A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A CRISE DE 29. PROSPERIDADE, ABUNDÂNCIA e EUFORIA SOCIAL. PRECEDENTES Ao final da primeira Guerra, os EUA passa por um "boom" econômico. Empresas e industriais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A CRISE DE 29. PROSPERIDADE, ABUNDÂNCIA e EUFORIA SOCIAL. PRECEDENTES Ao final da primeira Guerra, os EUA passa por um "boom" econômico. Empresas e industriais."— Transcrição da apresentação:

1 A CRISE DE 29

2 PROSPERIDADE, ABUNDÂNCIA e EUFORIA SOCIAL. PRECEDENTES Ao final da primeira Guerra, os EUA passa por um "boom" econômico. Empresas e industriais proliferam e desenvolvem-se grandes conglomerados de empresas com capital aberto.

3 FORDISMO ESTEIRA LINHA DE MONTAGEM EMPRESAS PRODUZIAM CADA VEZ MAIS PARA ATENDER, TANTO O MERCADO CONSUMIDOR AMERICANO, COMO O MERCADO EUROPEU E LATINO AMERICANO,

4 Exportava-se o "modelo de homens de negócios", o SELF- MADE-MAN e o estilo de vida americano AMERICAN WAY OF LIFE.

5 A EUROPA, GRADATIVAMENTE, RECUPERA SUA ECONOMIA E DIMINUI AS IMPORTAÇÕES DE PRODUTOS AMERICANOS O QUE FAZ AUMENTAR A OFERTA DE PRODUTOS NO MERCADO. Aumenta a fila de desempregados SUPERPRODUÇÃO DE MERCADORIAS.

6 A PRODUÇÃO CRESCE, O CONSUMO DIMINUI, A BOLSA DE VALORES QUEBRA, AS INDUSTRIAS ENTRAM EM BANCARROTA E A MISÉRIA IMPERA. A GRANDE DEPRESSÃO

7 GRADATIVAMENTE, AS PESSOAS COMEÇAM A SE DESINTERESSAR PELA POSSE DE AÇÕES E TENTAM SE LIVRAR DESSES ATIVOS FINANCEIROS. OS PREÇOS DAS AÇÕES DESPENCARAM. MUITOS QUERIAM VENDER POUCOS QUERIAM COMPRAR.

8

9

10

11 ESTANCAMENTO DAS IMPORTAÇÕES REPATRIAÇÃO DOS CAPITAIS EMPRESTADOS AOS OUTROS PAÍSES. PROVIDÊNCIAS INICIAIS ADOTADAS POR HEBERT HOOVER ATO TARIFÁRIO SMOOT-HAWLEY

12 RESULTADO: AS EMPRESAS, PRINCIPALMENTE EUROPÉIAS, PASSAM POR DIFICULDADES E PROCURAM SALVAÇÃO NA DESPENSA DE FUNCIONÁRIOS CAUSANDO DESEMPREGO QUE ENFRAQUECE MAIS AINDA O MERCADO CONSUMIDOR. O QUE PARALISA O COMÉRCIO MUNDIAL.

13

14 Poder de compra em declínio produção em alta reaquecimento da produção européia SUPERPRODUÇÃO Incapacidade de consumo empresas diminuem produção e cortam mão-de-obra desemprego + + +

15 REFORMAS ANTILIBERAIS, INTENSA INTERVENÇÃO DO ESTADO NA ECONOMIA, PLANO ECONOMICO BASEADO NAS PROPOSTAS DO INGLÊS JOHN KEYNES. FRANKLIN DELANO ROOSEVELT E O NEW DEAL (Nova Organização ou Novo Acordo)

16 SALÁRIO MÍNIMO FIXO, PROIBIÇÃO DO EMPREGO DE CRIANÇAS E DAS HORAS-EXTRAS; LEGALIZAÇÃO DOS SINDICATOS PARA QUE PUDESSEM NEGOCIAR CONTRATOS COLETIVOS DE TRABALHO; PROMOÇÃO DE UM AMPLO PROGRAMA DE OBRAS PÚBLICAS PRINCIPAIS PONTOS DO NEW DEAL

17 SUBSÍDIOS FORAM CONCEDIDOS AOS ESTADOS PARA QUE PUDESSEM AUMENTAR OS SALÁRIOS DOS EMPREGADOS E CRIAR UM SEGURO-DESEMPREGO PAGAMENTO AOS FAZENDEIROS DE UMA INDENIZAÇÃO QUE COBRISSE OS PREJUÍZOS COM A QUEIMA DO EXCESSO DE PRODUÇÃO. AMPLIAÇÃO E ESTATIZAÇÃO DO SISTEMA DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

18 EMPRÉSTIMOS ILIMITADOS AOS BANCOS PARA QUE PUDESSEM DISPONIBILIZAR UMA LINHA DE CRÉDITO CONTROLADO ÀQUELES QUE TIVESSEM EM DIFICULDADES E PUDESSEM RETORNAR ÁS ATIVIDADES PRODUTIVAS; CONTROLE SEVERO SOBRE OS PREÇOS DOS PRODUTOS; COBRANÇA DE TAXAS SOBRE BEBIDAS E SOBRE OUTROS PRODUTOS SUPÉRFLUOS;


Carregar ppt "A CRISE DE 29. PROSPERIDADE, ABUNDÂNCIA e EUFORIA SOCIAL. PRECEDENTES Ao final da primeira Guerra, os EUA passa por um "boom" econômico. Empresas e industriais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google