A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Natal/RN Setembro/2009 Palmas/TO Setembro/2009. VIGILÂNCIA DE CONTATOS – PROGRAMA DE HANSENÍASE O Tocantins, levando em consideração os parâmetros ministeriais,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Natal/RN Setembro/2009 Palmas/TO Setembro/2009. VIGILÂNCIA DE CONTATOS – PROGRAMA DE HANSENÍASE O Tocantins, levando em consideração os parâmetros ministeriais,"— Transcrição da apresentação:

1 Natal/RN Setembro/2009 Palmas/TO Setembro/2009

2 VIGILÂNCIA DE CONTATOS – PROGRAMA DE HANSENÍASE O Tocantins, levando em consideração os parâmetros ministeriais, encontra-se na seguinte situação: Precário: que 50% Regular: de 50 a 75% Bom: 75% Estamos com 72% na proporção de contatos registrados x examinados, sendo este indicador considerado de grande relevância no controle da doença. Tocantins/2008: 72%

3

4 PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DA HANSENÍASE/MS CONCEITO: Para fins operacionais, considera-se contato toda e qualquer pessoa que resida ou tenha residido com o doente de hanseníase nos últimos cinco anos.

5 RELEVÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA Frente a este cenário, faz-se necessário (urgentemente), a intensificação das ações de controle dos contatos registrados x examinados; A não realização do mesmo, dificilmente interromperá a cadeia de transmissão do agravo no Tocantins

6 VIGILÂNCIA DE CONTATOS A sistematização da investigação consiste na regularidade da realização do exame dermato- neurológico de todos os contatos dos casos novos; A administração da vacina BCG dos contatos saudáveis deve respeitar a normatização do Programa Nacional de Imunizações e da Hanseníase/MS; A não realização da investigação destes contatos resulta na perda de oportunidade de detectar precocemente a hanseníase, além de ajudar na redução das incapacidades físicas

7 PROPOSTA DE PACTUAÇÃO Considerando que o período de incubação da doença é lento (02 a 07 anos ou mais), é fundamental que os contatos sejam acompanhados/examinados uma vez por ano no período de dez anos pela equipe de saúde local; Junto com a avaliação dermatoneurológica é necessário realizar a avaliação neurológica simplificada;

8 Ligue – Hansen: Site: PROGRAMA ESTADUAL DE CONTROLE DA HANSENÍASE CONTROLE DE COMUNICANTES Nome do Paciente: ___________________________________________________________________________________________ Endereço: ___________________________________________________________________________________________________ Nº da notificação: ______________________________ Início do tratamento: ______/______/________ Nome da mãe: _______________________________________________________________________________________________ Agente Comunitário: ________________________ Nº da micro área: ______ Nome da ESF/PACS: _________________________ Município: _________________________________ UF: _______ Classificação Operacional: ( ) PB ( ) MB FORMA CLÍNICA: I ( ) T ( ) D ( ) V ( ) Contatos registrados: ____________________ Técnico responsável pelo preenchimento (legível): _____________________________________________________

9 Nome do contato: Grau de parentesco:Endereço: AÇÕESBCGCONTROLE - EXAME DERMATONEUROLÓGICO 1º dose2º dose1º2º3º4º5º6º7º8º9º10º Data do atendimento Normal Suspeito Nome do profissional Nome do contato: Grau de parentesco:Endereço: AÇÕESBCGCONTROLE - EXAME DERMATONEUROLÓGICO 1º dose2º dose1º2º3º4º5º6º7º8º9º10º Data do atendimento Normal Suspeito Nome do profissional


Carregar ppt "Natal/RN Setembro/2009 Palmas/TO Setembro/2009. VIGILÂNCIA DE CONTATOS – PROGRAMA DE HANSENÍASE O Tocantins, levando em consideração os parâmetros ministeriais,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google