A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CDM-2010 GESTÃO DO AGRONEGÓCIO II. CDM-2010 Derivativos do Agronegócio Protegendo Preços Agropecuários.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CDM-2010 GESTÃO DO AGRONEGÓCIO II. CDM-2010 Derivativos do Agronegócio Protegendo Preços Agropecuários."— Transcrição da apresentação:

1 CDM-2010 GESTÃO DO AGRONEGÓCIO II

2 CDM-2010 Derivativos do Agronegócio Protegendo Preços Agropecuários

3 CDM-2010

4 Descasamento entre oferta e demanda Sazonalidade da produção Taxa de câmbio (e outras variáveis macro) Movimento de capitais (ação dos fundos de hedge) Volatilidade dos preços agrícolas

5 CDM-2010 Gerenciamento de riscos no agronegócio Riscos do agronegócio Risco de crédito Risco dos contratos Risco de preço Risco de produção Zoneamento Seguro Tecnologia Agricultura de precisão

6 CDM-2010 Risco de crédito Riscos do agronegócio Risco de crédito Risco dos contratos Risco de preço Risco de produção Cadastro, garantias, seguro, novos títulos Certificação positiva, Negócio à vista

7 CDM-2010 Risco de preços Contratos futuros, a termo, de opções. CDA-WA, CPR, troca Apoio do governo Riscos do agronegócio Risco de crédito Risco dos contratos Risco de preço Risco de produção

8 CDM-2010 Conduta e riscos dos contratos Riscos do agronegócio Risco de crédito Risco dos contratos Risco de preço Risco de produção Marco legal, arbitragem, fator V

9 CDM-2010

10 Volatilidade da soja na CBOT em % ao ano

11 CDM-2010 Volatilidade do milho na BM&F em % ao ano Fonte: BM&FBOVESPA

12 CDM-2010 O que é mercado? Ambiente de troca de ativos e mercadorias. Ambiente de negociação e estabelecimento de preço mercadorias. Compra e venda de mercadorias.

13 CDM-2010 O que são derivativos? Instrumentos financeiros cujos preços de mercado derivam do preço de mercado de um bem ou de outro instrumento financeiro. (Dicionário de Derivativos, José Evaristo dos Santos. Editora Atlas, 1998) Contrato ou título conversível cujo valor depende, integral ou parcialmente, do valor de outro instrumento financeiro. (Dicionário de Administração de Risco Financeiro, Gary L. Gastineau e Mark P. Kritzman. BM&F, 1999)

14 CDM-2010 Introdução aos Derivativos - Futuros, Termo Derivativo é um instrumento financeiro que tem o seu valor definido em termos de outro instrumento mais básico Taxa de CâmbioTermo, Futuros, Swaps, Opções Underlying ou Ativo Base Derivative ou Derivativo

15 CDM-2010 Tipos de derivativos Agropecuários –Commodities agrícolas (café, boi, soja, milho, açúcar, etanol, etc.) Financeiros –Valores de mercado referenciado em taxas ou índices financeiros (taxa de juros, inflação, câmbio, ações, etc.) Energia e climáticos –Negociação de energia elétrica, gás natural, crédito de carbono, etc.

16 CDM-2010 Finalidade dos derivativos ou Operações com derivativos Hedge (proteção) –Proteger o participante do mercado físico contra variações adversas de taxas, cotações ou preços. Equivale a ter uma posição em mercado de derivativos oposta à posição assumida no mercado a vista, para minimizar o risco de perda financeira decorrente de alteração adversa de preços. –Não assume riscos. Alavancagem –Os derivativos têm grande poder de alavancagem. –A negociação com esses instrumentos exige menos capital do que a compra do ativo a vista. –Ao adicionar posições de derivativos aos investimentos, um agente pode aumentar a rentabilidade total dos investimentos a um custo mais barato. –Envolve risco.

