A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A população mundial atingiu 6,6 bilhões de pessoas no início de 2007. De acordo com projeções populacionais, este valor continua a crescer a um ritmo sem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A população mundial atingiu 6,6 bilhões de pessoas no início de 2007. De acordo com projeções populacionais, este valor continua a crescer a um ritmo sem."— Transcrição da apresentação:

1 A população mundial atingiu 6,6 bilhões de pessoas no início de De acordo com projeções populacionais, este valor continua a crescer a um ritmo sem precedentes antes do século XX. Como está a situação da população mundial e que expectativa razoável podemos ter para o futuro? População mundial População mundial superará 9,2 bilhões em 2050, estima ONU BBC Brasil Casais ricos burlam lei do filho único na China BBC Brasil Leia as manchetes abaixo:

2 Há cerca de 2000 anos atrás, a população global era de cerca de 300 milhões de habitantes. Decorreram-se mais de 1600 anos para que a população do mundo dobrasse para 600 milhões. O contingente populacional estimado para o ano de 1750, era de 791 milhões de pessoas, das quais 64% viviam na Ásia, 21% na Europa e 13% na África. A humanidade gastou, portanto, dezenas de milhares de anos para alcançar o primeiro bilhão de habitantes, fato ocorrido por volta de Por volta de 1927, 2 bilhões de habitantes. O terceiro bilhão foi atingido em 1961, e assim por diante. A população mundial em 1950 era de 2,5 bilhões de pessoas. Em 2000 já haviam mais de 6 bilhões de humanos no planeta. Crescimento da população mundial

3 Crescimento populacional Observe o número de população (em milhões) em alguns continentes em 2000 e 2050:

4 População mundial A taxa de crescimento vem caindo desde 1963, quando os índices de crescimento atingiram seu auge. Nossa população está em explosão demográfica desde a Revolução Industrial que começou na Inglaterra, no século XVIII. Densidades populacionais: locais que apresentam elevadas taxas de densidades demográficas: -.-. Sudeste Brasileiro Leste da China Nordeste dos Estados Unidos Sul da África

5 Para um estudo da população, é essencial a análise estatística acompanhada das características históricas e geográficas das sociedades existentes no planeta. Cada umas das sociedades tem as suas particularidades socioeconômicas, culturais e ambientais. Observe alguns pontos importantes sobre a população mundial: 75% da população mundial vivem em países subdesenvolvidos e com menos de dois dólares por dia 22% são analfabetos Características da população mundial apenas 0,24% têm acesso à internet metade nunca utilizou um telefone

6 n/a até abaixo de O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é uma medida comparativa da qualidade de vida de diversos países do mundo. Os critérios de avaliação são: renda per capita, alfabetismo e expectativa de vida Quando o IDH de um país está entre 0 e 0,499, é considerado baixo. Quando o IDH de um país está entre 0,500 e 0,799, é considerado médio. Quando o IDH de um país está entre 0,800 e 1, é considerado alto Índice de Desenvolvimento Humano - IDH

7 Taxas de mortalidade e expectativa de vida Quanto maior é a expectativa de vida, menor é a taxa de mortalidade infantil, pois a situação econômica dos países ampara a população, ou não, dando ao recém nascido qualidade de vida e condição de vida longa.

8 Mortalidade infantil: óbito de crianças durante o seu primeiro ano de vida. Para facilidade de comparação entre as diferentes áreas da Terra, a taxa de mortalidade infantil é normalmente expressa em número de óbitos de crianças com menos de um ano, a cada mil nascidos vivos. O índice considerado aceitável pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 10 mortes a cada mil nascimentos.

9 Crescimento vegetativo O crescimento vegetativo é a diferença entre a taxa de natalidade e a de mortalidade, expresso geralmente em porcentagem. O crescimento vegetativo pode ser: Positivo: Quando o número de nascimentos é maior que o de mortes. Negativo: Quando o número de nascimentos é menor que o de mortes. Nulo: Quando o número de nascimentos é igual ao de mortes.

10 Faixa etária: Quanto mais rico o país maior o número de idosos!

11 Crescimento da população em alguns países... Os países ricos têm um crescimento diferenciado. Logo, a distribuição etária é diferente!

12 A China é atualmente o país mais povoado do mundo com milhões de habitantes, que corresponde a 20% da Terra. Para conter o crescimento populacional, o país criou nos anos 70 uma lei que determina que casais urbanos só podem ter um filho, enquanto aqueles que vivem na zona rural podem ter duas crianças. Autoridades chinesas alertaram que muitos casais de novos-ricos estão burlando a lei que restringe o número de filhos, o que pode resultar em uma explosão da taxa de natalidade. Não é apenas na zona urbana que a lei de controle da natalidade está sendo ignorada. A Constituição chinesa estimula a população a se casar e procriar mais tarde na vida. Homens são autorizados a se casar a partir dos 22 anos, e mulheres, a partir dos 20. Os casamentos entre jovens continuam prevalecendo em algumas partes do país, especialmente nas áreas rurais, o que vai contra a política de planejamento familiar". China: Um caso especial

