A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Preparação de dados para Modelos Hidrológicos usando ArcGIS e ArcHydro Carlos Ruberto Fragoso Jr. CTEC – UFAL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Preparação de dados para Modelos Hidrológicos usando ArcGIS e ArcHydro Carlos Ruberto Fragoso Jr. CTEC – UFAL."— Transcrição da apresentação:

1 Preparação de dados para Modelos Hidrológicos usando ArcGIS e ArcHydro Carlos Ruberto Fragoso Jr. CTEC – UFAL

2 O que queremos gerar

3 Outro exemplo: Arquivo de entrada IPH-S1

4 Basin = bacia Watershed = sub-bacia Catchment = minibacia

5 Aplicação da sequencia ArcHydro 1 Operações raster que geram raster 1.Preencher depressões 2.Direções de fluxo 3.Área acumulada 4.Rede de drenagem 5.Links de drenagem (trechos individuais) 6.Catchments (minibacias)

6 Operações que geram raster

7 Aplicação da sequencia ArcHydro 2 Operações que geram vetores 1.Catchments polígonos 2.Drainage lines 3.Drenagem de maior comprimento dentro da bacia 4.Identificar exutórios das bacias

8 DEM projetado para UTM

9 fill

10 Fill

11 Direções de fluxo

12 Direção de fluxo (fdr)

13 Área acumulada (fac)

14 Stream definition

15 Catchments raster

16

17 Fim das operações baseadas em raster A partir deste ponto predominam as operações de transformação de raster para vetor e as operações sobre os próprios arquivos vetoriais

18 Catchments vetoriais

19 Drainage lines

20 Adjoint catchments Adjoint catchments são polígonos de bacias a montante de cada catchment. Cada catchment que não é de cabeceira tem um adjoint catchment associado. Serve para agilizar processamento posterior.

21 Exemplo adjoint catchment A região marcada transparente é a adjoint catchment da catchment verde escura.

22 Nem tudo me interessa Suponham que nem todas as catchments do retangulo envolvente me interessam. A região de interesse é, normalmente, uma bacia, que envolve várias catchments.

23 Nem tudo me interessa Área de interesse vai até o ponto identificado na figura.

24 Watershed delineation

25 Batch point (exutorio da bacia)

26 Pode não cair exatamente sobre a rede de drenagem. Isto não tem problema, porque uma função snap obriga a ficar sobre a rede de drenagem.

27 Watershed

28 Sobre batch watershed O ponto batch point não precisa estar exatamente sobre a rede de drenagem. Um novo layer watershed point é criado automaticamente. Pode ser feito com mais de 1 ponto. –watershed –sub-watershed (depois será útil)

29 Snap batch point criado pelo usuário (batch point) reposicionado pelo programa (watershed point)

30 Extract by mask para recortar apenas o que nos interessa!

31 Extracted streams gera streams raster para reiniciar discretização

32 Novo drainage links

33 Novo catchments raster

34 Novo catchments vetorial

35 Novo drainage lines vetorial

36 Novo Adjoint catchments vetorial Importante para saber área a montante de um trecho de rio ou a montante de uma catchment

37 Drainage points Zoom observe pontos verdes

38 Longest Flow Paths for catchments

39 Ferramentas desnecessárias por hora

40 Network tools

41 Hydro Network

42 Hydro Network (resultado) HydroJunction = layer de pontos HydroEdges = layer de linhas

43 Centróides

44 Schema link – Schema node

45 layer node layer link cada um tem dois tipos: nodes: –confluencia –entrada links –rio –ligação bacia poderia ser exportado para IPH-S1!!

46 HydroJunction

47 HydroEdge

48 Topologia: busca a próxima linha

49 NextDownID foi criado e preenchido no HydroEdge

50 Como unir as tabelas? Usando o valor de um dos campos normalmente é possível relacionar as tabelas. É possível juntar as tabelas (join) usando este campo. Seguem sugestões baseadas em apresentação do Francisco Olivera

51 Features Classes

52 Relationships Watershed – Outlet: One-to-one relationship class.

53 Relationships Reach – Outlet: One-to-one relationship class.

54 Features Classes

55 Relationship Classes HRU – Watershed: Many-to-one relationship class.

56 Rede de drenagem simples para exemplo VBA Construída a partir de joins usando Hydro IDs como ligação entre tabelas.

57 Rede de drenagem simples para exemplo VBA trazido de adjoint catchments já existia ligação

58 Rede de drenagem simples para exemplo VBA calculo simples com base na área

59 Ferramentas não vistas Altitude no inicio e fim de uma linha Altitude nos 10% e 85% de uma linha Função do PrePro que gera uma tabela de HRU dentro de cada polígono


Carregar ppt "Preparação de dados para Modelos Hidrológicos usando ArcGIS e ArcHydro Carlos Ruberto Fragoso Jr. CTEC – UFAL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google