A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Brasília, 29/11 a 1º/12/2007.. NEGÓCIO NORMATIZAÇÃO, ORIENTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO E DAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS EM DEFESA DA SOCIEDADE, CONCESSÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Brasília, 29/11 a 1º/12/2007.. NEGÓCIO NORMATIZAÇÃO, ORIENTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO E DAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS EM DEFESA DA SOCIEDADE, CONCESSÃO."— Transcrição da apresentação:

1 Brasília, 29/11 a 1º/12/2007.

2

3 NEGÓCIO NORMATIZAÇÃO, ORIENTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO E DAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS EM DEFESA DA SOCIEDADE, CONCESSÃO DE BENEFÍCIOS E VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS. MISSÃO DEFENDER OS INTERESSES SOCIAIS E HUMANOS, PROMOVER A VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL, O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E A EXCELÊNCIA DO EXERCÍCIO E DAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS. VISÃO

4 Ética Serviço à Sociedade Excelência dos serviços Valorização Profissional e Funcional Educação permanente Participação e Posicionamento Multiprofissionalidade Ciência & Tecnologia e Soberania Compromisso com o desenvolvimento sustentável Unidade de ação, Parceria e Transparência PRINCÍPOS E VALORES

5 Fatores Internos Fatores Externos PONTOS FORTES 1. Sistema com competência legal para regulamentar o exercício profissional nas áreas tecnológicas, composto por Órgãos de Estado e da Sociedade, com capilaridade nacional, auto-sustentável, que reúne atividades essenciais para o desenvolvimento do País. 2. Sistema multiprofissional que exerce atividades essenciais para o desenvolvimento nacional e com grande participação no PIB do País. 3. ART e Acervo Técnico aliado à potencialidade do Programa de Fiscalização Preventiva Integrada. 4. Novo modelo de concessão de atribuições Resolução AMEAÇAS 1. Ação legislativa conflitante com os interesses do Sistema Profissional. 2. Desregulamentação das profissões. 3. Ausência de interação efetiva entre o Sistema Profissional e o Sistema Profissional Educacional, ocasionando a fragmentação das profissões do Sistema. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS Pontos Fortes: 1 e 4. Ameaças: 1, 2 e 3. 1.Acelerar a interação dos Sistemas Profissional e Educacional com a implementação da Resolução nº 1.010/ Defender as profissões regulamentadas no interesse da sociedade, fortalecendo o Sistema e ampliando a ação Parlamentar em todos os níveis.

6 Fatores Internos Fatores Externos PONTOS FRACOS 1.A sociedade não reconhece o Sistema Profissional. 2.Aplicação do Código de Ética é ineficiente; 3.Ausência de interação efetiva entre o Sistema Profissional e o Sistema Profissional Educacional 4.Ausência de um modelo de gestão integrado como sistema: Padronização, unificação, capacitação dos empregados, conselheiros e relacionamentos com os órgãos e a sociedade; 5.Reduzido engajamento do Sistema Profissional nas questões do desenvolvimento nacional. AMEAÇAS 1. Ação legislativa conflitante com os interesses do Sistema Profissional. 2. Desregulamentação das profissões. 3. Ausência de interação efetiva entre o Sistema Profissional e o Sistema Profissional Educacional, ocasionando a fragmentação das profissões do Sistema. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS Pontos Fracos: 1,3 e 5. Ameaças: 1,2 e 3. 1.Adotar políticas de integração entre os diversos atores de relacionamentos com o Sistema Profissional – Sistema de Ensino, Pesquisa, Setor Produtivo e Governo. (Propor políticas públicas junto a Frente Parlamentar Mista pela Engenharia e inserir o Sistema Profissional no Conselho de Desenvolvimento Econômico e na formulação do PPA.) 2.Agir para eficiência e eficácia de interação, gestão, capacitação e aplicação do código de ética de forma que a sociedade reconheça a importância e a necessidade do sistema profissional. 3.Interagir com os órgãos governamentais e instituições de ensino para: participar dos órgãos consultivos e deliberativos, elaboração e atualização dos projetos pedagógicos, realizar eventos técnicos-pedagógicos de interesse mútuo, institucionalizar o apoio financeiro dado pelo sistema as ações de interesse das instituições de ensino e implementar um programa de palestras e divulgação sobre o sistema nas Instituições de Ensino.

7 Fatores Internos Fatores Externos PONTOS FRACOS 1.A sociedade não reconhece o Sistema Profissional. 2.Código de Ética ineficiente; 3.Ausência de interação efetiva entre o Sistema Profissional e o Sistema Profissional Educacional 4.Ausência de um modelo de gestão integrado como sistema: Padronização, unificação, capacitação dos empregados, conselheiros e relacionamentos com os órgãos e a sociedade; 5.Reduzido engajamento do Sistema Profissional nas questões do desenvolvimento nacional. OPORTUNIDADES 1.Estabilidade econômica do país. 2.Oferta tecnológica para resolver/mitigar os problemas de infra-estrutura do País. 3.Proteção ao acervo tecnológico nacional que acompanhe os investimentos. 4.Frente Parlamentar de Engenharia. 5.A certificação profissional. 6.A participação nas decisões de políticas públicas relacionadas às profissões do Sistema OBJETIVOS ESTRATÉGICOS Oportunidade: 1,6 Pontos Fracos: 1,5 1.Elevar a eficácia da participação do sistema profissional nas políticas publicas, assim como nas questões do desenvolvimento nacional. 2.Formular propostas e contribuir nas políticas de desenvolvimento sustentado e sustentável do país e comunicar as ações de forma eficaz. 3.Fortalecer a discussão e a tomada de decisão do sistema profissional frente aos desafios do desenvolvimento nacional; 4.Implementar política eficaz de comunicação e marketing

