A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL COREN-RS Avaliação de Desempenho Enfermeiro Fiscal Relato de experiência COREN-RS 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL COREN-RS Avaliação de Desempenho Enfermeiro Fiscal Relato de experiência COREN-RS 2010."— Transcrição da apresentação:

1 CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL COREN-RS Avaliação de Desempenho Enfermeiro Fiscal Relato de experiência COREN-RS 2010

2 Promover o crescimento do desempenho profissional através da avaliação e do estímulo do potencial do funcionário na organização. Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Conceito Básico

3 Medição do potencial humano; Foco nos profissionais como recurso básico da organização; Fornecer oportunidades de crescimento profissional; Efetiva participação de todos os membros da organização nos objetivos organizacionais; Eliminar a subjetividade da avaliação, tornando-a concreta; Comunicação ativa entre organização e profissional. Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Vantagens para a Organização:

4 aprende quais aspectos de comportamento a organização valoriza; acompanha o seu desempenho profissional; conhece as expectativas de seu superior direto; participa das estratégias para melhoria de seu desempenho (programa de treinamento...); determina junto com seu superior as iniciativas que deve adotar (auto correção, mais atenção no trabalho, cursos por conta própria...). Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Vantagens para o profissional:

5 Planejamento Iniciativa na tomada de decisões Coerência das condutas Produtividade Resolutividade (capacidade de negociação) Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Itens básicos da avaliação do Fiscal: NECESSIDADE DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO CONTÍNUA

6 Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Implementação a avaliação de desempenho contínua:

7 Utilização do Sistema Informatizado Avaliação do agenda e agendamento do Fiscal Estruturação dos Relatórios de Visita Fiscalizatória Controle dos prazos de entrega de Relatórios e aqueles concedidos nas visitas Controle de produtividade (horas de fiscalização, evolução da área de fiscalização) Controles auxiliares (RDV, Fichas de Visitas, Controle de Horários) Conhecimento e aplicação das Rotinas (POPs) de fiscalização Programa de Acompanhamento do Enfermeiro Fiscal Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Outros aspectos considerados na avaliação de desempenho contínua:

8 Identificar no processo de avaliação do Fiscal quais pontos que necessitam de melhorias Elaborar as condutas para as alcançar / promover estas melhorias Criar subsídios para reavaliações e tomada de decisões Criar subsídios para adaptações ou reestruturação do processo avaliativo Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Principais pontos esperados na avaliação de desempenho contínua: NECESSIDADE DE INDICADORES E INTRUMENTOS DE CONTROLE

9 Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Apêndice A – Tabelas de Acompanhamento – Produtividade e Evolução da Área de Fiscalização Regimentos do Serviço de Enfermagem Número de instituições ativas com serviço de Enfermagem Número de instituições com Regimento do Serviço de Enfermagem Certidões de Responsabilidade Técnica Número de instituições com Responsável Técnico Registros de Empresa Número de instituições com Registro de Empresa

10 CADASTRAD O GERAL DO SISCOREN (INÍCIO DO MÊS) INSTITUIÇÕES SEM SERVIÇO DE ENFERMAGEM INSTITUIÇÕES COM SERVIÇO DE ENFERMAGEM DESATIVADAS COM SERVIÇO DE ENFERMAGEM DESATIVADAS SEM SERVIÇO DE ENFERMAGEM NOVAS CADASTRADAS COM SERVIÇO DE ENFERMAGEM NOVAS CADASTRADAS SEM SERVIÇO DE ENFERMAGEM TOTAL DE INSTITUIÇÕES ATIVAS COM SERVIÇO DE ENFERMAGEM (*) INSTITUIÇÕES CADASTRADAS GERAL NO SISCOREN (FIM DO MÊS) JANEIRO Total FEVEREIRO Total MARÇO Total ABRIL Total MAIO Total JUNHO Total JULHO Total AGOSTO Total SETEMBRO Total OUTUBRO Total NOVEMBRO Total DEZEMBRO Total Anual

11 INSTITUIÇÕES ATIVAS COM SERVIÇO DE ENFERMAGEM E COM CRT MÊS TOTAL INST (*)INST. SEM RTTOTAL INST. COM RT (INÍCIO DO MÊS) INST. COM RT CANCELADASINST. COM NOVAS RT TOTAL INST COM CRT (FINAL DO MÊS) JANEIRO Sub-Total FEVEREIRO Total Cumulativo MARÇO Total Cumulativo ABRIL Total Cumulativo MAIO Total Cumulativo JUNHO Total Cumulativo JULHO Total Cumulativo AGOSTO Total Cumulativo SETEMBRO Total Cumulativo OUTUBRO Total Cumulativo NOVEMBRO 0 0 Total Cumulativo DEZEMBRO 0 0 Total Anual

12 NÚMERO DE CRTS NO COREN-RS Nº. CRT NO COREN-RS (INÍCIO DO MÊS)CANCELADASNOVASTOTAL DE CRT NO COREN-RS (FINAL DO MÊS) JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ

13 NÚMERO DE REGISTROS DE EMPRESA NO COREN-RS Nº DE RE (INÍCIO DO MÊS)Nº DE RE NOVOS Nº DE RE VENCIDOSNº RE RENOVADOSTOTAL DE RE EXISTENTES JUNTO AO COREN-RS (FINAL DO MÊS) JANEIRO Total Cumulativo FEVEREIRO Total Cumulativo MARÇO Total Cumulativo ABRIL Total Cumulativo MAIO Total Cumulativo JUNHO Total Cumulativo JULHO Total Cumulativo AGOSTO Total Cumulativo SETEMBRO Total Cumulativo OUTUBRO Total Cumulativo NOVEMBRO 13 Total Cumulativo DEZEMBRO 13 Total Anual 13630

14 INSTITUIÇÕES COM SERV ENFTOTAL INST COM RSE E COM SERV ENFINSTITUIÇÕES COM SERVIÇO E COM RSE TOTAL INSTITUIÇÕES COM RSE E COM SERV ENF INST SEM RSE MÊS NOVOSDESATUALIZADO S JANEIRO Total Cumulativo FEVEREIRO Total Cumulativo MARÇO Total Cumulativo ABRIL Total Cumulativo MAIO Total Cumulativo JUNHO Total Cumulativo JULHO Total Cumulativo AGOSTO Total Cumulativo SETEMBRO Total Cumulativo OUTUBRO Total Cumulativo NOVEMBRO 0 00 Total Cumulativo DEZEMBRO 0 00 Total Anual

15 Nº DE RSE NÚMERO DE RSE NO COREN-RS NÚMERO DE RSE NO COREN-RSTOTAL RSE NOVOSDESATUA LIZADOS JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ

16 Horas de Fiscalização Prazos de entrega de Relatórios de Fiscalização Relato de experiência COREN-RS 2010 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Apêndice B – Indicadores da Fiscalização

17

18 Relato de experiência COREN-RS 2010 ? Enfº. Fiscal Leandro Augusto Hansel Enfº. Fiscal Paulo César Pich 27/08/2010


Carregar ppt "CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL COREN-RS Avaliação de Desempenho Enfermeiro Fiscal Relato de experiência COREN-RS 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google