A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VIROLOGIA O ESTUDO DOS VÍRUS. CARACTERÍSTICAS VIRAIS 1.São acelulares 2.São parasitas intracelulares obrigatórios 3.Apresentam DNA ou RNA 4.Possuem um.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VIROLOGIA O ESTUDO DOS VÍRUS. CARACTERÍSTICAS VIRAIS 1.São acelulares 2.São parasitas intracelulares obrigatórios 3.Apresentam DNA ou RNA 4.Possuem um."— Transcrição da apresentação:

1 VIROLOGIA O ESTUDO DOS VÍRUS

2 CARACTERÍSTICAS VIRAIS 1.São acelulares 2.São parasitas intracelulares obrigatórios 3.Apresentam DNA ou RNA 4.Possuem um capsídeo protéico 5.O parasitismo é específico 6.São estruturas SUPRAMOLECULARES

3 QUANDO ESTÃO PARASITANDO: 1.Os vírus apresentam capacidade reprodutiva 2.Têm capacidade mutacional e evolutiva. 3.Utilizam o metabolismo da célula hospedeira.

4 Viríon A partícula viral, quando fora da célula hospedeira, é chamada de vírion. Cada espécie de vírus apresenta vírions de formatos diferentes. O Vírion é uma partícula viral completa, consistuida por DNA ou RNA cercado por uma proteína. Constitui a forma infectiva do vírus.DNARNAproteínavírus

5 VÍRUS TÍPICOS

6 Classificação Viral Classe I - DNA de banda (ou fita) dupla. Classe II - DNA de banda simples. Classe III - RNA de banda dupla. Classe IV - banda simples de RNA positivo (isto é, o RNA é imediatamente traduzido pelos ribossomas, actuando como se fosse RNA mensageiro). Classe V - banda simples de RNA negativo (é necessário transcrever a banda em RNA mensageiro). Classe VI - banda simples, positiva, de RNA, com DNA como intermediário na formação das proteínas (retrovírus).retrovírus Classe VII - banda dupla de DNA com um RNA intermediário na replicação (Hepadnavírus).Hepadnavírus

7 CLASSIFICAÇÃO DOS VÍRUS QUANTO AO TIPO DE ÁCIDO NUCLÉICO Vírus com DNA. DNA RNA Proteína Ex.: Bacteriófago Poxvírus (Varíola) Herpesvírus Hepadnavírus (HepatiteB) Papovavírus (HPV)

8 Vírus com RNA. RNA Proteínas Ex.: Influenza (Gripe) Rabdovírus(Raiva) Filovírus(Ebola) Reovírus(Encefalite) Flavivírus(Hepatite C) Paramixovírus(Sarampo,caxumba)

9 Vírus com RNA e Transcriptase Reversa RNA DNA RNA PROTEÍNAS. Ex.: HIV HTLV-1 HTLV -2

10 REPRODUÇÃO VIRAL CONSIDERAÇÃO INICIAL DEVIDO A AUSÊNCIA DE UM METABOLISMO PRÓPRIO OS VÍRUS DEVEM PARASITAR A CÉLULA HOSPEDEIRA E UTILIZAR TODA A SUA MAQUINARIA BIOSSINTÉTICA.

11 TIPOS DE REPRODUÇÃO NOS BACTERIÓFAGOS LISOGÊNICO – o metabolismo da bactéria não é interferido podendo mesmo contaminada se reproduzir normalmente. LÍTICO – o DNA viral comanda o metabolismo da bactéria e com a formação de novos vírus a célula hospedeira sofre uma lise, liberando novos vírus

12 ETAPAS PARA O PROCESSO REPRODUTIVO 1.ADSORÇÃO 2.PENETRAÇÃO 3.ECLIPSE 4.DESNUDAMENTO 5.MATURAÇÃO 6.LIBERAÇÃO

13 Ciclos Virais

14 DETALHE DA PENETRAÇÃO

15 ATAQUE BACTERIÓFAGO

16 O HIV O AGENTE ETIOLÓGICO DA SÍNDROME DA IMUNO- DEFICIÊNCIA ADIQUIRIDA, EM SERES HUMANOS.

17 REPRODUÇÃO DO HIV

18

19 SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA 1.CAUSADA PELO HIV 2.ESTE VÍRUS PROPORCIONA A DIMINUIÇÃO DO TEOR DE LINFÓCITOS T4 NO ORGANISMO 3.O ORGANISMO FICA VULNERÁVEL A DIVERSAS PATOLOGIAS

20

21 SINTOMAS 1.FEBRE 2.INFLAMAÇÃO DOS LINFONODOS 3.ERUPÇÕES NA PELE, NA BOCA E ÓRGÃOS GENITAIS 4.DIARRÉIA E DORES ABDOMINAIS 5.FALTA DE APETITE E PERDA DE PESO 6.NÁUSEA E VÔMITOS

