A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Articulação para a geração e transferência de tecnologia, produtos e serviços, de base ecológica, para o desenvolvimento endógeno do Território Rural Centro-Sul.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Articulação para a geração e transferência de tecnologia, produtos e serviços, de base ecológica, para o desenvolvimento endógeno do Território Rural Centro-Sul."— Transcrição da apresentação:

1 Articulação para a geração e transferência de tecnologia, produtos e serviços, de base ecológica, para o desenvolvimento endógeno do Território Rural Centro-Sul de Sergipe (Arauá; Boquim; Cristinápolis; Estância; Indiaroba; Itabaianinha; Itaoranga DÁjuda; Lagarto; Pedrinhas; Riachão do Dantas; Salgado; Santa Luzia; São Cristóvão; Tomar do Geru e Umbaúba) 14/01/2009 – Reunião de Aracaju Projeto

2 Identificação do Projeto: Ministério do Desenvolvimento Agrário - MDA Programa 1334: Programa 1334: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DE TERRITORIOS RURAIS Apoio a projetos de infra-estrutura e serviços em territórios rurais

3 Justificativa da Proposta: Municípios com renda deprimida e baixo potencial endógeno. Causa: destruição da base dos recursos naturais Desenvolvimento Endógeno Solução: Desenvolvimento Endógeno

4 Municípios Economicamente Deprimidos com Baixo Potencial Endógeno

5 Etapas de um Processo de Desenvolvimento Endógeno Potencialidades não mobilizadas Problemas socioeconômicos Situação de inconformismo Diagnose Participativa Construção de uma Agenda de Mudanças Processo de Implementação Plano de mudanças Informações Técnicas Instrumentos disponíveis Consistência técnica Fórum de debates Consultas formais e Informais às lideranças Processo de negociação Mecanismos de controle e avaliação Sistema de Indicadores de processos e de resultados

6 Objetivos Objetivo geral: Contribuir para o desenvolvimento endógeno do Território Centro-Sul de Sergipe, por meio da articulação para geração e transferência de conhecimentos, tecnologias e serviços, de base ecológica, pertinentes ao espaço rural.

7 Objetivos: Objetivos específicos: 1. Ajustar metodologia e capacitar Equipe Técnica para realizar um Diagnóstico Rural Participativo – DRP. 2. Realizar o DRP em um número representativo de comunidades no Território. 3. Identificar as potencialidades e demandas que possam contribuir com o desenvolvimento do Território. 4. Construir um Plano para atendimento das demandas.

8 Metodologia e Resultados 1. Ajuste de metodologia capacitação da Equipe em DRP: I Oficina – 40h. Equipe agricultores de 30 comunidades; técnicos da extensão rural; pesquisadores; componentes do Núcleo Técnico do Território (parcerias do Projeto) e o consultor do projeto. Equipe: agricultores de 30 comunidades; técnicos da extensão rural; pesquisadores; componentes do Núcleo Técnico do Território (parcerias do Projeto) e o consultor do projeto. Dados secundários Dados secundários – Banco de dados e livro. Ferramentas: Mapa Falado, Caminhada Transversal e Questionário.

9 Metodologia e Resultados 2. Gestão do Projeto Núcleo Técnico do Projeto : Núcleo Técnico do Projeto : Propostas de encaminhamento - Primeiro Momento Colegiado do Território Colegiado do Território – Análise e aprovações finais Gestão das informações Gestão das informações – Site do Projeto ( http//www.cpatc.embrapa.br/territoriocentrosul)

10 Metodologia e Resultados 3. Realização do DRP Dinâmica: Dinâmica: Agendamento com representante da Comunidade. Saída da Embrapa às 06h:30min. (Van). Reunião na Comunidade: contextualização; objetivos e divisão em dois grupos: Mapa Falado e Caminhada transversal. Plenária final: potencialidades e dificuldades. Disponibilização das informações no Site do Projeto. Realizado: 17 Comunidades

11 Metodologia e Resultados Identificação das potencialidades 4. Identificação das potencialidades 1. Água abundante(15) 2. Terra disponível(15) 3. Artesanato(10) 4. Reserva Florestal(8) 5. Potencial para apicultura(8) 6. Associação(7) 7. Casas de farinha(7) 8. Cooperativa (potencial para criar)(5) 9. Criação de animais(4) 10. Diversificação de culturas(4) 11. Potencial para piscicultura(3)

12 Metodologia e Resultados Identificação das demandas 5. Identificação das demandas 1. Assistência Técnica e Extensão Rural(15) 2. Estradas(12) 3. Terra (12) 4. Crédito rural(11) 5. Controle de Pragas e doenças(10) 6. Comercialização justa(9) 7. Reserva florestal(9) 8. Renda para os jovens(8) 9. Recuperação de áreas degradadas(7) 10. Organicidade da comunidade(6) 12. Água(5) 13. Preços acessíveis de insumos agrícolas(3) 14. Alternativa ao uso de defensivos agrícolas(3) 15. Licença ambiental(2) 16. Cooperativismo(2).

13 Metodologia e Resultados 6. Plano de Atendimento das Demandas: II Oficina – Definição das demandas agregadoras: 1. Restauração florestal. 2. Recuperação de áreas degradadas. 3. Construção de um estilo de sistema de produção familiar para agricultura familiar. 4. Assistência Técnica e Extensão Rural – ATER. 5. Organização da Comunidade.

14 Metodologia e Resultados 6. Plano de Atendimento das Demandas: II Oficina – Soluções para as demandas agregadoras: 1. Programa de restauração florestal para o Território Rural Centro-Sul de Sergipe. 2. Programa de recuperação de áreas degradadas para o Território Rural Centro-Sul de Sergipe. 3. Rede Social para construção de um estilo de produção familiar, de base ecológica, para o Território Rural Centro-Sul de Sergipe. 4. Plano de assessoramento e Extensão Rural para o Território Rural Centro- Sul de Sergipe. 5. Plano de implantação da Economia Solidária para o Território Rural Centro- Sul de Sergipe.

15 Metodologia e Resultados 6. Plano de Atendimento das Demandas: III Oficina – propostas de premissas e conteúdos técnicos para funcionamento de três das cinco Redes Sociais: 1. Rede Social para implementação do programa de restauração florestal para o Território Rural Centro-Sul de Sergipe. 2. Rede Social para implementação do programa de recuperação de áreas degradadas para o Território Rural Centro-Sul de Sergipe. 3. Rede Social para construção de um estilo de produção familiar, de base ecológica, para o Território Rural Centro-Sul de Sergipe.

16 Metodologia e Resultados 6. Plano de Atendimento das Demandas: IV Oficina (03, 04 e 05/03/2009) – propostas de premissas e conteúdos técnicos para funcionamento de duas das cinco Redes Sociais: 4. Plano de assessoramento e Extensão Rural para o Território Rural Centro-Sul de Sergipe. 5. Plano de implantação da Economia Solidária para o Território Rural Centro-Sul de Sergipe.

17 Encaminhamentos Futuros Proposição de três Projetos para contribuir na consolidação das Redes Sociais: 1. Ajustes de sistemas de produção agroecológico para a agricultura familiar do Território Sul de Sergipe. 2. Transferência contextualizada de tecnologias pertinentes para o Território Sul de Sergipe. 3. Implantação dos princípios da Economia Solidária no Território Sul de Sergipe.

18 Obrigado pela Atenção.


Carregar ppt "Articulação para a geração e transferência de tecnologia, produtos e serviços, de base ecológica, para o desenvolvimento endógeno do Território Rural Centro-Sul."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google