A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

L Concepções Cosmogônicas Antigas 1.TRANSIÇÃO MITOLOGIA-FILOSOFIA Pensamento vem substituir a mitologia. Physis (natureza): explicação do mundo natural.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "L Concepções Cosmogônicas Antigas 1.TRANSIÇÃO MITOLOGIA-FILOSOFIA Pensamento vem substituir a mitologia. Physis (natureza): explicação do mundo natural."— Transcrição da apresentação:

1 L Concepções Cosmogônicas Antigas 1.TRANSIÇÃO MITOLOGIA-FILOSOFIA Pensamento vem substituir a mitologia. Physis (natureza): explicação do mundo natural com base em causas naturais Causas do rompimento - nova ordem econômica em atividades comerciais e mercantes - pluralismo cultural Estrutura do discurso filosófico baseado em: - causalidade - cosmos - logos - crítica como metodologia

2 2. FILÓSOFOS NATURALISTAS Tales de Mileto, Anaximandro, Anaxímenes e outrosTales de Mileto, Anaximandro, Anaxímenes e outros Tales de MiletoTales de Mileto - água como elemento primordial, divinizante - princípio da vitalidade de todo ser vivente - beber água coloca em contato com elemento divinizante AnaximandroAnaximandro - princípio é o apeiron (o indeterminado) - apeiron permeia todas as coisas - contém os contrários e a junção dos mesmos constitui o apeiron. Tales de Mileto

3 3. ATOMISTAS Principais representantes: Demócrito e Leucipo Principais representantes: Demócrito e Leucipo Coisas eram formadas por partículas indivisíveis chamadas de átomos, as realidades originárias. Coisas eram formadas por partículas indivisíveis chamadas de átomos, as realidades originárias. Átomos são: Átomos são: - indivisíveis - qualitativamente indiferenciados, plenos em si mesmos. - definem-se pelas formas e figuras geométricas. Diversidade das coisas dependia da forma, quantidade e disposição dos átomos na matéria. Diversidade das coisas dependia da forma, quantidade e disposição dos átomos na matéria. Formas diferentes+número infinito de átomos + diferentes combinações = variedade do mundo A idéia de infinitas partículas em movimento, com a sua pequenez, consegue abranger a idéia de repouso, pois não percebemos esse movimento. A idéia de infinitas partículas em movimento, com a sua pequenez, consegue abranger a idéia de repouso, pois não percebemos esse movimento. A percepção, para um atomista, se dá com encontro entre os átomos que se desprendem das coisas e os nossos átomos. A percepção, para um atomista, se dá com encontro entre os átomos que se desprendem das coisas e os nossos átomos.

4 A FÍSICA ARISTOTÉLICA A FÍSICA ARISTOTÉLICA METAFÍSICA + OBSERVAÇÃO A Metafísica tem 5 espactos relevantes:A Metafísica tem 5 espactos relevantes: Concepção de realidade - Concepção de realidade - Estudo da natureza pelos princípios de matéria, forma e privação. - Teoria da Causalidade - Conceito de ato e potência - Definição de movimento segundo a quantidade, qualidade e lugar. Modelo Cosmológico Universo finito, esférico Universo finito, esférico 4 princípios fundamentais: terra, água, ar, fogo e o éter. 4 princípios fundamentais: terra, água, ar, fogo e o éter. Mundo supra-lunar e sub-lunar com características distintas Mundo supra-lunar e sub-lunar com características distintas

5 COSMOLOGIA ARISTOTÉLICA A COSMOLOGIA ARISTOTÉLICA É O CORPO DE CONHECIMENTO QUE MAIS PERDUROU NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE (MAIS DE 2000 ANOS)!

6 RUPTURA PARADIGMÁTICA COPERNICANA Movimento de laçada dos planetas: como explicar? Movimento de laçada dos planetas: como explicar? Mudança do modelo geocêntrico para o heliocêntricoMudança do modelo geocêntrico para o heliocêntrico

7 QUAL A IMPLICAÇÃO EXISTENTE NA MUDANÇA DO GEOCENTRISMO PARA O HELIOCENTRISMO? RUPTURA COM O PARADIGMA ARISTOTÉLICO-PTOLOMAICO GALILEU GALILEI EXPERIÊNCIAS DE PENSAMENTOEXPERIÊNCIAS DE PENSAMENTO EXPERIMENTALISMOEXPERIMENTALISMO DESCRIÇÃO MATEMÁTICA DOS FENÔMENOS DESCRIÇÃO MATEMÁTICA DOS FENÔMENOS

8 RENÈ DESCARTES Meditações Metafísicas/ Discurso do MétodoMeditações Metafísicas/ Discurso do Método -Reducionismo (nascimento da idéia de que compreensão das partes garante o perfeito andamento do todo). - Fundamentação Matemática da Realidade -Lei de Snell-Descartes n 1.seni = n 2.senr GALILEU + DESCARTES = STATUS QUO DA MATEMÁTICA

9 ISAAC NEWTON A natureza e as suas leis jaziam na noite escondidas. Disse Deus Faça-se Newton e houve luz nas jazidas. 3 Leis do Movimento3 Leis do Movimento - Lei da Inércia - Princípio Fundamental da Dinâmica (desenvolvimento do cálculo diferencial e integral) - Lei da Ação e Reação