22 Progressão

23 Manifestações cutâneas

24 HerpesSarcoma de KaposiLinfadenopatia generalizada

25 TRANSMISSÃO DO HIV PODE OCORRER POR VÁRIOS FLUIDOS CORPORAIS CONTAMINADOS Sangue Sêmen Secreção vaginal Liquido cefalorraquidiano Liquido amniótico Leite materno

26 TESTES MAIS USADOS 1.ELISA – indica a presença de anticorpos 2.WESTERN – BLOTTING – identifica anticorpos específicos Obs.: tanto o Elisa quanto o Western- Blotting podem dá resultados falsos

27 ELISA ELISA (Enzyme Linked Immuno Sorbent Assay) é um teste imunoenzimático que permite a detecção de anticorpos específicos no plasma sanguíneo.teste imunoenzimáticoanticorposplasma sanguíneo

28 WESTERN - BLOTTING Um Western-blotting é um método em biologia molecular/bioquímica para detectar proteínas em um homogenato (células bem trituradas) ou um extrato de um tecido biológico.

29 Tratamento O tratamento da aids é feito com medicamentos anti-retrovirais, drogas que inibem a reprodução do HIV no sangue. À associação desses medicamentos com fins terapêuticos é dado o nome de Terapia Anti-retroviral (TARV), popularmente conhecida como "coquetel".

30 Tratamento A TARV conta com 17 medicamentos que estão divididos em quatro classes: 1.os inibidores de transcriptase reversa análogos de nucleosídeos. 2.os inibidores de transcriptase reversa não análogos de nucleosídeos. 3.os inibidores de protease. 4.os inibidores de fusão.

31 Varíola A vacina antivariólica é preparada a partir de vírus vivo em suspensão, obtido por vacinação de carneiros e bovinos. É apresentada na forma liofilizada, acompanhada de ampola diluente, em base glicerinada.

32 HPV O condiloma acuminado é uma lesão na região genital, causada pelo Papilomavirus Humano (HPV). A doença é também conhecida como crista de galo, figueira ou cavalo de crista.

33 HPV A Vacina Quadrivalente contra o HPV protege contra quatro tipos do vírus – o 6, 11, 16 e 18 -, que são responsáveis por 70% dos casos de câncer do colo de útero e por 90% das verrugas genitais e está indicada em mulheres entre 9 e 26 anos de idade.

34 Gripe Suína A gripe suína ou gripe porcina é uma doença causada pelo vírus H1N1, uma combinação das cepas dos vírus suíno, aviário e humano. A contaminação se dá do porco contaminado ou objetos contaminados para o humano.vírusH1N1

35 Citomegalovírus O citomegalovírus (CMV) pertence à família do herpesvírus, a mesma dos vírus da catapora, herpes simples, herpes genital e do herpes zoster. Discreto mal-estar e febre baixa até doenças graves que comprometem o aparelho digestivo, sistema nervoso central e retina. Nunca abandona o organismo da pessoa infectada. Permanece em estado latente e qualquer baixa na imunidade do hospedeiro pode reativar a infecção. Presença de DNA e RNA.

36 Dengue A Dengue é uma virose, ou seja, uma doença causada por vírus. O vírus (família flaviridae) é transmitido para uma pessoa através da picada da fêmea contaminada do mosquito Aedes Aegypti.

37 Dengue A doença pode se manifestar de duas formas: a dengue clássica e a dengue hemorrágica. Dengue Clássica: os sintomas são mais brandos. A pessoa doente tem febre alta, dores de cabeça, nas costas e na região atrás dos olhos.

38 Dengue Dengue hemorrágica (ocorre quando a pessoa pega a doença por uma segunda vez): a doença manifesta-se de forma mais grave. Nos primeiros cinco dias os sintomas são semelhantes ao do tipo clássico. A partir do quinto dia, alguns doentes podem apresentar hemorragias em vários órgãos e choque circulatório. Pode ocorrer também vômitos, tontura, dificuldades de respiração, dores abdominais intensas e contínuas e presença de sangue nas fezes.

39 Tratamento Para o caso da dengue clássica, não existe um tratamento específico. Os sintomas são tratados e recomenda-se repouso e alimentação com muitas frutas, legumes e ingestão de líquidos. Já no caso mais grave da doença, a hemorrágica, deve haver um rigoroso acompanhamento médico em função dos possíveis casos de agravamento com perdas de sangue e choque circulatório.


Carregar ppt "VIROLOGIA O ESTUDO DOS VÍRUS. CARACTERÍSTICAS VIRAIS 1.São acelulares 2.São parasitas intracelulares obrigatórios 3.Apresentam DNA ou RNA 4.Possuem um."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google