A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MODELO DE SIMULAÇÃO PARA DECISÃO DE HEDGE Masakazu Hoji.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MODELO DE SIMULAÇÃO PARA DECISÃO DE HEDGE Masakazu Hoji."— Transcrição da apresentação:

1 MODELO DE SIMULAÇÃO PARA DECISÃO DE HEDGE Masakazu Hoji

2 DECISÃO DE HEDGE Simulação de alternativas de hedge, em condições reais de mercado instrumentos financeiros: opção, collar e swap cálculo de resultado financeiro de hedge análise de despesa ou receita financeira líquida Decisão de hedge abordagem do custo e rentabilidade abordagem da proteção do lucro líquido Comparação Real x Simulado

3 Fundamentalmente, o hedge consiste em assumir uma posição no mercado, de forma que os resultados financeiros gerados por essa posição tenham o mesmo valor absoluto, porém, de sinal inverso, anulando os efeitos gerados pelos ativos ou passivos de risco. Exemplos: a)contas a receber em dólar, com risco de desvalorização do dólar: adiantamento de contrato de câmbio b)financiamento do BNDES, com risco de aumento da TJLP: swap de TJLP (ativo) contra IGP-M (passivo)

4 Formas de eliminação de riscos: a) Forma direta (eliminar do balanço): ativo de risco: realização (venda) imediata passivo de risco: pagamento imediato b) Forma indireta (por meio de hedge): ativo de risco:venda com preço ajustado para entrega futura passivo de risco: compra de um ativo de mesma natureza, pagando um preço razoável

5 Decisão de hedge: 2 alternativas 1. Paga o custo e faz o hedge 2. Não paga o custo e corre o risco Toda proteção contra o risco tem custo !! (prêmio de seguro)

6 OS 5 OBJETIVOS DA FUNÇÃO PRODUÇÃO Qualidade Rapidez Confiabilidade Flexibilidade Custo Dentre os cinco objetivos, o custo é o mais importante. (Slack et al., 1999:57)

7 O custo é importante porque seu aumento ou redução impacta inversamente o resultado da operação (o aumento do custo reduz o lucro e vice-versa). Alguns tipos de custos estão sujeitos a riscos de naturezas econômica e financeira. Exemplo: commodity negociado no mercado internacional (ferro, cobre, café, soja etc.) Risco econômico:preço (negociado em moeda estrangeira) Risco financeiro: taxa de câmbio

8 Projeção de resultado da operação do semestre que se encerrará em março de 2002, com taxa de câmbio estimada de R$ 2,65 no final do período (os custos em moeda estrangeira, no valor de US$ 10 milhões, vencerão em ). Projeção de resultado do período de out/01 a mar/02 (R$ mil)

9 Suponha que surgiu a possibilidade de a taxa de câmbio subir para R$ 2,77, e até R$ 2,89, na época do vencimento dos custos em moeda estrangeira, reduzindo substancialmente o lucro líquido projetado. Projeção de resultado do período de out/01 a mar/02 (R$ mil)

10 Avaliação de condições de mercado

11 14/nov/01 28/mar/02 US$ x R$ 2,53 R$ Posição ativa US$ x R$ 2,65 R$ Risco: custos US$ x R$ 2,65 R$

12 Avaliação de condições de mercado

13

14

15 0,8003% no período

16 Avaliação de condições de mercado

17 Receita (despesa) por alternativas de hedge (em R$ mil) Escala: R$ 0,06 faixa de risco Projeção do mercado

18 Receita (despesa) por alternativas de hedge (em R$ mil) (1 + 0,19)^(91d / 252d) – 1 = 6,48% no período

19 Receita (despesa) de hedge Receita (despesa) por alternativas de hedge (em R$ mil)

20 Receita (despesa) de hedge Receita (despesa) por alternativas de hedge (em R$ mil)

21 (fórmula da opção) Receita (despesa) de hedge call Receita (despesa) por alternativas de hedge (em R$ mil) put

22 Receita (despesa) de hedge Receita (despesa) por alternativas de hedge (em R$ mil)

23 Receita (despesa) de hedge Receita (despesa) por alternativas de hedge (em R$ mil) US$ mil x R$ 2,53 US$ mil x R$ 2,53 = R$ mil

24 Receita (despesa) por alternativas de hedge (em R$ mil) Hipótese assumida: na faixa de risco, todos os cenários têm a mesma possibilidade.

25 Receita (despesa) por alternativas de hedge (em R$ mil) Hipótese assumida: na faixa de risco, todos os cenários têm a mesma possibilidade.

26

27

28

29

30

31 Receita (despesa) financeira líquida = Resultado de hedge + VC (em R$ mil)

32

33

34

35

36 Resultado financeiro (RF) de alternativas de hedge (em R$ mil) (considera somente os resultados financeiros de hedge) Abordagem do custo e rentabilidade (1) Critério: menor custo máximo: collar menor custo máximo = R$ 341 mil custo constante de R$ 341 mil na faixa de risco

37 Abordagem do custo e rentabilidade (1) Critério: menor custo máximo: collar menor custo máximo = R$ 341 mil custo constante de R$ 341 mil na faixa de risco Abordagem do custo e rentabilidade (2) Critério: maior rentabilidade: swap maior receita: R$ 974 mil desde que o eventual custo máximo (R$ 826 mil) seja suportável Resultado financeiro (RF) de alternativas de hedge (em R$ mil) (considera somente os resultados financeiros de hedge)

38 Receita (despesa) financeira líquida = RF + VC (em R$ mil) (resultado de hedge + variação cambial) Abordagem da proteção do lucro líquido Critério: menor custo máximo: swap menor custo máximo = R$ mil custo constante de R$ mil na faixa de risco, ou em qualquer cenário econômico

39 Lucro ou prejuízo líquido = RF + VC + Lucro líquido R$ 5 milhões (em R$ mil)

40 CONDIÇÕES PROJETADAS X CONDIÇÕES REAIS Resultado financeiro (RF) por alternativas (em R$ mil)

41 CONDIÇÕES PROJETADAS X CONDIÇÕES REAIS Lucro ou prejuízo líquido = RF + VC + Lucro R$ 5 milhões (em R$ mil)

42 Bibliografia HOJI, Masakazu. Práticas de tesouraria : cálculos financeiros de tesouraria : operações com derivativos e hedge. São Paulo : Atlas, __________. Administração financeira : uma abordagem prática. 4 ed. São Paulo : Atlas, 2003.

43 Início de hedge (14/nov/2001) Projeção original Set/2001 Revisão da projeção Out/2001

44


Carregar ppt "MODELO DE SIMULAÇÃO PARA DECISÃO DE HEDGE Masakazu Hoji."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google