10 LEI DA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL NEWTONIANISMO: FÉ NA CAPACIDADE PREDITIVA DA CIÊNCIA

11 PROBLEMAS CONCEITUAIS PENDENTES Momento Relativo da Terra em relação ao éter Momento Relativo da Terra em relação ao éter Distribuição de Energia emitida por um corpo negro Distribuição de Energia emitida por um corpo negro

12 PROBLEMA DA DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA DE UM CORPO NEGRO Contradições com as leis clássicas da mecânica, termodinâmica, mecânica estatística e eletromagnetismo. Contradições com as leis clássicas da mecânica, termodinâmica, mecânica estatística e eletromagnetismo. Mecânica Quântica: Mecânica Quântica: - campo das pequenas dimensões - constante de Planck h = 1, J/K - energia assume valores discretos Teoria da Relatividade: Teoria da Relatividade: - campo das grandes massas ou das grandes velocidades - velocidade da luz c = km/s - energia assume valores contínuos

13 RESULTADO EXPERIMENTAL DO AJUSTE DE PLANCK IMPACTO CONCEITUAL: DISTRIBUIÇÃO DISCRETA DE ENERGIA

14 EFEITO FOTOELÉTRICO 1. O QUE É O EFEITO FOTOELÉTRICO?

15 QUESTÃO ENIGMÁTICA LUZ É ONDA OU PARTÍCULA?

16 OUTROS EFEITOS CORPUSCULARES 1. EFEITO COMPTON Verificação experimental de que os fótons podiam ser considerados pacotes de energia. 2. DESCRIÇÃO EXPERIMENTAL

17 Uma aplicação da Teoria Quântica: entendo o Espectro de Emissão de um átomo 1 – O átomo de Bohr O elétron só pode estar em locais definidos, com uma energia bem definida. Num estado estacionário, um átomo não pode emitir luz. Ao passar de um estado de maior energia para um de menor energia, ele o faz emitindo um fóton com energia equivalente à diferença entre as duas camadas. Se o átomo estiver em qualquer um dos estados estacionários, o elétron se movimenta descrevendo uma órbita circular em volta do núcleo. Os estado eletrônicos permitidos são aqueles nos quais o momento angular do elétron é quantizado e vale:

18 Utilizando os postulados anteriores e efetuando um tratamento matemático, temos que: Assim, a freqüência final para o fóton emitido pelo átomo é dada por: Se substituirmos Z = 1 (átomo de hidrogênio), n=camada do átomo de hidrogênio desejada e a = raio de Bohr (0,52918A), obtêm-se as energias das freqüências das camadas do átomo de hidrogênio.

19 TEORIA PARTÍCULA-ONDA DE DE BROGLIE Com o Efeito Compton, ficou provado que a luz podia se comportar como partícula. Propôs que a matéria possuiria um comprimento de onda dado por: Se ondas podem se comportar como matéria, matéria pode se comportar como onda! PRINCÍPIO DA INCERTEZA DE HEISENBERG

20 NOÇÕES DE RELATIVIDADE REFERENCIAL INERCIAL Para Newton: -O tempo é absoluto e homogêneo, verdadeiro e matemático, por si mesmo e por sua própria natureza, sem referência a qualquer coisa externa, flui uniformemente. -O espaço não é alterado por fatores externos e permanece imóvel. O espaço absoluto, por sua própria natureza e sem referência a nada exrerno, permanece homogêneo e imóvel.

21 EXPERIMENTO DE MICHELSON-MORLEY VERIFICANDO A EXISTÊNCIA DO ÉTER Conclusão: Conclusão: NÃO SE ENCONTROU O POSTULADO ÉTER!!!! TEMPO E ESPAÇO NÃO SÃO ABSOLUTOS!!!

22 POSTULADOS DA TEORIA DA RELATIVIDADE 1º POSTULADO: 1º POSTULADO: As leis da Física são invariantes para qualquer referencial inercial. Não existe referencial inercial preferencial. 2º POSTULADO: 2º POSTULADO: A velocidade da luz é a mesma em todos os referenciais inerciais.

23 CONTRAÇÃO ESPACIAL RÉGUAS EM MOVIMENTO MEDEM COMPRIMENTOS MENORES QUE AS RÉGUAS EM REPOUSO! EXEMPLOS 1 – PARADOXO DOS GÊMEOS 2 – VIAGEM PELA VIA LÁCTEA 3 – DETECÇÃO DE PARTÍCULAS PRESENTES NOS RAIOS CÓSMICOS

24 O QUE A CIÊNCIA MODERNA TRAZ DE NOVO? 1 – Retorno ao subjetivismo (princípio da incerteza e o papel da vontade) 2 – Busca da totalidade das coisas x reducionismo cartesiano 3 – Perda de determinismo (em sentido probabilístico)

25 CONSEQÜÊNCIAS PARA AS DIVERSAS ÁREAS DO CONHECIMENTO 1 – O papel do doente nas curas da medicina 2 – Trabalho dos doutores da alegria 3 – Visão mais humanista em escolas com um desenvolvimento de uma pedagogia mais direcionada às dificuldades do indivíduo SUGESTÃO: Quem somos nós? SUGESTÃO: Quem somos nós?


Carregar ppt "L Concepções Cosmogônicas Antigas 1.TRANSIÇÃO MITOLOGIA-FILOSOFIA Pensamento vem substituir a mitologia. Physis (natureza): explicação do mundo natural."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google