A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CNAB Cobrança Registrada / Cobrança Não Registrada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CNAB Cobrança Registrada / Cobrança Não Registrada."— Transcrição da apresentação:

1 CNAB Cobrança Registrada / Cobrança Não Registrada

2 Equipe Juliane Cristina Caron Maria do Carmo Coutinho Benincá Paula Regina Rupp Sandro Ribeiro dos Santos

3 TIPOS DE COBRANÇA Cobrança Registrada e; Cobrança Não Registro; Sendo que esta nomenclatura pode variar de banco pra banco.

4 COBRANÇA REGISTRADA Sob os padrões CNAB e/ou FEBRABAN, Oferecendo assim uma maior segurança e agilidade para o cliente do serviço. Impressão e postagem de boletos, Serviço de protesto, Serviço de controle do recebimento da cobrança, Solicitações de baixas e Alterações. Se você não pagar a cobrança Banco automaticamente Nome para protesto Cadastro do spc Ou

5 COBRANÇA NÃO REGISTRADA Recebimento de obrigações: Títulos, Prestações, Mensalidades diversas Cedente emitindo enviando e especificando Assim o cedente poderá emitir os próprios títulos

6 Observação: No ambiente web normalmente as cobranças são “não registradas”. Só sendo necessário utilizar a cobrança registrada na emissão da 2a. Via de boleto. Aviso de lançamento Outro meio de interesse: Dados referentes aos títulos recebidos Valor creditado na conta corrente. Pagamento Banco Arquivo Magnético Cedente

7 TAXAS COBRADAS PELOS BANCOS. O banco cobra uma taxa sobre cada boleto pago pelo sacado que varia entre 1 a 4 Reais, dependo do banco. Se a carteira for registrada ele também cobra por cada boleto emitido, independente dele ter sido pago ou não. Por isso a cobrança sem registro é a mais indicada para o uso na Internet. O Banco também leva em consideração o porte do cliente.

8 BOLETO BANCÁRIO Um título de cobrança pagável em qualquer agência bancária do território nacional, Homebanking e, Casas lotéricas, Agências dos correios durante o período de vencimento. Supermercados e

9 PRINCIPAIS CAMPOS DE UM BOLETO Código do banco Linha digitável Vencimento Ag. Cód Cedente Nosso Número Valor do Documento Código de Barras Carteira Sacado Data do documento Cedente

10 MONTAGEM DO CÓDIGO DO DOCUMENTO Para evitar a duplicidade ou inconsistência no processamento das liquidações, é necessária a utilização de uma fórmula algorítima. Vejamos a título de curiosidade

11 CÁLCULO DOS DIGITOS VERIFICADORES Para efetuar o cálculo dos dígitos verificadores, observa-se que a antepenúltima posição é sempre o primeiro digito verificador. A penúltima posição é sempre “tipo identificador”, sendo que: “4” – Vincula: “vencimento”, “código do cedente” e “código do documento”; “5” - Vincula: “código do cedente” e “código do documento”. A última posição é o segundo dígito verificador.

12 Consiste “vencimento”, “código do cedente” e “código do documento”. EXEMPLO COM TIPO IDENTIFICADOR “4” Código do documento Código do cedente Vencimento04/07/2000

13 Cálculo do primeiro digito: /11 peso x2 x3 x4 x5 x6 x7 x8 x9102/ digito verif =212

14 - Cálculo do segundo digito: (1º linha)(1º linha – 4 é o tipo identificador) (2º linha)(2º linha – código do cedente) (3º linha)(Data de vencimento) _____________________________________ Para efeito de cálculo deverá ser utilizada as últimas duas posições da data de vencimento /11 x8 x9 x2 x3 x4 x5 x6 x7 x8 x __________________________________________________________________ Código do documento final com os dígitos:

15 CONCLUSÃO A cobrança bancária registrada e a não registrada. Através da Internet, é amplamente utilizada para transações comerciais em lojas virtuais. Constitui o boleto bancário que é a ferramenta onde estará descrito todas as informações. Sendo assim esta maneira de pagamento agiliza muito as transações comerciais, facilitando o gerenciamento por parte do banco e do cliente.


Carregar ppt "CNAB Cobrança Registrada / Cobrança Não Registrada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google