A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DEFESA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA GRADUANDO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA: SANDRO LUIS DA COSTA ALVES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DEFESA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA GRADUANDO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA: SANDRO LUIS DA COSTA ALVES."— Transcrição da apresentação:

1 DEFESA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA GRADUANDO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA: SANDRO LUIS DA COSTA ALVES

2 ORIENTADORES ORIENTADOR INTERNO: Dr. LEONARDO DUARTE BATISTA DA SILVA. ORIENTADOR EXTERNO: Dr. EUGÊNIO FERREIRA COELHO.

3 EMBRAPA MANDIOCA E FRUTICULTURA MISSÃO: A missão da Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical é viabilizar soluções para o desenvolvimento sustentável do agronegócio da mandioca e fruticultura por meio de geração, adaptação e transferência de conhecimentos e tecnologias em benefício da sociedade.

4 EMBRAPA MANDIOCA E FRUTICULTURA O grupo de irrigação da Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical vem contribuindo para o desenvolvimento da fruticultura irrigada do Nordeste, por meio de pesquisas que priorizam as linhas de manejo de irrigação, sistemas de irrigação para fruticultura e redução de lâminas de irrigação pela regulação do déficit de irrigação em fruteiras nas condições de Semi-árido, que visam o aumento da produtividade e qualidade de frutos de fruteiras tropicais e minimização do uso de água.

5 GRUPO DE IRRIGAÇÃO E FERTIRRIGAÇÃO Equipe Otávio Alvares de Almeida, D.Sc. Sizernando Luís de Oliveira, D. Sc. Eugênio Ferreira Coelho, Ph. D. Maurício Antônio Coelho Filho, D. Sc

6 OBJETIVOS DO ESTÁGIO Capacitar o estagiário nas atividades relacionadas na área de recursos hídricos, além de acompanhar as atividades cientificas desenvolvidas pelo grupo, assim mostrando a atual realidade das pesquisas nesta área.

7 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS 1.FERTIRRIGAÇÃO; 2.COLETA DE DADOS; 3.DETERMINAÇÃO DE pH e CONDUTIVIDADE ELÉTRICA; 4.CONSTRUÇÃO DE UM PERMEÂMETRO DE CARGA CONSTANTE; 5.DETERMINAÇÃO DAS CARACTERISTICA FÍSICA DO SOLO.

8 FERTIRRIGAÇÃO A fertirrigação é o processo de aplicação de fertilizantes juntamente com a água de irrigação visando fornecer as quantidades de nutrientes requeridas pela cultura no momento adequado para obtenção de altos rendimentos e produtos de qualidade. (MAPA, Circular Técnica 2004).

9 FERTIRRIGAÇÃO Experimento de Banana Maçã; Bomba TMB; Diferentes doses de aplicação de N e K; Dois sistemas de irrigacação. Fotos:

10 COLETA DE DADOS Experimento de Banana Maçã; A coleta de dados (umidade e condutividade elétrica); TDR 100; Antenas de TDR; Fotos:

11 DETERMINAÇÃO DE pH e CONDUTIVIDADE ELÉTRICA pH: Acidez; Disponibilidade de nutrientes. Condutividade Elétrica: Salinidade; Disponibilidade de água.

12 DETERMINAÇÃO DE pH e CONDUTIVIDADE ELÉTRICA Experimento Banana Grandnaine; Extrator de solução do solo; Diferentes níveis de concentração salina; pHmetro Tec – 3MP; Condutivimetro Tec – 4MP. Fotos:

13 CONSTRUÇÃO DE UM PERMEÂMETRO DE CARGA CONSTANTE O permeâmetro de carga constante é um dos métodos utilizados para estimar a condutividade hidráulica em laboratório, bastante recomendado para solos com alta permeabilidade, ou seja, solos arenosos. Fotos:

14 CONSTRUÇÃO DE UM PERMEÂMETRO DE CARGA CONSTANTE

15 DETERMINAÇÃO DAS CARACTERISTICA FÍSICA DO SOLO A determinações dos parâmetros físico- hídricos do solo são de grande importância para o desenvolvimento adequado das plantas.

16 DETERMINAÇÃO DAS CARACTERISTICA FÍSICA DO SOLO Experimento de Banana Maçã; Diferentes doses de Manipueira; Ds, Dp, K 0 e P; Fotos:

17 AVALIAÇÃO Manejo de Irrigação; Formação dos Estagiário; Organização.

18 CONCLUSÃO No que diz respeito à formação de engenharia agrícola para atuação na área de irrigação, pode-se afirmar que o curso fornece uma base sólida para acompanhamento e desenvolvimento de qualquer atividade relacionada com o tema. Esse estágio foi de muita importância para a complementação e a vivência de temas que foram debatidos em sala de aula.

19 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARAÚJO, R.L Térmites of the Neotripical Region. In: KRISMA, K. & WEESNER, F.M. Biology of termites. New York: Academic Press, p MELLO, R.F. de; FERREIRA, P.A; MATOS, A.T. de; RUIZ, H.A & OLIVEIRA, L.B. de. Deslocamento miscível de cátions básicos provenientes da água residuária de mandioca em colunas de solo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande – PB, v.10, n.2, p.456 – 465. PONTE, J.J. da. Cartilha da manipueira, uso do composto como insumo agrícola. Fortaleza, Secretaria de Ciência e Tecnologia, 1999, 53p. REICHARDT, K e TIMM, L. C. SOLO, PLANTA E ATMOSFERA, Conceitos, processos e aplicações. Barueri, SP: Manole, 2004, 478p. REIS, G.G.dos & REIS, M.das.F. Reflexão do cultivo mínimo no Ambiente e na fisiologia da árvore. In: Anais do 1º Seminário sobre cultivo mínimo do solo em florestas, p

20 AGRADECIMENTOS A Deus por tudo. A minha Mãe. A minha namorada. A UFRRJ. Aos meus orientadores. Aos amigos presentes. Ao Professor Roberto Precci.


Carregar ppt "DEFESA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA GRADUANDO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA: SANDRO LUIS DA COSTA ALVES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google