A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CICLO DE PALESTRAS - ENADE 2009 Orientações para: Professores, Coordenadores de Curso e IES Adm. e Prof. Hudson Fernandes Amaral, Dr. INEP – CFA – CRA/BA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CICLO DE PALESTRAS - ENADE 2009 Orientações para: Professores, Coordenadores de Curso e IES Adm. e Prof. Hudson Fernandes Amaral, Dr. INEP – CFA – CRA/BA."— Transcrição da apresentação:

1

2 CICLO DE PALESTRAS - ENADE 2009 Orientações para: Professores, Coordenadores de Curso e IES Adm. e Prof. Hudson Fernandes Amaral, Dr. INEP – CFA – CRA/BA Salvador 07/10/2009

3 Comissão Assessora de Avaliação da Área de Administração: Geraldo Ronchetti Caravantes, Centro Universitário Ritter dos Reis; Hudson Fernandes Amaral, Universidade Federal de Minas Gerais; José Arimatés de Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Mário César Barreto Moraes, Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina; Rui Otávio Bernardes de Andrade, Universidade do Grande Rio; Sérgio Azevedo Fonseca, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Vitor Francisco Schuch Júnior, Universidade Luterana do Brasil;

4 SINAES SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR (Lei n de 14/04/2004)

5 INSTRUMENTOS DO SINAES: AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL - AI; Auto-avaliação; (deve constar comentário sobre o desempenho do ENADE com sugestões) Avaliação institucional externa (impacta no IGC); AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO –ACG; ENADE.

6 O que é o ENADE ? O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes é um dos instrumentos do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) Lei nº , de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes); Portaria nº 2.051, de 9 de julho de 2004 (Regulamentação do Sinaes); Portaria nº 107, de 22 de julho de 2004 (Regulamentação do Enade).

7 RELAÇÃO DE CURSOS DO ENADE 2009

8 CURSOS QUE PARTICIPARÃO DO ENADE 2009 [Portaria Normativa MEC n no 1, de 29/01/2009] Áreas e Cursos Superiores de Tecnologia - Administração - Arquivologia - Biblioteconomia - Ciências Contábeis - Ciências Econômicas - Comunicação Social - Design - Direito - Estatística - Música - Psicologia - Relações Internacionais - Secretariado Executivo - Teatro - Turismo

9 CURSOS QUE PARTICIPARÃO DO ENADE 2009 [Portaria Normativa MEC n no 1, de 29/01/2009] Áreas e Cursos Superiores de Tecnologia - Design de Moda - Gastronomia -Gestão de Recursos Humanos -Gestão de Turismo -Gestão Financeira -Marketing -Processos Gerenciais.

10 ENADE EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES

11 OBJETIVOS, COMPOSIÇÃO DA PROVA E CONTEÚDOS DO ENADE

12 OBJETIVOS DO ENADE: Acompanhar processo de aprendizagem e o desempenho dos estudantes; Verificar a aquisição de conhecimentos, habilidades e competências necessários ao pleno exercício da profissão e da cidadania; Contribuir para o processo de avaliação dos cursos e das instituições formadoras na área; Subsidiar o processo de avaliação institucional dos cursos superiores; Consolidar o processo de avaliação de desempenho dos estudantes como um componente do SINAES (ranqueamento).

13 Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) VERIFICA: Habilidades acadêmicas e competências profissionais básicas das áreas; Habilidades acadêmicas e competências profissionais básicas das áreas; Conhecimento sobre conteúdos básicos e profissionalizantes; Conhecimento sobre conteúdos básicos e profissionalizantes; Questões transdisciplinares. Questões transdisciplinares.

14 Instrumentos do ENADE Prova; Questionário Sócio-econômico; Questionário de Impressões sobre a Prova; Questionário aos Coordenadores de Curso.

15 Relatórios do ENADE 1. Relatório do Aluno 2. Relatório do Curso 3. Relatório da Área 4. Relatório da Instituição 5. Resumo Técnico 6. Relatório de Conceitos 7. Relatório Técnico- Científico

16 Resultados do ENADE Desempenho médio dos ingressantes Desempenho médio dos concluintes Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado - IDD

17 IDD diferença entre o desempenho médio dos concluintes de um curso e o desempenho estimado para os concluintes desse mesmo curso. Informações comparativas dos desempenhos dos estudantes concluintes em relação aos resultados obtidos, em média, pelas demais instituições cujos perfis de seus estudantes são semelhantes. indica o quanto cada curso se destaca da média, podendo ficar acima ou abaixo do que seria esperado para ele, considerando o perfil de seus estudantes.

