A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

C.I.E.P 477 Professora Rosa da Conceição Guedes. Assunto: O movimento Hippie e o Flower Power. Turma: 902 8ª/9º Ano Trabalho sobre O movimento Hippie e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "C.I.E.P 477 Professora Rosa da Conceição Guedes. Assunto: O movimento Hippie e o Flower Power. Turma: 902 8ª/9º Ano Trabalho sobre O movimento Hippie e."— Transcrição da apresentação:

1 C.I.E.P 477 Professora Rosa da Conceição Guedes. Assunto: O movimento Hippie e o Flower Power. Turma: 902 8ª/9º Ano Trabalho sobre O movimento Hippie e o Flower Power entregue ao professor Jairo Carvalho Sampaio pelos alunos Carlos Henrique, Johnes, Ana Carolina, Izis, Thaís Cristina e Thaís de Castro. Junho

2

3 Hippie Os "hippies" (no singular, hippie) eram parte do que se convencionou chamar movimento de contracultura dos anos 1960 tendo relativa queda de popularidade nos anos 1970 nos EUA, embora o movimento tenha tido muita força em países como o Brasil somente na década de Uma das frases idiomáticas associada a este movimento foi a célebre máxima "Paz e Amor" (em inglês "Peace and Love") que precedeu a expressão "Ban the Bomb", a qual criticava o uso de armas nucleares. As questões ambientais, a prática de nudismo, e a emancipação sexual eram ideias respeitadas recorrentemente por estas comunidades.

4 A Kombi se tornou um dos símbolos principais da contracultura do movimento hippie, desde 1960 até hoje.

5 Estilo e comportamento Nos anos 60, muitos jovens passaram a contestar a sociedade e a pôr em causa os valores tradicionais e o poder militar e econômico. Esses movimentos de contestação iniciaram-se nos EUA, impulsionados por músicos e artistas em geral.Os hippies defendiam o amor livre e a não violência. O lema "Paz e Amor" sintetiza bem a postura política dos hippies, que constituíram um movimento por direitos civis, igualdade e anti-militarismo nos moldes da luta de Gandhi e Martin Luther King, embora não tão organizadamente, mantendo uma postura mais anárquica do que anarquista propriamente, neste sentido.

6 Como grupo, os hippies tendem a viver em comunidades coletivistas ou de forma nômade, vivendo e produzindo independentemente dos mercados formais, usam cabelos e barbas mais compridos do que era considerado "elegante" na época do seu surgimento. Muita gente não associada à contracultura considerava os cabelos compridos uma ofensa, em parte por causa da atitude inociasta dos hippies, às vezes por acharem "anti-higiênicos" ou os considerarem "coisa de mulher". Foi quando a peça musical Hair saiu do circuito chamado off-Broadway para um grande teatro da broadway em 1968, que a contracultura hippie já estava se diversificando e saindo dos centros urbanos tradicionais.

7 Seu principal símbolo era a Figura circular com 3 intervalos iguais.

8

9 Flower power Flower Power (Força das Flores) foi um slogan usado pelos hippies dos anos 60 até o começo dos anos 70 como um símbolo da ideologia da não-violência e de repúdio à Guerra do Vietnã. O termo foi utilizado pela primeira vez pelo poeta Allen Ginsberg em Desde então ele é freqüentemente utilizado para se referir aos anos 60, inclusive em filmes, programas de TV, documentários, etc. O ponto de encontro do movimento Flower Power era em Amsterdã, num clube chamado Paradiso. Os hippies escolheram este clube por causa do nome Paradiso, o qual lembrava um lugar pacífico, um paraíso. Hoje em dia ele é encontrado próximo ao Hard Rock Café e é um centro de música para todos.

10

11 Bibliografia


Carregar ppt "C.I.E.P 477 Professora Rosa da Conceição Guedes. Assunto: O movimento Hippie e o Flower Power. Turma: 902 8ª/9º Ano Trabalho sobre O movimento Hippie e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google