8 Fatores Internos Fatores Externos PONTOS FORTES 1. Sistema com competência legal para regulamentar o exercício profissional nas áreas tecnológicas, composto por Órgãos de Estado e da Sociedade, com capilaridade nacional, auto-sustentável, que reúne atividades essenciais para o desenvolvimento do País. 2. Sistema multiprofissional que exerce atividades essenciais para o desenvolvimento nacional e com grande participação no PIB do País. 3. ART e Acervo Técnico aliado à potencialidade do Programa de Fiscalização Preventiva Integrada. 4. Novo modelo de concessão de atribuições Resolução OPORTUNIDADES 1.Estabilidade econômica do país. 2.Oferta tecnológica para resolver/mitigar os problemas de infra-estrutura do País. 3.Proteção ao acervo tecnológico nacional que acompanhe os investimentos. 4.Frente Parlamentar de Engenharia. 5.A certificação profissional. 6.A participação nas decisões de políticas públicas relacionadas às profissões do Sistema OBJETIVOS ESTRATÉGICOS Pontos Fortes: 1 e 3. Oportunidades: 1, 2, 4 e 6. 1.Ser efetivo no relacionamento e na comunicação com os profissionais e a sociedade. 2.Assegurar que os estudos técnicos para os investimentos de interesse público nas áreas estratégicas do País sejam feitos nas melhores condições de custo/benefício. 3.Estabelecer política de gestão em consonância com as necessidades e demandas da sociedade.

9 1. Acelerar a interação dos Sistemas Profissional e Educacional com a implementação da Resolução nº 1.010/ Defender as profissões regulamentadas no interesse da sociedade, fortalecendo o Sistema e ampliando a ação Parlamentar em todos os níveis. 3. Adotar políticas de integração entre os diversos atores de relacionamentos com o Sistema Profissional – Sistema de Ensino, Pesquisa, Setor Produtivo e Governo. 4. Agir para eficiência e eficácia de interação, gestão, capacitação e aplicação do código de ética de forma que a sociedade reconheça a importância e a necessidade do sistema profissional. 5. Interagir com os órgãos governamentais e instituições de ensino 6. Elevar a eficácia da participação do sistema profissional nas políticas publicas, assim como nas questões do desenvolvimento nacional 7. Formular propostas e contribuir nas políticas de desenvolvimento sustentado e sustentável do país e comunicar as ações de forma eficaz. 8. Fortalecer a discussão e a tomada de decisão do sistema profissional frente aos desafios do desenvolvimento nacional; 9. Implementar política eficaz de comunicação e marketing 10. Ser efetivo no relacionamento e na comunicação com os profissionais e a sociedade. 11. Assegurar que os estudos técnicos para os investimentos de interesse público nas áreas estratégicas do País sejam feitos nas melhores condições de custo / benefício. 12. Estabelecer política de gestão em consonância com as necessidades e demandas da sociedade. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS

10 2. Defender as profissões regulamentadas no interesse da sociedade, fortalecendo o Sistema e ampliando a ação Parlamentar em todos os níveis. 6. Elevar a eficácia da participação do sistema profissional nas políticas publicas, assim como nas questões do desenvolvimento nacional 7. Formular propostas e contribuir nas políticas de sustentabilidade sócio-econômica e ambiental do país. EFETIVIDADE POLÍTICA

11 1.Acelerar a interação dos Sistemas Profissional e Educacional entre outros com a implementação da Resolução nº 1.010/ Adotar políticas de integração entre os diversos atores de relacionamentos com o Sistema Profissional – Sistema de Ensino, Pesquisa, Setor Produtivo e Governo. 5. Interagir com os órgãos governamentais e instituições de ensino INTERAÇÃO DOS SISTEMAS

12 EFICÁCIA E EFETIVIDADE DA GESTÃO 4. Agir para eficiência e eficácia de interação, gestão, capacitação e aplicação do código de ética de forma que a sociedade reconheça a importância e a necessidade do sistema profissional. 8. Fortalecer a discussão e a tomada de decisão do sistema profissional frente aos desafios do desenvolvimento nacional; 11. Assegurar que os estudos técnicos e investimentos de interesse público nas áreas estratégicas do País sejam feitos nas melhores condições de custo / benefício, com a participação dos profissionais do Sistema. 12. Estabelecer política de gestão em consonância com as necessidades e demandas da sociedade.

13 9 e Implementar política eficaz de comunicação e marketing 10. Ser efetivo no relacionamento e na comunicação com os profissionais e a sociedade. 4. Agir para eficiência e eficácia de interação, gestão, capacitação e aplicação do código de ética de forma que a sociedade reconheça a importância e a necessidade do sistema profissional. EFICÁCIA DA COMUNICAÇÃO E MARKETING

14 6., 7. e 8. (redação) 4. e 12 (redação) Inclusão como objetivo estratégico Criminalização do exercício ilegal da profissão 13. Adotar um modelo de gestão integrado com o Sistema buscando resultados mensuráveis em benefício da sociedade.


Carregar ppt "Brasília, 29/11 a 1º/12/2007.. NEGÓCIO NORMATIZAÇÃO, ORIENTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO E DAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS EM DEFESA DA SOCIEDADE, CONCESSÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google