18 IDD índice = varia de -3 a 3 IDD conceito = transformação do IDD índice em 5 categorias (1 a 5) IDD t = ( ϐ 1 Infra t ) + ( ϐ 2 Pdag t ) + ( ϐ 3 Dout t ) + ( ϐ 4 Integ_Parc t ) + ɛ t

19 Valores negativos não significam que o desempenho médio dos concluintes é menor do que o dos ingressantes e, sim, que o desempenho médio dos concluintes está abaixo do desempenho médio esperado, tomando-se como base o perfil dos ingressantes.

20 COMPOSIÇÃO DA PROVA - (Portaria INEP n. 117 de 28/07/ DOU de 02/08/2006, Seção 1, p.21): FORMAÇÃO GERAL 10 (dez) questões discursivas + múltipla escolha FORMAÇÃO ESPECÍFICA – 30 (trinta) questões, sendo: 6 (seis) discursivas 24 (vinte e quatro) de múltipla escolha

21 COMPOSIÇÃO DA PROVA - (Portaria INEP n. 122 de 2009 ): FORMAÇÃO GERAL 10 (dez) questões = 2 discursivas + 8 múltipla escolha FORMAÇÃO ESPECÍFICA – 30 (trinta) questões, sendo: 3 (três) discursivas 27 (vinte e sete) de múltipla escolha

22 Ecologia; Biodiversidade; Arte, Cultura e Filosofia; Mapas Geopolíticos e Socioeconômicos; Globalização; Políticas Públicas: educação, habitação, saneamento, saúde, segurança, defesa, desenvolvimento sustentável; Redes Sociais e Responsabilidade: setor público, privado, terceiro setor; Relações Interpessoais: respeitar, cuidar, considerar e conviver; Sociodiversidade: multiculturalismo, tolerância, inclusão; Exclusão e Minorias; Relações de Gênero; Vida Urbana e Rural;Democracia e Cidadania; Violência; Terrorismo; Avanços Tecnológicos; Relações de Trabalho; Inclusão/Exclusão Digital; Tecnociência ; Propriedade Intelectual;Diferentes Mídias e Tratamento da Informação. Conteúdo Formação Geral: Temas:

23 I – Ler e interpretar textos; II – Analisar e criticar informações; III – Extrair conclusões por indução e/ou dedução; IV – Estabelecer relações, comparações e contrastes em diferentes situações; V – Detectar contradições; VI – Fazer escolhas valorativas avaliando conseqüências; VII – Questionar a realidade; VIII – Argumentar coerentemente. Conteúdo Formação Geral: Capacidades a verificar:

24 I – Propor ações de intervenção; II – Propor soluções para situações-problema; III – Elaborar perspectivas integradoras; IV – Elaborar sínteses; V – Administrar conflitos. Conteúdo Formação Geral: Competências desejadas:

25 Conteúdos que integram a avaliação específica de Administração: Formação Básica: Antropologia, sociologia, filosofia, psicologia, ética, economia, contabilidade, tecnologia da comunicação, ciências jurídicas; Formação Profissional: Teorias da Administração e organizações, recursos humanos, marketing, materiais, produção, logística, financeira, orçamentária, planejamento; Estudos Quantitativos: Pesquisa operacional, modelos matemáticos e estatísticos.