13 Em 1900, nove em cada dez homens, mulheres e crianças que somavam uma população de 1,65 bilhão de humanos, ainda viviam no campo. Em pouco tempo, quase metade da atual população habitará cidades; dessa população urbana, estima-se que uma proporção de três para vinte pessoas se encontre nas cerca de meia centena de metrópoles e megalópoles, que têm a população igual ou maior que 5 milhões de habitantes Urbanização

14 As causas naturais são as principais em relação à mortalidade nos países pobres. Mortalidade no mundo

15 Segundo ele, esse crescimento populacional é limitado pelo aumento da mortalidade e por todas as restrições ao nascimento, decorrentes da miséria e do vício. Suas obras exerceram influência em vários campos do pensamento e forneceram a chave para as teorias evolucionistas de Darwim e Wallace. Tal defasagem explicaria as guerras e as epidemias como recursos inevitáveis de redução da população. Malthus propõe o controle da natalidade e a restrição total da assistência social e médica à população, para restaurar o equilíbrio. A tese foi elaborada no começo do século XIX, durante a Primeira Revolução Industrial, período em que muitos camponeses ingleses abandonavam o campo para se transformar em operários na cidade, reduzindo a mão-de-obra do setor agrícola. Teorias demográficas:1 - Malthusiana Thomas Robert Malthus nasceu em1776 e viveu uma parte de sua vida estudando a população. Ao longo de sua carreira elaborou ensaios, que se transformaram na teoria, onde ele afirma que a população cresce em uma progressão geométrica, enquanto os meios de subsistência poderiam crescer somente em progressão aritmética.

16 Com o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945, foi realizada uma conferência de paz, em São Francisco, que deu origem à Organização das Nações Unidas (ONU). Na ocasião foram discutidas estratégias de desenvolvimento, visando evitar a eclosão de um novo conflito militar em escala mundial. Para chegar ao devido fim, algumas questões como a diminuição das desigualdades econômicas no planeta tinham que ser pensadas. A teoria neomalthusiana foi criada nesse contexto, onde se procurava explicar a ocorrência da fome nos países subdesenvolvidos. Essa teoria tem a mesma posição de Malthus em relação à fome, e propõe programas de controle de natalidade nos países subdesenvolvidos, uma vez que a disseminação demográfica era uma das causas da pobreza. A política antinatalista utilizada na época de Malthus consistia principalmente na abstinência sexual. Teorias demográficas: 2 - Neomalthusiana

17 Em resposta aos neomalthusianos, foi elaborada a teoria reformista, que inverte a conclusão das duas teorias demográficas anteriores. Ela analisa os problemas demográficos, tendo como referência as condições socioeconômicas da população, defendendo a necessidade de se enfrentar as questões sociais e econômicas dos países para que a dinâmica demográfica entre em equilíbrio. À medida que as famílias obtêm condições dignas de vida, tendem a diminuir o número de filhos para não comprometer o acesso de seus dependentes aos sistemas de educação e saúde. Teorias demográficas: 3 - Reformistas ou marxistas

18 A transição demográfica é um processo de diminuição de taxas de mortalidade e natalidade, sendo que a primeira diminui mais rápido que a segunda, causando um período de aumento do crescimento vegetativo e, portanto, de grande acréscimo populacional. Esse processo nos ajuda a entender alguns fenômenos populacionais que aconteceram em nossa história: 1. O crescimento da população mundial disparou nos últimos 200 anos, passando de 1 bilhão de habitantes no ano 1800 para 6,5 bilhões na atualidade. 2. O período de transformação da sociedade pré-industrial, que se caracteriza por ter taxas de natalidade e de mortalidade altas para uma sociedade moderna ou pós industrial, caracterizada por ter ambas as taxas baixas. Teorias demográficas: 4 - Transição demográfica TN = Taxa de natalidade TM = Taxa de mortalidade CP= Crescimento populacional

19 Como está a situação da população mundial e que expectativa razoável podemos ter para o futuro? O século XX provavelmente será lembrado pelo seu tremendo surto de crescimento populacional, porém ocorrerão mudanças sociais e demográficas que superarão tudo o que aconteceu nos últimos 100 anos. O equilíbrio da população mundial penderá, de maneira significativa, na direção dos atuais países em desenvolvimento. Talvez menos de 5 por cento da população mundial estará vivendo na Europa e na América do Norte. Isso quase certamente significará um mundo que, social e economicamente, será muito diferente do mundo atual. Ultimamente há uma tendência a considerar o crescimento populacional como uma preocupação do passado ou como uma notícia de ontem. Mas, mesmo se olharmos de maneira superficial para os números, veremos que o crescimento populacional pode significar uma notícia mais importante no tempo atual. E o futuro?

20 À partir de 1850, poluentes, partículas radioativas e contaminantes químicos foram espalhados no planeta, através da chuva, do vento e das correntes fluviais e oceânicas. Atualmente, as nações enfrentam problemas globais da poluição e das alterações climáticas, fazendo repensar na criação de novos conceitos e formas de utilização da natureza, para satisfazer as necessidades da população. População X produção... Desafio para o futuro


Carregar ppt "A população mundial atingiu 6,6 bilhões de pessoas no início de 2007. De acordo com projeções populacionais, este valor continua a crescer a um ritmo sem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google