A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL COREN-RS Avaliação de Desempenho Enfermeiro Fiscal Relato de experiência COREN-RS 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL COREN-RS Avaliação de Desempenho Enfermeiro Fiscal Relato de experiência COREN-RS 2010."— Transcrição da apresentação:

1 CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL COREN-RS Avaliação de Desempenho Enfermeiro Fiscal Relato de experiência COREN-RS 2010

2 Promover o crescimento do desempenho profissional através da avaliação e do estímulo do potencial do funcionário na organização. Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Conceito Básico

3 Medição do potencial humano; Foco nos profissionais como recurso básico da organização; Fornecer oportunidades de crescimento profissional; Efetiva participação de todos os membros da organização nos objetivos organizacionais; Eliminar a subjetividade da avaliação, tornando-a concreta; Comunicação ativa entre organização e profissional. Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Vantagens para a Organização:

4 aprende quais aspectos de comportamento a organização valoriza; acompanha o seu desempenho profissional; conhece as expectativas de seu superior direto; participa das estratégias para melhoria de seu desempenho (programa de treinamento...); determina junto com seu superior as iniciativas que deve adotar (auto correção, mais atenção no trabalho, cursos por conta própria...). Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Vantagens para o profissional:

5 Planejamento Iniciativa na tomada de decisões Coerência das condutas Produtividade Resolutividade (capacidade de negociação) Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Itens básicos da avaliação do Fiscal: NECESSIDADE DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO CONTÍNUA

6 Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Implementação a avaliação de desempenho contínua:

7 Utilização do Sistema Informatizado Avaliação do agenda e agendamento do Fiscal Estruturação dos Relatórios de Visita Fiscalizatória Controle dos prazos de entrega de Relatórios e aqueles concedidos nas visitas Controle de produtividade (horas de fiscalização, evolução da área de fiscalização) Controles auxiliares (RDV, Fichas de Visitas, Controle de Horários) Conhecimento e aplicação das Rotinas (POPs) de fiscalização Programa de Acompanhamento do Enfermeiro Fiscal Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Outros aspectos considerados na avaliação de desempenho contínua:

8 Identificar no processo de avaliação do Fiscal quais pontos que necessitam de melhorias Elaborar as condutas para as alcançar / promover estas melhorias Criar subsídios para reavaliações e tomada de decisões Criar subsídios para adaptações ou reestruturação do processo avaliativo Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Principais pontos esperados na avaliação de desempenho contínua: NECESSIDADE DE INDICADORES E INTRUMENTOS DE CONTROLE

9 Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Apêndice A – Tabelas de Acompanhamento – Produtividade e Evolução da Área de Fiscalização Regimentos do Serviço de Enfermagem Número de instituições ativas com serviço de Enfermagem Número de instituições com Regimento do Serviço de Enfermagem Certidões de Responsabilidade Técnica Número de instituições com Responsável Técnico Registros de Empresa Número de instituições com Registro de Empresa

10 CADASTRAD O GERAL DO SISCOREN (INÍCIO DO MÊS) INSTITUIÇÕES SEM SERVIÇO DE ENFERMAGEM INSTITUIÇÕES COM SERVIÇO DE ENFERMAGEM DESATIVADAS COM SERVIÇO DE ENFERMAGEM DESATIVADAS SEM SERVIÇO DE ENFERMAGEM NOVAS CADASTRADAS COM SERVIÇO DE ENFERMAGEM NOVAS CADASTRADAS SEM SERVIÇO DE ENFERMAGEM TOTAL DE INSTITUIÇÕES ATIVAS COM SERVIÇO DE ENFERMAGEM (*) INSTITUIÇÕES CADASTRADAS GERAL NO SISCOREN (FIM DO MÊS) JANEIRO 236322041030206238 Total 236322041030206238 FEVEREIRO 238322060010207239 Total 238322061040207239 MARÇO 239322071040210242 Total 239322072080210242 ABRIL 242322100000 242 Total 242322102080 242 MAIO 242322100040214246 Total 2423221020120214246 JUNHO 246322141020215247 Total 2463221430140215247 JULHO 247312160100 246 Total 2473121631140216246 AGOSTO 246312151140218248 Total 2463121542180218248 SETEMBRO 248302180020220250 Total 2483021842200220250 OUTUBRO 250302200001 251 Total 2503022042201220251 NOVEMBRO 251312201000219250 Total 2513122052201219250 DEZEMBRO 2500 0 Total Anual 2500 52201250