26 DESEMPENHO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS NO ENADE

27 Área IngressantesConcluintes TOTAL 44,247,2 Administração 40,844,1 Arquivologia 49,252,1 Biblioteconomia 46,249,1 Biomedicina 46,248,5 Ciências Contábeis 43,644,7 Ciências Econômicas 44,446,4 Comunicação Social 46,449,2 Design 46,750,4 Direito 47,050,4 Formação de Professores 45,846,9 Música 46,849,1 Psicologia 43,947,2 Secretariado Executivo 43,845,2 Teatro 46,447,2 Turismo 48,251,1 Desempenho em Formação Geral

28 COMPONENTE ESPECÍFICO: Desempenho médio ÁreaIngressantesConcluintes TOTAL32,941,8 Administração33,241,3 Arquivologia 37,947,1 Biblioteconomia 34,744,0 Biomedicina 30,743,8 Ciências Contábeis 22,830,0 Ciências Econômicas 27,434,5 Comunicação Social 34,040,3 Design 42,152,8 Direito 31,242,8 Formação de Professores 39,643,7 Música 36,545,0 Psicologia 41,152,7 Secretariado Executivo 35,542,4 Teatro 41,348,0 Turismo 41,548,5

29 Desempenho médio dos alunos do Curso de Administração Brasil = 37,7 Bahia = 39,2

30 VANTAGENS & DESVANTAGENS

31 VANTAGENS AOS ALUNOS & INSTITUIÇÕES COM BOM DESEMPENHO IMAGEM. MELHOR COLOCAÇÃO NO MERCADO DE TRABALHO.

32 PENALIDADE AOS ALUNOS POR FALTAR AO ENADE : NÃO COLAÇÃO DE GRAU DE 1 ATÉ 3 ANOS.

33 PENALIDADE AOS ALUNOS & INSTITUIÇÃO POR BAIXO DESEMPENHO NO ENADE: OS CURSOS QUE NÃO ALCANÇAREM CONCEITO 3 NO ENADE, ESTARÃO DESVINCULADOS DO FIES ATÉ A AVALIAÇÃO SEGUINTE.

34 CPC CONCEITO PRELIMINAR DE CURSOS DE GRADUAÇÃO: UMA NOVA DIMENSÃO DO ENADE

35 O Conceito Preliminar, é um indicador preliminar da situação dos cursos de graduação. Ele consubstancia diferentes variáveis que traduzem resultados da avaliação de desempenho de estudantes, infra-estrutura e instalações, recursos didático-pedagógico e corpo docente. CPC CPC t =(ρ1*nota_Enade t )+(ρ2*nota_IDD t )+(ρ3*nota_Ins t )

36 CONCEITO PRELIMINAR PORTARIA de 2006 VariáveisPeso Enade 1 40,0% IDD 2 30,0% Insumos (Cadastro Docente e questionário sócio- econômico) 3 30,0% INSUMOS (30%)Distribuição dos Pesos Infra-estrutura e instalações físicas - os equipamentos disponíveis são suficientes para o número de estudantes (aulas práticas) 10,2% Recursos didático-pedagógicos - os planos de ensino contêm todos os seguintes aspectos: objetivos; procedimentos de ensino e avaliação; conteúdos e bibliografia da disciplina. 27,2% Corpo docente - percentual de professores (no mínimo) doutores no curso 38,9% 62,7% Corpo docente - percentual de professores que cumprem regime parcial ou integral (não horista) no curso 23,8%

37 CONCEITO PRELIMINAR PORTARIA 821 de 24/08/2009 VariáveisPeso Enade30,0% IDD30,0% Insumos (Cadastro Docente e questionário sócio-econômico) 40,0% INSUMOS (40%)Distribuição dos Pesos Infra-estrutura e instalações físicas - os equipamentos disponíveis são suficientes para o número de estudantes. 5,0% Recursos didático-pedagógicos - os planos de ensino contêm todos os seguintes aspectos: objetivos; procedimentos de ensino e avaliação; conteúdos e bibliografia da disciplina. 5,0% Corpo docente – Titulação: percentual de professores doutores no curso. 20,0% 30,0% Corpo docente – Titulação: percentual de professores mestres no curso. 5,0% Corpo docente – Dedicação: percentual de professores que cumprem regime parcial ou integral (não horista) no curso 5,0%

38 CONCEITO PRELIMINAR DE CURSO Vari á veis Pesos Notas M á ximas ENADE Nota Ingressantes 15%0,75 Nota Concluintes 15%0,75 IDD30%1,50 INSUMOS (40%) Distribui ç ão Corpo Docente (30%) Titula ç ão: Doutores 20%1,00 Titula ç ão: Mestres 5%0,25 Regime: TI e TP 5%0,25 Infra Estrutura e Instala ç ões F í sicas 5%0,25 Recursos Did á tico-Pedag ó gicos 5%0,25

