A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

I GUERRA MUNDIAL. Antecedentes: Neocolonialismo Industrialização Imperialismo –Mercados : África e Ásia –Partilha da África 1884-1885 CHOQUE DE INTERESSES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "I GUERRA MUNDIAL. Antecedentes: Neocolonialismo Industrialização Imperialismo –Mercados : África e Ásia –Partilha da África 1884-1885 CHOQUE DE INTERESSES."— Transcrição da apresentação:

1 I GUERRA MUNDIAL

2 Antecedentes: Neocolonialismo Industrialização Imperialismo –Mercados : África e Ásia –Partilha da África CHOQUE DE INTERESSES IMPERIALISTAS

3 Unificação Alemã –entra nas disputas imperialistas Disputas por Alsácia-Lorena Derrota francesa –Pagamento de indenização REVANCHISMO FRANCÊS Guerra Franco-Prussiana

4 ALEMANHA X INGLATERRA O desenvolvimento industrial alemão estava ameaçando a hegemonia inglesa.

5 Questão Balcânica

6

7

8

9

10 I GUERRA MUNDIAL - O CONFLITO -

11 Trincheiras

12

13 "O odor fétido nos penetra garganta a dentro ao chegarmos na nossa nova trincheira, a direita dos Esparges. Chove torrencialmente e nos protegemos com o que tem de lonas e tendas de campanha afiançadas nos muros da trincheira. Ao amanhecer do dia seguinte constatamos estarrecidos que nossas trincheiras estavam feitas sobre um montão de cadáveres e que as lonas que nossos predecessores haviam colocado estavam para ocultar da vista os corpos e restos humanos que ali haviam." – Raymond Naegelen, na região de Champagne.

14 Perdemos todo o sentimento de solidariedade. Mal nos reconhecemos quando a nossa imagem de outrora cai debaixo do nosso olhar de fera perseguida. Somos mortos insensíveis que, por um estratagema e um encantamento perigoso, podemos ainda correr e matar." - E. M. Remarque, pág "Durante mais de uma hora, antes que alguém fale, ficamos estendidos, arquejantes, descansando. Estamos de tal forma esgotados que, apesar da acuidade da nossa fome, não pensamos nas conversas. Só a pouco e pouco tornamos a ser, pouco mais ou menos, seres humanos." - E. M. Remarque, pág. 123.

15

16

17 1917 Entrada dos EUA no Conflito

18 Consequências: 8 milhões de mortos 20 milhões mutilados (1/10 da mão-de-obra) Estados independentes Hungria, Tcheco- Eslováquia, Ioguslávia (Sérvia, Croácia, Bósnia- Hezergovina, Eslovênia, Montenegro e Macedônia), Polônia, Estônia, Letônia, Lituânia e Finlândia Crise Russa – Revolta Socialista Destruição de 40% do potencial industrial europeu e 30% de sua agricultura.

19 Os "14 Pontos do Presidente Wilson Em mensagem enviada ao Congresso americano em 8 de janeiro de 1918, o Presidente Wilson sumariou sua plataforma para a Paz que concebia: 1) "acordos públicos, negociados publicamente", ou seja a abolição da diplomacia secreta; 2) liberdade dos mares; 3) eliminação das barreiras econômicas entre as nações; 4) limitação dos armamentos nacionais "ao nível mínimo compatível com a segurança"; 5) ajuste imparcial das pretensões coloniais, tendo em vista os interesses dos povos atingidos por elas; 6) evacuação da Rússia; 7) restauração da independência da Bélgica; 8) restituição da Alsácia e da Lorena à França; 9) reajustamento das fronteiras italianas, "seguindo linhas divisórias de nacionalidade claramente reconhecíveis"; 10) desenvolvimento autônomo dos povos da Áutria-Hungria; 11) restauração da Romênia, da Sérvia e do Montenegro, com acesso ao mar para Sérvia; 12) desenvolvimento autônomo dos povos da Turquia, sendo os estreitos que ligam o Mar Negro ao Mediterrâneo "abertos permanentemente"; 13) uma Polônia independente, "habitada por populações indiscutivelmente polonesas" e com acesso para o mar; e 14) uma Liga das Nações, órgão internacional que evitaria novos conflitos atuando como árbitro nas contendas entre os países. Os "14 pontos" não previam nenhuma séria sanção para com os derrotados, abraçando a idéia de uma Paz "sem vencedores nem vencidos". No terreno prático, poucas propostas de Wilson foram aplicadas, pois o desejo de uma "vendetta" por parte da Inglaterra e principalmente da França prevaleceram sobre as intenções americanas

20 Tratado de Versalhes Algumas exigências impostas à Alemanha pelo Tratado de Versalhes: - reconhecimento da independência da Áustria; - devolução dos territórios da Alsácia-Lorena à França; - devolução à Polônia das províncias de Posen e Prússia Ocidental; - as cidades alemãs de Malmedy e Eupen passariam para o controle da Bélgica; - a província do Sarre passaria para o controle da Liga das Nações por 15 anos; - a região da Sonderjutlândia deveria ser devolvida à Dinamarca - pagamento aos países vencedores, principalmente França e Inglaterra, uma indenização pelos prejuízos causados durante a guerra. Este valor foi estabelecido em 269 bilhões de marcos. - proibição de funcionamento da aeronáutica alemã (Luftwaffe) - a Alemanha deveria ter seu exército reduzido para, no máximo, cem mil soldados; - proibição da fabricação de tanques e armamentos pesados; - redução da marinha alemã para 15 mil marinheiros, seis navios de guerra e seis cruzadores;

21

22 Totalitarismo Antecedentes Insatisfação com os acordos de paz Desemprego, inflação, greves Crise dos governos liberais Partidos Nacionalistas

23 Fascismo Italiano Fascio di Combattimento (esquadra de ação) 1919 – Mussilini Organização paramilitar apoio da burguesia Marcha sobre Roma (1922) DUCE Tratado de Latrão (1929) Aliança com a Alemanha (1936)

24 Nazismo Alemão República de Weimar Partido Nacional Socialista (Nationalsozialist) NAZI Tentativa de Golpe (1923) Hitler como chanceler (1933) Führer (1934) Eixo Roma-Berlim Invasão da Áustria Invasão da Polônia (1939) II Guerra

25 II Guerra Mundial Aliados: Inglaterra, URSS, EUA Eixo: Alemanha, Itália, Japão 1939 – Invasão da Polônia 1941 – Ataque a Pearl Harbor Invasão à URSS 06/06/1944 – Dia D 08/1944 – Bombas atômicas 06/1945 – ONU


Carregar ppt "I GUERRA MUNDIAL. Antecedentes: Neocolonialismo Industrialização Imperialismo –Mercados : África e Ásia –Partilha da África 1884-1885 CHOQUE DE INTERESSES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google