11 INSTITUIÇÕES ATIVAS COM SERVIÇO DE ENFERMAGEM E COM CRT MÊS TOTAL INST (*)INST. SEM RTTOTAL INST. COM RT (INÍCIO DO MÊS) INST. COM RT CANCELADASINST. COM NOVAS RT TOTAL INST COM CRT (FINAL DO MÊS) JANEIRO20481123144113 Sub-Total20481123144113 FEVEREIRO2067313307140 Total Cumulativo206731331411140 MARÇO207671401413139 Total Cumulativo207671402824139 ABRIL21071139815146 Total Cumulativo210711393639146 MAIO2106414654145 Total Cumulativo210641464143145 JUNHO2146914519153 Total Cumulativo214691454252153 JULHO2166315345154 Total Cumulativo216631534657154 AGOSTO2156115415158 Total Cumulativo215611544762158 SETEMBRO21857161115175 Total Cumulativo218571614877175 OUTUBRO2184317501176 Total Cumulativo218431754878176 NOVEMBRO 0 0 Total Cumulativo00048780 DEZEMBRO 0 0 Total Anual00048780

12 NÚMERO DE CRTS NO COREN-RS Nº. CRT NO COREN-RS (INÍCIO DO MÊS)CANCELADASNOVASTOTAL DE CRT NO COREN-RS (FINAL DO MÊS) 784276 784276 0278 764478 3277 787677 11 87 5476 77131176 1479 76141579 33 171879 1684 79182484 1386 84192786 0187 86192887 192887 192887 JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ

13 NÚMERO DE REGISTROS DE EMPRESA NO COREN-RS Nº DE RE (INÍCIO DO MÊS)Nº DE RE NOVOS Nº DE RE VENCIDOSNº RE RENOVADOSTOTAL DE RE EXISTENTES JUNTO AO COREN-RS (FINAL DO MÊS) JANEIRO 100109 Total Cumulativo 100109 FEVEREIRO 90009 Total Cumulativo 90109 MARÇO 910010 Total Cumulativo 911010 ABRIL 1010011 Total Cumulativo 1021011 MAIO 11000 Total Cumulativo 11210 JUNHO 1121012 Total Cumulativo 1142012 JULHO 1201011 Total Cumulativo 1243011 AGOSTO 1110012 Total Cumulativo 1153012 SETEMBRO 1210013 Total Cumulativo 1263013 OUTUBRO 13000 Total Cumulativo 13630 NOVEMBRO 13 Total Cumulativo 13630 DEZEMBRO 13 Total Anual 13630

14 INSTITUIÇÕES COM SERV ENFTOTAL INST COM RSE E COM SERV ENFINSTITUIÇÕES COM SERVIÇO E COM RSE TOTAL INSTITUIÇÕES COM RSE E COM SERV ENF INST SEM RSE MÊS NOVOSDESATUALIZADO S JANEIRO20410610011688 Total Cumulativo20410610011688 FEVEREIRO2061163011987 Total Cumulativo20611613011987 MARÇO2071192112087 Total Cumulativo20711915112087 ABRIL210120 60 12684 Total Cumulativo21012021112684 MAIO210126 00 84 Total Cumulativo21012621112684 JUNHO214126 10 12787 Total Cumulativo21412622112787 JULHO216127 30 13086 Total Cumulativo21612725113086 AGOSTO215130 10 13184 Total Cumulativo21513026113184 SETEMBRO218131 10 13286 Total Cumulativo21813127113286 OUTUBRO220132 20 13486 Total Cumulativo22013229113486 NOVEMBRO 0 00 Total Cumulativo0029100 DEZEMBRO 0 00 Total Anual0 29100

15 Nº DE RSE NÚMERO DE RSE NO COREN-RS NÚMERO DE RSE NO COREN-RSTOTAL RSE NOVOSDESATUA LIZADOS 391040 391040 3043 404043 2144 436144 20 46 448146 00 81 48 10 49 489149 10 50 4910150 10 51 5011151 10 52 5112152 20 54 5214154 14154 14154 JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ

16 Horas de Fiscalização Prazos de entrega de Relatórios de Fiscalização Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Apêndice B – Indicadores da Fiscalização

17

18 Relato de experiência COREN-RS 2010 ? fiscalizacao@portalcoren-rs.gov.br Enfº. Fiscal Leandro Augusto Hansel Enfº. Fiscal Paulo César Pich 27/08/2010


Carregar ppt "CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL COREN-RS Avaliação de Desempenho Enfermeiro Fiscal Relato de experiência COREN-RS 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google