39 CONCEITO PRELIMINAR VariáveisNotas Máximas Enade 1,5 IDD 1,5 Insumos – Cadastro Doc. + Questionário 2,0 INSUMOS (40%) Distribuição dos Pesos Infra-estrutura e instalações físicas 0,25 Recursos didático-pedagógicos 0,25 Corpo docente – Titulação Doutores 1,0 1,5 Corpo docente – TI e TP 0,25 Corpo docente – Titulação Mestres 0,25

40 i) Com rela ç ão à s aulas pr á ticas: Os equipamentos dispon í veis são suficientes para o n ú mero de estudantes? Respostas poss í veis: A = Sim, em todas elas. / B = Sim, na maior parte delas. / C = Sim, mas apenas na metade delas. / D = Sim, mas em menos da metade delas. / E = Não, em nenhuma. A partir desta pergunta construiu-se uma vari á vel bin á ria que é igual a 1 caso o aluno tenha respondido os itens A ou B e igual a zero em caso contr á rio. Esta é uma medida da infra- estrutura do curso de gradua ç ão (denota ç ão infra ).

41 ii) Os planos de ensino contêm todos os seguintes aspectos: objetivos, procedimentos de ensino e de avalia ç ão, conte ú dos e bibliografia da disciplina? A = Sim, todos contêm. / B = Sim, a maior parte cont é m. / C = Sim, mas apenas cerca da metade cont é m. / D = Sim, mas apenas menos da metade cont é m. / E = Não, nenhum cont é m. A partir desta pergunta construiu-se uma vari á vel bin á ria que é igual a 1 caso o aluno tenha respondido A ; e igual a zero, caso contr á rio. Esta é uma medida relativa aos aspectos pedag ó gicos do curso de gradua ç ão (denota ç ão pedag ).

42 IGC ÍNDICE GERAL DE CURSOS

43 O Índice Geral de Cursos (IGC) é uma média ponderada dos conceitos dos cursos de graduação e pós-graduação da instituição.

44 IGC CPC 1 ARTICULAÇÃO E COERÊNCIA ENADE – CPC – IGC CPC 2 CPC 3 ENADE 2 ENADE 1 ENADE 3 ENADE n CPC n

45 A idéia é que o IGC seja calculado todo ano, seguindo a divulgação do Enade e do CPC dos cursos de graduação.

46 PREPARANDO PARA O EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES ( ENADE) 2009

47 Ser professor... ?

48 currículo papel do professor Coordenador recursos

49 Mãos à obra... Temos que tornar os nossos cursos os mais bem avaliados deste estado.

50 01/06 a 19/06 – INSCRIÇÕES ESTUDANTES IRREGULARES DE OUTROS ANOS. CRONOGRAMA DO ENADE 2009 CRONOGRAMA DO ENADE /09 a 10/09 – PERÍODO PARA ALTERAÇÃO DO LOCAL DE PROVA. 29/06 a 31/08 – INSCRIÇÕES ESTUDANTES HABILITADOS AO ENADE /09 – DIVULGAÇÃO DA LISTA DOS SELECIONADOS. 11/09 a 18/09 – APRESENTAÇÃO DA OPÇÃO PESSOAL DO ESTUDANTE NÃO SELECIONADO PARA PARTICIPAR DO ENADE 2009.

51 26/10 – DIVULGAÇÃO DOS LOCAIS DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS E REMESSA DOS CARTÕES DE INFORMAÇÃO DO ESTUDANTE. CRONOGRAMA DO ENADE 2009 CRONOGRAMA DO ENADE /11 a 23/11 – PERÍODO PARA RESPOSTA AO QUESTIONÁRIO DO COORDENADOR DE CURSO. 08/11 – APLICAÇÃO DAS PROVAS – a partir das 13 horas. 08/12 – DIVULGAÇÃO DA RELAÇÃO DOS ESTUDANTES EM SITUAÇÃO REGULAR.

52 Muito obrigado! Adm. e Prof. Hudson Fernandes Amaral, Dr.


Carregar ppt "CICLO DE PALESTRAS - ENADE 2009 Orientações para: Professores, Coordenadores de Curso e IES Adm. e Prof. Hudson Fernandes Amaral, Dr. INEP – CFA – CRA/BA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google