A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CRÉDITO RURAL Definição, Estrutura e Atuação do Banco do Brasil Eng. Agr. Leandro Capuzzo Banco do Brasil.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CRÉDITO RURAL Definição, Estrutura e Atuação do Banco do Brasil Eng. Agr. Leandro Capuzzo Banco do Brasil."— Transcrição da apresentação:

1 CRÉDITO RURAL Definição, Estrutura e Atuação do Banco do Brasil Eng. Agr. Leandro Capuzzo Banco do Brasil

2 Crédito Rural

3 Conjunto de normas que regem o crédito rural brasileiro Editado pelo Bacen – Banco Central do Brasil MCR Online – Pode ser acessado gratuitamente no site - link MCR Online Crédito Rural Manual de Crédito Rural (MCR):

4 Considera-se crédito rural o suprimento de recursos financeiros por entidades públicas ou estabelecimentos de crédito particulares a produtores rurais ou a suas cooperativas para aplicação exclusiva em atividades que se enquadrem nos objetivos indicados no regulamento, nos termos da legislação em vigor. Crédito Rural Definição:

5 a) custeio - destina-se a cobrir despesas normais dos ciclos produtivos; b) investimento – destina-se a aplicações em bens ou serviços cujo desfrute se estenda por vários períodos de produção; e c) comercialização - destina-se a cobrir despesas próprias da fase posterior à colheita, bem como fornecer recursos que possibilitem que a comercialização ocorra em momento mais favorável ao produtor Crédito Rural Finalidade:

6 a) Produtores rurais (pessoas físicas e jurídicas) b) Cooperativas de produtores rurais Crédito Rural São beneficiários do crédito rural:

7 Governo Bacen Instituições financeiras públicas e privadas ATNC ATNI Clientes Crédito Rural Componentes do sistema de crédito rural

8 É condição para instituições financeiras operarem no crédito rural O assessoramento técnico em nível de carteira pode ser prestado: (MCR 1-3-4) a) por funcionários do quadro da própria instituição financeira, desde que detentores das imprescindíveis qualificações técnicas; b) por outras pessoas físicas ou jurídicas legalmente habilitadas e c) por órgãos públicos, mediante convênio. Crédito Rural ATNC – Assessoramento Técnico em Nível de Carteira

9 O assessoramento técnico em nível de carteira não pode ser prestado por pessoa física ou jurídica que exerça atividade remunerada de: (MCR 1-3-5) Produção ou venda de insumos utilizáveis na agropecuária; Armazenagem, beneficiamento, industrialização ou comercialização de produtos agropecuários, salvo se forem de produção própria. Crédito Rural ATNC – Assessoramento Técnico em Nível de Carteira

10 No Banco do Brasil o ATNC é composto por: Funcionários concursados Engenheiros Agrônomos, Veterinários e Zootecnistas São 200 profissionais presentes em todos os estados brasileiros No Paraná são 20 profissionais (todos Engenheiros Agrônomos) Crédito Rural ATNC – Assessoramento Técnico em Nível de Carteira

11 Funções do ATNC no Banco do Brasil: Elaboração de orçamentos para custeio Análise de viabilidade técnica (custeio e investimento) Avaliação de imóveis rurais Palestras sobre produtos do Banco ligados ao agronegócio Orientação a agências, clientes e astec ´s Credenciamento de astec´s Avaliação de astec´s Crédito Rural ATNC – Assessoramento Técnico em Nível de Carteira

12 Assistência Técnica: A assistência técnica e extensão rural têm o objetivo de instruir o produtor rural para a condução eficaz do empreendimento financiado, mediante a elaboração de plano ou projeto e de orientação técnica no imóvel de aplicação do crédito. (MCR 1-5). Crédito Rural ATNI – Assessoramento Técnico em Nível de Imóvel

13 É do produtor a decisão de contratar a assistência técnica. A instituição financeira pode condicionar o financiamento à prestação desse serviço se for exigida em regulamento de programa, ou se considerá-la indispensável, devendo, nesse caso, levar em conta o valor e o prazo do financiamento, a natureza do empreendimento e seus riscos, a capacidade profissional e a experiência do proponente. Crédito Rural ATNI – Assessoramento Técnico em Nível de Imóvel

14 A assistência técnica deve ser prestada por profissionais habilitados com registro no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA), no Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) ou no Conselho Regional de Biologia (CRB), mediante convênio com a instituição financeira ou com o mutuário. (MCR 1-5-5) Crédito Rural ATNI – Assessoramento Técnico em Nível de Imóvel

15 Não podem prestar assistência técnica pessoas físicas ou jurídicas que exerçam as atividades de: a) Produção ou venda de insumos utilizáveis na agropecuária e de b) Armazenagem, beneficiamento, industrialização ou comercialização de produtos agropecuários, salvo se forem de produção própria. Essas restrições não se aplicam: À empresa integradora em relação a seus integrados. (MCR e ) À cooperativa em relação a seus cooperados e; Ao produtor de sementes ou mudas fiscalizadas ou certificadas (pessoa física ou jurídica) em relação a seus cooperantes. Crédito Rural ATNI – Assessoramento Técnico em Nível de Imóvel

16 Rede credenciada BB Pessoas jurídicas Aptas a realizarem perícias de Proagro/Seguro Elaboração de projetos de custeio investimento Assistência Técnica Cadastro do Produtor Rural Crédito Rural ATNI – Assessoramento Técnico em Nível de Imóvel

17 Alguns modelos utilizados Projeto de custeio.. Cadastro do produtor rural.. Crédito Rural ATNI – Assessoramento Técnico em Nível de Imóvel

18 Crédito Rural

19 SIAGRO.. Crédito Rural Atuação do Banco do Brasil

20 Leandro Capuzzo Leandro Capuzzo


Carregar ppt "CRÉDITO RURAL Definição, Estrutura e Atuação do Banco do Brasil Eng. Agr. Leandro Capuzzo Banco do Brasil."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google