A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Igreja Evangélica Assembléia de Deus São José – SC Ouça nossa rádio on-line:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Igreja Evangélica Assembléia de Deus São José – SC Ouça nossa rádio on-line:"— Transcrição da apresentação:

1 Igreja Evangélica Assembléia de Deus São José – SC Ouça nossa rádio on-line: Ev. Sérgio Lenz Fone (48) (Claro) ou (TIM) MSN: Lição 10 – 03/06/2012

2 Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos; por onde conhecemos que é já a última hora. (I João 2:18). VERDADE PRÁTICA O espírito do Anticristo já opera no mundo. Portanto, combatamo-lo com a Palavra de Deus e com a divulgação do Evangelho de Cristo até os confins da terra.

3 LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Apocalipse 13:1-9 1 Então vi subir do mar uma besta que tinha dez chifres e sete cabeças, e sobre os seus chifres dez diademas, esobre as suas cabeças nomes de blasfêmia. 2 E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder e o seu trono e grande autoridade. 3 Também vi uma de suas cabeças como se fora ferida de morte, mas a sua ferida mortal foi curada. Toda a terra se maravilhou, seguindo a besta, 4 e adoraram o dragão, porque deu à besta a sua autoridade; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? quem poderá batalhar contra ela? 5 Foi-lhe dada uma boca que proferia arrogâncias e blasfêmias; e deu-se-lhe autoridade para atuar por quarenta e dois meses. 6 E abriu a boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome e do seu tabernáculo e dos que habitam no céu. 7 Também lhe foi permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe autoridade sobre toda tribo, e povo, e língua e nação. 8 E adorá-la-ão todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. 9 Se alguém tem ouvidos, ouça.

4 O Anticristo, segundo João, pode ser classificado: 1. ESCATOLOGICAMENTE: ou seja, aquele homem que dará sua vida a Satanás para ser o idealizador da paz perfeita e prosperidade total. 2. SOCIOLOGICAMENTE: um sistema ou tendência da moda que nega as virtudes ensinadas pela Palavra de Deus. 3. TEOLOGICAMENTE: pessoas e idéias que opõem- se a revelação escriturística acerca da obra salvífica de Cristo no Calvário. É sobre esses e outros aspectos que nossa lição nos fornece o ensino deste domingo. Vamos a ela…

5 1.1 – Definição etimológica: Anticristo significa "opositor de Cristo, "contra Cristo". Também chamado de: "a besta que subiu do mar" (Ap 13.1); "a besta escarlate" (Ap 17.3); "a besta" (Ap 17.8,16); "o homem violento" (Is 16.4); "o príncipe que há de vir" (Dn 9.26); "o rei do Norte" (Dn 11.40); "o angustiador" (Is 51/13) ; "o iníquo" (2 Ts 2.8); "o mentiroso" (1 Jo 2.22); "o enganador" (2 Jo v7) "filho da perdição, homem do pecado" (2 Ts 2.3-4) ; "um rei feroz de cara" (Dn 8.23); "a ponta pequena" (Dn 7.8). O Anticristo será um homem como outro qualquer, nascido de mulher, porém a serviço de Satanás.

6 (1 João 2:18) (1 João 2:22) (1 João 4:2-3) (2 João 7) Nestes trechos - os únicos na Bíblia que usam a palavra "anticristo" - podemos observar alguns fatos importantes: A Bíblia não fala de uma só pessoa conhecida como o Anticristo, mas de muitos anticristos. A última hora, no contexto dos anticristos, não se refere ao fim do mundo, porque João disse que a última hora já havia chegado no primeiro século. Estes textos não falam de um Anticristo futuro, mas de muitos que já saíram do meio dos cristãos do primeiro século. Um anticristo é uma pessoa que nega Cristo, ou que nega que este veio na carne. O perigo das doutrinas humanas sobre o Anticristo é que desviam a atenção dos fiéis das verdadeiras ameaças em forma de tentações e doutrinas contra Cristo, porque as pessoas examinam os jornais procurando sinais da vinda de uma figura terrível. Ao invés de esperar a vinda de um grande inimigo de algum outro país, devemos nos defender contra os inimigos de Cristo que já estão no mundo desde a época da Bíblia. Disponível em: 1.2 – Definição teológica:

7 1 – Qual a definição etimológica da palavra Anticristo? 2 – Defina teologicamente a expressão Anticristo:

