A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Informática Industrial Introdução. 2 O que é automação?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Informática Industrial Introdução. 2 O que é automação?"— Transcrição da apresentação:

1 1 Informática Industrial Introdução

2 2 O que é automação?

3 3 Introdução Engenharia de automação é o estudo das técnicas que visam otimizar um processo de negócio, aumentando sua produtividade, promovendo a valorização da força de trabalho humano, e assegurando uma operação ambientalmente segura A automação tem por foco o processo, os ativos de produção e os especialistas envolvidos nas atividades de operação e gerenciamento do negócio A automação restitui ao homem sua condição de ser pensante no processo industrial

4 4 Introdução Realiza tarefas repetitivas Deixa para o homem, fazer no máximo intervenções sob demanda, análise e tomada de decisões Figura retirada das transparências do prof. Constantino Seixas Filho. UFMG

5 5 História da automação Automação através da história

6 6 História da automação Desde de a pré-história, o homem se preocupa em poupar o esforço: – Invenção da roda – Moinho de vento – Uso de força animal – Rodas d`aguas

7 7 História da automação Mas somente na era industrial, a partir do meado do século 18, é que automação ganhou destaque. Os sistemas inteiramente automáticos só surgiram no início do século XX. Antes, os dispositivos eram semi-automáticos.

8 8 História da automação A motivação foi a necessidade de aumentar a produção e a produtividade, que forçou o ser humano a criar uma séries de inovações: – Máquinas cada vez mais modernas, capazes de executar com mais precisão e rapidez os trabalhos manuais – Uso de energias alternativas a energia hidráulicas e dos músculos.

9 9 História da automação Por volta de 1788, James Watts desenvolveu um mecanismo de regulagem do fluxo de vapor em máquinas.

10 10 História da automação No século XX, os computadores se tornaram o alicerce na automação, junto com os servomecanismos e controladores programáveis. A origem do computador está relacionada a necessidade de automatizar os cálculos, evidenciada inicialmente pelo uso de ábacos pelos babilônios, entre 2000 e 3000 A.C.

11 11 História da automação Em 1880, Herman Hollerith criou um novo método, baseados na utilização de cartões perfurados, para automatizar o algumas tarefas de tabulação do censo dos EUA que antes duravam 10 anos. Com o método, o processo era concluído em seis.

12 12 História da automação Em 1946, foi desenvolvido o primeiro computador de grande porte totalmente eletrônico usando válvulas. O Eniac ocupava uma sala e pesava 30 toneladas. Consumia 150Kw para realizar 5000 cálculos por segundo.

13 13 História da automação A segunda geração veio com os computadores baseados em transistores – Menos potência – 100 vezes menor – Não precisava aquecer A Terceira geração: – Integração de milhões de transistores em um único transistor – Aumento de capacidade de processamento. Em 1975, surgiu a quarta geração – VSLI – Baixo custo – Maior potencia em computação – Computadores pessoais

14 14 História da automação Comparação – O Eniac fazia cálculos/s enquanto que os computadores de hoje (4 geração) atingem 50 milhões de cálculos/s CAD Computer Aided Design Projeto Auxiliado por Computador

15 15 História da automação Nos anos 70, os setores governamentais e industriais passaram a reconhecer a importância da computação gráfica com forma de aumentar a produtividade Nos anos 80 surgiu o CAD/CAM (Projeto e Manufatura Auxiliado por Computador) Depois surgiu o conceito CAE (Engenharia auxiliado por computador) – Permitia criar modelos geométricos tridimensionais

16 16 História da automação Exemplos de aplicação – Análise e simulação de mecanismos – Projeto e análise de injeção de moldes – Aplicação do método dos elementos finitos

17 17 Automação hoje Atualmente o CIM (Manufatura Integrada por Computador) engloba todos esses conceitos Áreas da industrias que são utilizados: – Automobilística – Petroquímica – Eletroeletrônico – Supermercados – etc

