federativa do BRASIL BRASIL Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google