A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistema Respiratório Profª. Michele Dias - 7ª série.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistema Respiratório Profª. Michele Dias - 7ª série."— Transcrição da apresentação:

1 Sistema Respiratório Profª. Michele Dias - 7ª série

2 Composição do ar: 78% nitrogênio 21% Oxigênio (O 2 ) 1% outros gases Dióxido de carbono (CO 2 ) Por que precisamos do ar? Qual é a função da respiração?

3 Órgãos do sistema respiratório O ar entra pelo nariz (cavidade nasal), passa pela faringe, laringe, traquéia, pelos brônquios, bronquíolos e chega até os alvéolos (pequenos sacos localizados nos pulmões). Glóbulo vermelho (hemácia) possui uma proteína chamada HEMOGLOBINA, que transporta gases pelo corpo.

4

5 Cavidade nasal As cavidades nasais são separadas uma da outra por uma parede cartilaginosa denominada septo nasal. São forradas por células ciliadas (pequenos fios) e por células produtoras de muco. Existem células sensoriais, responsáveis pelo sentido do olfato. Têm as funções de filtrar, umedecer e aquecer o ar.

6 Faringe Um canal comum aos sistemas digestório e respiratório e comunica-se com a boca e com a cavidade nasal. O ar inspirado pelas narinas ou pela boca passa necessariamente pela faringe, antes de atingir a laringe.

7 Laringe Fica entre a faringe e a traquéia. A entrada da laringe chama-se glote. Acima dela existe uma espécie de lingüeta de cartilagem denominada epiglote. Na laringe também encontramos as pregas vocais, capazes de produzir sons durante a passagem de ar. Quando falamos, as pregas vocais são esticadas por músculos e vibram com a passagem do ar.

8 As pregas vocais do homem têm mais massa e são menos esticadas que as da mulher (como no violão, as cordas mais esticadas são mais agudas e vibram mais que as cordas mais graves). Laringe

9 Traquéia, brônquios e bronquíolos A traquéia é basicamente um tubo que liga a laringe aos brônquios. A traquéia não se fecha graças à anéis de cartilagem em forma de C. Estes anéis estão presentes na traquéia e nos brônquios. Também estão presentes na traquéia os cílios e muco.

10 Já bem perto do pulmão, a traquéia se divide e se transforma em brônquios. Os brônquios também tem cílios e muco. Eles dividem o ar entre os dois pulmões. Bronquíolos: Como o nome diz, são pequenos brônquios, eles também possuem cílios e muco. Sua função é levar o ar até os alvéolos pulmonares.

11 Alvéolos pulmonares Alvéolos: local onde ocorre a HEMATOSE (troca de gases entre os alvéolos e o sangue). Assim, o oxigênio sai dos alvéolos e entra no sangue e o gás carbônico sai do sangue e entra nos alvéolos.

12 Nas células do resto do corpo, as hemácias liberam o gás oxigênio e pegam o gás carbônico produzido por elas (ver respiração celular mais adiante). Nos alvéolos, as hemácias liberam o gás carbônico e pegam o gás oxigênio do ar.

13 Pulmão Situados no tórax. São envolvidos por uma membrana denominada pleura.

14 Movimentos respiratórios Inspiração (entrada de ar para os pulmões) Expiração (saída de ar dos pulmões)

15 Como o ar entra e sai dos pulmões? Os pulmões são órgãos esponjosos e não têm músculos, logo não podem se contrair ou se expandir. São, então, os músculos respiratórios da caixa torácica (onde estão situados os pulmões) que garantem a entrada e a saída de ar dos pulmões. Músculos respiratórios: Diafragma – músculo que separa o tórax do abdome. Músculos intercostais – músculos presos entre as costelas.

16 Durante a inspiração, os músculos respiratórios, representados pelos músculos intercostais e pelo diafragma, contraem-se e, assim, aumentam o volume da caixa torácica. O ar é empurrado para dentro dos pulmões porque, com o aumento do volume da caixa torácica, a pressão interna diminui e fica menor do que a pressão do ar do lado de fora, na atmosfera. Diafragma Músculos intercostais (entre as costelas) Caixa torácica

17 Na expiração, os músculos respiratórios (diafragma e músculos intercostais) relaxam e, com isso, o volume da caixa torácica diminui e o ar sai. Agora ele é empurrado para fora, pois a pressão interna aumentou, tornando-se maior que a externa (atmosfera). Músculos intercostais (entre as costelas) Diafragma Caixa torácica

18

19 Por que inspiramos oxigênio e expiramos gás carbônico?

20 Ar inspirado Ar expirado Gás oxigênio 21%16% Dióxido de carbono 0,04%4% Nitrogênio78% Observe a tabela abaixo: Na tabela podemos observar diferenças na porcentagem de gases no ar inspirado e no ar expirado. Explique por que isso ocorre.

21 Respiração celular glicose + oxigênio gás carbônico + água + energia Ar Organela responsável pela respiração celular e, consequentemente, produção de energia Mitocôndria

22 Sangue rico em O 2 – sangue arterial Sangue rico em CO 2 – sangue venoso

23 Como o oxigênio chega até as células? Nos alvéolos, a hemoglobina troca o CO 2 por O 2 O 2 sai dos alvéolos e se liga a hemoglobina (proteína presente nas hemácias) Circula pelo sangue até alcançar os órgãos A hemoglobina ao chegar na célula, troca o O 2 por CO 2 Circula pelo sangue até alcançar os alvéolos pulmonares

24 O gás carbônico que liberamos também é importante, pois faz parte da fotossíntese, realizada pelas plantas, algas e algumas bactérias. H 2 O + CO 2 O 2 + glicose

25 Regulação nervosa da respiração Aumento de CO2 Músculos intercostais e diafragma

26 Monóxido de carbono Combustão incompleta de madeira, carvão e gasolina.

27 Hemoglobina + gás oxigênio: oxiemoglobina (ligação instável) Hemoglobina + gás carbônico: carboemoglobina (ligação instável) Hemoglobina + monóxido de carbono: ligação estável


Carregar ppt "Sistema Respiratório Profª. Michele Dias - 7ª série."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google