18 18 Automação hoje Cada sistema de automação pode compor com 5 elementos: – Acionamento: provê ao sistema energia para atingir determinado objetivo. Ex: Motores, Pistões hidráulicos, etc – Sensoriamento: mede o desempenho do sistema de automação ou uma propriedade particular de alguns de seus componentes – Controle: Utiliza as informações dos sensores para regular, controlar os dispositivos. Ex: para acionar motores, válvulas, etc – Comparador: elemento que permite comparar valores medidos com valores pre-estabelecidos e que servem para a tomada de decisão de quando e como atuar. Ex: termostato e os sistemas de software – Programas: contêm as informações de processo e permitem controlar as interações entre os diversos componentes

19 19 Automação hoje Elementos da Automação

20 20 Automação hoje Classificação da Automação – De acordo com as diversas áreas de aplicação: Automação bancária Comercial Industrial Agrícola De comunicações Transportes etc

21 21 Automação hoje Automação Industrial pode ser desdobrada em: – Planejamento – Projeto – Produção

22 22 Automação hoje Categorias de automação para tipos para cada tipo produção

23 23 Exemplos de aplicações Para automatizar uma academia de ginástica – Leitor ótico a laser para identificar o cliente – O Leitor ótico (sensor) envia as informações para o computador – O cliente é identificado pelo software (programa) – Caso sua matricula esteja em ordem, a catraca é liberada pelo computador (acionamento) – É registrado a ocorrência no BD.

24 24 Aplicações Outros exemplos: – Produtos de consumo Eletrodomésticos, como videocassetes, televisores e microcomputadores Carros com sistemas de injeção microprocessadas. – Industria mecânica Robos controlados por computador CAD/CAM, que integra o ambiente de projeto com manufatura CNC – Controle numérico por computador – Bancos Caixas automáticas

25 25 Aplicações Comunicações Chaveamento de chamadas Comunicação via satélite Telefonia celular Correios – Transportes Controle de tráfego de veículos Sistemas de radar Pilotos automáticos Sistemas de automáticos de segurança – Medicina Diagnostico e exame

26 26 Impactos para a sociedade Benefícios – Redução de custos – Aumento de Produtividade – Reduz a exposição de trabalho monótonas e repetitivas e até mesmo perigosos – Mais tempo livre – Aumento de salários

27 27 Impactos para a sociedade Problemas: – Aumento de desemprego, principalmente para pessoas de baixa qualificação – Experiência de um empregador tem vida curta – Fim de alguns tipos de empregos (Ex: telefonista) – Problemas sociais e psicológicos em decorrência da submissão ao ritmos das máquinas

28 28 Campos de atuação na área Industrial Controle de Plantas Industriais Figura retirada das transparências do prof. Constantino Seixas Filho. UFMG

29 29 Campos de atuação na área Industrial Controle de Plantas Industriais Figura retirada das transparências do prof. Constantino Seixas Filho. UFMG

30 30 Campos de atuação na área Industrial Controle e Monitoramento de componentes Figura retirada das transparências do prof. Constantino Seixas Filho. UFMG

31 31 Campos de atuação na área Industrial Figura retirada das transparências do prof. Constantino Seixas Filho. UFMG

32 32 Campos de atuação na área Industrial teste Figura retirada das transparências do prof. Constantino Seixas Filho. UFMG

33 33 Campos de atuação na área Industrial Automação do processo de compras Figura retirada das transparências do prof. Constantino Seixas Filho. UFMG

34 34 Campos de atuação na área Industrial Manufactoring Execution System Figura retirada das transparências do prof. Constantino Seixas Filho. UFMG

35 35 Campos de atuação na área Industrial Na saída dos produtos: Figura retirada das transparências do prof. Constantino Seixas Filho. UFMG

36 36 Campos de atuação na área Industrial Cadeia de Suplimentos Figura retirada das transparências do prof. Constantino Seixas Filho. UFMG

37 37 Campos de atuação na área Industrial Na área do Planejamento Figura retirada das transparências do prof. Constantino Seixas Filho. UFMG

38 38 Campos de atuação na área Industrial Centenas de malhas de controle Figura retirada das transparências do prof. Constantino Seixas Filho. UFMG

39 39 Campos de atuação na área Industrial Estado da Arte Figura retirada das transparências do prof. Constantino Seixas Filho. UFMG

40 40 Campos de atuação na área Industrial Estado da Arte Figura retirada das transparências do prof. Constantino Seixas Filho. UFMG


Carregar ppt "1 Informática Industrial Introdução. 2 O que é automação?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google