17 CDM-2010 Finalidade dos derivativos ou Operações com derivativos Especulação –Tomar uma posição no mercado futuro ou de opções sem uma posição correspondente no mercado a vista. –Não trabalha com o bem negociado. –O objetivo é operar a tendência de preços do mercado, assumindo riscos. Arbitragem –Tirar proveito da diferença de preços de um mesmo produto/ativo negociado em mercados diferentes. –O objetivo é aproveitar as discrepâncias no processo de formação de preços dos diversos ativos e mercadorias e entre vencimentos. –Compra (vende) num mercado (à vista ou futuro) e vende (compra) em outro mercado (à vista ou futuro).

18 CDM-2010 Derivativos no mundo, jan-fev 2009 Fonte: Future Industry Association – FIA 2009* – período Jan-Fev

19 CDM-2010 Tipos de mercados derivativos

20 CDM-2010 Mercado futuro Evolução do mercado a termo. Liquidação: os compromissos são ajustados, financeiramente, às expectativas do mercado em relação ao preço futuro, por meio do ajustes diários (mecanismo que apura perdas e ganhos, reduzindo risco de inadimplência). Negociados somente em bolsas – câmaras de compensação

21 CDM-2010 Mercado onde se negociam contratos padronizados para vencimento em uma data futura; Liquidação dos contratos: financeira ou por entrega física; Vendedor tem a obrigação de entregar a mercadoria dentro dos padrões do contrato (no caso de liquidação por entrega física); Comprador tem a obrigação de pagar o valor negociado; A Bolsa garante a execução e liquidação dos contratos. O que é o mercado futuro?

22 CDM-2010 Restrições aos mercados futuros Menos de 15 anos de estabilidade econômica Liberalização dos mercados, mas a regulação ainda persiste Babel tributária Falta de cultura sobre gerenciamento de risco de preço

23 CDM-2010 Para fixar um preço futuro, fazendo um seguro de preço (hedge), transferindo para terceiros o risco das oscilações do preço. –O comprador fixa o preço de sua matéria-prima (fixando o custo de produção) –O vendedor fixa o preço de venda de sua mercadoria (fixando a receita para cobrir o custo de produção e gerar uma margem de lucro). Quem é o especulador? É aquele que não usa a bolsa para fazer um seguro de preço. Assume o risco de preço e dá liquidez ao mercado. Para que serve o mercado futuro?

24 CDM-2010 Mercado de opções Mercado de opções Negocia-se o direito de comprar ou de vender um bem (mercadoria ou ativo financeiro) por um preço fixo numa data futura.Negocia-se o direito de comprar ou de vender um bem (mercadoria ou ativo financeiro) por um preço fixo numa data futura. Quem adquire (titular ou comprador) o direito deve pagar um prêmio ao vendedor (semelhante aos seguros).Quem adquire (titular ou comprador) o direito deve pagar um prêmio ao vendedor (semelhante aos seguros).

25 CDM-2010 Mercado a termo Promessa ou compromisso de comprar ou vender certa quantidade de um bem (mercadoria ou ativo financeiro) por um preço pré-fixado para liquidação em data futura. Os contratos a termo somente são liquidados integralmente no vencimento (há exceções na bolsa). Negociados em bolsa e no mercado de balcão (mais comumente).

26 CDM-2010 Características do mercado de opções Conceito similar ao de seguro, com pagamento de prêmio para garantir um determinado preço. Tipos de opções: –Opção de venda (PUT) –opções de compra (CALL) Data de vencimento e preço de exercício pré-definidos. Não tem ajuste diário Apenas o vendedor deposita margem de garantia.

27 CDM-2010 Hedging Conceito Hedge é uma operação realizada no mercado de derivativos com o objetivo de proteção quanto à possibilidade de oscilação de um preço, taxa ou índice. Por meio do hedge, a empresa se vê livre de um risco inerente à sua atividade econômica principal. O hedger abre mão de possíveis ganhos futuros para não incorrer em perdas futuras.

28 CDM-2010

29

30

31

32

33


Carregar ppt "CDM-2010 GESTÃO DO AGRONEGÓCIO II. CDM-2010 Derivativos do Agronegócio Protegendo Preços Agropecuários."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google