8 1) -Ele entrará em cena nos últimos dias da história de Israel (Dn 8.23). 2) -Ele não aparecerá até o dia do Senhor ter começado (2 Ts 2.2). 3) -Sua manifestação está sendo impedida pelo Detentor (2 Ts 2.6,7). 4) -Esse aparecimento será precedido por um afastamento (2 Ts 2.3) que pode ser interpretado como um afastamento da fé ou um afastamento dos santos para a presença do Senhor (2 Ts 2.1). 5) -Ele é um gentio. Já que ele surge do mar (Ap 13.1) e o mar retrata as nações gentias (Ap 17.15), ele deve ter origem gentílica.[1] Ele surge do Império Romano, já que é um governador do povo que destruiu Jerusalém (Dn 9.26).[1] [1] O escatólogo Wim MALGO (in memorian) admitia que o Anticristo será um judeu, pois de outra forma Israel não o aceitaria como Messias; cf. 50 Respostas Tiradas da Palavra Profética, 3ª ed.,1989, p. 72. Tin LAHAYE, sobre a identidade do Anticristo escreve: Apocalipse 13.1 nos diz:..vi subir do mar... o que indica que será um gentil. Daniel 8.8,9 sugere que é um chifre pequeno que sai dos quatro chifres gregos, indicando que será em parte grego. Daniel 9.26 fala dele como o príncipe do povo que virá, querendo dizer que será da linhagem real do povo que destruiu Jerusalém. Historicamente foi o império romano, pelo que será predominantemente romano. Daniel 11.36,37, diz que do Deus de seus pais não fará caso. Tomando em seu contexto isto sugere que será um judeu. Com toda probabilidade o Anticristo será um gentil, semelhante a Adolfo Hitler e outros que temem revelar que possuem sangue judeu, manterá sua ascendência judia em secreto. Pode ser que só Deus saiba, porém a Bíblia nos ensina que será uma pessoa com uma mescla de origem romano-grego-judeu, uma combinação dos povos da terra. Isto o qualifica tecnicamente para ser uma encarnação de todos os homens iníquos, Revelation, p. 172 apud WILLMINGTON, op. cit., p – Tempo:

9 2.2 – Lugar: 1.A Babilônia é mais um símbolo do que um lugar. Babilônia refere-se à Babilônia dos tempos de Babel, à Babilônia de Nabuconodosor, a senhora do mundo; a Roma dos Césares, a Roma dos papas e a todos os impérios do mundo que se levantaram contra Deus e sua igreja. A Babilônia aqui não é apenas a Babilônia escatológica, mas a Babilônia atemporal, o mundo como centro de sedução em qualquer época. 2. Babilônia aqui é um símbolo da rebelião humana contra Deus. É o sistema do mundo que opõe contra Deus. No capítulo 17, Babilônia era a grande Meretriz, a religião apóstata, em contraste com a Noiva do Cordeiro, a igreja verdadeira. 3. No capítulo 18, a Babilônia é o mundo, a cidade da luxúria, a morada dos demônios em contraste com a Nova Jerusalém, a cidade santa, a morada de Deus.

10 3 – Segundo a lição, o que caracterizava a mornidão espiritual de Laodicéia?

11 1.O dragão é um ser pessoal – Ap12.9: Ele não é um mito, uma figura lendária ou folclórica. Ele não é um ser impessoal, etéreo. Ele não é uma energia negativa. Ele é um anjo caído, um ser que tem vontade, planos e estratégias. Ele tem sentimentos, pois está cheio de cólera (v. 12) e permanentemente irado contra a igreja (v. 17). Ele tem inteligência, pois é capaz de seduzir (v. 4). Ele tem objetivos claros, perseguir o Messias (v. 4) e sua igreja (v. 13). Sua grande obsessão é devorar Jesus (v. 4). O verdadeiro alvo do dragão não é a mulher, mas sim o filho. Quando Israel (ou a igreja) sofre aflições, o dragão quer atacar o Filho (At 9:4). A luta contra Cristo na igreja ou em Israel, é a obsessão do dragão, porque ele é vencido pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do testemunho (v. 11). 3.1 – O Dragão:

12 2.O dragão é um inimigo que exerce influência universal Ap12.3,9 a) Sete cabeças - representam que ele exerce poder e grande autoridade de forma universal. Ele é o deus deste século. O príncipe da potestade do ar. Ele atua nos filhos da desobediência. Ele é o pai daqueles que vivem para fazer sua vontade (Jo 8:44). Ele é o sedutor de todo o mundo (12:9). b) Dez chifres - simbolizam sua capacidade destruidora. Ele é o Abadom e o Apolion, o destruidor. Jesus o chama de homicida (Jo 8:44). Ele é o ladrão que veio para matar, roubar e destruir (Jo 10:10). c) Sete diademas - simbolizam que seu governo é universal. Sua influência não se limita a um povo ou nação. Ele possui súditos em toda a terra (Lc 11:20-22). Ele tem um reino (Cl 1:13; At 26:18). 3.1 – O Dragão:

13 3.O dragão é um inimigo destruidor Ap12.3 Ao chamá-lo de um dragão GRANDE, evidencia que ele é um inimigo terrível, perigosíssimo, destruidor. Ao chamá-lo de VERMELHO, denota a sua capacidade de provocar destruição e morte. Essa descrição revela que o dragão é assassino, sanguinário, cruel. 3.1 – O Dragão:

14 4. O dragão é um inimigo sedutor - Ap12.4,9 a) Sedutor no mundo angelical (v. 4) - Ele era perfeito até que se achou iniqüidade em seu coração (Ez 28:15). Ele conseguiu enredar uma terça parte dos anjos que foram expulsos do céu (v. 4). Esses anjos em vez de espíritos ministradores de Deus (Hb 1:14), tornaram-se vassalos do diabo. b) Sedutor de todo o mundo (v. 9) - Ele foi o protagonista da queda de Adão e Eva no Éden. Para tentar nossos primeiros pais ele usou o disfarce, a dúvida, a inversão da Palavra de Deus, a negação da Palavra de Deus, a exaltação do homem, a acusação contra Deus, a sedução do homem. Ele ainda usa essas mesmas artimanhas para seduzir as pessoas hoje. 3.1 – O Dragão:

15 5. O dragão é um inimigo acusador - Ap O dragão é mentiroso e acusador. Ele acusou Jó (Jó 1:9,10). Ele acusa os nossos irmãos (v. 10). Sua acusação é ininterrupta (v. 10b). Ele não descansa, não dorme nem tira férias. Ele é perseverante. Ele tentou destruir o Filho da mulher (v. 5), agora, quer destruir a mulher (v. 13). Ele pesquisa a nossa vida, e não perde oportunidade para nos acusar (Rm8:34). 3.1 – O Dragão:

16 6. O dragão é um inimigo adversário - Ap12.9 Satanás significa opositor, adversário. Foi ele quem se opôs a Moisés através dos magos no Egito (Ex 7:20-22; 8:6-7,16-17). Foi ele quem se opôs ao sumo sacerdote Josué (Zc 3:1). Foi ele quem se opôs a Paulo e barrou-lhe o caminho (1 Ts 2:18). 7. O dragão é um inimigo cheio de cólera - Ap12.12 Ele está cheio de cólera porque foi expulso do céu e sabe que lhe resta pouco tempo. Ele está cheio de cólera porque não pôde destruir o Filho da mulher (v. 5). Ele está cheio de cólera porque sabe que a igreja é protegida por Deus (v. 6). 3.1 – O Dragão:

17 8. O dragão é um inimigo limitado - Ap12.7-9,12-3,16 a)Limitação de espaço (v. 8,9,13) - O dragão não encontrou mais lugar no céu. Ele não pode tentar mais ninguém que está no céu. Ele foi atirado para a terra e com ele os seus anjos. b) Limitação de tempo (v. 12) - O diabo é uma serpente golpeada na cabeça que está furiosa, no estertor da morte, sabendo que pouco tempo lhe resta e que sua sentença já foi lavrada. Em breve será lançado no lago do fogo (Ap 20:10). O diabo sabe que ele está derrotado, mas luta para que os homens não saibam. c) Limitação de poder (v. 7,8,16) - Hoje muitos superenfatizam o poder do diabo. A demonologia está em alta. Mas o diabo é vencido por Jesus (v. 5), é vencido pelos anjos (v. 7-8) e é vencido pela igreja (v.11). 3.1 – O Dragão:

18 1.A igreja vence o dragão por causa do sangue do Cordeiro - Ap12.11 A morte de Cristo é a nossa vitória. O sangue de Cristo é a nossa arma mais poderosa. Seu sacrifício na cruz desfez toda a possibilidade de Satanás triunfar sobre o povo de Deus (2 Co 5:21). Por meio do que eles venceram? Através de Miguel? De suas próprias realizações? Não. Por meio do sangue do Cordeiro. O motivo da vitória sobre o dragão acusador é o sangue do Cordeiro. Não é o conhecimento do Cordeiro, nem a crença intelectual no Cordeiro, mas o sangue do Cordeiro. 3.1 – O Dragão:

19 3.2 – O Falso Profeta: Um "falso profeta" - denominado a "outra besta" - virá preparar o caminho do Anticristo; "fará grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens", e serão mortos os que não adorarem a imagem da besta" (Ap ). Muitos seguirão a besta porque não saberão distinguir o real do verdadeiro. Uma pessoa que faça cair fogo do céu será reconhecida como um deus. Hoje, por muito menos, pessoas são idolatradas. São os pais-de-santo, os feiticeiros, os lançadores de búzios, os bruxos modernos da leitura de mapa astral, da projeção astral, e até as vozes do além que chegam através de médiuns.

20 5 – De acordo com a lição, como o Dragão é identificado no Apocalipse?

21 CARACTERÍSTICAS DOS GAFANHOTOS QUE SAEM DO ABISMO –Ap 9:2,3 Espírito de obscuridade: O diabo é das trevas. Ele não suporta a luz. Seus agentes também atuam onde há fumaça, onde a luz é toldada, onde o sol da verdade não brilha, onde reina a confusão. Onde prevalecem as trevas, aí os demônios oprimem. Esses agentes do inferno criam um nevoeiro na mente das pessoas com falsas filosofias, com falsas religiões. O diabo cega o entendimento dos incrédulos. O grande projeto desses demônios é manter a humanidade num berço de cegueira, numa vida de obscurantismo espiritual e depois levá-los para o inferno. 4.1 – A promoção da mentira:

22 Cinco provas da universalidade do pecado humano: 1.A perversidade tem prevalecido entre os grandes grupos chamados nações. 2.A tendência para o mal é generalizada. 3.Já na infância pode ser observada. 4.O homem é consciente de uma tendência natural para os males. 5.Mesmo com o desejo humano de renunciar esses males, há uma resistência forte. Quanto mais pecarão os homens sem a graça do Espírito Santo e sob a forte pressão satânica daqueles dias… Quão terrível será! 4.2 – A promoção do pecado:

23 4.3 – A promoção do culto a Satanás: Havendo transcorrido metade do tempo previsto no acordo, ou seja, passados três anos e meio de aparente paz, prosperidade e segurança, aquele político deixará cair a máscara e mostrará sua face e seus objetivos malignos: romperá a aliança com Israel; assumirá a posição de governante mundial com autoridade sobre todas as nações; anunciará ser ele o próprio Deus; profanará o templo em Jerusalém e ali colocará uma imagem sua para ser adorada; proibirá a adoração ao Deus dos cristãos; perseguirá de forma sistemática e cruel seus opositores; perseguirá por 42 meses os fiéis a Cristo; fará grandes milagres e maravilhas em razão do seu poder satânico, e, com isto, ganhará muitos admiradores.

24 4.4 – A promoção de uma economia única: Será agora? Se for, estamos preparados?

25 5 – Quem destruirá o império do Anticristo?

26 Quando o Anticristo proclamar já ter alcançado todos os seus objetivos, o Dia do SENHOR virá e ele sofrerá repentina destruição (I Ts 5:3). Jesus Cristo destruirá o império do Anticristo, para implantar o Reino de Deus em sua plenitude…

27 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CHAMPLIN, Russel Norman. O Novo Testamento interpretado versículo por versículo. São Paulo: Candeia, ______. Enciclopédia de Bíblia, teologia e filosofia. São Paulo: Candeia, LOPES, Hernandes Dias. Estudos no Livro do Apocalipse. Editora Hagnos ( Apostila que deu origem ao Livro: "Apocalipse: o Futuro Chegou, as Coisas que em Breve Devem Acontecer) PENTECOST, J. Dwight. Manual de escatologia. São Paulo: Vida, SILVA, Severino Pedro da. Escatologia: doutrina das últimas coisas. Rio de Janeiro: CPAD, THIESSEN, Henry Clarence. Palestras em teologia sistemática, São Paulo: Editora Batista Regular, 1987.


Carregar ppt "Igreja Evangélica Assembléia de Deus São José – SC Ouça nossa rádio on-line:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google